Pastor Ariovaldo Ramos afirma que a teologia da prosperidade tem gerado decepção, e convoca igrejas para “corrigir erros”. Leia na íntegra

214

“Deus foi transformado num gordo e avaro banqueiro que está pronto a repartir as suas benesses para quem pagar bem”. Essa é a definição do pastor Ariovaldo Ramos para o que a teologia da prosperidade prega.

Num artigo, publicado em seu blog, Ariovaldo faz uma síntese da teologia praticada por muitas igrejas pentecostais: “Estamos, há mais de vinte anos convivendo com isso, talvez, por isso, a grande pergunta sobre essa teologia seja: Como têm conseguido permanecer por tanto tempo?”, questiona o pastor.

Tratada por Ariovaldo Ramos como uma prática de engano e sem base bíblica, a teologia da prosperidade já pintou quadros de absurdo, segundo ele: “Lembro-me de ter ouvido de um ferrenho seguidor dessa teologia que, quem tivesse fé poderia, inclusive, negociar com Deus a data de sua morte”, contextualiza.

Para o pastor, a teologia da prosperidade “se sustenta pela criatividade” e pelo fato de oferecer diversificação da mensagem cristã: “Os pregadores dessa mensagem estão sempre se reinventando, vivem de promover espetáculos ás custas da boa fé do povo”.


-É uma sucessão de invencionices: um dia é passar pela porta x, outro é tocar a trombeta y, ou empunhar a espada z, ou cobrir-se do manto x, e, por aí vai. Isso sem contar o sem número de amuletos ungidos, de águas fluidificadas e de bênçãos especiais. Suas igrejas são verdadeiros movimentos de massa, dirigidos por “pop stars” que tornam amadores os mais respeitados animadores de auditório da TV brasileira – critica.

Há questões culturais envolvidas, segundo o texto de Ariovaldo Ramos: “Os pregadores dessa panaceia descobriram que o povo gosta de pagar pelos benefícios que recebe, algo como ‘não dever nada a ninguém’, fruto da cultura de penitência amplamente disseminada na igreja romana medieval […] Tudo nessas igrejas é pago. Ainda que cada movimento financeiro seja chamado de oferta, trata-se, na prática, de pagamento pela benção”.

O pastor afirma que a teologia da prosperidade tem gerado “decepção” às pessoas que buscam a mensagem cristã e convoca o corpo de Cristo para reverter a situação: “Hoje, para além de tudo o que encerra a sua missão, a Igreja tem de corrigir os erros que, em seu nome, e, em muitos casos, sob a sua silenciosa conivência, foram e, ainda, estão sendo cometidos”.

Confira abaixo, a íntegra do artigo “Uma Pastoral para a Decepção!”, do pastor Ariovaldo Ramos:

Quando, na década de 80, a teologia da prosperidade chegou ao Brasil, ela veio como uma nova tese sobre a fé, prometia o céu aqui para o que tivesse certo tipo de fé. As promessas eram as mais mirabolantes: garantia de saúde a toda prova, riqueza, carros maravilhosos, salários altíssimos, posições de liderança, prosperidade ampla, geral e irrestrita.

Lembro-me de, nessa época, ter ouvido de um ferrenho seguidor dessa teologia que, quem tivesse fé poderia, inclusive, negociar com Deus a data de sua morte, afirmava que, na nova condição de fé, em que se encontrava, Deus teria de negociar com ele a data de sua partida para mundo dos que aguardam a ressurreição do corpo.

Estamos, há mais de vinte anos convivendo com isso, talvez, por isso, a grande pergunta sobre essa teologia seja: Como têm conseguido permanecer por tanto tempo? A tentação é responder a questão com uma sonora declaração sobre a veracidade desta proposição, ou seja, permanece porque é verdade, quem tem fé tem tudo isso e muito mais. Entretanto, quando se faz uma pesquisa, por mais elementar, o que se constata é que as promessas da teologia da prosperidade não se cumpriram, e, de fato, nem o poderiam, quando as regras da exegese e da hermenêutica são respeitadas, percebe-se: não há respaldo bíblico. Então qual a razão para essa longevidade?

