Condenada à cadeira de rodas, mulher busca a Deus e levanta e anda no dia do casamento

0

Uma mulher, que havia quebrado o pescoço na adolescência ao mergulhar em uma piscina, tornou-se paralítica e, segundo os médicos, não voltaria a andar. No entanto, no dia de seu casamento, ela caminhou até o altar e atribui isso a um milagre de Deus.

Jaquie Goncher tinha 17 anos quando o acidente resultou em uma lesão que paralisou seus movimentos da cintura para baixo. O diagnóstico era que dali em diante, ela estava condenada a uma cadeira de rodas.

Porém, agora com 25 anos, ela se casou e, atribuindo sua cura a Deus, ela conseguiu caminhar pela primeira vez no dia da cerimônia de união com Andy.

“Quando eu recuperei o movimento inicial, eu sabia que era Deus, porque a minha pressão arterial era tão baixa que eu não conseguia sair da cama. Quando o cirurgião descobriu que eu tinha começado a movimentar meu dedo do pé, ele ficou em choque”, disse ela ao portal Christian Today. “Desde o início, quando eu consegui recuperar alguns movimentos, até chegar a cura completa, eu tenho visto um milagre”, reiterou.


A jornada rumo à restauração teve seus momentos de dúvidas, segundo Jaquie. Um deles foi durante uma leitura da Bíblia, em uma passagem que fala sobre cura. Nesse dia, ela contou para Deus de que nada estava mudando nela.

“Em alguns momentos eu me ‘esquecia’ do que Deus tinha feito por mim, e me sentia sozinha. Mas acho que é isso que torna o Evangelho tão incrível. Deus sempre continuava me procurando, mesmo quando eu estava fugindo d’Ele”, disse. “Jesus curou a todos, então pensei: ‘Se Ele curou todos esses, por que Ele mudaria? Ele não muda, então Ele vai me curar também’”.

Um passo pessoal dado por Jaquie foi seu casamento. Há um ano e meio, ela vivia junto com o noivo. Depois de ouvir um sermão sobre a importância da busca pelo aperfeiçoamento do relacionamento com Deus, ela sentiu desejo de oficializar sua união.

Diante disso, resolveu voltar a morar com sua mãe: “Ele [Andy] me apoiou de diferentes maneiras… Ele sempre esteve lá. Ele concordava com o que eu estava fazendo e com as minhas escolhas”, contou a jovem.

Os preparativos para o casamento foram acelerados e, quatro meses depois, juntamente com a evolução do tratamento, Jaquie se casou. E para a surpresa do noivo, amigos e familiares, levantou e andou.

“Me lembro de estar chocada porque eu não só andei pelo corredor, mas fiquei toda a cerimônia em pé e consegui dançar durante o meu casamento. Eu sequer me senti cansada ao longo da noite. Eu estava tão animada e aproveitei o momento. Eu acredito que Deus me permitiu viver isso”, testemunhou.

A fisioterapia agora será voltada à recuperação da força nas pernas e ampliação dos movimentos, mas algo maior já está acontecendo, pois seu testemunho vem percorrendo o mundo ao longo dos últimos meses.

“Busque a Deus acima de tudo. Quando você O busca apenas por quem Ele é, Ele te diz o que fazer, Ele dá o que você precisa. Eu acho que a coisa mais importante é perseverar. Você tem que continuar tendo esperança e fé que Deus é quem Ele diz que é. As promessas de Deus são suas. Leve elas com você”, concluiu.


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA