Sociedade entre bispo Macedo e Silvio Santos pode diminuir espaço alugado a igrejas na TV

15

A empresa que poderá fazer Silvio Santos e Edir Macedo sócios resultará numa redução do espaço para igrejas evangélicas na televisão aberta. A previsão é do empresário Amilcare Dallevo Jr., que também integrará a sociedade.

Dallevo é o acionista majoritário da RedeTV!, emissora que se juntará a SBT e Record na criação da nova empresa, que se dedicará exclusivamente a negociar a venda do sinal das três emissoras a operadoras de televisão por assinatura.

Para Dallevo, a renda advinda dessas negociações poderá ajudar as emissoras a abrir mão dos horários alugados para igrejas evangélicas. Atualmente, devido a dificuldades financeiras, a RedeTV! é uma das que mais aluga horários de sua grade de programação.

“Com o dinheiro, vamos investir mais em jornalismo e dramaturgia. Consequentemente, o espaço ocupado por igrejas irá diminuir”, afirmou o empresário, enaltecendo a produção de conteúdo próprio.


A criação da empresa vem sendo criticada pelas operadoras de TV por assinatura, que contestam a legitimidade da empresa no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), órgão do governo federal que avalia as fusões de companhias, segundo informações do site Notícias da TV.

Para empresas como Sky e Net, a aprovação da sociedade entre Dallevo, Macedo e Silvio Santos causará a “ocorrência de condutas abusivas” e “anticompetitivas”, levando a um aumento de preço para o consumidor final.

Dallevo rebate: “Não é justo as multinacionais pagarem para empresas estrangeiras, como HBO e Discovery, e não pagarem para a gente, que gera milhares de empregos e arrecada impostos no Brasil. Não é justo o assinante pagar pela programação e não darem um centavo para a gente, que investe na produção de 15, 16 horas de conteúdo por dia”, disse.

Os três sócios argumentam que apenas uma das grandes operadoras de TV por assinatura do país faturou R$ 10 bilhões em 2013, dos quais R$ 3,3 bilhões foram só de lucro. Seguindo esse raciocínio, se essa empresa repassasse R$ 5,00 por assinante pelo sinal das três emissoras, ela teria uma despesa anual de R$ 360 milhões, pouco mais de 10% de seu lucro. De quebra, esse repasse geraria às emissoras uma receita maior do que todo o faturamento anual da RedeTV!, por exemplo.

15 COMENTÁRIOS

  1. “Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais” Efésios 6:12.
    O que importa é que o evangelho da salvação seja pregado, adoramos a Deus, só e unicamente em nome de Jesus.
    Fora os pregadores do santo morto e os surrupiadores do alheio.

  2. Tudo bem que compre o mundo inteiro., ocorre que mistura o nome de Deus nesta farra mundana.,
    Agora o que não falta é otario para bancar os mercenários da fé que transformam o dízimo em negócios ., ainda tem trouxa que insistem em falar que paga sim agora eles é que sabem o que fazem com o dinheiro ., só mesmo alienados para agirem assim. Lamentável., uma cesta básica para uma família pobre , um alimento aos pobres moradores de rua faria mais justiça só que dá dízimos para estes mercenarios da fé.. Dane se o resto bando.

  3. Ajudar aos pobres, tem muita gente que faz isso no anonimato, mas que não anda tocando trombeta. Esmola é uma virtude que agrada a Deus, Mas nunca foi ou será salvação.
    Não há algo mais sublime no mundo do que anunciar o nome de Jesus,
    “Quão formosos são, sobre os montes, os pés do que anuncia as boas novas, que faz ouvir a paz, do que anuncia o bem, que faz ouvir a salvação, do que diz a Sião: O teu Deus reina!” Isaías 52:7

  4. Rádios e TV’s são concessões públicas destinadas a cultura, lazer, informação, etc., da população, não meio de vidsa e enriquecimento de vendilhões do Evangelho.

  5. Rádio e tv, são meios de comunicações, tudo que envolve a comuniaçõa, e por que não usá-los para dizer que Jesus, todos carecem para se salvarem? Marcos 16:15. É dever de todo aquele que crê anunciar o Reino de Deus, quem se cala, pode as pedras falar por ele, Lucas 19:40. Se tem os vendilhões do evangelho, não duvido, porque é bíblico, as nossas culpas são individuais, quem erra paga por si só. Agora, que a palavra de Deus incomoda a muita gente, isso é uma realidade, creio que os incomodados são os fora da lei, lei de Deus.

    • “e por que não usá-los para dizer que Jesus, todos carecem para se salvarem?”

      Manoel, se outros motivos não bastassem, bastariam estes dois:

      1º) o Brasil é um país laico, o que significa dizer que não tem religião oficial;

      2º) se for para dar espaço para o cristianismo, tem de dar também para as demais religiões que existem no Brasil, inclusive para os que não têm religião e os ateus.

      • O Brasil, não é país laico, de alga maneira dizem isso, seja por incredulidade de alguns ou pelas práticas cometidas, rejeitam a verdade do evangelho.
        Fuga da realidade, não significa que estejam isentos de prestar contas com Deus.

      • Desculpa te corrigir…

        O Estado é laico e isso quer dizer que lei e religião não se misturam como ocorre, por exemplo, nos países árabes.

        Portanto, o Brasil não é laico, somente a lei, sendo que esta protege a livre manifestação de pensamento, bem como de liberdade religiosa.

DEIXE UMA RESPOSTA