“Doria, Kalil e eu somos a preservação dos valores tradicionais cristãos”, diz bispo Marcelo Crivella

0

As eleições municipais deste ano mostraram, segundo o bispo e senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) que existe na sociedade brasileira uma reação aos excessos progressistas e um desejo de resgate de valores tradicionais, o que resultou em convergência de apoio aos candidatos conservadores.

O prefeito eleito do Rio de Janeiro disse ainda que sua vitória, assim como a de João Doria (PSDB-SP) em São Paulo, Alexandre Kalil (PHS-MG) em Belo Horizonte, é uma prova disso: “Em nossas posições, há uma certa preservação dos valores tradicionais dessa civilização cristã ocidental”.

De acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo, Crivella também criticou a tentativa de estabelecer um paradigma de que as posturas conservadoras são extremistas: “Isso traz uma ideia de intolerância, o que não ocorre. Nós três somos bem democráticos na nossa maneira de ser e agir”, argumentou, referindo-se aos outros dois prefeitos eleitos.

O bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus acredita que o resultado da eleição nas três principais capitais da região sudeste demonstra a rejeição à pauta progressista: “Acho que é uma mensagem contra a legalização do aborto, a liberação das drogas e a discussão da ideologia de gênero nas escolas”, destacou.


Sobre o movimento de invasão de escolas, o bispo e senador afirmou que o movimento é lamentável: “Vejo com pesar. Acho que essa ocupação com violência, na hora das aulas e da maneira como está sendo feita, não vai ter efeito político. Na verdade, não vão ter vantagens, mas vai ter um grande prejuízo na educação dos nossos jovens”, disse Crivella.

Segundo a coluna Radar Online, da revista Veja, o prefeito eleito do Rio de Janeiro irá tirar alguns dias de férias com a família em Jerusalém, Israel, antes de se dedicar à transição da administração municipal da cidade com o atual prefeito, Eduardo Paes.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA