Brasil

Bispo Edir Macedo chama de “ladrões” fiéis que não ofertam: “O Senhor considera roubo quando não se devolve o dízimo”

Comments (214)
  1. JSB disse:

    Marcelo,
    Concordo Plenamente com vc Marcelo..mas o Edir marcedo esta falando de um jeito que da o dizimo é uma obrigação…e como vimos na palavra de Deus que não é…pois se vc der como obrigação Deus não recebe…como vc mesmo mencionou temos que da com alegria e liberalidade…acho que temos que da o dizimo por gratidão pois se não fosse por ele não teríamos o que temos…sou dizimista concordo com vc Mercelo mas não concordo que o dizimo é uma “obrigação”…
    Que Deus o abençoe amado..A Paz do Senhor Jesus

  2. miriamvsc disse:

    DÍZIMO E SUAS APLICAÇÕES NA TORAH ou seja RELIGIÃO JUDAICA

    O velho testamento da Bíblia fala de três modalidades de dízimos:

    1. Primeiro Dízimo – Ministerial (Sacerdotal):

    Destinado exclusivamente ao sustento dos levitas e sacerdotes. 10% da melhor parte,
    (Lv 27:30-34; Nm 18:20-32; Ne 10:39; 12:44; 13:10,11; 2Cr 31:4-6; Nm 18:29, 11-14)

    a) Quem poderia usá-lo? Os levitas, que repassavam aos sacerdotes, o dízimo dos dízimos (Nm 18:24; 2Cr 31:4-6).
    b) Onde seria usado? Em todo o lugar, onde eles viviam (Nm 18:31).
    c) Poderia ser resgatado? Sim: (Lv 27:30, 31)
    d) Teria multa no resgate? Sim: (Lv 27:30, 31).
    e) Podia ser comido pelo doador? Não

    f) Passou para a Nova Aliança? Há somente três referencias no novo testamento :
    1- Mt 23:23; Lc 18:12, Jesus mencionou que diante da Lei de Moises os fariseus observavam o dízimo dos temperos mas esqueciam da Justiça misericórdia e fé

    2- Hb 7:1-21 fala-se do dízimo que Abraão deu ao Sacerdote Melquiseque, aqui refere-se a um contexto de Genesis 14:17-20. Nessa época nem lei de Moisés ainda existia, e a bíblia só menciona essa vez na vida de Abraão. ( o contexto aqui não é para obrigar ninguém a dar dizimo, mas pra dizer que o sacerdócio de Cristo como o de Melquisedeque é maior que o dos levitas, que guardavam a lei)

    2. Segundo Dízimo – para as Festas:

    Era usado para as despesas pessoais dos levitas, nas festas anuais onde Deus determinava e, mais tarde, em Jerusalém (Dt 12:5-19; 14:22-29).

    a) Quem poderia usá-lo? Os israelitas, seus servos e os levitas (Dt 12:12, 18, 19; 14:27)
    b) Onde seria usado? No lugar escolhido por Deus para a realização das festas anuais, posteriormente estabelecido em Jerusalém (Dt 12:5,7,11,12, 17; 14:23).
    c) Poderia ser resgatado? Sim (Lv 27:30, 31).
    d) Teria multa no resgate? Sim (Lv 27:30, 31).
    e) Podia ser comido pelo doador? Não
    f) Passou para a Nova Aliança? ??????

    3. Terceiro Dízimo – de três em três anos

    Também conhecido como “dízimo dos pobres”, dizimo das colheitas era destinado para fins sociais; era separado a cada três anos e entregue aos pobres da terra de Israel.

    a) Quem poderia usá-lo? Os pobres da terra, os orfãos e as viúvas (Dt 14:29; 26:12).
    b) Onde seria usado? Era distribuído pelo israelita, na sua própria cidade (Dt 26:12).
    c) Poderia ser resgatado? Não
    d) Teria multa no resgate? –
    e) Podia ser comido pelo doador? Não. Ele confessava que não lançou mão nem fez uso deste dízimo (Dt 26:13-15).
    f) Passou para a Nova Aliança? ??????

    TOTALIZAVA 10%(ANUAL) + 10%(ANUAL)
    E NO 3º ANO FICARIA 10% +10% + 0.3%= 23.3 % (DIZIMO DOS POBRES SOMAVA 3 ANOS E DAQUI TIRAVA OS 10%), = 10/3 = 3.3)

    Não se fala em DIZIMAR mas sim em DADIVAR NA NOVA ALIANÇA:

    Com a doutrina dos apóstolos e a implantação da igreja do Senhor, na era da graça , os apóstolos nunca fizeram referencia para os cristãos observarem os dízimos, assim como nunca mandaram circuncidar, guardar o sábado, ou matar animais e fazer sacrifícios pelos pecados , se estudarmos a bíblia vamos descobrir que a verdade é dadivar, exemplos de dadivar :
    DISTRITUIÇÃO SE ALGUÉM TINHA NECESSIDADE:
    At 4:34 Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. At 4:35 E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha.

    A COLETA PARA DAR À IGREJA POBRE:
    (atos. 11: 29- enviaram socorro aos irmãos que passavam fome na Judéia no tempo de Cláudio Cesar. )

    e ofertas ao apostolo Paulo e outros mas nunca a esta palavra “dizimo” da Lei de Moisés. Fala-se sim, que Deus ama quem dá com alegria, nem por tristeza nem por necessidade.

    Ora, quanto à coleta que se faz para os santos, fazei vós também o mesmo que ordenei às igrejas da Galácia. 1 Coríntios 16:1

    No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, para que não se façam as coletas quando eu chegar. 1 Coríntios 16:2

    Porque pareceu bem à macedônia e à Acaia fazerem uma coleta para os pobres dentre os santos que estão em Jerusalém. Romanos 15:26

    Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber. Atos 20:35

    Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. 2 Coríntios 9:7

    2 Coríntios 8:2-5:
    Como em muita prova de tribulação houve abundância do seu gozo, e como a sua profunda pobreza abundou em riquezas da sua generosidade.

    Porque, segundo o seu poder (o que eu mesmo testifico) e ainda acima do seu poder, deram voluntariamente.

    Pedindo-nos com muitos rogos que aceitássemos a graça e a comunicação deste serviço, que se fazia para com os santos.

    E não somente fizeram como nós esperávamos, mas a si mesmos se deram primeiramente ao Senhor, e depois a nós, pela vontade de Deus.

    Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos. 1 João 3:16

    2Tessalonicences 3:6 : 10 Mandamo-vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo o irmão que anda desordenadamente, e não segundo a tradição que de nós recebeu. Porque vós mesmos sabeis como convém imitar-nos, pois que não nos houvemos desordenadamente entre vós, Nem de graça comemos o pão de homem algum, mas com trabalho e fadiga, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós. Não porque não tivéssemos autoridade, mas para vos dar em nós mesmos exemplo, para nos imitardes. Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto, que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também.
    Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo. Lucas 6:38
    E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado. Lucas 19:
    Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos. João 15:13
    Se algum crente ou alguma crente tem viúvas, socorra-as, e não se sobrecarregue a igreja, para que se possam sustentar as que deveras são viúvas. 1 Timóteo 5:16

    u o que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que preside, com cuidado; o que exercita misericórdia, com alegria. Romanos 12:8

    Porque pela obra de Cristo chegou até bem próximo da morte, não fazendo caso da vida para suprir para comigo a falta do vosso serviço. Filipenses 2:3

    orque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração. Mateus 6:21

    Tg 2:15 E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, Tg 2:16 E algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? Tg 2:17 Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma.

    Porque também uma e outra vez me mandastes o necessário a tessalônica. Filipenses 4:16

    Porque a administração deste serviço, não só supre as necessidades dos santos, mas também é abundante em muitas graças, que se dão a Deus. 2 Coríntios 9:12
    Porque os irmãos que vieram da macedônia supriram a minha necessidade; e em tudo me guardei de vos ser pesado, e ainda me guardarei. 2 Coríntios 11:9
    Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. 2 Coríntios 9:7

    Folgo, porém, com a vinda de Estéfanas, de Fortunato e de Acaico; porque estes supriram o que da vossa parte me faltava. 1 Coríntios 16:17
    At. 20: 29
    Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho; At 20:30 E que de entre vós mesmos se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si. At 20:31 Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar com lágrimas a cada um de vós. At 20:32 Agora, pois, irmãos, encomendo-vos a Deus e à palavra da sua graça; a ele que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os santificados. At 20:33 De ninguém cobicei a prata, nem o ouro, nem o vestuário. At 20:34 Sim, vós mesmos sabeis que para o que me era necessário a mim, e aos que estão comigo, estas mãos me serviram. At 20:35 Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber.
    Pode ler a bíblia mais e você descobrirá outras referências
    Email Miriamvsc@yahoo.com.br

  3. Eder Carriel disse:

    …"Porque os dízimos são propriedade exclusiva dEle”…dele quem? Neste caso do bispo né?!!! É por isso que sou +CCB!!! O que a mão direita dá, a esquerda não sabe! A oferta é voluntária e oculta, e o que for arrecadado converte para a manutenção e exclusivamente para o bem da Obra de Deus, não vai para homem nenhum comprar fazendas e desfrutar dos prazeres carnais. Trabalhamos e suamos para nosso próprio sustento!!!

