Pastor critica comportamento atual das igrejas cristãs e aponta diferenças entre “cristianismo comercial” e “cristianismo bíblico”

12

O pastor Joseph Mattera, bispo da Igreja Ressurreição do Brooklyn, em Nova Iorque, comentou recentemente sobre as formas que a religião cristã tem tomado nos dias atuais, e criticou a forma “comercial” com que o cristianismo tem sido tratado em muitas igrejas.

Segundo Mattera, “após o Pentecostes, os seguidores de Cristo foram chamados ‘cristãos’, porque tinham uma devoção radical em ser como Cristo era”. Porém, o pastor afirma que quando o cristianismo foi legalizado pelo Imperador Constantino, ele deixou de ser “o Caminho” para se tornar uma instituição que incluía membros e denominações que não sabiam nada sobre a fé dos seus antepassados.

– Desde aquela época, o cristianismo se tornou uma entidade comercializada com apenas um remanescente de seguidores baseados na Bíblia. Infelizmente, o que muitos hoje consideram ‘radical’, para a igreja primitiva era ‘normal’; e o que é considerado ‘normal’ na igreja de hoje, seria considerado ‘comprometedor’ para a igreja primitiva – afirma Mattera.

Ao tratar o assunto, o pastor listou 21 diferenças entre o cristianismo que ele classifica como “bíblico” daquele que ele afirma ser meramente “comercial”. Entre as afirmações de Mattera, está a de que “o cristianismo comercial incentiva que você permaneça como está”, enquanto “o cristianismo bíblico incentiva que você seja transformado”.


– O cristianismo comercial convida as pessoas para fazerem de Jesus, o nosso Salvador pessoal. O cristianismo bíblico convida as pessoas para se renderem a Jesus como nosso Senhor, para que Ele possa nos salvar – afirmou também o pastor.

Leia as 21 diferenças apontadas pelo pastor:

1. Pastores comerciais pregam mensagens que confortam. Pastores bíblicos pregam mensagens que confrontam.

2. O cristianismo comercial incentiva que você permaneça como está. O cristianismo bíblico incentiva que você seja transformado.

3. O cristianismo comercial convida. O cristianismo bíblico proclama.

4. O cristianismo comercial converte as pessoas para suas igrejas. O cristianismo bíblico converte as pessoas para Jesus.

5. O cristianismo comercial torna os membros pessoas motivadas. O cristianismo bíblico desenvolve discípulos para mudar o mundo.

6. O cristianismo comercial separa a fé da política. O cristianismo bíblico aplica o evangelho à política.

7. O cristianismo comercial é definido pelo Estado. O cristianismo bíblico redefine o estado das coisas.

8. O cristianismo comercial é conivente com os poderes constituídos. O cristianismo bíblico derruba os poderes ímpios constituídos.

9. O cristianismo comercial tem um cheiro suave para os que estão perecendo. O cristianismo bíblico tem um cheiro suave para aqueles que estão sendo salvos.

10. O cristianismo comercial não é distinguível do mundo. O cristianismo bíblico vive no mundo, mas não é do mundo.

11. O cristianismo comercial muitas vezes usa a linguagem bíblica, por razões seculares. Os cristãos bíblicos muitas vezes usam a linguagem secular, por razões bíblicas.

12. O cristianismo comercial tem suas metas centradas no homem. O cristianismo bíblico tem Deus centrado em seus objetivos.

13. O cristianismo comercial provoca apenas elogios de pessoas. O cristianismo bíblico traz o favor de ambos, Deus e as pessoas.

14. O cristianismo comercial deixa uma impressão temporal. O cristianismo bíblico deixa uma marca eterna.

15. O cristianismo comercial deixa um legado de compromisso. O cristianismo bíblico deixa um legado de compromisso sacrificial.

16. O cristianismo comercial atrai seguidores por comprometer a verdade. O cristianismo bíblico atrai seguidores, através da promoção da verdade.

17. O cristianismo comercial está a um passo de ser irrelevante. O cristianismo bíblico está sempre perto do avivamento.

18. O cristianismo comercial acomoda um estilo de vida apóstata. O cristianismo bíblico acomoda um estilo de vida de fé, fidelidade e liberdade.

19. O cristianismo comercial enfatiza a falsa-graça, sem obrigações morais. O cristianismo bíblico prega a graça radical, que produz santificação radical.

20. O cristianismo comercial traz um compromisso com os serviços de domingo. O cristianismo bíblico traz compromisso de uma vida de serviço.

21. O cristianismo comercial convida as pessoas para fazerem de Jesus, o nosso Salvador pessoal. O cristianismo bíblico convida as pessoas para se renderem a Jesus como nosso Senhor, para que Ele possa nos salvar.

12 COMENTÁRIOS

  1. obrigado por estas palavras pastor! na verdade Deus nos chamou pra marcarmos diferenca com o mundo, mas a igreja perdeu a visao e o brilho de Deus e como resultado e tornar igrejas comerciais tudo em negocio! Pastor Deus te abencoe rica e poderosamente.

  2. Não há nada escondido que um dia não pode ser revelado,só Deus conhece o íntimo de cada igreja e de cada cristão,não quero perder meu tempo se igreja ta errada ou ta certa,Deus é onisciente e confio nele em relação ao rumo da igreja.

    • “Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério. Porque eu já estou sendo oferecido por aspersão de sacrifício, e o tempo da minha partida está próximo. Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.” 2 Timóteo 4:1-8

      Ou seja, não sejamos frouxos com os que querem distorcer o verdadeiro evangelho sob alegação de que “não devemos julgar”.

  3. Witnere DV H positivo
    Um pouco mais de humildade te faria bem. é justamente poque a igreja abandonou o poder secular é que o mundo está assim ao avesso. E pior, abandonou o poder e permitiu-se ser transformada em ferramenta para manutenção do status quo social e econômico e para controle das populações . Caso o Vsa. não se humilhe, será vc a beijar a pata do bode. e te garanto vai doer. kkkk
    Parabéns ao Ronaldo Leite pelo comentário lucido e agregador. O pastor deveria te-lo consultado antes de publicar a lista. Sua sugestão cai bem nesta lista.

    Não importa se a pessoa é católico ou protestante. O fato é que inevitavelmente todos nós deveremos de nos enquadrar em uma das sete igrejas da Ásia.

    Reprovação:“Tenho contra ti o tolerares que essa mulher Jezabel, que assim mesma se declara profetiza, não somente ensine, mas ainda seduza os meus servos a praticarem a prostituição e a comerem coisas sacrificadas aos ídolos”. (Ap. 2:20)

  4. isso é simplesmente o que tem acontecido o cristianismo comercial. Catolicos e evangelicos estão no mesmo barco, os evangélicos na maioria querem soluções para sua vida financeira e vivem atras de campanhas e fazendo votos de dinheiro; e os catolicos vão a igreja cumprir uma tradição de rituais e qdo aperta pagam promessas. Os cristaos se esqueceram que o Senhor quer um relacionamento sincero com ele, só isso.

    • deyse

      Os evangélicos querem soluções para suas vidas financeiras parcas, causadas por um sistema de governo capitalista, oriundo do coração de satanás. Afinal ele veio roubar, matar e destruir. Este processo, de desenvolvimento do capitalismo liberal, não teria sido possível sem a contribuição de Calvino , Lutero e outros. Afinal, não são eles que dizem que o legitimo filho de Deus é o bem sucedido economicamente? Diretamente a igreja herdou este maldito estigma, e continua a dar embasamento e sustentação politica , eleição após eleição,ao projeto da direita mesquinha, covarde e branca. O pior nisso tudo Deyse é que hoje, diante desta maré de miseráveis, eles querem apresentar a Cristo, como solução para o problema criado por eles. Apenas para vc ter conhecimento o pai do salário miserável, é um protestante. Para ele, pq o pobre iria gastar apenas com bebidas, jogos e prostitutas, e pq não tinham virtudes , o ideal seria ” conceder o beneficio” de um salário suficiente para o arroz, feijão e sobrevivência sexual para geração de filhos e reposição do sistema capitalista.

      • “oriundo do coração de satanás. Afinal ele veio roubar, matar e destruir.”

        Mais um equívoco do “mestre em história”.

        Jesus nunca disse que Satanás veio para roubar, matar e destruir, mesmo sabendo que ele o faz se puder.

        O texto a que se refere é o de João 10:10 (aquele que você acha que era maçon) e ele é claro:

        “O LADRÃO não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.” – João 10:10

        Em nenhum momento o texto faz referência à Satanás mas sim ao LADRÃO, ora, quem então é este LADRÃO? Submeta o versículo ao contexto, nobre “mestre”.

        Jesus inicia seu discurso no versículo 7 e no versículo 8 ele dá a resposta de quem é o ladrão ou os ladrões:

        “Tornou, pois, Jesus a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que eu sou a porta das ovelhas. Todos quantos VIERAM ANTES DE MIM SÃO LADRÕES E SALTEADORES; mas as ovelhas não os ouviram.” – João 10:7-8

        E mais, no versículo 11 e 12 ele deixa ainda mais claro de quem ele está falando.

        “Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas. Mas O MERCENÁRIO, e o QUE NÃO É PASTOR, de quem não são as ovelhas, vê vir o LOBO, e deixa as ovelhas, e foge; e o LOBO as arrebata e dispersa as ovelhas.” – João 10:11-12

        O ladrão de João 10:10 é o falso pastor, falso mestre e falso profeta, em todo o contexto Satanás aparece somente na figura do Lobo.

        Sabia que você era pancada da cabeça, mas, como “mestre em história” (kkkkkk) deveria ao menos saber interpretar um texto.

  5. ▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒
    MANIPULANDO O POVO DE DEUS
    ▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒░▓▒

    Posts, como o compartilhado abaixo, estão espalhados por toda a internet. Com a tradicional missão de manipular o povo de Deus, gedozistas seguem adiante com seu projeto evangélico-mercantilista.

    1. Pastores comerciais pregam mensagens que confrontam sim, para que não sejam facilmente descobertos.
    Pastores bíblicos pregam mensagens de conforto sim, pois sabem transmitir o que o Consolador tem a dizer.
    2. O Cristianismo comercial incentiva a transformação sim, a fim de garantir a manipulação do rebanho.
    O Cristianismo bíblico incentiva a ficar firme sim, a fim de não ser levado por qualquer vento de doutrina.
    3. O cristianismo comercial proclama sim, pois doutra forma não haverá nenhum comércio.
    O cristianismo bíblico convida sim, pois pretende ser gentil e educado como seu Senhor.
    4. O cristianismo comercial converte as pessoas para Jesus sim, pois aqui ele é a mercadoria.
    O cristianismo bíblico não converte ninguém, pois isto é obra sobrenatural do Espírito Santo de Deus.

    Jesus Cristo ViVe!

DEIXE UMA RESPOSTA