Bancada evangélica força prefeitura de Curitiba a retirar do ar anúncio de casamento gay em cerimônia coletiva

61

A prefeitura de Curitiba (PR) realizará uma cerimônia de casamento coletivo que incluirá uniões homoafetivas, e a decisão foi duramente criticada pela bancada evangélica na Câmara Municipal da cidade. Como consequência, um anúncio ilustrativo que comparava os casamentos heterossexuais com homossexuais foi retirado do ar no Facebook.

A vereadora Carla Pimentel (PSC), evangélica, apresentou uma moção de repúdio e discursou contra a iniciativa no plenário da Câmara Municipal, e afirmou que o anúncio fazia “apologia ao casamento gay”.

A postura de Carla Pimentel foi seguida por outros vereadores, que apoiaram a moção. Ailton Araújo (PSC), Valdemir Soares (PRB), Tiago Gevert (PSC), Noemia Rocha (PMDB), Chico do Uberaba (PMN) e Jorge Bernardi (PDT) assinaram o documento com críticas à administração municipal.

A publicação da prefeitura na rede social dizia que “Curitiba terá em dezembro o maior casamento coletivo realizado na cidade com aproximadamente 1,5 mil casais”, e explicava que “para a cerimônia podem fazer a inscrição casais homoafetivos e que queiram a renovação de votos”.


Após as críticas da bancada evangélica ao anúncio, a prefeitura defendeu o casamento coletivo, mas retirou do ar o polêmico anúncio. “O objetivo da publicação foi divulgar a cerimônia conjunta, promovida pelo Tribunal de Justiça e que vai beneficiar centenas de famílias. Não houve intenção de ofender qualquer grupo, mas sim de informar a todos os públicos que podem usufruir do serviço”.

De acordo com informações do G1, Carla Pimentel respondeu que considerava a publicação tendenciosa e em desacordo com o Estado laico, pois cerceava a benção religiosa e crenças cristãs, que são adotadas pela maioria da população e dos casais que participarão da cerimônia.

Os vereadores Valdemir Soares e Chico do Uberaba se pronunciaram em apoio à iniciativa da colega. “União civil é uma coisa. Casamento é outra. Casamento é homem e mulher”, disse Soares, que foi seguido por Chico do Uberaba: “Sou da época em que menino gostava de menina, e menina gostava de menino”.


61 COMENTÁRIOS

      • E quem lhe disse que estou me referindo a etimologia do vocábulo “casamento”?

        Usar o significado das palavras pra defender coisas anti-naturais não cola.

          • Não, não estamos usando a Bíblia, vocês que estão citando ela. Estamos falando é da constituição mesmo, aonde fala claramente que, casamento é entre homem e mulher e família é homem, mulher e seus filhos, novamente, casamento é diferente de união civil estável, embora, em alguns casos juízes (passando por cima da constituição, diga-se de passagem) concedeu os mesmos direitos do casamento para parceiros homossexuais quando estes na verdade, estavam com regime de união estável.

      • O Estado é laico.Regras de religião não deveriam influenciar a administração de uma cidade, que é formada por pessoas que pagam seus impostos e pertencem a diferentes religiões ou a nenhuma delas.

        • Engraçado você dizer isso, não são os partidários LGBTs que tentam empurrar guela abaixo coisas do tipo “KIT GAY”? Isso não é influenciar a administração de um país de uma certa forma? Não são todos que concordam com isso, aliás, a grande maioria não concorda que seus filhos que ainda estão em formação, vejam materiais considerados pornográficos e de conotação homossexual.
          Não caberia aqui o mesmo argumento seu? O país é formado por pessoas que não são homossexuais (a maioria) e que também não concorda com a doutrina homossexual (a maioria também) e que pagam os seus impostos.
          É hilário ver como a “lógica” de vocês cai por terra rapidamente.

      • A etimologia pode até não falar nada sobre casal ser homem e mulher, mas a constituição diz que o casamento é entre homem e mulher, e que família é constituída dos mesmos e de filhos, união estável é uma coisa, casamento é outra, procure se informar mais para não passar tanta vergonha, se posicionando como um intelectual, aliás, igual ao Jean Wyllis.
        No máximo, duas pessoas do mesmo sexo podem se dizer é parceiros, não casal.

        • Não estamos falando de prestígio – coisa que igrejas fundamentalistas dominionistas e supremacistas não têm – , mas de um órgão de justiça que é competente para decidir com base na Carta Magna, e não na Bíblia, como querem os fanáticos fundamentalistas pentecostais!

          • O jeito será promover uma nova Revolução Francesa(só que nesse país) pq estão ferindo os princípios do ESTADO LAICO.

            Tratam gays a par da sociedade e desrespeitam outros credos. Isso não é e nunca será um ESTADO LAICO.

          • É Slash, dá pra ver o quão amável é o seu discurso, isso mostra quem de fato são os intolerantes, vocês simplesmente não suportam a ideia de ter alguém que diverge dos pensamentos de vocês, em outras palavras, não cobrem respeito dos outros, já que vocês não respeitam ninguém, nem a vocês mesmo.

          • A partir do momento em que vocês apenderem a respeitar as pessoas que tem opiniões contrárias, conseguirão o respeito que dizem querer.

        • Ou algumas igrejas podres de corrupção, pedofilia, enriquecimento ilícito.Tem igrejas que é bom os gays nem pisarem para não se sujarem na sua podridão.Sepulcros caiados como disse Jesus.Por fora linda e rica, por dentro podre.

          • Ainda bem que você falou, ALGUMAS, realmente, tem certas denominações que são tão erradas aos olhos de Deus quanto o comportamento homossexual o é. Falaste bem quando não generalizou todas as Igrejas como sendo corruptas, propagadoras de engano e toda sorte de heresias.

  1. Depois quando nós, gays, dizemos que evangélicos fundamentalistas vivem a se imiscuir em questões próprias de Estado, na tentativa de impor sua visão religiosa como se governados fossemos pela Bíblia, e não pela Constituição, nós é que estamos errados!

  2. eu não peço que determinadas pessoas vá em algumas festa minha, mas não vem exigi que eu vá em determinados eventos aonde dois barbados se dizem um mulher e o outro mais ainda, ta me chamando de tonto se liga meu tomem vergonha na cara e respeita tua família, ti garanto que 99% da famílias dessa gente não concorda com Suas loucuras..

    • Ô débil mental, a partirdo momento e que o Estado assumiu o casamento, ele perdeu sua natureza divina (a não ser para a palhaçada dos casamntos religiosos0. Vivemos uma democracia, não um teocracia. A matéria não ficou bem clara, mas imagino que a cerimônia não aconteceu em nenhum templo evangélico. Portanto, respeite a diversdade. Ninguém (nem seu deus ausente), consegue inibir o avanço da humanidade.

      • O Estado é laico.Regras de religião não deveriam influenciar a administração de uma cidade, que é formada por pessoas que pagam seus impostos e pertencem a diferentes religiões ou a nenhuma delas.

    • Vá se tratar, seu doente. Eu não pretendo me casar, mas muitos gays tem este sonho. Vivemos uma democracia em um país laico, portanto, aprenda a respeitar os anseios dos outros. Mesmo porque casamento gay em nada interfere no seu matimônio. Ou será que interfere?

      .

      • O Estado é laico.Regras de religião não deveriam influenciar a administração de uma cidade, que é formada por pessoas que pagam seus impostos e pertencem a diferentes religiões ou a nenhuma delas.

      • é isso ai gostei josé claudio, ele não vai deixar de comer, de beber, de andar de onibus, de passear, de tomar sua cervejinha final de semana só porque 2 homens ou duas mulheres irão se casar eles teem que cuidar das suas proprias vidas e deixar a vida dos outros em paz.

      • CERTO ESTA VOCE ERRADO É A NATUREZA NÉ?A PERFEIÇÃO ESTA ERRADA E CERTO É ESTAR ERRADO,VOU ANDAR DE 4 COMER NO CHÃO E LATIR SERA QUE ESTAREI CERTA OU ESTEREI COM UM GRANDE DESVIO DE CONDUTA???POSSO SER CACHORRO ENTÃO ????

  3. Para quem soube ler e interpretar, “Casamento” vem de “casal” (1 fêmea e 1 macho) e união vem de unir. (seja 2 diferentes ou 2 iguais, macho ou fêmea).
    Corretamente requerido pelos parlamentares, embora não tenham se expressado desta forma.
    Falar em “casamento” homoafetivo é já de saída “esquartejar” na raiz da “palavra” em seu sentido primitivo, e ainda ferir o princípio de que todo cidadão tem o direito de liberdade de crença, pois bem… o casamento é como acima justificado, requerido uma benção “cristã” se for feito dentro de uma igreja cristã, e assim conforme a religião, abaixo explicado.
    União homoafetiva, se apenas feita em cartório está cumprindo todos os requisitos legais necessários que salvaguardam seus direitos como cidadão, concordo totalmente.
    Agora, requerer que possam realizar tal cerimônia dentro de um templo, ou sob a realização de um sacerdote que professa uma fé que seja contrária ao ato que se submetem, estará ferindo o “meu direito” de professar uma fé que considera que o ser humano é pecador, e a realização de tal ato é considerado pecado. Para mim parece simples, não sei porque gera tanto debate.

  4. A Bíblia nos diz de forma consistente que a atividade homossexual é pecado (Gênesis 19:1-13; Levítico 18:22; Romanos 1:26-27; I Coríntios 6:9). Romanos 1:26-27 ensina especificamente que a homossexualidade é resultado de negar e desobedecer a Deus. Quando a pessoa continua em pecado e incredulidade, a Bíblia nos diz que Deus “a abandona” a pecado ainda mais perverso e depravado para mostrar-lhe a futilidade e desesperança da vida longe de Deus. I Coríntios 6:9 proclama que os “transgressores” homossexuais não herdarão o reino de Deus.

    Deus não cria a pessoa com desejos homossexuais. A Bíblia nos diz que a pessoa se torna homossexual por causa do pecado (Romanos 1:24-27), e definitivamente por sua própria escolha. A pessoa pode nascer com grande tendência à homossexualidade, da mesma forma como algumas pessoas nascem com tendências à violência e outros pecados. Mas isto não é desculpa para escolher o pecado, cedendo aos próprios desejos pecaminosos. Se uma pessoa nasce com grande tendência à ira, isto faz com que seja certo que, então, ceda a esses desejos? Claro que não! O mesmo é verdade com relação à homossexualidade.

    Entretanto, a Bíblia não descreve a homossexualidade como um pecado “maior” do que qualquer outro. Todos os pecados são ofensivos a Deus. A homossexualidade é somente uma das muitas coisas enumeradas em I Coríntios 6:9-10, coisas que vão manter a pessoa afastada do reino de Deus. De acordo com a Bíblia, o perdão de Deus está disponível ao homossexual da mesma forma como está disponível a um adúltero, adorador de ídolos, assassino, ladrão, etc. Deus também promete força para conquistar a vitória sobre o pecado, incluindo homossexualidade, a todos quantos crerem em Jesus Cristo para salvação (I Coríntios 6:11; II Coríntios 5:17).

  5. Não quero discutir. Irmãos, Jesus sempre considerou as regras do princípio, antes da criação da Lei de Moisés Veja como Deus lida com assassinato e homossexualismo.

    Mas lá, na época de Abel e Caim, Caim matou Abel e é assassino. Porém, quando Caim foi falar com Deus, Caim falou de seu medo de que as outras pessoas o matassem, e Deus colocou uma marca para que ninguém o matasse. Compreendem? O certo, de acordo com a Lei seria de Caim morrer, mas Deus não o matou.

    Agora, a cidade de Sodoma e Gomorra era cheio de homossexuais, por isso, Deus não suportava mais aquela cidade e decidiu destruí-la. Para Deus, o homossexualismo é uma rebelião, de a pessoa pensar que Deus a criou com o sexo errado. E rebelião não é aceitável.

    Se formos comparar, Deus matou os homossexuais, mas não matou Caim, o assassino.

    Porque homossexualismo é rebelião. Rebelião direta e ofensiva contra Deus. Se Deus te criou homem, aceita a vontade de Deus e seja homem. Se Deus te criou mulher, aceita a vontade de Deus e seja mulher.

    Então, como Deus tirou Ló e suas filhas de Sodoma (ou Gomorra, esqueci) vai tirar a sua Igreja daqui, para poder destruir a Terra. O arrebatamento será por causa do Homossexualismo.

    E não, eu não sou homofóbica, já que tenho uma amiga (bi) e um amigo gay assumido.