  4. Micael Rodrigues disse:

    ele tá falando do mal exemplo que ele mesmo dá, roubar, arrancar o dinheiro dos fiéis a força, como se dinheiro ou bens materiais fossem as únicas prosperidades boas que Deus pode oferecer a uma pessoa. Para mim deve haver uma varredura no Brasil para se tirar todos os "pastores" que só pregam o ter dinheiro é tudo, se você não é rico Deus não vai está ao seu lado, isso que é o que esses crápulas estão plantando nas mentes dos mais frágeis…Deve-se haver também uma evangelização no sertão nordestino que é o lugar que mais carece da Palavra do Senhor, quantas pessoas estão precisando se converter nesses lugares e esses caras que se autointitulam "bispo", "apóstolo" , "sacerdotes de Cristo" só querem saber de semear a palavra em locais urbanos, cidades conhecidas no Brasil e no mundo inteiro ex: Nova Iorque, Berlim etc…Deus ainda vai mudar o quadro negativo do evangélico aqui, para que Brasil seja uma janela para o mundo e que ele olhe o Brasil não como o país do futebol, não pelo carnaval, não pelos números alarmantes de droga, sexo, violência existentes, mais que o mundo inteiro veja que o Brasil seja reconhecido pelo evangelho puro, sem presença de pessoas que tentam usurpar do Trono de Deus, que o Senhor mude o coração desses imundos, nojentos fiquem com Deus!!!

  5. Edson Souza disse:

    Se formos realmente analisar o texto completo do capitulo 3 de Malaquias, quem roubava a Deus nos dizimos e nas ofertas não era o povo e sim os sacedotes e os filhos de jaco(chefes tribais) e os que levavam as ofertas do povo tb roubavam.
    Em outras palavras, não compriam os comprissos que era para fazer com os dizimos e as ofertas. Cuidar das viuvas, dos orfãos, dos necessitados e estrangeiros.

    Hj o dízimo é do antigo testamento e não novo testamento.
    Não seguimos rituais judaicos e sim o Cristianismo.

  6. Marcony disse:

    Igreja católica, fundada por Cristo! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk a melhor piada do ano.

  7. Juraney disse:

    Somente o dízimo sem contar com as ofertas que os irmão levam à casa de oração tem dois propósitos determinados pelo Deus Criador dos céus e da terra.Nas escrituras sagradas,10% de todos os dízimos que os irmãos devolvem à casa do Senhor tem o propósito de (ajuda de custos dos ministros da casa do Senhor,ou seja para a manutenção dos serviços dos sacerdotes,pastores,iluminação,etc) ver Num18:26-31.Os 90% restantes de todos os dízimos que os irmãos devolvem à casa do Senhor tem o propósito da alimentação do povo ou seja para(mantimentos)de todo o povo sem discriminação nem preconceitos Mal3:10-1.
    Em Mt23:23 O Sr Jesus disse que tanto o dízimo é um dever devolver entregá-lo à igreja para fazer caridade importante a todos como um direito universal de todos pra todos.A igreja,foi organizada desde os tempos antigos para zelar pela fé no Deus criador dos céus e da terra,e cuidar dos orfãos,das viuvas,dos necessitados,e de todos quantos a Ele se chegue,pois o pastor não veio ser servido mas servir.
    Ver Tiago 2:24 Lucas 11:11-13 Mateus 25:36-46.
    Infelizmente os pastores e sacerdotes das milhares de igrejas espalhadas pelo mundo nunca darão ao povo esse direito.Essa tirania contra Deus e contra o povo tem causado escassez de viveres,secas,desastres naturais e calamidades em todas as partes do mundo.
    Esses 90% de todos os dízimos sempre serão usados em benefício dos próprios pastores e sacerdotes das milhares de igrejas no mundo todo,ao invés de servir para matar a fome dos milhares de necessitados,a exemplo dos milhares de africanos e sul-americanos que vivem na mais completa miséria.
    Essas milhares de igrejas são como gafanhotos que tiram as esperanças e devoram as vidas das milhares famílias e criancinhas do mundo.
    Não critiquem o bispo,não critiquem ninguém,apenas dei-lhes a oportunidade de demonstrarem amor e reconhecimento de que ninguém está a cima das leis de Deus,e que precisamos amar o nosso semelhante pois,só a fé e o amor poderá salvar o mundo do caos.

  8. Michel Gaia disse:

    kkkkkkkkkkk esse cara é uma piada!

    Estão fazendo da fé barganha, negócio, comercio…
    Que só vêem na piedade uma fonte de lucro (1Tim 6,5)
    Porque a raiz de todos os males é o amor ao dinheiro (1 Tim 6,10)
    Se Nosso Senhor voltasse iria meter o chicote nesse povo protestante, como fez com os vendilhões do Templo.
    Mais de 50 mil denominações diferentes, cada qual tem uma interpretação das escrituras, cada qual tem sua maneira de ver o Evangelho, tem igreja para cada gosto, o negocio é agradar o freguês…..De fato não á dois(evangelhos): há apenas pessoas que semeiam a confusão entre vós e querem perturbar o Evangelho de Cristo.
    Mas ainda que alguém de nós ou anjo baixado do céu, vos anunciasse um evangelho diferente do que vos temos anunciado, que ele seja anátema (GL 1,7-8).
    Os charlatões da fé viriam e todos sabiam, mas assim mesmo se deixaram seduzir:
    O Espírito diz expressamente que nos tempos vindouros, alguns hão de apostatar da fé, dando ouvidos a espíritos embusteiros……(1Tim 4,1…)
    Eles saíram dentre nós, mas não eram dos nossos.Se tivessem sido dos nossos, ficariam certamente conosco.
    Mas isto se dá para que se conheça que nem todos são dos nossos (1Jo 2,18-19).
    Não existe neste meio, unidade doutrinal…..não cabe ai a vontade de Nosso Senhor Jesus Cristo: Que todos sejam um!
    Uma só Fé, Um só Batismo! O protestantismo retalha o cristianismo a cada dia que passa, eis o resultado…………

  9. julio disse:

