Pastor lança livro sobre sexo voltado para solteiros e critica omissão da igreja no assunto: “Deus criou a sexualidade”

16

O silêncio das igrejas a respeito do sexo tem prejudicado os jovens, que sem diálogo franco nas comunidades, acabam buscando informações e experiências em outras fontes. Essa é a opinião do pastor John Mark Comer, autor do livro Loveology (“Amorologia”, em tradução livre).

John é líder de uma megaigreja com 6 mil membros em Portland, no estado norte-americano do Oregon, casado e pai de três filhos. Sua preocupação com o tema nasceu de uma característica de sua congregação e fatores culturais.

“Eu lidero uma igreja na qual de 60 a 70% da congregação é formada por solteiros, de vinte e poucos anos ou trinta e poucos anos e, por isso, obviamente, esta é uma das questões com as quais eles estão tendo dúvidas – sua sexualidade. O abismo entre o que lêem nas Escrituras e a propaganda de cultura em geral. Isso é obviamente um enorme estímulo”, disse o pastor ao Christian Today.

Para John Mark Comer, a omissão da igreja sobre o assunto abre espaço para que os fiéis assimilem valores, princípios e “verdades” da cultura secular: “Descobri que há uma tal divisão entre o que a cultura/sociedade em geral pensa sobre casamento, sexualidade e tudo relacionado a isto, e o que as Escrituras e Jesus têm a dizer sobre o casamento e a sexualidade”, observa o pastor, que acrescenta: “Infelizmente, a cultura em geral faz um trabalho fantástico de pregar seu ponto de vista, mas a Igreja tem abordado muito pouco estes assuntos. E então eu acho que é algo sobre o que temos que nos posicionar”.


O pastor ressalta que o trabalho feito pela igreja não é ruim, apesar de ser insuficiente e precisar de adaptações para a nova realidade do século XXI: “O que a Igreja tem feito é um ótimo trabalho em se falando de como ter um ótimo casamento, mas este livro não fala sobre isso. Não se trata de casamento, mas sim de algo que deve acontecer só no casamento. É um livro de teologia, por isso é como você pensa sobre o casamento e a sexualidade e todas as outras coisas em torno dessas duas questões. Não é um livro de relacionamento, e é escrito principalmente para pessoas solteiras – embora haja coisas boas eu espero que as pessoas casadas o leiam também. Eu quero ajudar a moldar a visão de mundo da minha geração sobre o casamento e a sexualidade em torno das Escrituras e os ensinamentos de Jesus, dando uma visão subversiva dessas duas coisas em contraste com a propaganda da cultura no momento”.

O fato de a igreja criar tabus em torno do sexo, segundo o pastor John, vai contra o que a Bíblia diz sobre o tema, e gera preconceitos em quem ouve tais doutrinas.

“Acho que duas coisas acontecem: a igreja não fala sobre sexo nada que vá além do ‘não pratique antes do casamento’, o que cria um clima negativo em torno da sexualidade, em particular. A mensagem subliminar é a ideia de que o sexo é sujo, o que é muito prejudicial. As Escrituras têm uma visão tão elevada da sexualidade… Em Gênesis, o sexo é criado por Deus e é chamado de ‘muito bom’. Uma das primeiras coisas que lemos sobre Adão e sua esposa é que eles estavam nus e não havia nenhuma vergonha. Temos o livro Cantares de Salomão , que há séculos foi ‘alegorizado’ e hiper-espiritualizado e explicado, mas eu acredito muito que [seu conteúdo] era um antigo poema de amor judaico sobre a sexualidade entre marido e mulher. O próprio Deus tem uma visão tão elevada sobre o sexo que ele criou, e por isso, quando a Igreja não se junta a Deus para dizer o mesmo que ele está dizendo, a mensagem subliminar é que fica: uma coisa má, suja. Obviamente, não podemos permitir isso. Precisamos ter uma bela imagem da sexualidade”, propõe o pastor.

Em sua conclusão, John Mark Comer ressalta que, enquanto a igreja silencia, as pessoas são bombardeadas pela mídia em geral com mensagens que, em graus diferentes, insinuam e sugerem sexo e sensualidade, o tempo todo.

“A segunda caricatura da igreja é que apesar de ela não falar sobre sexo, a cultura o faz. E então as nossas mentes acabam cheias da grande visão da sobre a sexualidade, que é um tanto diferente – muito narcisista, indulgente, com base em desejos e anseios – e é isso que é importado em nossa visão de mundo, em vez das Escrituras e os ensinamentos de Jesus. Eu acho que é algo sobre o qual a igreja tem de falar ou vamos acabar com a visão de mundo, distorcida, ou uma visão negativa (pecado) sobre algo que Deus tem uma visão positiva”, alertou.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


16 COMENTÁRIOS

  1. A religião evangélica não ensina sobre o sexo numa ótica bíblica pois está muito mais interessada em arrecadar dinheiro dos membros. E aí haja ensino de dízimo e ofertas por barganha.

    • duas palavras linda religião religar o que estava desligado, religioso= aquele que que busca a DEUS através de JESUS, EVANGÉLICOS = AQUELES QUE LEVAM AS BOAS NOVAS…………… que maravilha estes também são cristãos sim pois aquele que veio não veio por ele mesmo mas veio por causa daquele que o enviou…que maravilha ser um religioso que prega o evangelho de cristo
      BEM AO CONTRARIO DO ATIVISTA ATEU STARDUST

    • Depende muito, a igreja católica guarda o ouro e as riquezas pra quê? pra ostentar os hobby dos dirigentes lá no vaticano você acho q isso é recebido através de que o filhão isso cham-se dizimo e o ofertas toda igreja pede todo padre pede todo pastor pede. Pra se manter qualquer coisa é NECESSÁRIO dinheiro você VIVE COM O QUE? COLEGA, eu vivo da benção de Deus e do dinheiro que recebo e não sou adepta de nenhuma religião.

  2. A BEM DA VERDADE MUITAS IGREJAS QUE NÃO TEM UMA BOA ESTRUTURA E NÃO SABEM LIDAR COM JOVENS, MANTÉM ESTE ASSUNTO COMO SE FORA UM TABU, E É POR FALTA DE CONHECIMENTO E DE GENTE ESPECIALIZADA NA AREA, TEM IGREJAS QUE TRATAM A JUVENTUDE E AS CRIANÇAS COMO CRENTES DE SEGUNDA CLASSE, MAS A TENDENCIA É MUDAR

    • A verdade sobre o dízimo também é um tabu dentro da religião evangélica.

      Mas graças a Deus este tabu está caindo e o povo tá aprendendo bíblia e vendo que dízimo nada tem a ver com o cristianismo.

      • ME DIGA ONDE O DÍZIMO DEIXOU DE SER DADO, ONDE SE PRATICA OBRAS SEM ELE…ASSIM PODEREI COPIAR O SISTEMA, OU QUEM SABE VOCE APRESENTE PELO MENOS UMA TESE, DE COMO FAZER, FALAR É FACIL, SER IGREJA DE SI MESMO É FACIL SER PASTOR DE SI MESMO É FACIL, NÃO PRODUZIR NENHUM FRUTO É FACIL …QUERO VER É VOCE APRESENTAR FRUTOS ATRAVÉS DE TEUS ENSINAMENTO HERETICOS

      • stardust, como sempre teus julgamentos chegam as raias da loucura, vejamos inimigo de pastores, declarado também de apóstolos, inimigo da igreja, templo de si mesmo, sua conversa fiada de sempre, inimigo de dízimos……mas defende com unhas e dentes apóstolo valdemiro defende sua igreja a do mundo ou mundial, por falar nisto assim como tu, que deixou qualquer pudor e começou a usar o nome daquele a qual representas. A saber stardust = poeira da estrela caída ou estrela caída, defende o homem do trízimo…não estranho pois defende também a globo como rede de esgoto a ser usada por DEUS, quer dizer teus julgamentos e linha de ética são altamente questionaveis, lembre que já veio a publico pedir perdão para o clamando pelas baboseiras e hheresias que defende, lembre que desmascarei todos os nicks que aqui tu usas, logo a conversa de que acabou as férias, do nick ana clara, já desmascarado por mim antes, e´ só porque saturou e sabes que já apontei novamente para teu nome.
        A espera agora do teu próximo nick, já detectei mais dois que estás usando, por longe, aos poucos eles estão vindo ao teu encontro
        Mas lembre o pai das safadesas foi posto ai no ar novamente para saber que nós sabemos quem é voce, ativista ateu gay aqui no site….muitos talvez desaprovem muitas coisas que digo aqui, sim me faço de louco de pouco espiritual, e deixo que tu morra pelas ´próprias mãos…va ana clara stardust vá mas saiba que eu sei quem tu és…outra coisa…a igreja a qual DEUS me confiou cresce em numero genero e grau…não vou mais falar da missões e trabalhos sociais que fizemos, pois é tempo perdido…só sei que chego a porta das ovelhas as chamo pelos seus nomes e elas saem para fora, conhecem a voz do seu pastor
        Em contrapartida amelheou apenas a tua volta teus próprios nicks que são alguns, mais outros ateus e gays….na verdade nenhum crente de verdade que aqui posta coabita com tuas idéias e heresias..vá ana clara stardust vá que teu pai o das safadesas te espera para reciclagem

    • Seja mais transparente sr. Pitágoras, a base da Biblia sobre estas transgressões acima vem dos homens que assim cometeram e tiveram suas consequencias, ou não nunca tiveste entendimento para isto, fala sério !

  3. Quem está passando mensagem subliminar é esse Pastor, e está deturpando a Bíblia .

    O sexo é um dom que Deus dá às pessoas casadas para o prazer de ambos. A Bíblia diz em Provérbios 5:18-19 “Seja bendito o teu manancial; e regozija-te na mulher da tua mocidade. Como corça amorosa, e graciosa cabra montesa saciem-te os seus seios em todo o tempo; e pelo seu amor sê encantado perpetuamente.”

    A Bíblia recomenda que o romance e o dom de sexualidade sejam usados no contexto do casamento. A Bíblia diz em Hebreus 13:4 “Honrado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; pois aos devassos e adúlteros, Deus os julgará.

    Sexo antes do casamento considerado sexualmente imoral? De acordo com 1 Coríntios 7:2, “sim” é a resposta clara: “mas, por causa da prostituição, tenha cada homem sua própria mulher e cada mulher seu próprio marido”.

    Existem inúmeras Escrituras que declaram o sexo antes do casamento como sendo um pecado (Atos 15:20, 1 Coríntios 5:1; 6:13, 18; 10:8, 2 Coríntios 12:21, Gálatas 5:19, Efésios 5:3 ; Colossenses 3:5, 1 Tessalonicenses 4:3; Judas 7). A Bíblia promove a abstinência completa antes do casamento. O sexo entre o marido e sua esposa é a única forma de relações sexuais que Deus aprova (Hebreus 13:4).

    O casal deve entender que a intenção de Deus para o sexo inclui produzir filhos. Assim, para um casal praticar sexo antes do casamento é duplamente errado — estão desfrutando de prazeres que ainda não lhes pertencem e estão tendo uma chance de criar uma vida humana fora da estrutura familiar que Deus planejou para todas as crianças.

    Embora a praticidade não determine o certo do errado, se a mensagem da Bíblia sobre o sexo antes do casamento fosse obedecida, haveria bem menos doenças sexualmente transmissíveis, abortos, mães solteiras e gestações indesejadas, assim como existiriam bem menos crianças crescendo sem ambos os pais em suas vidas. A abstinência é a única política de Deus quando se trata do sexo antes do casamento. A abstinência salva vidas, protege bebês, dá às relações sexuais o valor adequado e, mais importante, honra a Deus.

    Fiquem com Deus.

DEIXE UMA RESPOSTA