    Deixem os homossexuais terem suas opiniões e liberdade de expressão, que eles casem, mas também temos que ter nossa liberdade de expressão e ter o direito de decidir se eles podem casar na nossa Igreja ou não.

    Homossexual: direito de casar
    Igreja: direito de escolha se eles casam na Igreja ou não. Deixar a decisão com o líder religioso.

    Não podemos desprezar os homossexuais, eles são pessoas. Nós somos pessoas. O nosso dever é mostrar amor e compreensão, para que eles vejam que serão perdoados se pedirem perdão a Deus. Nós devemos amá-los, como Jesus amou.

    • Resumindo para que alguém possa entender:
      Deus não matou Caim, quando Caim era assassino. Mas destruiu Sodoma e Gomorra por causa do Homossexualismo. Homossexualismo é rebelião contra Deus.

      • Em Deuteronômio 20:10 e sgs., encontramos trechos horripilantes. Jeová, o Deus do Antigo Testamento, o mesmo que dissera “não matarás”, aconselha aos hebreus que, ao encontrarem outro povo, façam proposta de paz. Se aceitarem a paz, deverão ser escravizados para fazer trabalho forçado. Se recusarem a proposta de paz, Jeová os entregará nas mãos dos hebreus, que deverão matar todos os homens com o fio da espada. Em seguida, deverão saquear todos os despojos, inclusive as mulheres, as criancinhas e os animais domésticos.

    • Incesto e Menage?

      Dentre os vários casos de incesto, da bíblia vou citar apenas o mais conhecido, o de Ló e suas duas filhas.

      Após a destruição de Sodoma, os únicos sobreviventes eram Ló e suas duas filhas “safadinhas”, que sentindo falta de outros varões, embebedaram o pobre pai, e tiveram com ele a noite mais incestuosa do Velho Testamento, e os filhos delas deram origem aos povos Moabitas e Amonitas.” (Gênesis 19:30-38). Que fique bem claro que foi só INCESTO, É NÃO MENAGE, pois, cada uma dormiu com o pai um uma noite.

    • “Homossexual: direito de casar
      Igreja: direito de escolha se eles casam na Igreja ou não. Deixar a decisão com o líder religioso.”

      Exatamente
      É um absurdo essa ditadura evangélica nas decisões do estado e estamos sendo conduzindo a um cenário que vcs nem queriam imaginar. Basta qualquer um aqui, pesquisa no google: TEOCRACIA EVANGÉLICA e verá até onde o medo da sociedade está chegando.

      Sim, as pessoas independente de orientação sexual ou fé religiosa, estão com MEDO. E é justificável? Sim, esse é o lado mais triste disso tudo. Um medo totalmente compreensível, a partir do momento em que uma bancada fundamentalista(pq não podemos generalizar) veta direitos civis e quer impor suas doutrinas a todos que não compartilham da fé evangélica. Me pergunto qual será a punição para quem não se converter? A MORTE? E o pior é que deve ser por ai mesmo. Pois fundamentalistas são tão genocidas quanto os comunistas. O Estado Islâmico tai pra não me deixar mentir.

      Hétero, Agnóstico e laicista(defensor dos princípios e valores do ESTADO LAICO)

      • Espera aí, você está querendo dizer que, se um gay quiser casar-se em uma igreja, ele deveria se casar e que o líder religioso não deveria intervir na escolha da pessoa em questão? Foi isso mesmo que você quis dizer?

        Eu não acredito que irá ter uma teocracia evangélica, isso é coisa da cabeça oca de vocês, simplesmente pelo fato de que, a maioria do congresso estão se lixando para os evangélicos, só os procuram em época de eleição.

        Invertendo a lógica, já pensou como ficaria o Brasil se a homofobia fosse considerada crime? Não digo todos, mas a maioria dos homossexuais, são escandalosos, criam caso com qualquer coisa, se o cara simplesmente não gostar do jeito que um hétero olhou pra ele, poderia dizer que foi vítima de homofobia, se fosse dispensado de um serviço por incompetência, poderia alegar que foi pelo fato de ser homossexual, enfim, seria uma baderna, veríamos gays pintando e bordando com os héteros.

