Deputado evangélico fará parte de comissão que analisa projeto de Jean Wyllys para a legalização da prostituição

14

O projeto PL 4.211/2012 de legalização da prostituição criado pelo deputado federal e ativista gay Jean Wyllys (PSOL-RJ) será analisado pela Câmara dos Deputados numa comissão especial, e o deputado Arolde de Oliveira (PSD-RJ), integrante da bancada evangélica, fará parte do colegiado.

O parlamentar evangélico pediu para participar da comissão, que terá 20 membros, como forma de garantir que o debate seja feito de forma a abranger todos os pontos de vista.

Oliveira afirma que a legalização de uma atividade como a prostituição contraria o desejo da maioria dos cidadãos: “Profissão decorre de uma atividade que agrega valor à sociedade e da qual a sociedade necessita. Prostituição agrega valor à sociedade?”, questionou o deputado, segundo informações de seu site.

Ainda segundo o deputado, o apelo sexual não é uma demanda social, e sim individual, e deve ser tratada como questão de foro íntimo, sem intervenção do Estado: “O motor da prostituição é o apelo sexual. No reino vegetal não existe tal apelo. No reino animal a motivação é cíclica. Entre os seres humanos o apelo sexual é voluntário e contínuo. Porém, a satisfação desse apelo não pode se fazer através do comércio legalizado”, pontuou.


O deputado Jean Wyllys, um dos principais opositores da bancada evangélica, apelidou o projeto de Lei Gabriela Leite, em alusão à socióloga que foi prostituta e que faleceu em outubro de 2013. O texto prevê a transformação das pessoas que vendem o corpo em profissionais liberais, com acesso à aposentadoria e programas sociais do governo.

Arolde de Oliveira levantou questionamentos sobre o assunto: “Uma atividade profissional demanda treinamento em escolas profissionalizantes, em universidades, em cursos de pós-graduação. Como vamos estabelecer as regras de treinamento de prostitutos e prostitutas no país?”.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

14 COMENTÁRIOS

  1. prostituição não é somente vender o corpo… é vender a alma… e muitos pastores se debandaram pra politica e estão se prostituindo com os partidos politicos da moda.

    • concerteza, todos pastores politicos sao bandidos. quando lhes apetecem se identificam com a politica, ou seja estam em condiçoes de fazer tudo que tem a haver com a falsidade para conquistar, ou vender pessoas de seu pais para ganhar riquezas.

    • STARDUST,eles são mundanos e pobres de espírito demaisTrocam a salvação até por um
      prato de lentilha.DEUS ou o diabo,não importa, é quem dar vantagens a eles.Estão sempre
      bajulando os poderosos por motivos interesseiros e jamais ficam na oposição.Quem ganha,eles vão atrás.Maus caracteres -de caráter.

    • Puxa… eu lembro desse video… na época deu muito o que falar… infelizmente hoje se aceita no meio evangélico ajuda financeira de qualquer pessoa sem compromisso com Deus… não é pq a moça tá na prosptituição não…. o simples fato da pessoa não ser convertida já a torna inabilitada para ofertar em prol do evangelho.

      Pois de que adianta a pessoa dar oferta, mas não reconhecer os seus pecados, viver no embalo desse mundo… é apenas dinheiro dado para “aliviar a consciencia”… mas que infelizmente a religião evangélica aceita com muito gosto!

      O apóstolo João deixou bem claro que eles não recebiam ofertas de quem não fosse da fé:

      ” pois por causa do Nome foi que saíram, nada recebendo dos gentios.” (III João 1:7)

      Bem diferente do que vemos na religião evangélica… lá se recebe ofertas de quem for e nem se questiona se tal pessoa ao menos é convertida… mas curiosamente, quem não é convertido não toma a santa ceia…

      Ou seja, pra dar dizimo ou oferta pode ser qualquer um, mas pra tomar santa ceia só quem é convertido…

      É a discrepância da religião evangélica mesmo…

  2. Conceitos religiosos a parte, prostituicao existe e sempre existira, e’ a profissao mais antiga do mundo. O governo precisa sim intervir e oferecer as pessoas que vivem disso a oportunidade de se cuidarem e buscar novos horizontes e outros meios de sobrevivencia.

    • Muito bem,Paulo.Com amor e ajuda,muita gente que está na vida da prostituição,seguirá
      novos rumos.Os dito ungidos do senhor são contra.Ridículos,sexo é uma questão de foro
      íntimo e quem não peca diante dos hoimens,peca diante de DEUS.Fariseus hipócritas.

  3. este mundo insólito dos gays tentando agregar toda minoria em uma causa só a deles gays, estes são ovalores que a sociedade pode esperar destes nobres deputados, sem falar que da abertura para diminuir a idade sexual, l,ogo baixar maioiridade penal para menores nem pensar bandido tem é de ficar solto, mas deixar os americanos e europeus entrarem no país em busca de sexo com crianças sem serem molestados por lei alguma, são os principios de familia de jean willys, e de todos que concordam com ele

  4. Levo meus 35 anos de contribui e me negam a aposentadoria dizendo que devo trabalhar mais pra produzir bens ao país e ai…. alguém diz me aposentei por atrapalhar e arruinar famílias, minha vida perante minha família e etc…amo as pessoas mais não os pecados delas.

    • Pr. Gilmar Britto, se atrapalhou e/ou arruinou famílias, não é por causa da pessoa que se prostitui e sim de alguém dessa família que resolveu se envolver com a pessoa que se prostitui.

  5. Eu só acho que, é uma perca de tempo desses deputados idiotas, discutir esses assuntos no parlamento. Um Brasil é um país de Vergonha, o povo sofrendo, sem hospital, sem escolas, sem água, sem luz…sem o mínimo pra ter uma vida digna, e esses imbecis discutindo a legalização da Prostituição!!! Ah vá, faça-me o favor né. PALHAÇADA ISSO!!!

DEIXE UMA RESPOSTA