Evangélicos e católicos formam aliança política para as eleições municipais em São Paulo; Pastor Marco Feliciano ressalta luta contra o candidato do PT

1

O Partido Social Cristão (PSC) firmou aliança com o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) para a candidatura do deputado Gabriel Chalita à Prefeitura da Cidade de São Paulo.

Estiveram presentes no encontro o pastor e deputado Marco Feliciano, atualmente o político de maior expressão dentro do PSC, e o vice-presidente da República, Michel Temer, que é do PMDB, além de outras lideranças partidárias.

O pastor Marco Feliciano afirmou estar feliz com a aliança entre seu partido e o candidato do PMDB, o católico Gabriel Chalita. A ligação de Chalita com o catolicismo é tão forte que durante a crise da campanha presidencial, quando Dilma foi acusada de ser anti-religiosa e pró-aborto, Chalita foi o escalado para dialogar com os líderes católicos, a fim de acalmá-los.

Marco Feliciano reforçou ser importante ter um candidato com princípios cristãos na disputa pela prefeitura da cidade mais importante economicamente do país: “Para mim esta aliança é a única forma de blindar a igreja dos pensamentos perniciosos do PT com seu Fernando Haddad (pré candidato à prefeitura de São Paulo pelo PT), o pai do kit gay. São Paulo precisa de uma liderança de fato que enxergue o mundo com os olhos dos pequenos. Quando cheguei a Câmara dos Deputados, a primeira pessoa que conheci foi Gabriel Chalita, e enxergo nele alguém que de fato sonha com um futuro melhor. O Chalita é um amigo pessoal e particular, uma pessoa de princípios e estou feliz em ver o PSC apoiando o candidato”, afirmou em entrevista ao Guia-me.

Gilberto Nascimento, político evangélico conhecido na cidade e presidente estadual do PSC, afirmou que a aliança pela candidatura de Chalita era a melhor decisão e que a cidade era um presente para Deus: “Vamos ter um prefeito que cuidará dos cidadãos invisíveis de São Paulo. Portanto eu parabenizo Chalita. Quero dizer que esta foi uma decisão muito conversada no partido, mas eu tenho certeza de que estamos no melhor caminho. São Paulo é um presente dos homens para os olhos de Deus”.

O vice-presidente da República, Michel Temer, se mostrou satisfeito com a aliança e confiante pela vitória nas próximas eleições: “O PMDB se une ao PSC para fazer uma multiplicação de votos tamanha à presença do partido cristão nessa aliança. Nós confiamos em Gabriel Chalita, candidato que tem a capacidade extraordinária de transmitir clareza e a franqueza que a cidade de São Paulo precisa. Estamos renascendo para crescer e expresso hoje minha satisfação por essa aliança”.

Para o pastor Everaldo Dias, vice-presidente nacional do PSC, confia que Deus ajudará a aliança feita: “O PSC escolheu Gabriel Chalita como candidato ao prefeito de São Paulo. Agradecemos a Deus pela vida deste deputado brilhante e com a ajuda de Deus vamos ganhar essa eleição”, afirmou.

Fonte: Gospel+

1 COMENTÁRIO

  1. Olá eu gostaria que em Minas Gerais, fosse feitas alianças como essa, cadê os nossos políticos de minas Pr. Mario de Oliveira, Walter Tosta e os outros, manifesta e toma posição, pôs o povo esta achando, que os políticos evangélicos de Minas estão apoiando estas safadezas do PT. ( corrupção, PL122. Kit gay etc…..) que decepção em PT?

  2. Acho muito importante todos os Brasileiros unidos em um só propósito o bem da sociedade brasileira independente do ministério, somos irmãos em Cristo e isso nos reafirma a comunhão que deve existir entre nós !!

  3. O PSC agiu sem consultar a base das principais denominações, mesmo sabendo que Chalita já havia traído os católicos quando apoiou dilma, o casamento gay e a descriminalização do aborto.

DEIXE UMA RESPOSTA