Familiares de jogadores que sobreviveram à queda do avião da Chapecoense agradecem a Deus por milagre

0

Os familiares dos três jogadores sobreviventes do acidente com o voo da Chapecoense expressaram gratidão a Deus pela vida dos atletas e, seja através da mídia ou das redes sociais, comentaram a situação classificando-a como milagre.

O goleiro Jackson Follmann foi um dos primeiros nomes a serem confirmados como sobrevivente, e apesar da informação de que ele precisou ter a perna direita amputada do joelho para baixo, em decorrência dos graves ferimentos, seus pais comemoraram a informação de que o filho está fora de risco.

Paulo Follmann, pai do goleiro, atribuiu a sobrevivência do filho no acidente aéreo a um “milagre”. “Em um acidente de avião, você sabe que a chance de sobrevivência é praticamente zero. Então, ele estar entre os sobreviventes é um milagre de Deus. A gente só está numa agonia para saber o estado de saúde dele, não sabe nada por enquanto. Se sabe que ele está no hospital”, comentou.

Jackson Follmann, goleiro reserva da Chapecoense
Jackson Follmann, goleiro reserva da Chapecoense

A mãe do jogador, Marisa, revelou que mesmo antes da confirmação de que Jackson estava entre os sobreviventes, sentia no coração que seu filho tinha escapado com vida: “A gente acordou com uma ligação da noiva dele, que tinha acontecido esse acidente. Na hora meu marido entrou em choque, ficou apavorado. Eu também. A gente fica sem chão, mas coração de mãe nunca se engana. Meu coração dizia que Deus estava protegendo ele, que ele estava bem. Meu filho sempre foi muito família, nenhum dia, desde os 13 anos, deixou de falar com a gente. E dentro da Chapecoense estava muito feliz. A previsão era boa pro futuro, então tava feliz mesmo, à cidade se adaptou muito bem, então tava tudo se encaminhando”, disse, em entrevista à RBS TV.

A esposa do lateral Alan Ruschel, Amanda, usou as redes sociais para agradecer: “Graças a Deus o Alan está no hospital, estado estável. Estamos orando por todos que ainda não foram socorridos, e força para todos os familiares. Situação complicada, difícil. Só Deus para dar força mesmo. Obrigada, Deus”, comentou.

Lateral Alan Ruschel
Lateral Alan Ruschel

A mesma postura foi adotada por uma das irmãs do atleta: “Obrigada meu Deus! Devo tudo a Ti, Tu és maravilhoso. Obrigada também por todas as orações e mensagens de apoio. Que Deus abençoe e dê força a todos os familiares”, afirmou a jovem Alissen.

O zagueiro Neto foi encontrado com vida pela equipe de resgate horas após o início da operação de busca. A Aeronáutica Civil da Colômbia já havia dado por encerradas as buscas aos sobreviventes, quando um socorrista ouviu gemidos vindos dos escombros, pediu silêncio aos demais e conseguiu encontrar o jogador embaixo da fuselagem.

Apesar de o jogador ter sido encontrado em estado grave, com traumatismo craniano, o irmão dele, Leonardo Zampier, comemorou muito a notícia: “Deus é bom demaaaaaaaaaais! Ele está vivo!”, escreveu.

Zagueiro Neto
Zagueiro Neto

Neto sofreu múltiplas fraturas pelo corpo, e de acordo com o médico Guillermo Leon Molina, responsável pelo atendimento às vítimas do acidente no Hospital San Vicente Fundação de Rionegro, está sedado, em estado crítico, mas estável. “Neto melhorou, mas ainda está sedado, entubado e na UTI. Está estável. Ele possui diversas fraturas pelo corpo, além do edema cerebral. Não posso dizer se há alguma evolução, ainda é muito cedo. Como disse, é preciso esperar as primeiras 48 horas para ter um diagnóstico mais preciso”, disse.

O jogador passou por uma cirurgia de emergência para colocar drenos no tórax. Nos exames, apesar do traumatismo, não foram encontrados coágulos no cérebro, apenas um edema. Segundo informações do GloboEsporte, a situação do atleta é menos grave do que se imaginou no começo.

No entanto, Neto ainda terá que fazer cirurgias no joelho, mão, nariz e crânio, todas de reparação, segundo o chefe dos médicos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA