Pastor Silas Malafaia convoca cristãos a participarem da campanha contra a descriminalização das drogas no Brasil

21

O pastor Silas Malafaia, líder da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, está convocando cristãos a participarem de uma campanha contra a descriminalização das drogas no Brasil. Através do seu site, Malafaia incentiva as pessoas a votarem “não”, na enquete feita pela Câmara dos Deputados sobre o tema.

A enquete traz a seguinte pergunta: “Você é a favor da descriminalização das drogas para consumo próprio?”.

O texto publicado no site do pastor critica a possibilidade da descriminalização, afirmando que o vício de drogas atinge quase seis entre cada 100 brasileiros, sendo 8 milhões de pessoas que provocam problemas em suas famílias. O que resulta em um total de cerca de 28 milhões de brasileiros atingidos indiretamente pelo vício de drogas.

– A maconha causa perda cognitiva, ao invés de redução de ansiedade. Causa indiferença ao invés de relaxamento. Causa desmotivação ao invés de paz interior. Todos muito mais próximos da psicopatologia do que do bem-estar – afirma o texto, citando a psiquiatra Analice Giglioti, da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).


– Assim, o que nosso país precisa é de um sério trabalho e investimento na prevenção! A prevenção no sentido de educar, conscientizar o jovem para assumir atitudes responsáveis na identificação e no manejo de situações de risco que a droga pode causar e que possam ameaçar a sua dignidade – completa, pedindo para que o cristão “não deixe de contribuir na discussão deste tema tão importante para a sociedade brasileira”.

Malafaia divulgou a campanha também através das redes sociais, publicando uma chamada para a campanha em sua conta no Twitter.

O pastor Silas Filho também divulgou a campanha na rede social.

Clique aqui para participar da enquete.

Por Dan Martins, para o Gospel+


21 COMENTÁRIOS

  1. Poliana Vansan · comentou acima via Face.
    — Eu sei que o que vou escrever,nada tem que ver com a matéria,mas amigos por favor eu preciso com URGÊNCIA,que cidadãos que votam pelo estado de São Paulo,me ajudem a pressionar as autoridades do estado sobre a situação de agonia e total desespero e abandono que os animais do Parque das Hortênsias em Taboão da Serra e o zoo de Americana, estão vivendo,peço que quem vota por São Paulo,mande 1 twitter para o governador,1 twitter para o Bruno Covas,que é secretário de meio ambiente e um e-mail se possível para um ou mais deputados do estado tanto os federais quanto os estaduais,relatando e cobrando socorro aos animais,e por favor compartilhem no twitter e no facebook.—

    Cara Poliana, tanta gente passando fome, sem habitação, sem atendimento a saúde, morrendo aos montes por falta de atendimento ou por conta do péssimo tratamento recebido no SUS, e vc preocupada com os animais, aliás, essa inversão de valores parece ter se concretizado na mente de um grande número de pessoas, pois sempre que se noticia algum maltrato aos animais, surge um batalhão de defensores, desses a grande maioria ao ser abordado por um mendigo faminto, desvia, ignora… não sou favorável a que se maltrate animais.
    Agora não dá para ficar quieto, sem protestar, diante do excesso de zelo para com os cães e gatos, e, em contrapartida o total desprezo para seus semelhantes. Vejam o que Cristo falou ao ser indagado;
    “Mestre, qual é o grande mandamento na lei?
    E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.
    Este é o primeiro e grande mandamento.
    E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. (Mateus 22:36-39).
    Não digo que vc Vanessa ignore tais mandamentos.
    Mas que esta ocorrendo um inversão de valores, ah! Isso tá.
    Que tal meditarem sobre o texto sagrado.

  2. Também sou contra.as bebidas alcoólicas deveria ser proibidas também, vários parentes meus já perderam a vida por causa do alcoolismo, inclusive meu pai.

  3. Por um lado, o atual sistema de combate as drogas realmente é ineficiente. Não há uma solução real para o problema e já passou da hora de revermos a maneira como as drogas tem sido combatidas no Brasil.

    Mas por outro. Liberar a maconha não daria certo aqui no Brasil. Não tiro o mérito de países onde essa medida, ajudou na redução da criminalidade(Exemplo: Holanda). No entanto, tal legalização requer um nível de organização que nós simplesmente não temos. Seja pela nossa desorganização ou mesmo pela dimensão do nosso país.

  4. Meu povo não é a liberação da maconha é regulamentação nem todos poderão plantar nem consumir, aqueles que consomem serão cadastrados e não precisarão comprar na mão dos traficantes que é ai onde esta o problema das drogas

      • Venda não, doação.