Em primeiro lugar, a vida longa se sustenta pela criatividade, os pregadores dessa mensagem estão sempre se reinventando, vivem de promover espetáculos ás custas da boa fé do povo. Mesmo os mais discretos estão sempre expondo o povo, em alguns casos, quando mais simplório melhor, em outros, quanto mais bonita, e note-se o feminino, melhor.

Além disso, é uma sucessão de invencionices: um dia é passar pela porta x, outro é tocar a trombeta y, ou empunhar a espada z, ou cobrir-se do manto x, e, por aí vai. Isso sem contar o sem número de amuletos ungidos, de águas fluidificadas e de bênçãos especiais. Suas igrejas são verdadeiros movimentos de massa, dirigidos por “pop stars” que tornam amadores os mais respeitados animadores de auditório da TV brasileira.

Em segundo lugar, a vida longa se mantém pela penitência; os pregadores dessa panacéia descobriram que o povo gosta de pagar pelos benefícios que recebe, algo como “não dever nada a ninguém”, fruto da cultura de penitência amplamente disseminada na igreja romana medieval, aliás, grande causadora da reforma protestante. Tudo nessas igrejas é pago. Ainda que cada movimento financeiro seja chamado de oferta, trata-se, na prática, de pagamento pela benção.

Deus foi transformado num gordo e avaro banqueiro que está pronto a repartir as suas benesses para quem pagar bem, assim, o fiel é aquele que paga e o faz pela fé; a oferta, nessas comunidades, é a única prova de fé que alguém pode apresentar.

Na idade média, como até hoje, entre os romanos, Deus podia ser pago com sacrifícios, tais como: carregar a cruz por um longo caminho num arremedo da via “crucis”, ou subir de joelhos um número absurdo de degraus, ou, em último caso, acender uma velinha qualquer, não é preciso dizer que a maioria escolhe a vela. Mas, isso é no romanismo!

Quem quer prosperidade, cura, promoções, carrões e outros beneplácitos similares tem de pagar em moeda corrente, afinal, dinheiro chama dinheiro, diz a crença popular. E tem de pagar antes de receber e, se não receber não pode reclamar, porque esse deus sabe o que faz e, se não liberou a bênção é porque não recebeu o suficiente ou não encontrou a fé meritória. Esses pregadores têm o consumidor ideal.

Em terceiro lugar são longevos porque justificam o pior do capitalismo, embora, segundo Weber, o capitalismo seja fruto da ética protestante, (aliás, a bem da verdade é preciso que se diga que o capitalismo descrito por Max Weber em seu livro “A ética protestante e o espírito do capitalismo” não é, nem de longe, o praticado hoje, que se sustenta no consumismo, enquanto aquele se erguia da poupança.); a fé cristã, de modo geral, não se dá bem com a busca pela riqueza como objetivo em si.

A chegada, porém, dessa teologia mudou o quadro, o pior do capital está, finalmente, justificado, foi promovido de grilhão que manieta a fé em troféu da mesma. Antes, o que se assenhoreava do capital tornava-se o avaro acumulador egoísta, agora, nessa tese, é o protótipo do ser humano de fé. Antes, o que corria atrás dos bens materiais era um mundano, hoje, para esses palradores, é o que busca o cumprimento das promessas celestiais.

Juntamente com o capitalismo, essa mensagem justifica o individualismo, a bênção é para o que tem fé, ela é inalienável e intransferível. Eu soube de uma igreja dessas que, num rasgo de coerência, proibiu qualquer socorro social na comunidade para não premiar os que não tem fé. Assim, quem tem fé tem tudo quem não tem fé não tem nada.

Antes, ter fé em Cristo colocava o sujeito na estrada da solidariedade, hoje, nesse tipo de pregação, o coloca no barranco da arrogância. Toda “esperteza” está justificada e incentivada. Não é de estranhar que ética seja um artigo em falta na vida e no “shopping center” de fé desses “ministros”.

Mas, o que isso tudo tem gerado, de verdade? Decepção, fragorosa decepção é tudo o que está sobrando no frigir dos ovos. As bênçãos mirabolantes não vieram porque Deus nunca as prometeu, e Deus não pode ser manipulado. O sucesso e a riqueza que, porventura, vieram foram mais fruto de manobras “espertalhonas”, para dizer o mínimo, do que resultado de fé.

Aliás, para muitos foi ficando claro que o que chamavam de fé, nada mais era do que a ganância que cega; o antigo conto do vigário foi substituído pelo conto do pastor. Gente houve que ficou doente, mas, escondeu; perdeu o emprego, mas, mentiu; acreditou ter recebido a cura, encerrou o tratamento médico e morreu. Um bocado de gente tentando salvar as aparências, tentando defender os seus lideres de suas próprias mentiras e deslizes éticos e morais; um mundo marcado pela esquizofrenia.

O individualismo acabou por gerar frieza, solidão e, principalmente, perda de identidade, porque a gente só se torna em comunidade.

Tudo isso acontecendo enquanto muitos fiéis observavam o contraste entre si e seus pastores, eles sendo alcançados pela perda de bens, pela angústia de uma fé inoperante, pela perda de entes queridos que julgavam absolutamente curados, e os pastores se enriquecendo, melhorando sensivelmente o padrão de vida, adquirindo patrimônio digno de nota, sendo contados entre o “jet set”, virando artistas de TV, tudo em nome de um evangelho que diziam ter de ser pregado, e que as suas novas e portentosas posses avalizavam.

E onde estão estes decepcionados? E para onde estão indo os seus pares? Muitos estão, literalmente, por aí, perderam aquela fé, mas não acharam a que os apóstolos e profetas da escritura judaico-cristã anunciaram; ouviram o nome Cristo, mas não o encontraram e pararam de procurar. Talvez, estejam perdidos para evangelho; para sempre.

Outros, no meio de tudo isso, foram achados por Cristo, e estão procurando pelo lugar onde ele se encontra. Para os primeiros não há muito que fazer a não ser interceder diante do Eterno, para que se apiede dos que foram vergonhosamente enganados; para os que estão a procura, entretanto, é preciso desenvolver uma pastoral.

Eles não estão chegando como chegam os que estão em processo de reconhecimento de Deus e do seu Cristo. Estão batendo às portas das comunidades, que julgam sérias com a Bíblia, à procura de cura para a sua fé, para a sua forma de ser crente, para a sua esperança de salvação, para a sua falta de comunidade e para a sua confusão doutrinária.

Precisam, finalmente, ver a Jesus Cristo e a si mesmos; precisam, em meio a tanta desinformação encontrar o ensino, em meio a tanto engano recuperar a esperança. Necessitam de comunidade e de identidade, de abraço e de paciência, de paz e de alento, de fraternidade e de exemplo, de doutrina e de vida abundante.

Quem quer que há de recebê-los terá de preparar-se para tanto, mesmo porque, ainda que certos da confusão a que foram expostos, a cultura que trazem é a única que têm, e nos momentos de crise, de qualquer natureza, será a partir desta que reagirão, até que o discipulado bíblico construa, com o tempo, uma nova e saudável cultura.

Hoje, para além de tudo o que encerra a sua missão, a Igreja tem de corrigir os erros que, em seu nome, e, em muitos casos, sob a sua silenciosa conivência, foram e, ainda, estão sendo cometidos.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

214 COMENTÁRIOS

  1. Edson, veja só o romualdo feliz com a crise economica…

    na hora de falar de dinheiro ele fica todo animado, vc percebeu???

    fala de dinheiro esfrega até as mãos, de satisfeito…

    veja o vocabulário… ” malandro”…

    Agora eu te pergunto… parece com alguma coisa de Deus…

    http://youtu.be/1B561W3Ds4c

  2. Edson, não sei se vc lembra mas no dia 08 de janeiro eu fiz um desafio ao vai arrebentar.

    fiz apenas 3 perguntas… ele fez de conta que não era com ele… repeti o desafio em vários artigos, e ele sempre fugindo… o negócio ficou tão feio pro iurdiano vai arrebentar que até o jó gomes veio desesperado dizer que pessoas como o vai arrebentar não falavam pela iurd…

    viu? foi só apertar com a vdd que até os iurdianos mais sérios tiveram de intervir.

    jó gomes viu que o desafio era inquestionavel e já tratou de desautorizar o vai arrebentar de responder pela iurd.