    para conhTragam Seus Dízimos e Recebam as Bênçãos de Deus:
    É Esta, Hoje em Dia, a Vontade de Deus?
    As pessoas religiosas, hoje em dia, ouvem muita coisa a respeito do dízimo. Os pregadores, freqüentemente, citam Malaquias 3:10 para encher os cofres de suas igrejas. Nesta passagem, o profeta de Deus disse:
    “Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e provai-me nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós bênção sem medida.”
    Que texto de pregação poderoso! Mandamento de Deus. Obrigação clara. Teste de fidelidade. Garantia de bênção. Não é surpresa que esta seja uma passagem favorita de muitos pregadores modernos.
    Mas estariam estes pregadores tratando corretamente a palavra de Deus (veja 2 Timóteo 2:15)? Deus exige nossos dízimos hoje em dia? Ele está prometendo bênçãos materiais abundantes em retribuição? Examinemos estas questões de acordo com a Bíblia para determinar o que Deus realmente quer (veja Atos 17:11).
    Deus exige nossos dízimos, hoje em dia?
    Não há dúvida que Deus exigiu o dízimo na Bíblia. Mas, para entender sua vontade para os dias de hoje, precisamos examinar as passagens que discutem o dízimo. Pesquisemos brevemente o ensinamento bíblico sobre este assunto.
    O dízimo antes da lei de Moisés
    Antes que Deus revelasse uma lei escrita a Moisés, para governar os descendentes de Israel, encontramos duas ocasiões quando homens deram ou prometeram dízimos a Deus. Depois do resgate de pessoas e de bens que tinham sido tomados de Sodoma numa guerra, Abraão deu um dízimo a Melquisedeque, o sacerdote de Deus (Gênesis 14:18-20). Mais tarde, Jacó (o neto de Abraão) prometeu devolver a Deus 10% de sua prosperidade (Gênesis 28:22). Estes dízimos parecem ter sido voluntários. Não há registro de qualquer mandamento de Deus a respeito do dízimo antes do tempo de Moisés. Certamente, o dízimo de Abraão não é mais um padrão para hoje na mesma forma que o exemplo de Noé não exige que nós construirmos uma arca hoje em dia. Pela mesma razão que pregadores hoje em dia não têm o direito de exigir que você construa um grande barco, eles não têm base para usar os exemplos de doações de dízimo do livro de Gênesis para exigir que você dê 10% de sua renda a uma igreja.
    O dízimo na lei de Moisés
    É indiscutivelmente claro que Deus ordenou o dízimo na lei que ele deu através de Moisés. Muitas passagens mostram essa exigência (por exemplo, Levítico 27:30-33; Números 18:21-32; Deuteronômio 12:1-19; 26:12-15). O dízimo era uma característica da relação especial entre Deus e o povo escolhido de Israel (Deuteronômio 14:22-29). Nenhum estudante da Bíblia pode negar a necessidade do dízimo, sob a lei de Moisés.
    Sempre que as pessoas se referem à lei de Moisés, é importante lembrar que Deus deu essa lei aos israelitas, descendentes de Abraão especialmente escolhidos. A manutenção dessa lei era necessária para mostrar que eles eram um povo separado, escolhido (Êxodo 19:1-6; Deuteronômio 26:16- 19). Estes mandamentos a respeito do dízimo foram parte “da lei de Moisés, que o Senhor tinha prescrito a Israel” (Neemias 8:1).
    Malaquias viveu no mesmo tempo que Neemias. Ele era um judeu que pregava aos judeus (Malaquias 1:1). Ele viveu sob a lei de Moisés e encorajou outros israelitas a serem obedientes a essa lei (Malaquias 2:4-8, 10; 4:4). Ele usou pensamentos dessa lei para prever as responsabilidades e bênçãos espirituais, ainda por vir, através de um descendente de Abraão, mas não impôs sobre todas as pessoas de todos os tempos a obrigação de dar o dízimo. Qualquer esforço para voltar à lei de Moisés, hoje em dia, é um esforço para reconstruir o muro de separação que Jesus morreu para destruir (Efésios 2:11-16). Certamente, os verdadeiros seguidores de Jesus não quererão anular seu sacrifício só para acumular dinheiro no tesouro de uma igreja!
    O dízimo no Novo Testamento
    Todas as pessoas agora vivem sob a autoridade de Cristo, como foi revelada no Novo Testamento (Mateus 28:18-20; João 12:48; Atos 17:30- 31). Sua vontade entrou em vigor depois de sua morte (Hebreus 9:16-28). Estes fatos nos ajudarão a entender as passagens do Novo Testamento, a respeito do dízimo.
    Durante sua vida, Jesus reconheceu a autoridade da lei de Moisés. Ele era um judeu, nascido sob a lei (Gálatas 4:4) e com a missão de cumprir essa lei (Mateus 5:17-18). Jesus criticou os judeus hipócritas, que negligenciavam outros mandamentos divinos, enquanto zelosamente aplicavam a lei do dízimo (Mateus 23:23; Lucas 11:42; 18:9-14). Jesus não ensinou que a lei do dízimo seria uma parte de sua nova aliança, que entraria em vigor após sua morte.
    O livro de Hebreus fala do dízimo, para mostrar a superioridade do sacerdócio de Jesus, quando comparado com o sacerdócio levítico da Velha Lei (Hebreus 7:1-10). Esta passagem não está ordenando o dízimo para hoje em dia. De fato, o mesmo capítulo afirma claramente que Jesus mudou ou revogou a lei de Moisés (Hebreus 7:11-19). O dízimo não é ordenado na lei de Cristo, que é o Novo Testamento.
    Que lei se aplica hoje?
    Não vivemos sob a lei de Moisés, hoje em dia. Jesus aboliu essa lei por sua morte (Efésios 2:14-15). Estamos mortos para essa lei para que possamos estar vivos para Cristo (Romanos 7:4-7). A lei gravada nas pedras, no Monte Sinai, extinguiu-se e a nova aliança permanece (2 Coríntios 3:6-11). A lei funcionou como um tutor para trazer o povo a Cristo, mas não estamos mais sob esse tutor (Gálatas 3:22-25). Aqueles que desejam estar sob a lei estão abandonando a liberdade em Cristo e retornando à escravidão (Gálatas 4:21-31). As pessoas que voltam a essa lei estão decaindo da graça e se separando de Cristo (Gálatas 5:1-6). Não temos o direito de retornar a essa lei, para obrigar que guardem o sábado, a circuncisão, os sacrifícios de animais, as regras especiais sobre roupas, a pena de morte para os filhos rebeldes, o dízimo e qualquer outro mandamento da lei de Moisés.
    Vivemos sob a autoridade de Cristo e temos que encontrar a autoridade religiosa na nova aliança que ele nos deu através de sua morte. Ele é o mediador desta nova aliança (Hebreus 9:15). Seremos julgados por suas palavras (João 12:48-50). Desde que Jesus tem toda a autoridade, temos a responsabilidade de obedecer tudo o que ele ordena (Mateus 28:18-20).
    O que o Novo Testamento diz a respeito das dádivas?
    Jesus, através de Paulo, ensina que as igrejas devem fazer coletas nas quais os cristãos darão de acordo com sua prosperidade (1 Coríntios 16:1- 2). Temos que dar com amor, generosidade e alegria, conforme tencionamos em nossos corações (2 Coríntios 8:1-12; 9:1-9). Portanto, podemos dar mais do que 10% ou menos do que 10%. Temos que usar nossos recursos financeiros, e todos os outros recursos, no serviço de Deus. Não somos mandados por Deus para darmos uma porcentagem especial.
    E a respeito das bênçãos?
    Malaquias pregou a uma nação carnal que estava sofrendo as conseqüências carnais do pecado. Ele prometeu bênçãos materiais de Deus para aqueles que se arrependessem de sua desobediência. Não encontramos esta importância material no Novo Testamento. Deus garante aos fiéis que eles não precisam se preocupar com as necessidades da vida (Mateus 6:25-33).
    Mas o Novo Testamento não promete luxo, conforto e riquezas. Jesus sofreu nesta vida, e assim seus seguidores sofrerão (Marcos 10:29-30; Lucas 9:57-62). A preocupação com a prosperidade material nos distrai da meta celestial e nos arrasta à idolatria da cobiça (Colossenses 3:1-5). Tais motivos não têm nenhum lugar entre os cidadãos do reino de Deus.
    Destorcendo Malaquias 3:10
    Aqueles que citam Malaquias 3:10 para exigir o dízimo, e prometem prosperidade material, estão destorcendo a palavra de Deus. Eles estão enchendo os tesouros das igrejas ao desviarem a atenção de seus seguidores das coisas espirituais para darem atenção às posses materiais. Pedro advertiu sobre tais mestres: “Também, movidos pela avareza, farão comércio de vós, com palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme” (2 Pedro 2:3).
    Mirando a meta celestial
    Deus oferece uma coisa muito melhor aos seus seguidores: um prêmio eterno no céu. Paulo nos desafia a mirar essa meta: “Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as cousas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus. Pensai nas cousas lá do alto, mas não nas que são da terra” (Colossenses 3:1-2).
    ecimento

  10. Há duas questões envolvidas nesta questão do dizimo, por parte desses pseudos ministros de Deus, dos dias atuais. A primeira, é uma fonte segura de arrecadação, uma vez que a maioria dos crentes, não tem entendimento da bíblia.Sendo assim fica fácil serem manipulados, e induzidos a praticar algo que satisfaça ao
    homem.

    Segunda questão; é que os pseudos ministros, querem compensar, com uma falsa fidelidade e lisura, diante de Deus, as doutrinas neo testamentarias que eles refutam, torcem e atropelam. Usando de exegeses
    tendenciosas para o erro.

  11. Engraçado, ele só disse uma coisa que o próprio MALAQUIAS disse. Aliás, que o PRÓPRIO DEUS DISSE.

    Qual é a novidade?

    Olha, eu não sou da Universal, mas tem horas que o povo pega pesado com o Edir Macedo.

    Quem não é dizimista, é LADRÃO sim. É o que está escrito.

    Ou a gente acredita nisso, ou rasgamos nossas bíblias.

    Deus é CLARO: TODAVIA VÓS ME ROUBAIS. Ml 3.8-10

  12. JUNIOR MELO disse:

    ESSA HISTORIA DE QUE O CATOLICISMO ´É UNO, E APOSTOLICO, NAO CONVENCE MAIS NINGUEM!!
    CONHEÇAM AS DIVISÕES DAS IGREJAS CATÓLICAS
    APOSTÓLICAS ROMANAS

    Igreja Católica Apostólica Brasileira: A ICAB é uma Instituição religiosa, Cismática (discordância de opiniões) da Igreja Católica Apostólica Romana, fundada em 6 de julho de 1945, por Dom Carlos Duarte Costa.

    Episcopado da Igreja Católica Apostólica Brasileira

    Movimento Católico Independente: O movimento católico independente do Vaticano veio para a Grã-Bretanha em 1908, quando Arnold Harris Mathew, foi consagrado bispo na antiga Igreja Católica de Utrecht.

    Velha Igreja Católica: Os termos Velha Igreja Católica, Antiga Igreja Católica ou Igreja Vétero-Católica referem-se a uma associação dos movimentos e Igrejas nacionais católicas independentes do Papa e surgidas após o Concílio Vaticano I (1869-1870). Atualmente, a Igreja Vétero-Católica não está em comunhão com a Santa Sé, está em plena comunhão com a Comunhão Anglicana e é um membro do Conselho Mundial das Igrejas.

    Igreja Católica Oriental: As Igrejas Católicas Orientais são Igrejas particulares sui iuris em plena comunhão com o Papa. Elas conservam as seculares tradições litúrgicas e devocionais das várias igrejas orientais com as quais estão associadas historicamente. Enquanto divergências doutrinárias dividem as igrejas orientais não-católicas em grupos desprovidos de comunhão mútua, as Igrejas Católicas Orientais acham-se unidas umas com as outras bem como com a Igreja Católica de Rito Latino (sediada no Ocidente), conquanto se diversifiquem quanto à ênfase teológica, às formas da liturgia, à piedade popular, à disciplina canônica e à terminologia. Sobretudo, elas reconhecem a função central do Sumo Pontífice, sua suprema autoridade e
    sua infalibilidade magisterial. Apesar disso, as Igrejas orientais católicas têm uma autonomia considerável em relação ao Papa.

    Igreja Católica Copta: A Igreja Católica Copta é uma Igreja particular oriental sui juris em plena comunhão com a Igreja Católica. Isto quer dizer que ela, nunca abandonando as suas veneráveis tradições e ritos litúrgicos orientais, aceita a autoridade e primazia do Papa. Unida formal e oficialmente à Santa Sé em 1741, esta Igreja foi fruto de uma cisão ocorrida na Igreja Ortodoxa Copta, que não aceita a autoridade papal.

    O seu rito litúrgico é de tradição alexandrina e a sua língua litúrgica é o copta. Desde 2005, esta Igreja oriental é governada pelo Patriarca copta Antonios Naguib, juntamente com o seu sínodo, mas sempre sob a supervisão do Papa.

    Igreja Católica Carismática: A Igreja Católica Carismática não é dissidente da Renovação Carismática Católica (RCC), um movimento de caráter pentecostal pertencente à Igreja Católica Romana. Como denominação iniciou as atividades em 2004, em Belém/PA, quando foi sagrado o seu bispo. Na sua origem está o Instituto Santo Expedito, criado dento da Igreja Católica Apostólica Romana, na década de 1960, para incentivar as formação de capelães militares. Atualmente o Instituto está vinculado à Igreja Católica Carismática.

    Não está sob a jurisdição da Igreja Católica. Possui sucessão apostólica Romana (Vétero-Católica) e Ortodoxa Grega. No Brasil é liderada por um Arcebispo Primaz e possui o apoio de Dom Milingo, ex-arcebispo católico romano de Luzaca (Zambia-África). Não se deve confundir a Igreja Católica Carismática com o movimento da RCC, movimento esse vinculado à Igreja Católica Romana, nem com a Igreja Católica Apostólica Carismática de Portugal, membro da Comunhão Internacional da Igreja Episcopal Carismática.Tanto os presbíteros como os bispos podem ser casados e as mulheres são admitidas no ministério eclesiástico.

    Igreja Católica Conservadora do Brasil: A Igreja Católica Conservadora do Brasil é uma denominação católica de rito romano. Tem caráter independente e, por isso, não presta obediência ao bispo de Roma – em semelhança às Igrejas Vétero-Católicas. Foi fundada pelo Patriarca Dom Darcy Milani. Sua sede fica em Santa Catarina, na cidade de São Domingos, em uma localidade chamada Vila Milani, que se intitula a Capital Mundial da Fé.

  13. Marcelo de Barros disse:

    Carla Flávia

    Aí eu te faço a mesma pergunta que já tinha feito anteriormente, quem não dá o dízimo não entrará no céu?

  14. waldir disse:

    Meu caro, tua internet deveria ser confiscada. Você está assassinando a História. Igreja Católica fundada em 33 AD??? Era só o que faltava!!! Tu acreditas na virgindade da tua mãe também?

  15. claudenir disse:

    Falei q não ia mais falar contigo depois desta não aguentei,acho q voce se faz de bobo para passar bem,eu respondo a tua pergunta com outra pergunta,ladrão entra no céu?

  16. Marcelo de Barros disse:

    Claudenir, já que você gosta de responder uma pergunta com outra pergunta, vou lhe devolver a pergunta, a salvação é mediante o pagamento de dízimo?

    Desculpe, não aguentei, rsrsrs, quanta falta de conhecimento bíblico….

  17. Edson Souza disse:

    Carla Leia o texto completo.

    O povo não estava roubando a Deus e sim os sarcedotes e os chefes da tribos que levam os dizimos e as ofertas em acordo com os sarcedotes.

    Pega só um vesiculo pra colocar medo nos fieis é fácil.

    Além do mais seguimos Cristo do novo testamento e não o judaismo do antigo testamento.

    Só faltava vc dizer que precisamos SACRIFICAR ANIMAIS.

    Só Jesus na nossa vida para não sermos manipulados.

  18. Edson Souza disse:

    “Após ter comido do fruto da árvore da vida…,”?

    Que eu saiba o texto se refere a arvore do conhecimento do BEM E DO MAL.

    Agora dizer que era a primícia de Deus(o dízimo)
    É uma interpretação absurda. Meu Deus!!!!

    Ele foram expulso por desobedecerem e pq os olhos estavam abertos para o mal e Deus não queria que ele vivessem eternamente nessas condições.Adão e Eva poderiam comer da ARVORE DA VIDA e poderiam viver em estado de pecado eternamente.Por isso Deus colocou dois querubins para guardar o jardim.

    Como pode dizer que a arvore que Adão e Eva comeram se refere ao dizimo de Deus?

    Só pode ser a idade.

  19. Como provas (cabal) de que nosso MOVIMENTO é imparcial (ama estar com a verdade), enfatizamos que o infeliz do “Mais cedo” (que mais cedo ou mais tarde vai ver a casa cair e feio – como a Palavra diz em Mateus 7:24-17) está até correto em dizer que quem não dizima é ladrão (e ladrão que rouba a Deus), porque em Malaquias capítulo 3 fala isso, de maneira claríssima. Contudo, quem em sã consciência iria dizimar (patrocinar) na IURD, ou seja, num lugar, onde, sabe-se, a arrecadação não será para o bem, mas sim para uma Emissora que trabalha para o mal (com programas que destroem famílias, como, por exemplo, o tal “fazenda dos burros”)? Só quem tem “problema” de cabeça. Assim, sendo, ô irmãozinho que ainda está na IURD, vá para uma casa realmente de Deus, onde você irá poder dizimar com alegria e ficar no agrado de Senhor.

    http://www.escolabiblicadominical.net
    MOVIMENTO Escola Bíblica Diferente
    SOCIAL, sempre, e INDO ALÉM, sem conversa fiada

  20. claudenir disse:

    onde esta a droga do meu comentario

  21. Thiago disse:

    Engraçado mesmo neh, nos gastamos dinheiro e ate o que nao temos, ficamos endividado ate o pescoço, e quando e pra devolver o dizimo a Deus muitos roubam, isso mesmo ROUBAM a Deus, e ainda tem gente que deseja que Deus os respondam em primeiro lugar, pessoas assim quebram e nem sabe o porque, devolvo meu dizimo sim e com prazer porque nada tem me faltado tenho orgulho de ver a obra de Deus crescendo em breve o Templo De Salomao, em fim e que nao devolve nao quer dizer que ira para o inverno mais sim tera o devorador na sua vida financeira nao pensem que Deus e bonsinho e piedoso. voce vai estar se iludino, e nem pense que so porque hj somos ultra mega power desenvolvidos que Deus nao vai usar sua furia contra os infeis nao, ele vai sim se ja nao esta usando em alguns de vcs ai, eu nao sei pare e pensa como ta sua vida.

  22. O BISPO MACEDO ESTÁ CERTO, EM MALAQUIAS 3, DEUS DIZ QUE QUEM NÃO DEVOLVE OS DÍZIMOS ESTÁ ROUBANDO DE DEUS.

  23. Edson Souza disse:

    Pq os comentários não aparecem?

    O administradores do site precisam resolver isso logo.

  24. deus tenha mizericordia das pessoas que fala de uma altoridade de deus le romanos 14 com atençao

  25. e muito facio acuzar as pessoas saiba jesus esta voltantado cuide de si mesmo

  26. Dizimo é judaísmo, oferta é cristianismo! Dizimo é lei, oferta é graça! quem vive na lei deve dizimar, quem vive na graça deve ofertar, não apenas dinheiro, mais sua vida em tudo! procurem ofertar com amor em igrejas socialista que tenha compromisso sincero com as almas e as pessoas e não em igrejas capitalistas…

    Jackson Macena
    http://www.jacksonmacena.com.br

  27. marcio disse:

    macedo dizimo e para ajudar os orfao e viuvas no antigo testamento nao para comprar canal de tv aviao mansao presta atencao quem e o ladrao nessa historia leia malaquias 3;5 macedo macedo um dia voce vai dessa para outra abra os olhos doutor da lei

  28. Lucas Cunha disse:

    Nossa o bispo macedo causou impacto. Engraçado muitos comentários não? Desconsiderem a passagem do jovem rico e a passagem q fala q as pessoas vendiam o que tinham e colocavam nos pés dos apóstolos. Cuidado hein, Jesus pode pegar vocês de surpresa. Ah rasguem suas bíblias então. Parece que usam A Bíblia só debaixo do braço.

  29. Guto disse:

    As palavras do Senhor é que cada um contribui com aquilo que estiver proposto em seu coração e não em porcentagem, isso é do antigo testamento. Edir macedo só ´pensa em dinheiro, tem mansão milionaria em Campos do Jordão e rede de Tv, as custas dos dizimos do povo, por isso diz isso. E ainda fala em roubo se vive com tudo luxo as custas do dinheiro dos fieis, faça- o favor seu Macedo, picaretagem tem lmite.

  30. soares disse:

    a verdade e que todos os que criticam esta verdade vivem na pratica do engano nao quer dar o dizimo que e de DEUS por que e tudo um bando de ladroes que roubam a DEUS e ficam de hipocrisia criticando o bispo vai tomar banho bando de endemoniados

  31. O “Mais Cêdo” (cuja casa, mais cedo ou mais tarde, cairá e feio – Mateus 7:24-27) calado já está errado. Agora, vejam só!!! Uma SEITA (que ainda tem a careta de insistir se intitulando “igreja”), enfim uma SEITA, cujos líderes estão na direção de uma emissora que ainda tem a “careta” de lançar (ou infectar) no ar o programa de nome “Fazenda dos Burros”,… respondam: QUEM É QUE ESTÁ PRECISANDO DE UM DESCARREGO???

    http://www.escolabiblicadominical.net
    MOVIMENTO Escola Bíblica Diferente
    SOCIAL, sempre, e INDO ALÉM, sem conversa fiada

  32. Manoel disse:

    Realmente o dízimo é bíblico, os líderes de igrejas dizem quem não paga o dízomo está roubando, é bíblico, todo crente sabe disso, eu pergunto: a fidelidade é só para o membro e não tem validade para os bispos e pastores? Pois é, estou vendo os megas pregadores da prosperiade se transformarem em multinacionais, e os pagantes estão todos ricos?

  33. Michel disse:

    dizia Lutero, ao ver a sua fé recém fundada se estilhaçar:

    “Este não quer o batismo, aquele nega os sacramentos; há quem admita outro mundo entre este e o juízo final, quem ensina que Cristo não é Deus; uns dizem isto, outros aquilo, em breve serão tantas as seitas e tantas as religiões quantas são as cabeças” ( Luthers M. In. Weimar, XVIII, 547 ; De Wett III, 6l ).

    Lutero não deve estar se revirando no tumulo,pois ainda em vida teve tempo de ver o resultado faiil de sua obra.
    No final da vida, admitindo a consciência de seu erro, escrevia arrependido:

    “Se o mundo durar mais tempo, será necessário receber de novo os decretos dos concílios (católicos) a fim de conservar a unidade da fé contra as diversas interpretações da Escritura que por aí correm.” (Carta de Lutero à Zwinglio In Bougard, Le Christianisme et les temps presents, tomo IV (7), p. 289).

  34. Michel Gaia disse:

    Dizia Lutero, ao ver a sua fé recém fundada se estilhaçar:

    "Este não quer o batismo, aquele nega os sacramentos; há quem admita outro mundo entre este e o juízo final, quem ensina que Cristo não é Deus; uns dizem isto, outros aquilo, em breve serão tantas as seitas e tantas as religiões quantas são as cabeças" ( Luthers M. In. Weimar, XVIII, 547 ; De Wett III, 6l ).

    No final da vida, admitindo a consciência de seu erro, escrevia arrependido:

    "Se o mundo durar mais tempo, será necessário receber de novo os decretos dos concílios (católicos) a fim de conservar a unidade da fé contra as diversas interpretações da Escritura que por aí correm." (Carta de Lutero à Zwinglio In Bougard, Le Christianisme et les temps presents, tomo IV (7), p. 289).

  35. Manoel disse:

    Católico quer dizer universal, aí tudo bem, só que a idolatria da igreja católica sem dúvidas é reprovada por Deus diz a Bíblia, é uma grande cegeuira espiritual, se Lutero ainda tivesse vivo estaria com grande urgulho para honra e glória de Deus, por ter deixado de adorar os bonecos feito por mãos humanas e ter como seu único mediador para com Deus o Senhor Jesus, idolatria e feitiçaria andam de mãos dadas, isso é uma prática do cotolicismo.

    1. Michel disse:

      Permitindo a reforma religiosa….kkk vc acha que isso foi uma benção de Deus!

      Caríssimo,se Deus desse sua benção a deformação protestante suas deniminações não estariam em mais de 50 mil em ordem crescente.
      Eu já fui da igreja batista,e tive as mesmas ideias anticatólicas que vc,mas graças a Deus como um grande e crescente numero de pessoas eu estudei deixando os pré-conceitos de lado e me atendo na busca sincera,hoje sou Católico com muito orgulho,o ditado que diz: católico que não estuda vira protestante e protestante q estuda vira católico é bem verdade,a Igreja perde os incautos e ganha os preparados.Nos EUA houve a conversões em massa,em um curto tempo mais de 500 pastores protestantes,então acho que minhas antigas concepções e suas atuais devem ter algo de errado!

      Não se deixem enganar pelas mentiras que o diabo sopra lhes ao ouvido.Estudem,deem credito aos artigos com fontes documentais.
      pesquise nos sites e blogs:
      Fim da farsa
      Cai a farsa
      Veritatis splendor
      Montfort
      Lepanto | Frente Universitária & Estudantil
      Veja tbm a comunidade do orkut:
      Museu da mentira

  36. Manoel disse:

    Que maravilha de AMOR que o SENHOR DEUS tem por nós, nos dando JESUS para sermos salvos e permitindo a reforma religiosa, nos tirando da idolatria do catolicismo reprovado, por isso só temos que agradecer ao nosso DEUS.

  37. Manoel disse:

    Que o Senhor Deus nos livre da maldição da idolatria do catolicismo, vivemos num país democrático e em paz com os católicos e qualquer tipo de crença, mas unidos na mesma fé já mais, estamos fora dos concílios católicos antibíblicos, só Jesus salva, “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos” Atos 4:12

  38. Michel disse:

    De fato não á dois(evangelhos): há apenas pessoas que semeiam a confusão entre vós e querem perturbar o Evangelho de Cristo.
    Mas ainda que alguém de nós ou anjo baixado do céu, vos anunciasse um evangelho diferente do que vos temos anunciado, que ele seja anátema (GL 1,7-8).
    Os charlatões da fé viriam e todos sabiam, mas assim mesmo se deixaram seduzir:
    O Espírito diz expressamente que nos tempos vindouros, alguns hão de apostatar da fé, dando ouvidos a espíritos embusteiros……(1Tim 4,1…)
    Repetição:Eles saíram dentre nós, mas não eram dos nossos.Se tivessem sido dos nossos, ficariam certamente conosco.
    Mas isto se dá para que se conheça que nem todos são dos nossos (1Jo 2,18-19).
    Não existe neste meio, unidade doutrinal…..não cabe ai a vontade de Nosso Senhor Jesus Cristo: Que todos sejam um!
    Uma só Fé, Um só Batismo! O protestantismo retalha o Cristianismo a cada dia que passa, eis o resultado…………

  39. Marcelo disse:

    Ah sim Michel, com isto você quer dizer que a igreja que permaneceu imaculada foi a católica? Poupe-me dos seus argumentos sórdidos, todos sabemos no que a Igreja Católica se tornou, saiu do meio da Igreja Primitiva, se corrompeu com o poder romano e se tornou no que é hoje, a história está aí, conta tudo sobre isso, agora, você quer que acreditemos nos documentos forjados e manipulados pela própria Igreja Católica para dar crédito ao que ela diz? Com licença cara, não aturo a IURD, Mundial e toda esta cambada de manipuladores e honestamente? A ICAR está no mesmo patamar ou se não for pior, portanto, não tente encucar suas ideias baseadas em estudos e relatos de pessoas que manipularam a história para estarem onde estão na cabeça dos outros não, talvez isso funcione com os incautos, os ignorantes, não conosco….

    1. Michel disse:

      Estude patrística(o cristianismo primitivo) e tire suas conclusões,de preferencia trabalhos de historiadores consagrados,ainda hoje a arqueologia vem confirmar a patrística.
      Não estou pedindo que vc acredite nisso ou naquilo,eu não me importo,mas caríssimo,Cristo estaria com sua Igreja até o fim do Mundo,vc contraria as promessas de Nosso Senhor ao dizer que a Igreja teria se corrompido.Mas pense como quiser…estude.
      A antes que eu me esqueça,isso não funciona com incautos como vc disse,pois os incautos preferem a ignorância,é um caminho mais comodo.Não conheci nenhum incauto convertido a fé Católica pelos estudos,pelo contrario,muitos teólogos,pastores etc ete.enquanto os católicos ignorantes engrossam as fileiras pentecostais,a Igreja recebe os protestantes Doutos.(vc fala não conosco,como se fossem uma unica igreja,e vc o líder né que fala por todos,pode se frustrar ao descobrir que esse nós não tem o mesmo parecer que o seu).

  40. Manoel disse:

    Tem alguns sujeitos, sem rumo, que diz: fui de uma igreja evangélica tal e hoje sou católico, eu acredito que uma pessoa assim não tenha passado pelo novo nascimento. A bíblia contém a palavra de Deus, ninguém tem a primazia nem tão pouco pode ser monopolizada por alguém, se há um número crescente das igrejas evagélicas, é para honra e glórias de Deus, porque o único mediador entre Deus e os homens é Jesus, leia 1 Timóteo 2:5 e esse Jesus maravilhoso de acordo com a Bíblia é que nós pregamos e cremos, Nós crentes vivemos: sem idolatria, sem mariolatria, sem a tradição dos fariseus, sem a imposição do celibato, sem o batismo de criançase e sem o besteirol, mas só e unicamente com Jesus…amem.

  41. Manoel disse:

    Disse bem GL 1:7-8, então porque criaram um ídolo chamada aparecida? E ainda dizem que é padroeira do Brasil? Isso não significa outro evangélho? padroeira de vocês e não dos evangélicos. Tu vai ler a bíblia, deixa de bobeira, você pensa que com esses bonecos feitos por mãos hamanas vai agradar a Deus, isso é tão somente idolatria, abominação ao Senhor e ainda carregam os bonecos em procissão e dizem que estão evagelizando, que coisa terrivel.

    1. Satanas disse:

      Manoel Voce é dos meus queimaremos juntos no fogo do inferno.. estaremos de mãos dadas nas chamas sentindo todas as dores e sofrimentos e vamos nos divertir muito com isso, quero te estrupar todos os dias, estrupar sua mae na sua frente nos vamos nos divertir

      1. omg disse:

        haha, esse nick é bizarro!!

  42. Manoel disse:

    O Macedo quer o dízimo que é para ele usufruir, se não estará fora da aliança, aí você manda ele receber dos 196 açoites que Paulo recebeu em 2 Coríntios 11:24-25, só 10% que significa 19 chibatadas para ver quantos pulos ele dava se não tivesse amarrado.

  43. quando a Bíblia diz em Malaquias que o homem ta roubando DEUS, quando não da o dizimo!DEUS ta falando não é pro zé povinho.é para os sacerdotes, vamos trazer pra hoje. então seria para os lideres religiosos.leia Malaquias.cap.2: e o 3: na integra.e vamos entender o cap.3:o dizimo era para o povo de israel.o dizimo ta incluído na lei cerimonial e JESUS aboliu.gente estudem a BÍBLIA!!!!!!!

  44. Sergio Olimpio Ribeiro disse:

    Edir Mais cedo $$$$$$$$$$$$$. Grande mentirosoooooooooooo , leia a Bíblia Edir Macedo.

  45. Sergio Olimpio Ribeiro disse:

    Edir Macedo ensine a verdade e deixe de ensinar mentiras.

  46. Sergio Olimpio Ribeiro disse:

    Bispo de pessíma categoria , kkkkkkkkkkkkkk

  47. Lúcia disse:

    Graças à Deus não sou mais membro daquela igreja. Deus mesmo me mostrou as bizarrices, coisas de quem não é Cristão.
    A nova é que agora ele está dizendo amém pras atitudes de perturbada da filha mais velha dele.
    Vi várias outras coisas erradas através da mídia.
    Falsos Profetas.

  48. Lúcia disse:

    Graças à Deus não sou mais membro daquela igreja. Deus mesmo me mostrou as bizarrices, coisas de quem não é Cristão.
    A nova é que agora ele está dizendo amém pras atitudes de perturbada da filha mais velha dele.
    Vi várias outras coisas erradas através da mídia.
    Falsos Profetas.

  49. Luiz Alberto Araujo Bezerra disse:

    Quem é quem recebeu o mandamento de Deus para receber o dízimo?
    “E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão.” (Hebreus 7 : 5)
    Será que o senhor Edir Macedo, R.R.Soares, Silas Malafaia, Juanribe Pagliarin, Valdemiro Santiago e pastores de outras denominações que tomam dízimo são da tribo de Levi? Se são da tribo de Levi devem ir tomar o dízimo das tribos de Israel, e não dos cristãos que estão no Novo Pacto. Pois Novo Pacto não existe nenhum mandamento para os levitas tomar dízimo dos cristãos. O dízimo faz parte do Velho Testamento e não do Novo Testamento.

  50. El Mariachi disse:

    O povo burro Kkkk Abrãao dizimava e nem existia a lei. Eu não sou dizimista, mas leio a Bíblia. Se o dízimo não era dinheiro e daí? O dízimo nunca foi dinheiro o dízimo é espiritual. É uma questão de obedência e fé e não dinheiro, animais ou hortaliças.
    KKKKKK

  51. Inácio disse:

    Meus amigos vcs já pararam para analisar quantas milhares de citações da bíblia são usadas para defender ou atacar as religiões diariamente? Estas passagens, geralmente do antigo testamento, utilizadas fora de contexto tem sido usadas até para defender o aborto e outros crimes como furto, estelionato, mentiras e etc… Parecer que a bíblia hoje em dia está sendo usada para enganar as pessoas menos instruídas, então o que podemos fazer? Para nos prevenir de pessoas mal-intensionadas vamos ser práticos e seguir uma linha de raciocínio, OK? Se vc é um cristão, acredita que Jesus existiu, vc precisa apenas responder as perguntas abaixo para saber se estão tentando te enganar.
    1. Jesus vindo ao mundo para pregar a nova verdade pediu dinheiro dos pobres ou mesmo dos
    ricos para sua obra?
    2. Jesus em algum momento prometeu que quem desse dinheiro para ele seria salvo?
    3. A alguma pessoa Jesus prometeu prosperidade ou bens materiais?
    4. Em algum momento Jesus disse que o seu sacrifício seria para tornar as pessoas prosperas?

    Espero que vc, que está numa destas religiões que fazem o contrário do que Jesus fez, consiga entender que uma religião é um elo para nos aproximar a Deus e não ao material. Procure entender que se vc vai para está igreja para comprar prosperidade vc está se afastando de Deus, não importa o que diga o seu líder religioso, porque Jesus não fez isto. As novas seitas religiosas não poderião nem ser denominadas cristãs porque estão sempre se baseando no antigo testamento.Procure se informar bem. Na internet tem vídeos que mostram líderes religiosos ensinado e pregando como com te enganar. A metodologia é sempre a mesma, como base troca do dinheiro, prometer absolutamente tudo. Se por acaso funcionar a igreja fica fortalecida, se não funcionar passa-se para o próximo otário. Como diz o ditado enquanto houver otário neste mundo vagabundo não passa fome. Que Jesus nos dê esse entendimento…

    1. marcos disse:

      larga de ser hipocrita!
      até parece que a sua igreja não precisa de dinheiro
      O SENHOR JESUS DISSE: DAI E SER-VOS A DADO…
      ELE OBSERVOU A OFERTA DOS RICOS……em atos quando as pessoas vendiam as suas propriedades e colocavam aos pés dos apostolos, será que isso era sem uma liderança? você é que está tentando enganar os incautos, com a sua hipocrisia.

      1. Satanas disse:

        HAHA vai queimar comigo no inferno, roube de pessoas humildes continue.. um dia se veremos enquanto isso viva nosso pacto de luxuria e fama, como é bom ter dinheiro fácil eu também sou pastor

  52. marcos disse:

    se somos troxas? qual igreja investe mais na salvação dos aflitos, desesperados. em? cambada de crentes vagabundos e ladrões, vocês estão com raiva por que não gostão de ouvir a verdade. vocês vivem fracassados endemoniados. carregando biblia em baixo do braço envergonhando o nome de Jesus. sou membro da iurd. com muita honrra. pois quando eu era da batista era um fracassado. hoje sou prospero e tenho certesa da minha salvação. vai trabalhar invejosos. veja em quantos paises a iurd está. seus farizeus hipocritas.

  53. Chaeltre On disse:

    E quem fica com o dinheiro dos féis, quem enriquece com as oferta e compra TV pra cobrar horário da igreja é o que?

  54. miriam disse:

    que eu saiba no livro de Atos dos apóstolos as unicas ordenanças aos cristaos é que se abtenham das carnes sacrificadas aos idolos e da prostituiçao o resto é invençao da cabeça do bispo macedo.
    muita pena ele ser tão criativo em seu favor

  55. Maicon Dimer disse:

    como esse car ousa falar de deus, dizímo é algo santo sim é, mas é algo q deve ser tratado com deus e não com um lixo de ser humano, q axa q sabe tudo, deve até saber mas só na área dele, a do roubo, furto, e outros crimes, deus tenha misericordia da sua vida…pq vai precisar mt dela…

  56. miriam disse:

    a igreja dos apóstolos era muito diferente da que herdamos com a igreja catolica e depois com a reforma, na igreja primitiva as reuniões eram feitas em casas e não havia sacerdotes espeicias somente Paulo fazia coletas para o seu sustento, algumas vezes, e para as viuvas e pobres.

    com a igreja catolica e protestante os gastos aumentaram demais, pois tem volumosos templos chiques e sacerdotes que so vivem do salario da igreja, hoje a cultura mudou mas a palavra nunca vai mudar

    eu nao sou contra as ofertas mas penso que os gastos são muito desnecessarios, pois os que verdadeiramente precisam estao sendo esquecidos .

    mas religiao é assim mesmo muda conforme a cultura

  57. miriam disse:

    eu nao sou de maneira nenhuma contra o trabalho da igreja universal, mas devemos ponderar que o senhor vai falar para uma turma de crentes, apartai-vos de mimi malditos pois tive fome nao me deste de comer tive sede e nao me deste de beber andava n u e nao me vestiste

    quando senhor

    mas fizemos tantas obras expulsamos demonios etc..

    nao vos aprovo apartai-vos de mim
    que a gente tem de trabalhar para o senhor tem mas nao pode passar por cima da verdade para tal
    o senhor que um coraçao que oferte voluntariamente e nao que seja constrangido a isso

    é a bilblia que diz basta ler o novo testamento que foi escrito para a igreja

  58. Crítico disse:

    Se que não oferta é ladrão e quem fica rico de quem oferta é o que??? Só pode ser o demônio!

  59. Diana Paula disse:

    Carlos Alberto Oliveira, Pedro recolhia as ofertas e distribia de acordo com a necessidade de cada um. O Edí Macedo recolhe de forma pervessa, pois induz seus fiés vender até casa de morada para lhe ofertar, desvia as ofertas para suas empresas particulares, e deixam seus fiéis necessitados chupando dedo. Naquele dia, muitos vão dizer "Senhor, não obrei milagre em teu nome", Cristo vai respoonder: afasta-te de mim, não te conheço". Viu Edir Macedo.

  60. Bete Marques disse:

    Quem chama de ladrão não é ele e sim o próprio Deus. ( Malaquias 3: 8 em diante)
    Deus diz, que toda via o povo o roubava, e o povo pergunta, em que te roubamos, ele Responde: Nos dízimos e nas ofertas.
    Quem rouba é o que??????
    Tem muito crente que chega aqui é quer pregar!! Dar sermão, criticar. Mas por não praticar essa palavra vive uma vida de vergonha nesse mundo. As pessoas tem tido desprezo pelo evangelho por causa da vida fracassada e de sofrimento de muitos crentes. Temos que nos preocupar acima de tudo com a salvação de nossa alma. Mas enquanto vivermos neste mundo , as pessoas tem que ver Deus na nossa vida. Testemunho ganha muito mais almas do que meras palavras. O que adianta conhecer a Bíblia, mas não desfrutar da vida abundante prometida nela. Que o senhor possa abrir os olhos daqueles que vivem uma fé de teoria, mas na prática, só Deus sabe a vida infeliz que possuem. Deus abençoe os que creem.

  61. Almir creton reis disse:

    Todos aqui,com poucas exceções são acusadores. O diabo é o pai da mentira e a bíblia diz que ele tbm é acusador,desta forma muitos aqui são seus servos. Conclusão: tá cheio de pessoas aqui endemoniados aqui nesses comentários. Inclusive alguns que se dizem cristão,mas só dizem. Convertei-vos raça de víboras,hipócritas e fariseus!

  62. Antonio alan disse:

    Engraçaddo é vc muleque…..um deprimido q qualquer hora vai se matar

  63. marcelo pereira candido disse:

    que moral ele tem pra julgar os outros ele e o maior explorador da fe do povo ele enriqueceu as custas dos dizimos e ofertas do povo ladrao e ele e os bispos que trabalham com ele enriqueceram as custas do povo mercenarios vao prestar contas a deus se nao se arrependerem de sua avareza e ganancia

  64. Paulo Ateu disse:

    Parem de acreditar em Deus, Jesus Cristo e outras besteiras. Os pastores estão ganhando fortunas e se Deus existisse realmente, todos seriam castigados. A maioria dos países asiáticos e do oriente médio não aceitam Jesus Cristo como filho de Deus e nem por isso são castigados. O ser humano é como qualquer outro animal, e a única diferença é que nós evoluimos e nos tornamos inteligentes. O mais importante na vida é sermos pessoas boas e honestas para com os nossos semelhantes e nada mais. Vejam quantas pessoas estão passando fome no mundo, principalmente as crianças na África, e que culpa elas tem? Se Deus existisse realmente isso não ocorreria. Um monte de pastores andando de avião e tanta gente passando fome, isso é um absurdo. As pessoas dizem que doam o dinheiro e que se eles usarem o dinheiro para enriquecimento pessoal, serão castigados por Deus. POR FAVOR gente, não acreditem em nada disso. Com certeza não existe nada além de nós, estamos sozinhos e não temos nenhum tipo de ajuda de nenhum Deus. A religião foi inventada por um punhado de pessoas ricas que tinham que de alguma forma controlar a maioria da população que era pobre. Vejam os 10 mandamentos e analizem se não foi escrito pensando só nos ricos. Sejam pessoas boas, porque o certo é ser bom e honesto, mas não pense que se vc for bom e honesto irá para o Céu e se for mal e desonesto irá para o inferno. Não existe Céu e inferno, Deus e Diabo. Não acreditem nesses pastores safados que pedem dinheiro e usem esse dinheiro para ajudar as pessoas que realmente precisem.

  65. Midori Almeida disse:

    Concordo totalmente com vc Paulo. São uma cambada de safados. Mas um dia o povo vai parar de ser idiota nas mãos desses criminosos. Com certeza estamos sozinhos nesse mundo. Só podemos contar com nós mesmos.

  66. walter disse:

    Minha nossa… eu me espanto com essa multidão de pessoas alienadas!… abram a cabeça, PENSEM, analisem… você não precisa de Bispo nenhum para ser feliz e ter uma vida farta também. É td conversa. Vai com Fé e seja Feliz… te livra das correntes!!!!! Que Deus te ilumine e te proteja dos falsos profetas.

  67. washington disse:

    EDIR MACEDO ENSINA PASTORES A ROUBAR ,SO FAlta ensinar matar

  68. ubirajara menezes disse:

    Paulo Ateu. Você não é Paulo Ateu, você é Paulo Lógico ou Paulo Racional. Os ignorantes aceitam essas lendas religiosas por ignorância e aqueles que possuem algum discernimento fingem que aceitam por conveniência. Outros porque sofreram uma lavagem cerebral quando crianças e não conseguiram se libertar ao se tornarem adultos. E, por último, os ladrões – aqueles que obtêm vantagens como dinheiro, status e poder político usando a bíblia como uma gazua para atingir seus escusos objetivos. Se Deus criou todas as coisas, quem criou Deus? Ou, com quem a gente fala para ser Deus? Deus foi a invenção mais estúpida e ao mesmo tempo, a mais engenhosa do ser humano. Estúpida porque cientificamente não é possível provar a sua existência, e engenhosa porque metafisicamente não se pode provar a sua inexistência.

  69. Hubner disse:

    O dízimo, segundo a Palavra de Deus

    Em nenhum lugar nas Escrituras Sagradas você vai encontrar pessoas devolvendo dízimos em dinheiro. Na Bíblia, o dízimo está associado a cereais e rebanhos, ou seja, frutos da terra em geral. Antes do período da lei, Abrão (mais tarde chamado Abraão) deu os dízimos dos bens que havia conquistado dos inimigos (Gênesis 14:16-20) durante uma batalha. Melquesedeque saiu ao encontro de Abraão porque era rei de Salém, e recebeu o tributo. Isso aconteceu uma única vez e não há mais registros de que Abraão tenha dizimado depois.

    Quando as Escrituras Sagradas começaram a ser redigidas (por volta do ano 1500 antes de Cristo), o dinheiro (em hebraico כסף) já existia, conforme Gênesis 17:12, Deuteronômio 14:25, Êxodo 12-44, Números 3:49, 1 Reis 21:2, etc. Apesar disso, o povo deveria seguir as determinações de Deus e dizimar apenas dos rebanhos e cereais, conforme escrito em Deuteronômio 14:22, Levítico 27:30, Êxodo 34:2; 26, 1 Samuel 8:17, etc.

    “Também todas as dízimas do campo, da semente do campo, do fruto das árvores, são do SENHOR; santas são ao SENHOR.” (Levítico 27:30)

    Desse modo, as pessoas que exerciam outras profissões, tais como artesãos (Êxodo 31:3-5), copeiros e padeiros (Gênesis 40:1-2), carpinteiros e pedreiros (II Samuel 5:11), músicos (I Reis 10:12), alfaiates (Êxodo 28:3), mestres-de-obras (I Reis 5:16), ourives, pescadores, mercadores, coletores de impostos, guardas, cozinheiros, não poderiam dar dízimos, mas apenas ofertar.

    Na Bíblia, Deus não recebeu dízimo em dinheiro, apesar de existir o dinheiro, e ninguém pode provar o contrário. Observe:

    “Separem o dízimo de tudo o que a terra produzir anualmente. Comam o dízimo do cereal, do vinho novo e do azeite, e a primeira cria de todos os seus rebanhos na presença do Senhor, o seu Deus, no local que ele escolher como habitação do seu Nome, para que aprendam a temer sempre o Senhor, o seu Deus. Mas, se o local for longe demais e vocês tiverem sido abençoados pelo Senhor, pelo seu Deus, e não puderem carregar o dízimo, pois o local escolhido pelo Senhor para ali pôr o seu Nome é longe demais, troquem o dízimo por prata, e levem a prata ao local que o Senhor, o seu Deus, tiver escolhido. Com prata comprem o que quiserem: bois, ovelhas, vinho ou outra bebida fermentada, ou qualquer outra coisa que desejarem. Então juntamente com suas famílias comam e alegrem-se ali, na presença do Senhor, do seu Deus.” (Deuteronômio 14:22-26)

    Como vimos, Deus não aceitaria a prata no lugar do dízimo, ou seja, o dinheiro no lugar dos frutos da terra, mas permitiria, por causa de uma longa distância, a troca do dízimo por prata, por ser fácil de transportar, mas com a condição de o dizimista (homem do campo), já no local indicado por Deus, comprar o que quiser para ali “comer do seu dízimo” e se alegrar na presença do Senhor Deus, o nosso mantenedor.

    Quem não era fazendeiro poderia colaborar com ofertas de alimentos, incenso, utensílios (Neemias 13:5) e também dinheiro:

    “E disse Joás aos sacerdotes: Todo o dinheiro das coisas santas que se trouxer à casa do Senhor, a saber, o dinheiro daquele que passa o arrolamento, o dinheiro de cada uma das pessoas, segundo a sua avaliação, e todo o dinheiro que trouxer cada um voluntariamente para a casa do Senhor,” (2 Reis 12:4)

    Algumas ofertas deveriam ser feitas obrigatoriamente em dinheiro, como a do arrolamento citado na referência acima, em obediência ao escrito em Êxodo 30:13-16.

    Consideradas essas coisas, podemos concluir que a igreja, no período atual, vem utilizando a palavra “dízimos” equivocadamente e fora do seu contexto original.

