Com câncer terminal no cérebro, pastor testemunha sua fé e repercute no mundo inteiro

Conheça a história impressionante do Pastor John Hogenson, diagnosticado com câncer terminal no cérebro, que repercutiu no mundo inteiro com seu testemunho de fé, superação e esperança em Deus

0

John Hogenson-Rutford tem uma história surpreendente de fé e devoção. Diagnosticado com câncer terminal no cérebro, o pastor não se entregou a doença, mas invés disso resolveu se concentrar na vida que tinha para continuar testemunhando o poder de Deus, alcançando milhares de vida através de mensagens que hoje repercutem no mundo inteiro.

Ele nasceu em Owatonna, MN. e se formou em Teologia no Luther Theological Seminary, assumindo posteriormente o cargo de oitavo pastor sênior da Igreja Luterana Mount Olivet de Minneapolis em 2007, onde permaneceu até o fim do seu ministério. John Hogenson, porém, foi surpreendido quando foi diagnosticado em maio de 2015 com um tumor cerebral inoperável no estágio 4.

O pastor John não viu ali o fim da sua vida. Decido a continuar seu ministério mesmo após ter perdido grande parte da fala, ele utilizou a internet para compartilhar vídeos das suas pregações e gravações de esperança, com a ajuda da sua esposa, Ruth e mais três filhas, Kelly McKenzie, Jana e Kate Hogenson, no site Caring Bridge.

“Embora John não tivesse voz, ele ainda tinha uma mensagem”, disse sua esposa, Ruth, em publicação no Star Tribune“Era como se ele tivesse um ministério totalmente novo”, acrescentou o Rev. Dennis Johnson, pastor interino no monte Olivet, ainda segundo a mesma publicação; “Ele deu tanto encorajamento para as pessoas que enfrentam tempos difíceis.” Abaixo, um dos vídeos gravados por John durante seu tratamento:


Assine o Canal

Já no ato do diagnóstico que detectou  um câncer cerebral, o Pastor John Hogenson emitiu uma nota para a congregação, publicada no site oficial da Monte Olivet, onde transmitiu fé e tranquilidade: “… Eu sei que Deus nos chamou para estar no ministério juntos por uma razão. Estou orando por você. Eu sei que você terá perguntas, mas o que não questiono é que Cristo está conosco, Deus nos guiará”, disse ele.

Durante os 19 meses de tratamento contra o câncer, com a ajuda dos familiares John foi gravando vídeos e produzindo sermões, entregando a esposa para que divulgasse; “Isto é para depois que eu morrer.”, disse ele a Ruth.

O pastor John Hogenson partiu para se encontrar com Deus no dia 04 de janeiro de 2017, aos 58 anos, deixando um legado de fé que já alcançou mais de 300 mil ouvintes em todo mundo. O câncer cerebral do ministro não foi suficiente para lhe tirar a certeza de que até nas horas ruins nesta terra há um propósito pelo qual devemos confiar em Deus.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA