Após prisão de Carlinhos Cachoeira, esposa diz que Deus está na direção de sua vida

3

O contraventor Carolinhos Cachoeira foi preso novamente na última quinta-feira, 28 de julho, e sua esposa, a empresária Andressa Mendonça, usou as redes sociais para expressar confiança em Deus.

Cachoeira foi preso após a decisão tomada na última quarta-feira, 27 de julho, pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), que julgou habeas corpus e restabeleceu a prisão do contraventor, assim como do empresário Fernando Cavendish, dono da Construtora Delta, e outros três acusados.

Os citados foram presos pela Operação Saqueador, que investiga supostos desvios de recursos de obras públicas, mas tinham deixado o presídio Bangu 8, no Rio de Janeiro, no último dia 11 de julho, após conseguirem o direito de cumprir prisão domiciliar, de acordo com informações do Uol.

A esposa de Cachoeira usou sua página no Facebook para compartilhar uma imagem com a frase “Precisamos entender que mesmo que as coisas fujam do nosso controle, elas continuam rigorosamente sob os cuidados de Deus”. Na legenda, Andressa escreveu: “Deus na direção da minha vida”.


Cadeia

Cachoeira está habituado a passar pela prisão. A primeira vez aconteceu em fevereiro de 2012, quando a Polícia Federal deflagrou a Operação Monte Carlo, detendo 31 pessoas ligadas ao seu esquema contravenção, envolvendo exploração da jogatina mediante corrupção de forças policiais e de integrantes dos governos de Goiás e do Distrito Federal.

Em dezembro do mesmo ano, Cachoeira foi condenado a 39 anos e 8 meses pelos crimes de peculato, corrupção, violação de sigilo e formação de quadrilha. No entanto, ao recorrer da sentença, passou a aguardar a decisão da Justiça em liberdade.

Fora das grades, pediu a mão de Andressa em casamento, oficializando uma união que vinha desde 2010. Em setembro do ano passado, o casal terminou o casamento, mas reatou um mês depois. Em novembro, anunciaram que Andressa estava grávida.

Também alvo da investigação da Operação Monte Carlo, Andressa foi absolvida em maio de 2012.

O pastor que realizou a cerimônia de casamento de Andressa e Cachoeira afirmou, em janeiro de 2013, que o contraventor estava em um processo de conversão: “Nós temos nos reunido com eles semanalmente. A maior parte das vezes na casa deles mesmo [no condomínio em Goiânia]. Oramos. Acredito que ele esteja se convertendo”, disse Vitor Hugo Queiroz, dirigente da Igreja Nova Vida, em Anápolis (GO).


3 COMENTÁRIOS

  1. Roque Oliveira só para não perder a balda, veja se vc. está incluido em algum destes crimes
    Levítico 18, 22-24 – Disse o Senhor: Não te deitarás com um homem como se faz com mulher; é coisa abominável. Não terás comércio carnal com nenhum animal, contaminando-te com ele. A mulher não se ponha diante de um animal para unir-se com ele: é uma perversão. Não vos contaminareis com nenhuma dessas coisas, porque com todas elas se contaminaram os povos que eu expulsarei de diante de nos.

    Levítico 20, 13 – Se um homem usar com outro homem, como se fosse mulher, ambos cometeram uma torpeza abominável; serão punidos de morte e sua morte recairá sobre eles.

    I Coríntios 6, 9-10 – Acaso não sabeis que os injustos não terão parte no reino de Deus? Não vos iludais: nem fornicadores, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem gananciosos, nem ébrios, nem maldizentes, nem rapaces terão parte no reino de Deus.

    Viram só. Homossexualismo não é natural. Homem é homem, mulher é mulher e não existe meio termo, Deus fez assim e pronto.
    Arrependão-te do mal, procure a Deus, ele pode te livrar de todos os problemas.

  2. Roque Oliveira meu caro, Jesus não mandou ninguém pra cadeia, pois ele não veio para julgar o mundo (ainda) mas para nos salvar do pecado..

    no que se refere a tirar da cadeia, ELE NÃO TIROU NENHUM CRIMINOSO, apenas inocentes!

    duvido muito que Cristo tiraria da prisão bandidos como os da matéria… PODERIA até perdoar seus pecados, mas isso não indica que eles já poderiam sair da cadeia sem cumprir sua pena!

DEIXE UMA RESPOSTA