        O estado produz. depois cadastra ou viciados, pois doentes, e fornece em horários devidamente preprogramado, de acordo com orientação médica, oportunidade que recebem instruções sobre os males das drogas.

        Tratar como doentes, os que são doentes, doença adquirida em sua maioria aos 13/14 anos dentro das escolas, escolas que nem elas e nem o estado impediram o tráfico, ninguém nasce usuário, alguém induziu, e não foi a família, a que mais sofre, mas não vê o estado se preocupar, daí a necessidade de uma ação eficaz e sábia, derrotando de uma vez só o tráfico e sua violência, e em menos de 15 anos sensibilizado todos os usuários como foi feito com o tabagismo, redução de mais de trinta por cento.

      • Venda não, doação.

        O estado produz. depois cadastra os viciados, pois doentes, fornecendo em horários devidamente programados, tudo de acordo com orientação médica, oportunidade que os usuários receberão instruções sobre os males das drogas, a necessária conscientização, bem como serão usados os meios científicos e médicos viando curá-los.

        Tratar como doentes os que são doentes, doença esta adquirida em sua maioria aos 13/14 anos dentro das escolas, escolas que nem elas e nem o estado impediram o tráfico.

        Ninguém nasce usuário, alguém induziu a tal, e não foi a família, a que mais sofre, mas os familiares não vê o estado se preocupar em resolver, portanto a necessidade de uma ação eficaz e sábia, no intuito de derrota de uma vez só o tráfico e sua violência, e em menos de 15 anos sensibilizar o universos de usuários, algo como o ocorrido com o tabagismo,cuja redução é de mais de trinta por cento aqui no Brasil comprovadamente.

  5. Nunca usei e nunca tive vontade, tenho muitos amigos que usam e nunca tive problemas com eles, uma vez fui com esse amigo numa boca de fumo e foi ai que eu vi que o perigo das drogas esta na hora da compra.

    • Regis, ao contrário de certos “ungidos”, eu nunca fumei maconha. Mesmo assim, tenho amigos que gostam de fumar um beck, mas não tenho e evito amizades com evangélicos.

  6. Vamos com calma.

    Pelo modo como algumas pessoas falam, parece que algumas pessoas se levantaram da cama e disseram, qual a nossa maldade para hoje? Vamos sugerir a abertura total do consumo de drogas?

    Ora, ora, ora, país algum que inibe o consumo resolveu a violência, muito menos o exagerado consumo, aliás injetadas dentro das escolas em crianças/juvenis com 13/14/15 anos, o mal disseminado em crianças, crime hediondo.

    Não se trata de questão de impotência do Brasil no trato ao consumo ou no tráfico, afinal temos fronteiras com os maiores produtores de mundo, Colômbia, Bolívia, aliás, Bin Laden, acumulou riqueza não apenas da fortuna herdada de seus pais, mas sim da pampola, esta produzida e vendida ainda no Afeganistão, em síntese, foi para lá com o fim de duas coisas, arrebanhar discípulos para o mal e ao mesmo tempo trabalhar com esse tipo de riqueza, a droga.

    Sim, trata-se, em verdade, de uma questão mundial, em que todos os países perderam a guerra não estou falando dos países árabes em vista de que matam suspeitos, culpados, inocentes, ou seja, justiça a ser combatida.

    Ora, o que se quer é uma saída, mas saída inteligente, e dentre esses com essa intenção me incluo.

    Ao invés de se criticar, de chamar de criminoso quem pretende uma saída, que se debata o tema.

    Moisés ao chegar na região do Mar Vermelho, e na sua espreita o exército egípcio, Deus manda que ande, ou seja, em destino às águas, aí se pergunta, Deus queria a morte do povo? Um suicídio coletivo? Deus quando projetou a ideia de uma morte como redenção, é que Deus passou a fazer apologia à morte, à crucificação? Deus deixou o judeu por 40 anos no deserto, significava que Deus queria matar,destruir a família e o povo judeu?

    O mundo de há muito não vem suportando não o uso da droga, mas da violência causada pelo comércio, onde há uma guerra sem escrúpulo algum.

    A defesa que eu vejo sendo feita não visa garantir drogas na mesa das famílias, pois esta já se encontra a muito tempo, em que poucas famílias podem dizer que inexista drogado algum, mas evitar a violência, as mortes de civis e militares.

    O estado não deve legalizar. Deve permanecer como ilegal, mas que produza, cadastre os usuários, forneça com acompanhamento obrigatório de equipe multidisciplinar, em local com essa finalidade, sendo crime possuir em casa, manusear, uso em público, a comercialização.

    Ora, o viciado é ou não um enfermo? Se enfermo, então o por que não assistir com respeito? Por que deixá-los a buscar drogas em lugares perigosos? Por que toda a humanidade sofrer por causa desse vício? Será que a sociedade cresceu o suficiente, mesmo estando no século XXI, a ponto de não distinguir o que tem fim altaneiro, consequentemente distinguir uma coisa de outra?

  7. Embora não concorde com 90% do que o pastor prega e pratica, desta vez conta com o meu apoio nesta campanha contra a legalização das drogas. Pai de dois dependentes químicos, posso falar com autoridade sobre o assunto. As drogas são a encarnação do diabo.
    Eduardo Gosson, ex-presidente da União Brasileira de Escritores (2008-2013)

  8. COMBATE ÀS TREVAS – I
    (A QUESTÃO DAS DROGAS)
    Por Eduardo Gosson (*)

    “Meu querido menino, santos eram teus olhos,
    o Senhor da paz está contigo em óleo” (Alexandre Abrantes)

    O tráfico existe porque há mercado. Se há mercado é porque o tráfico existe. Parece lógica formal, mas não é. A sociedade está profundamente doente e não quer se dá conta desta afirmativa. Sob a bandeira É PROIBIDO PROIBIR é que chegou-se ao presente com poucas esperanças.
    No ambiente familiar, o álcool é incentivado desde muito cedo. Os jovens não sabem que de cada 100, 10 desenvolverão dependência química – doença incurável que a cada dia destrói seres humanos, sobretudo os jovens. Fumar, beber e cheirar passaram a ser “valores normais”. É considerado careta quem não adota estas práticas.Fui jovem, hoje estou maduro. Andei e conheci o céu e o inferno de Natal. Foram oferecidas drogas e prontamente recusadas. Perguntavam sempre: “-você é careta?”
    “-Sim,” respondia com convicção
    . Para ser feliz ninguém precisa destes acessórios. Para ser feliz o ser humano precisa no máximo de “açúcar, afeto e o doce predileto”, conforme canta o camarada Chico Buarque. Para ser feliz é preciso ser feliz. E nada mais. O resto é tabela de co-senos e considerações de apreço ao senhor diretor.
    (*) É Escritor. Presidiu a União Brasileira de Escritores – UBE/RN. Em 26 de maio de 2012 perdeu o filho Fausto vítima de overdose de cocaína.
    E-mail: eduardogosson115@gmail.com

  9. O desejo de ser importante é tão lactente no Sr. SILAS MALAFAIA o ês bigodudo, será que o bigode estava atrapalhando muito na hora do sapéca aihá? Está campanha é simplesmente o desejo desenfreado de ser importante e ganhar muito dinheiro. O Drogado que se lasque, se ferre , se doida, morra. Será que o Senhor malafai perde o sono pensando no pobre usuário de droga? SE o Sr. Malafai realmente quisesse fazer alguma coisa em prol dos seus membros, criaria uma Associação para atender seus seguidores mais pobres e abandonados pelo tal de Silas Malafaia, financiaria um projeta facilitando a vida de todos os crentes que são marginalizados pelo sistema religioso. Há será que a Igreja primitiva fazia o que os lobos vorazes fazeu hoje. Quem quizer ler, leia o episódio do Ananias está no atos dos apostolos..
    Mas a biblia nos advertem que viriam lobos vorazes………

  10. Como assim doar? Quem não tiver tempo de ir buscar…vai acontecer o que? A maioria dos postos doa camisinha e nem por isso diminuiu gravidez e dst…no caso das drogas, muitas pessoas não assumem e não irão buscar, não.

  11. PASTOR SILAS MALAFAIA NESTA CAMPANHA CONTRA AS DROGAS VOÇE NÃO CONVIDOU O MACONHEIRO DO MARCOS FELICIANO PARA AJUDAR NA CAMPANHA ,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

  12. Há que se verificar duas coisas quando se trata do assunto. Uma é se falar em uso do canabiol como remédio. REMÉDIO mesmo! Com receita, acompanhamento médico e estudo científicos de seus benefícios ou não para a saúde. Outra é o claro uso do mote, do embuste, de “uso medicinal” para querer-se legalizar o uso indiscriminado de fumo da maconha. #Acorda Brasil! #MACONHANÃO

  13. Adorei, Ovelinhas, Podes cre ahahahha todas no rasta ouvindo Bob Marley, I shot the sheriff ahahha, tem que legalizar sim, colocar controle na venda e no consumo, parar de fumar ninguem vai mesmo, entao que se controle, mas o que tem de policia se beneficinando com o trafico, acho dificil isso ser aprovado

  14. EU NÃO ENTENDO , O SILAS MAFIA , É PASTOR OU CHEFE DE ESTADO ? COMO PASTOR JÁ DEIXA A DESEJAR , AGORA COMO CHEFE DE ESTADO ? KKKKKKK…SENHORES VOCES QUEREM QUE O BRASIL , ASCENDA PRO PRIMEIRO MUNDO ?.. É FAZER , O QUE O MARQUÊS DE POMBAL , FEZ NO PASSADO…..EXPULSOU TUDO O QUE FOI PADRE E PASTOR DO BRASIL……SERIA UMA MARAVILHA……!..EU JUNTARIA Á ESTA SALADA , OS POLITICOS TAMBÉM ….EXPULSARIA TODOS….! AQUI VIRARIA O PARAISO……..

  15. Verdade Luciano, o problema também se estende não somente ás pessoas que consomem bebida alcoolica e têem problemas devido a isso… existe a situação em que acidentes graves, muitas vezes fatais tiram a vida de pessoas de bem…com família, filhos, esposas, maridos, empregos…sonhos, pessoas estas que não escolheram de repente estar voltando cansados do trabalho e serem fatalmente pegas por irresponsáveis embriagados, com veículos que se transformam em armas em suas mãos…Tenho uma pessoa próxima que faz o consumo de drogas…Sei o que elas podem fazem…Tem que ser banido, retraído, proibido, caçado de todas as formas…e vocês que acham bonitinho e inocente dar um peguinha….busquem á Deus….tudo que entorpece e traz malefício ao seu corpo que é templo do Espirito Santo é CONDENADO por Deus….abraços…

  16. SILAS MARACUTARIA E MAFIA DE PASTORES EVANGELICOS FIZ UM COMENTARIO SOBRE O MALUF E VOÇES DO MENTIRAS GOSPEL SUMIRAM COM O MEU COMENTARIO VOÇES SE OFENFERAM POR QUE EU DISSE QUE O MALUF É SANTO PERTO DE ALGUNS PASTORES SE SUMIREM DENOVO COM O MEU E MEUS COMENTARIOS VOU NO FANTASTICO DA REDE GLOBO VOÇES NÃO TEM E NÃO ESTÃO COM MORAL DE JULGAR NEM O MALUF SE VOÇES ANDASSEM CORRETAMENTE EU SERIA O PRIMEIRO A DEFENDER VOÇES

  17. E isso aí meu querido pastor Silas,que Deus continue te usando nao de ouvido aos loucos deste século,que estao aberto a todas as permissividades.Esta e a função de nos igrejas deter o inferno pelo poder de Jesus cristo

  18. Galera??? Acorda … Desde quando as drogas podem ser,trazer ou fazer algo de bom? Experiencia própria: fui usuário de drogas durante toda a minha adolescência e só Deus sabe pelo q passei! A maconha e um atraso de vida. Eu não estudava, não trabalhava, não vivia… Eu so ficava na rua e fumava… E fumava… E fumava… Dps comecei a cheirar ( cocaína ) … E assim por diante… Minha vida parou no tempo! Ate q eu parei de usar drogas. Hj sou eletrotécnico e curso engenharia elétrica. Trabalho numa firma extremamente grande de destribuição de energia… Fiz isso c o apoio de Deus e claro sou evangélico e gracas ao Senhor fui liberto! Mas o negocio Aki n e Deus, pastor, religião ou qlqr coisa do tipo… O negocio eq estamos falando de vidas.. E isso sim e importante independentemente de religiao, polícia ou qlqr outra coisa! Qro ver jovens usuários e ate msm pessoas mais velhas… Oq vcs vão acha qnd for a vez dos seus filhos pararem no tempo por causa de um básiado ….eu gracas a Deus e as suas palavras consegui voltar a caminhar na estrada da vidah… Mas e se seus descendentes não tiverem a mesma sorte? Conheço muitos usuários e todos começaram c a maconha… E hj a grande maioria e viciada em cocaína ou crack… Isso ai galera… Votem sim.. Quem sabe Daki 10…talvez 5 anos seja seu filho o ser humano sujo,magro e duente q vai aparecer na TV em uma reportagem da Cravolândia….

    Pensem nisso… Pq o futuro do nosso país e principalmente de nossos filhos e filhas depende das escolhas q fazemos hj!

DEIXE UMA RESPOSTA