        Se sem lei contra homofobia (embora homofobia só existe na cabecinha fantasiosa de vocês) os gays já aprontam um pampeiro, querendo calar a todos, imagina com uma lei dessa em vigor? Isso sim, seria uma ditadura gayzista onde ninguém sequer poderia olhar atravessado para vocês que já seria alvo de processos.

        Se você considera os cristãos como sendo fundamentalista a ponto de cometer genocídio, eu realmente sinto pena de você por não conhecer de fato os ideais cristãos, ou você seria capaz de me mostrar um caso em que um cristão (verdadeiro, não da boca pra fora) assassinou um gay por causa da sua prática? Portanto, você extrapola todos os limites da lógica quando fala tais asneiras, aliás, os cristãos são muito mais vítimas de perseguições e assassinatos do que os gays, nem por isso os cristãos fazem as badernas que vocês fazem, querendo colocar fogo no mundo e tentando silenciar aqueles que são contrário as suas idéias a todo custo.

        • Já que vc não soube fazer uma interpretação de texto, vou quotar e fazer as devidas explicações. Vamos lá?

          “Homossexual: direito de casar
          Igreja: direito de escolha se eles casam na Igreja ou não. Deixar a decisão com o líder religioso.”

          Quando o autor desse quote fala em direito de casar, refere-se ao direito de se casar no CIVIL e isto é algo que evangélico nenhum pode proibir. Pois fere os valores do Estado Laico, tais como eles foram elaborados para a separação da igreja e da política. Resumo, evangélicos não podem usar usa crença para impor nada ao estado e por sua vez o estado não pode impor leis a igreja. Deu pra entender agora?

          E quando o autor fala que o casamento homossexual no religioso, fica por decisão do líder religioso. Ele deixa claro que o estado jamais poderá obrigar as igrejas a casarem gays em suas cerimônias. A decisão fica a cargo de cada líder religioso, para que o seu espaço de culto seja devidamente respeitado, tal como está nos valores do Estado Laico, tais como eles foram definidos.

          E eu vou até um pouco mais além. Acho que o estado deveria permitir que outras crenças religiosas, realizassem suas cerimônias matrimoniais de acordo com as suas crenças pessoais. Ou pelo menos, deveria incentivar tal prática religiosa, numa total segurança da liberdade de crença, tal como consta nos valores do Estado Laico.

          E a essas crenças não cristãs, tb seria opcional o casamento gay. Ou seja, cada líder religioso de cada local de culto, teria total e irrestrita liberdade religiosa para decidir se casa ou não, duas pessoas do mesmo sexo.

          • Eu que não soube interpretar ou foi você quem não soube argumentar? Veja que eu te perguntei se era isso mesmo que você queria dizer, não afirmei que seria isso, então demonstra que seu argumento é tão pífio quanto as suas ideias.

            Novamente, união estável é diferente de casamento, procure saber as diferenças, não existe casamento gay, existe união estável (reconhecido pelo Estado).

            Parece que você não consegue entender algo tão simples quando eu digo, casamento pela constituição, é quando se unem em matrimônio um homem e uma mulher e família é formada pelo homem, mulher e suas proles, simples assim, não sou eu quem está falando, não é a Bíblia, é a constituição, aliás, até agora eu não citei a Bíblia, vocês quem estão citando.

            Eu também concordo contigo quando fala que o Estado deveria permitir que outras crenças religiosas realizem suas cerimônias matrimoniais de acordo com suas crenças pessoais, isso não me afeta em nada, aliás, não existe as tais “igrejas” inclusivas? Elas já não celebram casamentos gays? Embora para Deus (que é quem os pastores e pastoras inclusivistas dizem que representa) tal união não tem valor algum.

            Quando o Estado reconhecer o casamento gay como sendo algo legal, embora não concordaria, não poderia dizer nada pois está na constituição, mas enquanto não está, eu falo que casamento gay, pela constituição não existe, contente-se com isso.

        • JESUS TE AMA disse:

          3 de outubro de 2014 às 1:00 pm

          Tem alguém procurando por você

          Há muito tempo ele vem tentando falar com você, pois ele te conhece muito bem e sabe que você precisa muito dele. Sua história não é estranha para ele, cada decisão que você tomou na vida e cada acontecimento ele tem acompanhado.

          Ele sabe que sua vida está um pouco corrida e que você não tem parado muito para ouví-lo, mas ele não desistiu de falar com você e sinceramente, pelo que conheço dele não vai desistir.

          Há um detalhe muito importante que preciso te falar a respeito dele, diferente de muitas pessoas que você conhece, ele não é invasivo, não vai te colocar na parede para ouví-lo nem vai desrespeitar a sua decisão.

          Mas o assunto é sério e urgente! É caso de vida ou morte, por isto você precisa ouví-lo atentamente pois as suas palavras irão dar sentido a sua vida e certamente você nunca mais será o mesmo.
          Mas quem é ele?

          O seu nome é Jesus, o filho de Deus, que morreu na cruz do calvário para pagar os seus pecados e te dar a vida eterna. O maior exercício de amor é oferecer a sua própria vida em favor de outro e isto foi o que Jesus fez por você.

          Agora que você já sabe quem ele é o que ele quer te dar, não hesite em ouvir a sua voz e prontamente atender ao seu chamado, pois a palavra de Deus diz em Hebreus 3.7-8:
          Por causa disso Deus os entregou a paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras, contrárias à natureza. Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e se inflamaram de paixão uns pelos outros. Começaram a cometer atos indecentes, homens com homens, e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão. Além do mais, visto que desprezaram o conhecimento de Deus, ele os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem o que não deviam.
          Romanos 1:26-28

          Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativose, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus.
          1 Coríntios 6:9-10
          JESUS TE AMA D+++

        • Eu tava querendo dizer que tipo se um casal gay quisesse casar numa igreja evangélica, a igreja poderia decidir. Entende? Tipo, se a igreja não quiser que isso aconteça, ela pode, mas ela não estará proibindo os gays de se casarem e sim de se casarem na igreja deles. Se o casal gay acharem uma igreja que queira aceitar o casamento deles, eles casam, ou casam só no cartório. Acho que dessa forma estaria respeitando a Igreja e os homossexuais. Pois é injusto tirar nossa liberdade de expressão quando todos podem se expressar.

    • Para quem souber ler e interpretar, “Casamento” vem de “casal” (1 fêmea e 1 macho) e união vem de unir. (seja 2 diferentes ou 2 iguais, macho ou fêmea).
      Corretamente requerido pelos parlamentares, embora não tenham se expressado desta forma.
      Falar em “casamento” homoafetivo é já de saída “esquartejar” na raiz da “palavra” em seu sentido primitivo, e ainda ferir o princípio de que todo cidadão tem o direito de liberdade de crença, pois bem… o casamento é como acima justificado, requerido uma benção “cristã” se for feito dentro de uma igreja cristã, e assim conforme a religião, abaixo explicado.
      União homoafetiva, se apenas feita em cartório está cumprindo todos os requisitos legais necessários que salvaguardam seus direitos como cidadão, concordo totalmente.
      Agora, requerer que possam realizar tal cerimônia dentro de um templo, ou sob a realização de um sacerdote que professa uma fé que seja contrária ao ato que se submetem, estará ferindo o “meu direito” de professar uma fé que considera que o ser humano é pecador, e a realização de tal ato é considerado pecado. Para mim parece simples, não sei porque gera tanto debate.

    • “finalmente eu vi defensores com argumentos lógicos defendendo a causa gay ”

      “FINALMENTE”??
      só serve pra mostrar que vcs são aberrações sem sentido e que querem que o estado dê o aval para que vcs dêem o buraco da bala em praça publica!!

  6. As consequências, de todas as ordens, seriam tão graves, Slash, que, ao menor sinal do estabelecimento de uma teocracia no Brasil, o próprio exército, como ocorreu no Egito, seria o primeiro a dar um basta a situação.

    • Será? Tenho minhas duvidas.

      É bem verdade que já tem gente pedindo uma intervenção do exercito ao menor sinal de ascensão de um regime teocrático evangélico no Brasil. Sim, eu já vi isso. Mas não acho que vai acontecer.

      É mais fácil um exercito de fora intervir, mediante aos riscos de um país como o nosso, se tornar um estado teocrático. Ninguém vai querer um Irã com as proporções do Brasil, como vizinho. Seria passar a viver em um constante estado de insegurança. Vários países, ficariam preocupados e não seria pra menos.