    Atualmente, muitas denominações ensinam que os crentes devem dar 10% do salário, caso desejem ter uma vida financeira abundante e intocada pelo devorador. Quem não dá o dízimo, dizem alguns, está sujeito à ação do devorador, é ladrão e está roubando a Deus. Para sustentar esse ensinamento equivocado, utilizam indevidamente o capítulo 3 de Malaquias, que não está dirigido à igreja, mas apenas à nação de Israel, sob o regime da lei (Malaquias 4:4).

    A Palavra de Deus nos ensina, no entanto, que toda maldição (inclusive a do devorador) foi desfeita com o sacrifício de Cristo (Gálatas 3:13), pelo menos para os que creem nisso. Porém se o crente ainda deseja se justificar pelas obras da lei, o tal permanece sobre o efeito de qualquer maldição (Gálatas 3:10), inclusive a do devorador.

    É importante esclarecer que o devorador não é um demônio, como alguns pensam, mas sim uma espécie de gafanhoto. Observe essa passagem:

    “O que o gafanhoto cortador deixou o gafanhoto peregrino comeu; o que o gafanhoto peregrino deixou o gafanhoto devastador comeu; o que o gafanhoto devastador deixou o gafanhoto devorador comeu.” (Joel 1:4) Nova Versão Internacional.

    As Escrituras Sagradas nos alertam para a possibilidade de passarmos até por alguns apertos. O próprio apóstolo Paulo padeceu necessidades, enfrentando até mesmo a fome, porque não tinha dinheiro:

    “porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade.” (Filipenses 4:11-12)

    O profeta Malaquias não se dirigiu à igreja, do contrário Deus estaria entrando em uma irreparável contradição ao prometer bênçãos e prosperidade, mas ao mesmo tempo permitindo que os crentes, inclusive dizimistas, enfrentassem necessidades tão grandes, como as que Paulo enfrentou.

    Outra questão importante é acerca da legitimidade para receber dízimos (frutos do campo). Quem pode atualmente tomar dízimos, segundo a Palavra de Deus?

    “E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão.” (Hebreus 7:5)

    Portanto atualmente ninguém no mundo tem autorização, segundo a lei, para tomar dízimos do povo. Nem mesmo entre os judeus legalistas em Israel, pois não há mais templo e levitas servindo como sacerdotes.

    Considerando que o dízimo só poderia ser dado por agricultores e criadores de rebanhos, e que o Senhor Jesus Cristo cumpriu toda a lei com perfeição e sem cometer qualquer tipo de pecado, podemos concluir que Jesus não dizimou no templo e nem cobrou dízimos de qualquer pessoa por dois motivos muito simples: o primeiro é porque Ele exerceu o ofício de carpinteiro (Marcos 6:3), e não de produtor rural; o segundo é porque não pertenceu à tribo de Levi, mas a de Judá.

    “Visto ser manifesto que nosso Senhor procedeu de Judá, e concernente a essa tribo nunca Moisés falou de sacerdócio.” (Hebreus 7:14)

    Desse modo, é incorreto afirmar que Jesus Cristo, em Mateus 23:23, esteja cobrando dízimos da igreja. Nessa passagem, o Senhor repreendeu duramente os escribas e os fariseus por se preocuparem com as coisas mínimas da lei, mas desprezarem as que importavam mais: o juízo, a misericórdia e a fé.

    “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.” (Mateus 23:23)

    Repare que o dízimo dado pelos fariseus e pelos escribas era constituído apenas de produtos do campo. Eles eram tão meticulosos que se preocupavam com coisas mínimas, mas esqueciam das mais importantes. Perceba que o Senhor Jesus não incluiu o dinheiro na relação, apesar de haver grande circulação de moedas romanas naquele tempo (Mateus 22:19-21).

    O fato de Jesus Cristo ter falado para os fariseus não omitirem o pagamento dos dízimos não dá respaldo algum para o pagamento de dízimos pelos crentes, e ainda mais em dinheiro. É preciso compreender que o Senhor Jesus está se dirigindo a pessoas que viviam sob o regime da lei.

    Dizer que a igreja deve devolver dízimos só porque a palavra dízimos apareceu no evangelho não é um argumento válido. Nem tudo que está no evangelho se aplica para a igreja ou para a sua vida. Por exemplo, o evangelho informa que o Senhor Jesus foi circuncidado ao oitavo dia (Lucas 2:21), mas isso não significa que você tenha que fazer o mesmo só porque esse texto está no Novo Testamento. Observe ainda a passagem abaixo, retirada também do evangelho:

    “E, eis que veio um leproso, e o adorou, dizendo: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo. E Jesus, estendendo a mão, tocou-o, dizendo: Quero; sê limpo. E logo ficou purificado da lepra. Disse-lhe então Jesus: Olha, não o digas a alguém, mas vai, mostra-te ao sacerdote, e apresenta a oferta que Moisés determinou, para lhes servir de testemunho.” (Mateus 8:2-4)

    Atualmente, se alguém é curado milagrosamente por Deus, o que recebeu a cura não precisa guardar segredo e nem muito menos pagar a oferta determinada por Moisés. Hoje ela deve contar isso para o maior número de pessoas, a fim de dar testemunho do poder do SENHOR para honra e glória de Deus.

    Para compreender as Escrituras Sagradas, é necessário obter inspiração do Espírito Santo, considerando o contexto, o momento histórico, os destinatários, costumes locais (como rasgar as vestes, lançar poeira para o alto), etc.

    Na Bíblia não existe qualquer mandamento para a igreja no sentido de arrecadar dízimos e muito menos que esses dízimos sejam dados ou devolvidos em dinheiro.

    Todavia, encontramos algumas instruções no sentido de a pessoa contribuir para socorrer os mais carentes (1 Coríntios 16:1-3). Hoje, as contribuições podem ser utilizadas para alimentar e vestir os mais necessitados, distribuir exemplares da Bíblia e mensagens de evangelismo, possibilitar a pregação da Palavra de Deus nos pontos mais distantes (existem custos), permitir o funcionamento dos locais de reunião (limpeza, água, luz, aluguel), custear a vida sem extravagâncias de obreiros (Mateus 10:10; 1 Timóteo 5:18) que vivam exclusivamente em prol da obra de Deus. Se o obreiro de Deus possuir emprego, há recomendação bíblica para que não seja pesado aos demais. Tudo deve ser feito com muita transparência e temor a Deus.

    O valor a ser destinado para a obra é pessoal (2 Coríntios 9:7), conforme a renda (1 Coríntios 16:2), liberal (2 Coríntios 9:5) e, por mais incrível que pareça, dentro das possibilidades financeiras (2 Coríntios 8:12), a fim de que não se sobrecarregue financeiramente (2 Coríntios 8:13). Leia as referências bíblicas indicadas e constate por si mesmo.

    Ao observarmos o capítulo 4 de Atos, do versículo 32 ao 35, não encontraremos qualquer indício de que a igreja primitiva devolvesse dízimos. Segundo as Escrituras Sagradas, os membros possuíam todas as coisas em comum. Quando chegava um novo convertido, este vendia suas herdades, apresentava o valor diante dos apóstolos e dos demais e imediatamente o valor era dividido entre todos, inclusive entre os membros, de acordo com a necessidade de cada um, o que justifica o fato de não haver necessitado na igreja. Esse modelo de igreja acabou muito rápido.

    Colabore com a sua congregação, ajude sua família, socorra os mais necessitados, faça tudo dentro das suas possibilidades.

    O “dízimo em dinheiro” foi inventado no século V, pela igreja Católica, embora essa prática tenha adquirido força somente a partir do século VII. É importante lembrar que a igreja evangélica surgiu da católica, o que justifica o fato de esse procedimento ter sido preservado, juntamente com alguns outros incorretos.

    Atualmente, o dízimo em dinheiro é mais comum nas Américas e em parte da Europa. No Brasil, é difícil encontrar uma congregação que não mencione o dízimo, mas isso não é motivo para não congregar.

    “Reparte com sete, e ainda até com oito, porque não sabes que mal haverá sobre a terra.” (Eclesiastes 11:2)

    Espero que o Espírito de Deus possa falar melhor ao seu coração.

  70. Satanas disse:

    HAHA vai queimar comigo no inferno, roube de pessoas humildes continue.. um dia se veremos enquanto isso viva nosso pacto de luxuria e fama, como é bom ter dinheiro fácil eu também sou pastor

  71. Aloysio disse:

    Manoel- Deixa de ser ignorante.Quem é você para criticar a igreja Católica? Você nem sabe o que é idolatria.Quando a igreja protestante se separou da Católica, esta continua a mesma, já os protestantes, hoje, no Brasil, possuem mais 50.000 denominações.Sua igreja é invisível, não tem nada.A bíblia é a mesma, mas cada pastor prega diferente , não se entendem. Uma igreja quer tirar pastor da outra, assim como buscar os fiéis da outra. A igreja Católica é a única fundada pelo próprio Cristo (Mateus 16,18,19).Já a igreja protestante foi fundada por homem (Lutero). Vocês gostam de apoiar-se em ameaças de castigo e de fim de mundo, usando trechos da Bíblia.Acredita ter uma iluminação direta do Espírito Santo, sem intermediários, ou seja, sem a igreja. No fundo, cada protestante se julga juiz da Bíblia

    1. Alex disse:

      Perfeito, a Paz de Cristo Jesus.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *