Criminosos confundem bíblia com arma e Pastor é alvejado em Nova Iguaçu

Pastor Marcos Paulo Morais, de 43 anos, sofreu tentativa de assalto em Nova Iguaçu. Os criminosos confundiram a bíblia do pastor com uma arma, efetuando vários disparos

0

O caso aconteceu  em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, quando Marcos Paulo Morais, de 43 anos, Pastor evangélico, chegava para mais um dia de culto na igreja que preside, a Comunidade Projeto Resgatar Vidas, quando sofreu uma tentativa de assalto e terminou sendo alvejado por três tiros. Segundo informações da esposa, Elisângela Ávila Coquito Morais (37), os assaltantes teriam confundido a bíblia do Pastor com uma arma.

O Pastor Marcos chegou com seu carro, um Fiat Idea, comprado havia  uma semana, quando estacionou dando passagem para um veículo branco que parou em seguida. A esposa relata como foi o acontecimento:

Leia também: Pastor é morto a tiros na frente da família após sair da igreja

“Ele conta que, quando estacionou, deu passagem para um carro branco que parou bem perto. Ao sair, viu uma pessoa, mas não percebeu nada de diferente. Aí ele ouviu o som de disparo e achou que fosse uma bombinha, mas colocou a mão na cabeça e sentiu o sangue. Foi quando ele se jogou no chão”, disse Elisângela em publicação no Extra.

Para a esposa, o Pastor não ouviu os bandidos anunciarem o assalto, foi quando ele voltou para pegar a bíblia do carro. Nessa hora os bandidos acharam que ele iria sacar uma arma e fizeram vários disparos. Um tiro passou de raspão em sua cabeça, outros dois atingiram as costas e a perna a vítima, enquanto o carro ficou com a marca de oito disparos.


O carro do Pastor Marcos ficou com as marcas de oito tiros, na tentativa de assalto que quase tirou a sua vida (foto: divulgação)

O pastor foi socorrido em seguida para o Hospital Geral de Nova Iguaçu e depois transferido para o Hospital estadual Azevedo Lima, em Niterói. Os bandidos fugiram e até o momento não foram encontrados.

De alta e já em casa, nesta quinta feira (26) o Pastor Marcos disse que “foi um milagre de Deus” o que aconteceu com ele, confirmando o relato da esposa sobre os bandidos terem confundido a bíblia com uma arma. Aliviado, o líder que também cursa bacharel em Direito, deseja uma vida normal:

“Além da igreja, trabalho numa empresa de contabilidade há 25 anos. Já que Deus me deu esse livramento, vou tentar levar a vida normalmente, com saúde, junto com minha esposa e meu filho.”, declarou em publicação no blog InforGospel

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA