Brasil

Pastor Marco Feliciano apresenta projeto de lei que isenta igrejas do pagamento de direitos autorais sobre músicas tocadas em cultos

Comments (6)
  1. Douglas Baldan disse:

    que absurdo! Quando é conivente, as pessoas esquecem de passagens da própria bíblia que dizem ler:
    “Daí a César o que é de César e a Deus o que é Deus” (Mt 22, 21; Mc 12,17 e Lc 20, 25).

  2. Como que ele tem coragem de fazer uma coisa dessa. Isso fere sim a Constituição Federal de 88, sobre os direitos autorais. Isso é crime. É por atitudes dessa, como o desse Deputado que tbm é pastor, que só quer favorecer sua crença e religião, que eu desisti de fazer parte, disso q chamam corpo de Cristo. Pouca Vergonha.

  3. PIADA!!! “fere o princípio fundamental do livre exercício de culto religioso e proteção de suas liturgias" kkkk NUM PAGA IMPOSTO, NUM PAGA PORRA NENHUMA E AINDA QUER COLOCAR MUSICA GRATUITA. PERGUNTA SE ELE QUER PARAR DE RECEBER O DIZIMO DELE! :d

  4. Tem que tirar esses Pastores no meio do governo!! Deveria ser proibido eles participarem em plenários e eleições! Igreja separada do Governo!! Pq então o governo num pode pegar mais dízimos deles? D:

    1. Ja vimos exemplos no decorrer da historia, do que aconteçe quando o Estado se submete à Religião

  5. Este "Pastor" é aquele que disse que os africanos foram amaldiçoados por Noé, ou seja, na opinião desta criatura todo negro é amaldiçoado !!! Agora ele quer roubar do ECAD, será que ele procura os famosos "100 anos de perdão" ???

    1. (sarcasmo modo: ON) Cuidado Gilmário, fika tocando no "ungido do senho" –' cuidado….

    2. Ei, ser amaldiçoado tanta gente já foi, mas isso não significa que é certo. Calma, ele não é o único que tem a teoria de que os descendentes de cam são negros, e que talvez isso explique porque eles sofrem. É importante entender isso: maldição até Cristo recebeu, pois está escrito que é maldito quem é pendurado no madeiro. Não significa que ele odeia negros.

      Agora, quanto a igreja, não é simplesmente ele: TODO MUNDO canta musicas na igreja, e quem paga? Eu discordo que deveriam fazer isso, mas não é uma questão de economia simplesmente. É cultura, o povo não espera ter de pagar para poder cantar hinos. É parte da liturgia.

      Ele exagerou ao dizer que isso fere com o direito ao culto porque embora bote um custo para adorar a Deus com aquelas musicas, não os impede de fazerem suas próprias.

      Se as pessoas levassem a sério isso ai acabava o louvor. Imagina, todo domingo pagar direito autorial?

    3. Cris Leal disse:

      é o proprio , alem de homofobico e ladrão é racista

    4. Meu bom Luis, você está defendendo o que é indefensável. Acreditar que existe um deus que cria uma parte da humanidade para ser amaldiçoada é no mínimo um absurdo. Se você disser que foi o "Livre Arbítrio" negará a onisciência do seu deus. Os pastores cobram por suas interpretações da Bíblia quando pregam, então porque não pagar aos compositores ???

  6. Estado Laico Por favor brasil:

    Um Estado secular ou estado laico é um conceito do secularismo onde o Estado é oficialmente neutro em relação às questões religiosas, não apoiando nem se opondo a nenhuma religião. Um estado secular trata todos seus cidadãos igualmentes independentes de sua escolha religiosa e não deve dar preferência a indivíduos de certa religião. Estado teocrático ou teocracia é o contrário de um estado secular, ou seja, é um estado onde há uma única religião oficial (como é o caso do Vaticano e do Irã).
    O Estado secular deve garantir e proteger a liberdade religiosa de cada cidadão. Um Estado secular evita que alguma religião exerça controle ou interfira em questões políticas. O estado secular se difere do estado ateu – como era a extinta URSS – porque no último o estado se opõe a qualquer prática de natureza religiosa.
    Nem todos os Estados legalmente seculares são completamente seculares na prática, No Brasil, por exemplo, alguns feriados católicos – o mais notável sendo o de Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do país – são oficiais para os funcionários públicos.
    Alguns países, como é o caso do Reino Unido, são considerados seculares quando na verdade o termo não pode ser aplicado completamente de fato. No caso do Reino Unido, quando uma pessoa assume o cargo de chefe de estado, é necessário que jure fidelidade à fé anglicana. O cargo de chefe de estado e da igreja oficial pertencem à mesma pessoa – a Rainha Elizabeth II. O estado também garante que vinte e seis membros do clero da Igreja da Inglaterra sejam membros da câmara alta do parlamento. Por estes e outros motivos o Reino Unido não pode ser considerado um estado secular.
    Entretanto, vale ressaltar que um Estado Secular não implica a eliminação da religião. Pelo contrário, o Estado Laico deve garantir a liberdade religiosa e, deste modo, respeitar os traços religiosos que já se tornaram parte da cultura e da tradição do povo. A fé é um direito natural inalienável ao ser humano e não se relaciona com a noção de Estado.

  7. Marco Feliciano só faz merda. Toda notícia dele é merda… não the pra esperar mais nada. Tenho nojo dele.

  8. Paulo Ricardo Savino disse:

    Falou que é dinheiro a crentaida fica doida…. Falu que tem que pagar a crentaiada sai correndo!

    No meu trabalho aprendi que crente só pagandp adiantado, senão deus me pague… Ô raça hipócrita!!!

    1. Joao Marcelo Mendes Campos disse:

      Igreja tem que pagar imposto dobrado isso sim. Mas em relação ao ECAD eu acho que isso é uma máfia da p****. Os caras arrecadam milhões, não tem fiscalização do governo e agora estão cobrando até de blogs que postam vídeos do youtube. Cobram de casamentos sendo que é uma festa particular sem fins lucrativos, etc.

    2. Paulo Ricardo Savino disse:

      Ah sim…. Num defendo o Ecad de forma alguma, mas isso dos crentes é claramente mais uma safadeza!

    3. só uma observação…se vc realizar uma festa no play do seu condomínio, tem que pagar pelo salão! O local tem gastos e não pode repassar para o caixa da administração…então fazemos nossa festividade num play sem fim lucrativos e temos que pagar pelo uso, logo, pq que não se pode cobrar por um casamento já que há muitos gastos envolvidos (luz, água, limpeza, funcionários, decoração, músicos, etc, etc)??????????

    4. Paulo Ricardo Savino Aceito seu ponto de vista , mas quero te fazer lembrar tambem das muitas corrupções de padres carismáticos a anos atras . Errar todos erram inclusive vc que é ser humano e passivel de erro como todos , a nao ser se que seja o unico justo desse planeta , não entendo o porquê da generalização , já que apenas a minoria dos cristão se envolve em corrupção , assim como , padres , espíritas e até mesmo nós cidadãos comuns . Vejo que deveríamos pensar um pouco mais nas coisas que falamos e rever até mesmo os nossos conceitos de certo e errado , afinal a propria biblia UNIVERSAL diz : '' aquele que nao tem pecado nehum que atire a primeira pedra '' .. . Eu não me arrisco e se fosse você amigo , nao me arriscaria também . Lembre-se apenas de uma coisa , um dia não muito distante você cair nesse erro que tão ironicamente acusa agora ou até mesmo se tornar um crente . Abraço

  9. No futuro "PASTOR MARCO FELICIANO APRESENTA PROJETO DE LEI QUE MANDA PREFEITURA CONSTRUIR IGREJA DO JEITO QUE PASTOR QUE, COM ISENÇÃO DE AGUÁ LUZ E INTERNET BANDA LARGA DE 100 MB E COM COXINHA GRÁTIS PARA FIEIS!"

  10. Igor Calado disse:

    Sem fins lucrativos?!!! Empresas criminosas e igrejas de fachadas, especializadas em tirar o dinheiro dos pobres de espirito tem que ser taxadas, pagar imposto etc

  11. kkk o que eu já vi de igrejas tocando hinos pra depois vender CD no fim do culto…sem fins lucrativos hein?
    Tô sabendo…

  12. Multihelp Servicos Reparos disse:

    isso é falta vergonha na cara, quando é pra tirar dinheiro das pessoas eles pira, mas quando é pra arrancar dinheiro deles, eles PIRA mais ainda, pastor racista e imbecil.

  13. Absurdo! Ja basta a imunidade tributaria

  14. Pastor o que é ligado na terra é ligado é ligado no céu, JESUS pagou tributo ele desse: " Dai a Cezar o que é de Cezar e dar a DEUS o que é de DEUS. Pastor faça a sua parte porque quem toma conta da Igreja é DEUS, AMÉM.

  15. Marisa Lobo disse:

    É isso mesmo deputado, parabésn pelo projeto, louvar a Deus NÃO é a mesma coisa que fazer show, não precisamos de ECAD. faço eventos religiosos , precisamos mesmo é de denunciar no ministério publico , ecad para sabermos de fato como os autores recebem e se recebem, pois temos muitas reclamações.

  16. José Milagre disse:

    Parabéns Marco Feliciano! Se não podemos isentar o Brasil das garras maléficas do ECAD, que comecemos pela Igreja! Direito Autorais são justos, não nego, mas na forma em que o ECAD atua, não!

  17. Cris Leal disse:

    eles só querem mole…arrancam tanta grana de otarios e não querem pagar por nada.

  18. Mais uma maneira que o governo encontrou para ganhar dinheiro. Eles não cessam de arrecadar impostos não é? Ohhhh vicio maldito! Volta logo Jesus! Pelo Amor de Deus!

  19. Marcos Carvalho disse:

    Igrejas buscam lucro. Logo, não faz sentido dizer que as músicas são entoadas sem objetivo de lucro, pois o são. A música é parte do atrativo para as pessoas voltarem aos templos e continuarem a dar seu dinheiro (lu cro) para essas organizações. Proposta legislativa absurda.

  20. Vinicius Almeida disse:

    Eu nem sabia que não podia =

  21. Toda esta balela não existiria se os homens e mulheres de Deus(levitas)ao receberem a inspiração do Espírito Santo e comporem seus(não seus mas de Deus)hinos;detalhassem nos contratos a liberdade de uso em casos de filantropia.Mas parece-me que o motivo REAL$ no meio evangélico já se foi há muito tempo.Gosto dos hinos da harpa cristã.Que será se tiver que pagar por cada hino que cantamos na igreja?Deus nos ajude.

  22. Cláudio Ferreira disse:

    Pera aí!
    O ECAD cobra por aparelho de TV e Rádio instalado nos quartos de hotéis e moteis?
    Que dizer então que o ECAD cobra direitos autorais das rádios e tv’s para que elas possam transmitir imagem e som e ainda cobra de quem está recebendo as mesma transmissão de imagens e sons que já foram pagas para serem transmitidas?
    O ECAD está cobrando duas vezes pela mesma emissão?
    Muito espertinho o ECAD né! não é bobo não, tenho que admitir que o ECAD tem bom gosto.
    Mas também tenho que admitir que a justiça está como sempre vacilando na análise desses casos e dando vitória ao ECAD nessas situaçãoes. Acho que no mínimo a justiça deveria questionar quem deveria pagar por tais obras: as emissoras de imagem e som ou as receptoras que nessa caso específico são os rádios e tv’s em moteis e hoteis.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *