Elizabeth II, 90 anos: imprensa destaca fé da rainha como fator decisivo de seu longo reinado

1

A rainha Elizabeth II completou 90 anos na última quinta-feira, 21 de abril, e muitos de seus súditos britânicos foram às ruas celebrar mais um aniversário da monarca que há mais tempo ocupa um trono no mundo.

Cristã, Elizabeth II vem compartilhando sua fé de forma mais frequente nos últimos tempos, e esse é um dos pontos centrais do livro “The Servant Queen and The King She Serves” (“A serva rainha e o Rei que ela serve”, em tradução livre), escrito por ela em parceria com Mark Greene.

“Eu fui – e continuo sendo – muito grata por suas orações e também grata a Deus por Sua benignidade”, diz a rainha em um trecho da publicação, segundo informações do Christian Post.

O primeiro-ministro David Cameron referiu-se à rainha como “uma rocha de força para a nação [britânica]”, ao cumprimentá-la pelo seu aniversário. “Raramente alguém na vida pública serviu por tanto tempo, de forma tão brilhante, trabalhou tão duro, e conseguiu reunir tantas pessoas”, acrescentou.


“Todos nós estamos aqui para homenagear a rainha, mostrar-lhe o nosso carinho e o quanto nós apreciamos todos os seus anos de serviço, além de desejar um feliz aniversário”, afirmou Donna Werner, uma simpatizante que viajou de Connecticut (EUA) até o Castelo de Windsor, no oeste de Londres.

Elizabeth II goza de alta popularidade, e a emissora BBC News listou alguns dos diversos motivos que levam a rainha a manter-se produtiva em seu longo reinado, como a sua devoção e dedicação às obras de caridade.

“Pode ser que a fé, especialmente no Ocidente, venha com um apoio da comunidade. Por outro lado, a fé pode fazer você se sentir mais positivo sobre a vida e a morte. Estudos descobriram que os otimistas vivem mais que os pessimistas”, comentou a professora Sarah Harper, do Instituto de Envelhecimento da População da Universidade de Oxford.

Outro ponto atribuído como importante fator de seu vigor é o casamento com o príncipe Philip, duque de Edimburgo. Ela e o marido se casaram em 1947 na Abadia de Westminster, em Londres, e estão juntos desde então, há quase 69 anos.

Nas celebrações das bodas de diamante, em 2012, Elizabeth II referiu-se ao marido como seu “apoio e guia constante”. “Ela tem um casamento forte. Houve apenas um homem em sua vida, que é Philip”, comentou Dickie Arbiter, seu ex-secretário de imprensa.

A rainha Elizabeth II e seu marido, Philip, duque de Edimburgo
A rainha Elizabeth II e seu marido, Philip, duque de Edimburgo

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA