Ateus militantes lançam documentário como parte de sua estratégia para abolir a religião no mundo

35

Uma iniciativa que visa “livrar o mundo da religião” foi lançada no último dia 29 de abril durante o Hot Dog Festival de Cinema de Toronto, no Canadá. Na ocasião, foi apresentado o documentário The Unbelievers (Os Incrédulos, em tradução livre), produzido pelos famosos ateus Richard Dawkins e Lawrence Krauss.

Durante o festival, Dawkins e Krauss discutiram num fórum sobre as estratégias para fazer as pessoas deixarem de acreditar em Deus. Para Dawkins, o melhor meio seria um ataque maciço às instituições religiosas e o teor de suas crenças, enquanto que para Krauss, a melhor maneira de acabar com a crença em Deus seria “seduzir” os fiéis mostrando a visão da ciência sobre sua fé.

Dawkins, que é biólogo e adepto da Teoria da Evolução, acredita que a visão das pessoas a respeito da vida deve ser baseada naquilo que é real, concreto. Já Krauss, que é físico, frisou que para ativistas ateus como eles, é mais importante que as pessoas vejam que “o universo e a vida são questões em aberto”, sem definições ainda: “A espiritualidade da ciência é melhor do que a espiritualidade da religião, porque é real”, disse ele.

Em contra-ataque à iniciativa capitaneada pelo documentário The Unbelievers, a entidade cristã  Answers In Genesis publicou em seu site um artigo da doutora Elizabeth Mitchell, criticando a postura de Dawkins e Krauss.


“Como a maioria dos ateus, Dawkins e Krauss se permitem reconhecer a natureza baseada em sua visão de mundo obtida nas interpretações do que eles definem como ‘real’. Eles dizem repetidamente na entrevista para aceitarmos a ‘prova de realidade’ sobre as origens, quando eles estão realmente igualando a sua visão de mundo baseada interpretações da realidade. Além disso, a crença ateísta que Deus não existe na verdade é uma ‘religião’”, pontuou Elizabeth Mitchell.

Para ela, o conceito de que ateus precisem ser ativistas em busca de adeptos é uma manifestação religiosa: “A crença de Krauss que os átomos em seu corpo se originaram há bilhões de anos numa explosão, por exemplo, é a forma ‘religiosa’ que ele usa para explicar a sua existência sem Deus […] Ateus afirmam serem não religiosos, mas eles usam o seu conjunto de crenças como uma forma de explicar a vida sem Deus, eles adoram e servem a criação (por exemplo, o universo) em lugar do Criador (Romanos 1:25)”, rebateu.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

35 COMENTÁRIOS

  1. esses idiotizados,não sabem nem o nome deles,nao sabem nem mandar e cuidar deles e das familias deles imaginem tentarem explicar a ciencia sem fundamentos algum.. ignorantes e loucos..a grande sabedoria é temer e servir a Deus !

  2. esses idiotizados,não sabem nem o nome deles,nao sabem nem mandar e cuidar deles e das familias deles imaginem tentarem explicar a ciencia sem fundamentos algum.. ignorantes e loucos..a grande sabedoria é temer e servir a Deus !

      • A escolha é sua , você tem todo o direito de fazer o que quiser de sua vida , agora não pense que temer e servir é como sua capacidade mental lhe diz . Temer é respeitar e reconhecer sua grandeza . Servir é retribuir por tudo que ele nos faz .
        Vocês não precisam se preocupar , DEUS não interfere nas decisões de cada um , para isso ele nos dá o livre arbítrio , Depois dará a cada um segundo a suas obras.

        • HÁ OS QUE PRECISAM da intimidação e ameaça do fogo do inferno, para que sejam virtuosos.

          HÁ OS QUE PRECISAM de algo entroca (vida eterna) , para que sejam virtuosos

          • Receber a vida eterna não nos torna virtuosos. Receber a vida eterna é saber que iremos passar a eternidade com o nosso Deus, ou seja, passarmos a eternidade com nosso amado.
            Quando as pessoas se amam querem estar juntas para sempre. É por isso que o Senhor nos da a vida eterna, para ficar conosco para sempre e é por isso que nós (seus servos de livre e expontânea vontade) a buscamos, para ficarmos com ele pra sempre. <3

            Cristo é o noivo, a igreja é a noiva e um dia nos encontraremos nos ares, nas bodas do Cordeiro, para enfim. nos casarmos com nosso amado.

            Quem teme e ama ao Senhor quer estar com Ele onde quer que Ele esteja, afinal esta é a graça do céu – saber que o Senhor estará lá e que assim como Ele é, O veremos. Portanto, não tememos ao inferno, nem nos preocupamos com isso, pq estamos empenhados em conhecê-lo, agradar-lhe, passar tempo com Ele… Quem tem medo do inferno não ama ao Senhor, pq só quer seguí-lo para não ser condenado e não por amá-lo.

      • Pitágoras, então vc já se esqueceu o que significa a palavra ” temor ” ? Agora, com relação a seguir a DEUS, é uma decisão pessoal, nunca forçada, é como CRISTO CRISTO falou ” Se (note = SE) alguém quiser vim após mim, negue-se a si mesmo…

        Quem quiser seguir a DEUS da maneira que lhe convém, é perda de tempo, o melhor é ficar só mesmo e ser livre, então quem pensa assim, que assim seja !

        A decisão é pessoal, e a porta é estreita,

        Eis a questão.!

        Hasta la vista.

  3. Meu , esses caras tem problemas , eles tem todo o direito de acreditarem no que quiserem , mais obrigar todos a pensarem como eles pensam , isso é utopia , esses caras estão passando do limite , perderam a noção de tempo e espaço.

  4. kkkkkk o diabo quer parar a igreja mas nao consegue, ae aparece essas pessoas que nao tem nada pra fazer, falando besteiras, por que quem tem com que se preucupar nao ta nem ae para religiao dos outros. para mim sao um bando de folgados.

  5. Puxa, uma organização com tanta preocupação para abolir religiões, chega a ser até engraçado isso, os ateus tem é muita fé pra isso rsss…., isso mostra o quanto somos convictos em nossa fé.

    • Considero a Ciência algo maravilhoso. O que seriamos sem ela? como estaríamos sem ela, sem seus inúmeros benefícios?. O que eu acho importante na Ciência é que ela não se desenvolveu até hoje com um objetivo de se impor sobre crenças, hipóteses e teorias. Impor-se sobre tais elementos é papel típico da “ciência” do néscios. Ela se baseia em crenças, hipóteses teorias e e antes de qualquer hipótese ou qualquer teoria, ela se alicerça em crenças. Estava eu assistindo o filme, A Descoberta do Paraíso e vi o que levou Cristóvão Colombo a traçar uma viagem em linha reta em direção às Índias e como consequência chegou à América (descobriu o Novo Mundo). Sua crença de que a Terra é redonda lhe fez traçar um plano perfeito, só tendo interferência por acidente, a existência de outras terras no meio do percurso, até então desconhecidas. Ele foi crente e meio cientista nesse momento, quando deduziu que a Terra é uma esfera.
      Uma hipótese sempre nasce de alguma crença. ou da contestação de uma crença por outra. Nada além disso. Não crer é impossível. “Eu creio que Deus existe”, “Eu creio que Deus não existe” são frase que soam corretas. “Deus não existe” é mentira do ponto de vista das convicções humanas, para afirmar isso o indivíduo tem que ter muita fé, muito mais do que qualquer monge tibetano, o papa, Dalai Lama, Paul Yang Chu ou um extremista religioso.
      Por isso Albert Einstein disse uma vez: ” A Ciência sem fé é aleijada,a fé sem Ciência é cega!”
      Tá ai outra figura que admiro por ser controverso assim como são a fé e a ciência entre si!

      • Tesouro em vasos de barro, isso é ser Cristão. Uma crise constante, mas uma certeza que vem daquele que o mundo nunca conhecerá. Falarão mil coisas, provarão outras, gritarão Fora, seus Cristãos alienados! Crucifica-o! O mundo nunca conhecerá o Senhor! O Senhor não veio para o mundo, ele veio para os seus. Isso é algo que a ciência não vai explicar nunca. São caminhos paralelos que não se tocam. Eles são eles, nós somos do Senhor!

  6. Muito boa a afirmação da doutora Elizabeth, realmente esses malucos tem religião e eles nem se tocaram.
    Mas o que mais me em triga, é porque os “atoa” não fazem manifestações contra os satanista. Será porque eles acreditam no demônio? #FicaaDica

  7. A RELIGIÃO é câncer da humanidade, numa relação custo/benefício, chegamos facilmente na equação onde a soma das parte é bem menor que o todo, portanto, seria melhor que não existisse.

    • De Simas, podemos fazer aqui uma vaquinha para que você seja portador do documento em Teerã ou em Riade, topas ???? Pode levar o Dawkins a tiracolo !!!

    • ALÉM DA SANDICE QUE CARACTERIZA SEUS COMENTÁRIOS, PESA CONTRA VOCÊ O ENTENEBRECIMENTO DO ENTENDIMENTO CAUSADO POR SUA CONDIÇÃO ESPRITUAL, OU SEJA, ÉS CEGO ESPIRITUALMENTE. TODAVIA, SEM QUALQUER IRA POR TEU TOTAL DESCASO PELO CRIADOR E NA ESPERANÇA DE QUE CHEGUES AO CONHECIMENTO DA VERDADE, LHE AFIRMO QUE DEUS AMA PECADORES QUE O ODEIAM.

  8. Está escrito: Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? (Jr 17:9)Eu, o Senhor, esquadrinho o coração e provo os rins; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações. (Jr 17:10)Porque, se alguém cuida ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo. (Gl 6:3)Ai dos que decretam leis injustas, e dos escrivães que prescrevem opressão. (Is 10:1)Porventura a minha palavra não é como o fogo, diz o Senhor, e como um martelo que esmiúça a pedra? (Jr 23:29)

  9. Pessoal, será apenas um documentário, algo livre e democrático para quem quiser assistir, quem não quiser não assiste. e se assistir, não é obrigado a seguir. Não haverá parada atéia, nem cantores, nem venda de objetos ungidos, nem pedido de cartão de crédito e senha, nem coleta de dízimos. .

  10. ESTE TAL DE JESUS não tinha uma mensagem de pluralidade de crenças, pois mandava seus seguidores venderem o gado e a terra, nada de cuidar do futuro dos filhos, apenas segui-lo porque a luz, a salvação e ninguém chegaria ao pai a não ser por ele, criando assim uma senha para a salvação e condenado bilhões de FILHOS AMADOS que viveram antes dele, bilhões de budistas e bilhões de indus, o que nos leva a crer que apenas mais um demente com mania de messias, destes que vemos pelas ruas da vida. No Brasil tem um que alega ser o filho do paeeee celestial o inefável e todos o têm como o bobo da corte.

    • FALAS DO QUE NÃO ENTENDES, SIMAS. ALÉM DA SANDICE QUE CARACTERIZA SEUS COMENTÁRIOS, PESA CONTRA VOCÊ O ENTENEBRECIMENTO DO ENTENDIMENTO CAUSADO POR SUA CONDIÇÃO ESPRITUAL, OU SEJA, ÉS CEGO ESPIRITUALMENTE. TODAVIA, SEM QUALQUER IRA POR SEU TOTAL DESCASO PELO CRIADOR E NO DESEJO DE QUE CHEGUES AO CONHECIMENTO DA VERDADE, LHE AFIRMO QUE DEUS AMA PECADORES QUE O ODEIAM.
      Eu poderia postar aqui uma infinidade de versos bíblicos sobre o cuidado ordenado nas Escrituras para com a família, todavia sei que sua ingenuidade, Simas, não é tanto para precisar disso. O de que precisas mesmo é de ARREPENDIMENTO, mas, como não tens nem sensibilidade e nem condições para perceber e mover-se em relação a isso, resta para ti, PEDIR a quem pode te conceder tal graça – JESUS CRISTO – O ÚNICO DEUS VIVO E VERDADEIRO!

  11. Sinceramente…. A maioria dos ateus são tão inteligentes e esses mesmos que são inteligentes não sabem que NUNCA vai deixar de existir a crença em Deus no mundo!Não há nada que se possa fazer para as pessoas deixarem de acreditar em Deus!Citem-me um mal provocado ou realizado por quem VERDADEIRAMENTE crê em DEUS!

      • Eu falei VERDADEIRAMENTE!Para cometerem assassinatos não criam em Deus nem aqui e em nenhum lugar.Falar que crer com a boca é muito fácil.O crer que estou me referindo é um crer LIBERTADOR de todo o mal!Não há como crer em Deus e praticar atrocidades!

    • O senhor George W. Bush, se diz cristão convicto e inclusive dizia ouvir a voz de Deus determinando que deveria ataca o raque na época governado pelo esquisito Saddam Hussein. Milhares de civis iraquianos morreram e se o Iraque estava uma coisa ruim agora está uma coisa hoirrenda. Mas a questão não é só o senhor Bush. Têm também seus aliados da OTAN cujos líderes governamentais se reivindicam cristãos.

  12. Crentes e sua ignorância típica. São tão convictos de um ser imaginário… Provem que Zeus e Thor não existem. Ah sei… Eles não são mencionandos naquela livro manipulado e adulterado que vocês chamam de sagrado… Muito bem… Espertinhos…

  13. Comentando:

    “A crença de Krauss (…) é a forma ‘religiosa’ que ele usa para explicar a sua existência sem Deus (…)”

    -Sim e não! -Se não temos (hoje e nem nunca até agora) boas razões pra crer que haja nada fora da natureza, por si mesma, que tenha criado o cosmos e nem temos nenhuma boa razão pra apelidarmos “deus” ela própria, só podemos apelar ao princípio antrópico que explique a si mesmo por meios naturais e observáveis por qualquer meio sensorial ou científico.

    “Ateus afirmam serem não religiosos, mas eles usam o seu conjunto de crenças como uma forma de explicar a vida sem Deus…”

    -Exatamente, é isso mesmo!

    “…eles adoram e servem a criação (por exemplo, o universo) em lugar do Criador”

    -Não exatamente. Posso, eu pessoalmente, e creio que muitos céticos e agnósticos em geral, que conhecem mesmo que modestamente um parte do que representa a dimensão do universo e seus mistérios, ficarmos estupefatos com a maravilha que, somente por meio do procedimento científico pudemos ter acesso. Se isso é “adoração”… Provavelmente essa palavra seja daquelas que ganha uma conotação completamente díspar entre uma mente religiosa e outra científica. E é por acreditar justamente que ela venha junta com o “servir” que prova que realmente eles não entendem nada do que sentimos em relação à realidade.

    Agora outras distinções:
    -Não se trata pra nós de “crença”, mas “a melhor hipótese atual”.
    -Não temos, portanto, um conjunto de crenças mas um conjuntos de FATOS que leva o nome de TEORIA, que é diferente de hípotese mas ainda é mais importante que um chute, que por vez, ainda é mais importante que, finalmente, uma crença.
    -O estupor da realidade talvez pudesse ser chamado de religião se não tivesse tão ligada com a ideia de um divino e obrigações ridículas ligadas a isso. Mas em nível pessoal não deixa de ser uma religação com a “essência primeira” do universo e da natureza. E há sim aí uma apreciação estética, muito mais bonita a meu ver. É mais bonita porque é infinitamente maior do que qualquer religião humana já pôde suspeitar, é mais bonito porque não depende de um dogma, é mais bonito porque é real!!!

  14. Comentando:

    “A crença de Krauss (…) é a forma ‘religiosa’ que ele usa para explicar a sua existência sem Deus (…)”

    -Sim e não! -Se não temos (hoje e nem nunca até agora) boas razões pra crer que haja nada fora da natureza, por si mesma, que tenha criado o cosmos e nem temos nenhuma boa razão pra apelidarmos “deus” ela própria, só podemos apelar ao princípio antrópico que explique a si mesmo por meios naturais e observáveis por qualquer meio sensorial ou científico.

    “Ateus afirmam serem não religiosos, mas eles usam o seu conjunto de crenças como uma forma de explicar a vida sem Deus…”

    -Exatamente, é isso mesmo!

    “…eles adoram e servem a criação (por exemplo, o universo) em lugar do Criador”

    -Não exatamente. Posso, eu pessoalmente, e creio que muitos céticos e agnósticos em geral, que conhecem mesmo que modestamente um parte do que representa a dimensão do universo e seus mistérios, ficarmos estupefatos com a maravilha que, somente por meio do procedimento científico pudemos ter acesso. Se isso é “adoração”… Provavelmente essa palavra seja daquelas que ganha uma conotação completamente díspar entre uma mente religiosa e outra científica. E é por acreditar justamente que ela venha junta com o “servir” que prova que realmente eles não entendem nada do que sentimos em relação à realidade.

    Agora outras distinções:
    -Não se trata pra nós de “crença”, mas “a melhor hipótese atual”.
    -Não temos, portanto, um conjunto de crenças mas um conjuntos de FATOS que leva o nome de TEORIA, que é diferente de hípotese mas ainda é mais importante que um chute, que por vez, ainda é mais importante que, finalmente, uma crença.
    -O estupor da realidade talvez pudesse ser chamado de religião se não tivesse tão ligada com a ideia de um divino e obrigações ridículas ligadas a isso. Mas em nível pessoal não deixa de ser uma religação com a “essência primeira” do universo e da natureza. E há sim aí uma apreciação estética, muito mais bonita a meu ver. É mais bonita porque é infinitamente maior do que qualquer religião humana já pôde suspeitar, é mais bonito porque não depende de um dogma, é mais bonito porque é real!!!

DEIXE UMA RESPOSTA