    Edson, veja só, nem perante a iurd, o vai arrebentar tem moral, sequer é considerado a falar por ela, agora imagine aqui neste site, que ele fala há tempos e já não é levado em consideração… inclusive precisa ficar mudando de nick de tempos em tempos…

    mudar de vida e se converter de verdade vc não quer né, vai arrebentar?

  3. jgmix sempre acreditei nesses lideres, como homens de Deus acreditavam e suas palavras.
    Hoje vejo diferente, que eles se aproveita a obediência, do jeito que a ovelha é para se aproveitar dela.(Se é que vc me entender.)
    Como disse nesse video da ex obreira da Universal.
    Eles fazem da gente um fantoche, um marionete pra o que eles querem.Até que a ficha cair e descobrir que não bem assim.

    Onde as escrituras no novo testamento que precisamos de PASTORES,BISPOS,REVERENDOS, para se chegar a Deus?
    Para receber alguma coisa de Deus, ainda se precisa de sacerdote?

    Se lemos a biblia somente Jesus é que pode realizar nossos anseios,necessidades, tanto na saude,financeiro espiritual.A fé do tamanho de uma mostarda,orar em segredo em seu quarto.
    Precisamos desses lideres para se buscar algo de Deus?
    O véu ainda não se rasgou?

    É por isso que o povo sofre, se apega tantos aos homens e não ao que realiza o milagre.Por isso muito são enganados.

    Agora entendo que não precisamos de lideres para se chegar a Deus e pedi que nos ajude nas nossas snecessidade no dia a dia da vida e sim atraves de Cristo que somos atendidos.

    • edson, como sempre penso parecido com vc…

      E quanto ao dizimo então… sei que vc é como eu, contra. Mas a iurd aproveita a falta de conhecimento biblico da membresia e exige 10 por cento de dizimo e cem por cento na fogueira santa.

      Uma matematica basica mostra então que só dizimo e F.S. dá 110 %.

      Só se roubar pra saciar a ganancia desses caras!

    • Veja como existe um engano.

      Se eles dizem que os dizimos faz o fiel ser abençoado.

      Então pra que serve fogueira,campanhas disso e daquilo?

      Veja a artimanha, a ganância por dinheiro onde se chega.

      O segredo de ser abençoa não dar dinheiro para Deus.E sim uma vida em comunhão com Deus,fugir do pecado, das obras da carne.

      Depois disso a pessoa em comunhão com Deus tem a conciência em repartir o pouco que tem com o próximo,na obra missionária e com as necessidades que a igreja precisa para se manter.

      Que Jesus Cristo nós abençoe para que podemos doar com alegria em sua obra.

      • Edson, sabe uma coisa que eu aprendi?

        Que devemos ofertar COM AMOR.

        esse negócio de participar de campanhas, pra depois Deus dar mais, isso não tem nada a ver, isso é interesse e não amor.

        Lembra-se de que está escrito: ” misericórdia quero, e não sacrifícios…”

        então aprendi a fazer ofertas , sem esperar nada em troca, seja de Deus ou de pessoas, pois é por amor, e não por interesse…

        isso sim é evangelho genuino… bem diferente da iurd e outras…

        • “Então aprendi a fazer ofertas , sem esperar nada em troca…”

          O pastor Silas chamou os fieis de trouxa, se pensar dessa forma para quem segue essa linha de pensamento que vc e eu pensamos.

          Não vermos na biblia que os cristãos primitivos levavam todos seus bens aos pês dos apostolos em troca de mais bens.
          Em vez de mais bens, veio foi uma luta dos infernos. O capeta do tirano Cesar deu um de louco e boto fogo em roma, ai pra não ser linxado pelo povo, culpou os cristãos primitivos de ter incediado roma.

          Ai começou os 100 vezes mais na vida daqueles cristãos.Os cristãos primitivos ficaram ricos,foram morar em mansões, e teve as melhores bigas e carruagens que o ouro podia comprar.
          Quem falasse que era seguidor de Cristo, recebia as honras de um cidadão honroso e todos os governadores o saudava.

          Não?Não foi isso que aconteceu?

          Na cabeça do macedo diz que foi assim.

          • edson, só uma correção.

            quem supostamente ateou fogo em roma foi nero, e não césar. O tirano césar ( que muitos erroneamente falam que foi imperador de roma, sendo que foi apenas tirano), morreu em 44a.c portanto antes até de Jesus nascer.

            É que eu gosto de história e é bom que ninguem que leia aqui depois fique mal informado.

  4. Edson, o vai arrebentar deve amaldiçoar o dia em que vim pros comentarios deste site.

    kkkkkkkkk. Cansei de por ele pra correr dos artigos, depois de confrontar com a vdd.

    Por isso ele me odeia tanto, usando inclusive de mentiras para tentar me difamar.

    Vai arrebentar, eu vim pra ficar!

    esses iurdianos sempre seguem um roteiro, vem, espalham seu fermento, calunia os cristãos, e qdo usamos a biblia para desmascara-los fogem como coelhos assustados…

    É: ou não, vai arrebentar?

      • Concordo, vamos abrir boates com a marca da de Santa Maria, aliás, depois do ocorrido lá, ficou comprovado que o Brasil todo vem fazendo disso pra pior. Mas vamos fechar igrejas e abrir coisas assim: estádios com avalanches, carros de kart sem proteção alguma que antes matou um garoto em Manaus, agora pegou os cabelos de uma gaúcha, vamos abrir bares vendendo bebidas para cranças, fastas regadas a cocaína no planalto central, nas cidades e periferias, vamos abrir centro de vendas de crack no centro de são paulo.

  5. EU CREIO QUE JESUS NAO É MOEDA DE TROCA DE NINGUÉM, COM O SIMPLES INTUÍDO DE ARRECADAR-MOS DINHEIRO PARA SI.
    EU CREIO QUE DEVEMOS CONHECER E CUIDAR DOS ESTADOS DE NOSSAS OVELHAS,,, SEM DAR NOMES , EU PENSO QUE DE Prs. MIN. DO EVANGELHO QUEM CUIDA É DEUS,,, " NÃO TOQUEIS NOS MEUS UNGIDOS, E NÃO MALTRATEIS OS MEUS PROFETAS " UM DIA TDS DAREMOS CONTAS..
    POR OUTRO LADO MEU AMADOS IRMAOS SE RECLAMAMOS DE PROSPERIDADE, O QUE DIZER DE ALGUÉM QUE SE DIZ ( LEVITA ) COBRAR PARA ADORAR AO SENHOR DOS EXERCITOS.
    PESSOAS QUE SE DIZEM PORTADORES DE CRISTO , COBRAREM ANTECIPADO PARA PREGAR A PALAVRA, ESSA NA QUAL É DADO DE GRAÇA ?

    SHALOM A TODOS.

  6. Jgmix,

    Vi uma mulher nesse “mais um vídeo” teu, meu caro, e aí parei para assistir.

    Caramba!!!!!!!!!!!!!

    Russomano ajudar na construção de uma igreja, a de Salomão. Cara, a igreja já vem sendo construída e nunca ouviu-se falar de dificuldades do serviço público para esse prédio, pelo menos não foi mencionada na imprensa. Aí o entrevistador vendo o absurdo que ela havia falado, pois pensou igual mim, foi e perguntou que ajuda daria o candidato? De taxas, impostos, meu caro, já não são as igrejas isentas? E se pagam as taxas, será que todos os lugares onde a igreja construiu precisou de um Prefeito deles? Quando construíram não era evangélico, e olha que comparando com as demais evangélicas e até a católica, é uma igreja grande.

    Ela acabou com o atual prefeito de São Paulo, pois a pedido de Lula, Maluf deu apoio ao do PT. Será que o pessoal da Universal estava pedindo apoio não era para o do PT? O apoiado por Maluf? Eu pergunto por não saber em exato das coisas aí de São Paulo.

    Projeto político de presidência do país pela Universal. Caramba, a Católica apoiou até a tampa Luis Inácio. O país teve um presidente sindicalista, aí é erro a igreja, caso ocorra uma dia, se tiver um membro em seus quadros, não pode apresentar? Só a católica e sindicato que pode? Só as forças armadas podem? Só o coronelismo pode? Só os ruralistas podem? Evangélico não é gente não?

    Aliás, o que foi que ganhou certos seguimentos que possuíram candidatos ou eleitos ao cargo máximo neste país?

    O sociólogo Fernando Cardoso melhorou ou trouxe benécias ou benfeitorias em que para os seus colegas e também aos professores?

    Jgmix, por favor, cada vez que assisto alguma coisa de você em termos de vídeo denúncia, mais tenho a certeza que você tem algo de pessoal, não resolvido e muito sério contra essa igreja, afinal a jovem o que fez, antes já houvera feito. Outra coisa, ficou feio quando a moça falou que há um hospital sendo construído como plataforma de poder. Então é assim que se vê em São Paulo, o Sírio/libanes? O ligado aos judeus, o Albert? Os presbiterianos, metodistas, batistas do Brasil?

    Acho que você recebe dinheiro dessa igreja para propagar as coisas dela, mas usando uma tática diferente. Espertalhão. Quanto ti pagam? Pergunto por que é todo o dia a perseguição, aí a gente vai vê, é só coisa boa. Tá demais, tá na cara.

        • edson, e o pior é que o vai arrebentar concorda com o levi…

          um aloprado se unindo a uma pobre alma com problemas psiquiatricos…

          Vai arrebentar está indo pra loucura…

          • Tenho culpa?

            Foi o Filho do Homem que disse: “até os loucos encontrariam esse caminho” Cristo é esperto mesmo. Viu Ele o seguinte, doido é doido, mas não é burro.

            Na janela do pinel, doidinho assiste motorista preocupado com carro que perdeu que caiu uma roda, encontrando-a,mas não os parafusos. Jgemix e cia que vinham no carro sem saber o que fazer, pois sem nenhuma roda, eis que foram surpreedido por Levi Pinel sugerindo que tirasse um parafuso de cada roca e colocasse na que faltava, seguindo viagem com 03. Aí veio a pergunta, você não é doido, tanto que está aí internado, mas tem uma ideia dessa? Levi Pinel: Sou doido, não burro!

            Se não entender, eu desenho, faço um fusca sem uma roda, eu falando, vocês, com orelhas e quatro pés retrucando, e eu ensinando o “A” o “B” e o “C”

  7. Confusão de assuntos meu caro. Pelo que eu entendo casamento entre pessoas do mesmo sexo não ofende a liberdade religiosa e a liberdade de culto de cada um. Ninguém será obrigado a se casar com um gay, casa se quiser. Nenhuma igreja será obrigada a celebrar casamento gay. No meu tempo diziam que a salvação era individual. Mudou? Agora é por projeto de lei?

  8. Vai arrebentar,

    Sobre a questão da família do pastor.
    Pela terceira vez tento lhe explicar…
    O pastor, disse que a família dele se resumia em UMA MALA, (com as roupas dele e da esposa) ELE e a ESPOSA! Entendeu agora??? Ele, num momento de tristeza fez esse desabafo e colocou a sua mala como se fosse um ente da família.
    Será que vou ter que desenhar?

    • Mary,

      Já ouvi essa história dos pastores serem compungidos a fazer vasectomia na Universal. Você, salvo engano ou brincadeira tua, já pertencestes à essa igreja.

      Aí a pergunta. Os pastores e bispos de lá ninguém tem filhos? Se sim, desde quando começou?

      Pergunto assim em face de que o lider tem filhos naturais a até adotivo. Pergunto, pois já vi um bispo de lá e cantor, numa entrevista, falar da mulher e de filhos.

      Você não conhece nenhum? Se sim, como isso ocorre?

      Outra coisa, nunca poderão ter filhos? Ou poderão reverter ou retirar material quando em idade mais adulta, tipo Pelé que o fez com uma cantora de Recife, inclusive evangélica e que teve gêmeos?

      • Olha Levi, eu ouvi falar muitas vezes sobre isso, acho que não foi sempre assim. Acredito que a partir de um certo tempo com o crescimento da igreja e do número de pastores os líderes passaram a incentivar essa prática.
        Acho que, em certa época isso virou um modismo, porque meu marido trabalhou em uma empresa que com o crescimento e aumento dos funcionários, tb incentivou os funcionários a fazerem vasectomia. Eu conheci muitos que fizeram com tudo pago pela empresa. A única diferença é que eles já tinham outros filhos.
        Eu nunca perguntei, mas o Edson Aguiar está casado há bastante tempo e tb não tem filhos…
        Bem, o Pelé é rico… E o que é que um rico pede chorando que a medicina não faz sorrindo? Quanto aos outros mortais, tb não sei!

        • Mary,

          A igreja Universal também não é rica? Então diga a eles que pode depois pedir que se faça a reversão ou como Pelé fez. Pode me dizer o valor desse procedimento feito por Pelé, já que você falou ser coisa para somente os ricaços?

          Minha cara, gostaria de saber o que perguntei. Dos pastores que você conheceu, já com idade acima de 35, quantos percentualmente não tinham prole?

          Vou indagar também a Jgmix, vou indagar a pessoas conhecidas que são da igreja, afinal essa atitude é tão igual à da Católica que condiciona a ação episcopal apenas aos solteiros, se bem que podem ter filhos, tanto que muitos são pais.

  9. Levi Varela,
    Sobre o estupro, com certeza é uma marca para toda vida para quem sofre.
    Mas, a ciança não tem culpa! Se a mulher não tem condições psicológicas para criar essa criança que doe para quem o possa fazer! Se ela interromper vai ficar com duas marcas em sua vida, a do estupro e a do aborto! É assim que eu penso.

    • Mary,

      Se você e outras pessoas querem ser melhor que Deus, que o tentem, embora não sei como ter um filho para outro criar, gerando nessa pessoa até mais rancor quando souber que foi fruto de algo tão ruim e ainda por cima mais desprezado ainda. A quem essa mulher entregar o filho deve comunicar que foi gerado dessa forma? Ou simplesmente se cala? Ou então coloca na porta de alguém, algo que nem animal se faz? E se o for por esse método, a família que adotar é que assuma o rancor do filho quando souber da verdade, tipo que não e filho do casal que o criou? Ou então se não falar, ter o filho o tempo todo desconfiado e perguntando como chegou, se sequestro, se filho do pai que o criou decorrente de desvio dele no casamento?

      Minha cara, cachorro cria galinha, bode e todos os modos possíveis de adoção no reino animal acontece em face do poder maternal, e nessa concepção permanece, afinal os animais não possuem inteligência igual a nossa e não vê maldades nas coisas. Nós não somos assim, minha cara. É muito fácil se falar isso quando a gente não age com empatia. Isso até estimula bandidos a fazerem, pois concluem que a mulher e a sociedade os aceita assim, evidente com a cabecinha criminosa deles. Então repreenda tanto como repreendeu algumas brincadeiras que um ou outro internauta faça aqui com você ou faca com outrem sobre temas sérias, como o assédio.

      • Levi não entendi o final de seu comentário.
        Na minha família foi adotada uma criança que sofreu abusos de toda sorte. Couro cabeludo marcado e queimado com pontas de cigarro e cicatrizes por todo o corpo. A outra criança nasceu na rua num parto feito por policiais. a outra a mãe deixou num hospital….
        Quer saber como elas estão?
        Todas muito bem, a mais velha se formou e casou muito bem. O rapaz é empresário e vai casar.tb, e, a mais nova é uma menina carismática e linda, não há quem não goste dela! Não sabemos se foram vítimas de estupro, mas eles são felizes, bem estruturados e nunca deram problemas para os pais. Eles sabem que foram adotados.

        • Já procurou se sentar junto a órgãos que fazem estudos quanto ao assunto?
          Minha cara, os podres das famílias não são expostas ao mundo, mas sim nos registros oficiais. Nem sempre quem está sorrindo, carismático, significa dizer satisfação pessoal interna, a inexistência de revolta.

          Vá com calma, minha cara.

  10. Manoel Alves da Silva vejo que você está mal informado.pois a cada ministração do silas nos congressos milhares de pessoas são salvas,se este homem não é de Deus nada mas é.tenho certeza que você é mas um que não defende as coisas que a sociedades que colocar para nós cristão,falar do sr.silas é muito facil,quero ver é você e outros defender o cristianismo.vai se converter e ajudar este homem em oração enveis de falar dele.

  11. Não existe teologia da prosperidade, existe sim prosperidade que vem da teologia: Teo=Deus Logia:=estudo ; Prosperidade que vem do estudo de Deus. Estudar Deus é ler a Sua Palavra, fazer a Sua Vontade, quer dizer: Fazer a vontade de Deus, obedecer o que Ele manda; Até nós como pai quando temos um filho muito obediente, nós já o sondamos para saber o que ele está precisando, e o abençoamos; com Deus não é diferente, que pela nossa obediência acaba nos dando prosperidade. Prosperidade é de Deus sim, veja jó 42, Deus deu tudo em dobro, porque ele foi fiel para com Deus; Concordo em parte com o Pastor; estão prometendo prosperidade, sem precisar fazer mais nada; Prosperidade é consquencia de obediência á palavra de Deus, junto com Santidade;Só prosperidade pode sim vir do Diabo; A de Deus, primeiro precisa existir o temor e obediencia á Deus e como consequência com certeza, virá a prosperidade.

  12. Este é o único blog que dança!!!

    Nenhum bloq que acesso fica jogando o usuário para cima e para baixo, como se quisesse nos conduzir em passeios às páginas com propagandas.

    Se outros usuários tem esse problema, que falem. Dá a sensação de leza-pátria.

  13. Na igreja agape, de Araçatuba, o pastor criou até primícia de 1 dia de salário de todos, dado diretamente a ele, pois, segundo ele, seria honra para Deus.Não há limite.

    • Pois é, o pastor dessa igreja em Araçatuba afirmou que o Ariovaldo endossa a ideia da primicia, pois um dia o Ari disse que Caim foi rejeitado porque não deu a primicia!
      Herege manipulador de fé para se enriquecer às custas de pessoas que só querem Jesus.

  14. Realmente o Pastor Ariovaldo está com toda razão, por causa da prosperidade tão falada nas igrejas (tem as exceções) é que as pessoas não vão e/ou desistem de ir às igrejas, porque ao invés de determinado Pastor pregar sobre o Evangelho de Jesus Cristo, ele prega sobre pro$peridade, que é para dar isso ou dar aquilo ou dar qualquer quantia em valor, que Deus o restituirá. Sim, Deus é o Dono do ouro e da prata, Ele enriquece quem Ele quiser. Está faltando sabedoria de muitos Pastores. Que Deus os abençõe.

  15. Amém!gostei muito irmão do que o Senhor respondeu ao nosso irmão Luis Francisco Alves.Nas (igrejas geralmente pregam mais a prosperidade,do que a Salvaçao em Cristo Jesus.E nós sabemos ,que ele vei ao mundo para todos aqueles que nele crer obtem a salvaçao eterna.As pessoas tem que meditar mais em Mateus 6.v33 e 34.Abraços irmãos

  16. O pastor de que o Manoel esta falando é o que escreveu o texto acima, entao ele esta defendendo o Malafaia e outros que pregam a "prosperidade". Nao adianta muito converter milhoes com estas promessas, pois quando nao forem cumpridas estas pessoas ficaram simplesmente blindadas contra o evangelho. E quase sempre nao vao ser cumpridas, pois nao sao promessas de Deus. Desde pequeno na escola dominial aprendi que o caminho de Deus é dificil, é penoso, o inimigo nao da descanso ao que esta no caminho. A biblia diz que larga é a porta e espacso o caminho que conduz a perdicao e por isso devemos seguir o caminho dificil da porta estreita, que é viver como Jesus, em vigilancia e seguindo os mandamentos de Deus. Nega-se a si mesmo, toma sua cruz e siga-me. Deus vai abencoar a fé, dar-nos prosperidade, mas na medida e hora Dele, nao na nossa. Do jeito que estes pastores pregam, o que parece é que Deus é um escravo/empregado que tem a obrigacao de dar o que é pedido, alias, ordenado por seus fieis. Aprendi na mais tenra idade que Deus sempre responde as oracoes. Mas muitas vezes a resosta é NAO.

DEIXE UMA RESPOSTA