      • “É bem verdade que já tem gente pedindo uma intervenção do exercito ao menor sinal de ascensão de um regime teocrático evangélico no Brasil.”
        Mano… o que seu grupinho de sauna diz não quer dizer que mudará opiniões… nao deve nem passar pela porta esses comentarios…
        “ouvi dizer”… “várias pessoas”… isso é fofoquinha de bichinha!!

  7. quando vão entender que casamento é pra homem e mulher, que geram filhos e formam uma familia. o que as aberrações gays formam é somente um par, que não gera nada e forma apenas duas pessoas doentes com dst.

  8. Vocês, Marcelo, crentes tontos que acreditam que a terra tem 6.000 anos, que o homem veio do barro e a mulher de uma costela, que cobras e jumentos falam, que um velhinho colocou milhares de casais de animais em um barco e salvou todas as espécies animais que conhecemos hoje, que um homem fere a água com um bastão e o mar se abre diante de milhões de judeus fugindo do Egito, e outras imbecilidades mais, sim, vocês naõ querem apenas divergir, vocês querem impor, goela abaixo, sua obtusa e alienante visão de mundo. Aceite isso e deixe de bancar o ignorante.

  9. Eu não respeito ninguém? Vejamos:

    Não sou homossexual mas respeito os gays
    Não tenho nenhum credo, mas respeito as crenças afro e espiritas. Coisa que fundamentalistas não fazem
    Não sou católico mas respeito o direito dos católicos em adorarem imagens em seus espaços religiosos. O que os fundamentalistas evangélicos fazem mesmo? Ah sim, invadem igrejas pra promover vandalismo (noticiado aqui mesmo no Gospel+)
    Não sou evangélico mas respeito os evangélicos NÃO FUNDAMENTALISTAS. O que reconhecem os valores do ESTADO LAICO.

    • Respeito os gays como pessoas, assim como devemos respeitar a todos, só não posso concordar com suas ideias de imposição de doutrinas gayzistas à todas as demais camadas da sociedade. Vocês afirmam que os cristãos querem impor o cristianismo, não vejo isso acontecendo, pelo contrário, os cristãos são constantemente atacados por ateus, agnósticos e militância gay, poderia te mostrar diversas reportagens que aborda sobre isso.

      Tem certeza de que pessoas que invadem igrejas alheias são de fato evangélicas? Não, não pode ser, não é isso que o cristianismo ensina. Me mostre uma Igreja (igreja e não seita) que faz ou prega esse ódio que você tanto fala.

      Mas se tem duas palavras que vocês tanto gostam de falar é o tal FUNDAMENTALISMO e ESTADO LAICO, falam em fundamentalismo como se os evangélicos saíssem nas ruas matando homossexuais, ateus, agnósticos, etc… Meu caro, acorda pra vida, você sabe que não é assim que funciona, basta comparar o fundamentalismo islâmico, é totalmente diferente meu caro.

      Do jeito que você fala, até parece que são só os evangélicos que são contra as ideias da militância gay, engano seu, existe muitos católicos que se posicionam contra, são mais quietos é verdade, mas tem uns que falam mais abertamente e não temem as algazarras dos Jeans Wyllis da vida. Exemplo? Levi Fidelix e Jair Bolsonaro, são católicos e muito ásperos em seus discursos contra a militância gay, muito mais do que muitos evangélicos, com isso só quero te demonstrar que não são só os evangélicos que se posicionam contra a militância gay, aliás, já vi até homossexuais se posicionando contra.

  10. Ainda falam que os cristãos são perseguidos e que o maior preconceito é contra os mesmos!! O Cristianismo tem muita liberdade para fazer seus discursos homofóbicos e machistas: fazem isso através da mídia e também querem impor seus valores à toda a população através da política!! O que eu vejo são homossexuais, religiões afro-brasileiras, pessoas com outros pontos de vista sendo perseguidos pelos fundamentalistas!!

    • “fazem isso através da mídia e também querem impor seus valores à toda a população através da política”

      Tá Sertissimo…. pq os gays não usam midia para denegris evangelicos , não fazem sexo nas igrejas nas paradas gays, a Miss Wyllys é uma pessoa quieta e pacata…..
      … e o que vc está cheirando deve ser da boa!!!
      Parabens!!!

DEIXE UMA RESPOSTA