Estado Islâmico divulga novo vídeo com decapitação de reféns e promete invadir a Inglaterra

1

O grupo terrorista Estado Islâmico divulgou um novo vídeo de execução de reféns, e prometeu invadir a Inglaterra e impor a sharia aos britânicos.

No novo material de propaganda terrorista, um garoto com sotaque inglês comanda a decapitação de cinco homens, acusados de serem espiões britânicos, além de prometer novos atentados.

O carrasco, um homem mais velho e com sotaque igualmente britânico, vem sendo comparado a Mohammed Emwazi, o cidadão do Reino Unido que se associou aos terroristas e ficou conhecido como “Jihadi John”, por comandar as decapitações. Emwazi foi morto em um ataque aéreo na Síria no último mês de novembro.

Segundo informações da BBC News, as agências de inteligência e segurança do Reino Unido estão examinando o material divulgado pelo Estado Islâmico. No vídeo, que tem 10 minutos, o carrasco afirma que os extremistas muçulmanos irão “continuar a jihad, quebrar fronteiras e um dia invadir seu território, onde governaremos pela sharia”.

Frank Gardner, jornalista da BBC, correspondente no Oriente Médio, afirmou que existe, entre os extremistas, uma preocupação sobre o vazamento de informações sobre seus atentados: “O Estado Islâmico é absolutamente paranóico com relação a isso […] Eles estão olhando por cima dos ombros, querendo saber onde o próximo ataque enfurecido [dos países aliados] pode acontecer e eles estão se perguntando quem no meio deles é informante e poderia estar colhendo informações sobre eles”

“A identidade do homem mascarado é até agora desconhecida, mas as autoridades vão tentar identificá-lo e confirmar se ele é britânico”, afirmou Gordon Corera, outro jornalista da BBC.

O jornal Daily Mail destacou que o novo carrasco de sotaque britânico “tinha uma semelhança assombrosa com o antigo carrasco do EI, ‘Jihadi John’”, e revelou-se um grande crítico do primeiro-ministro britânico David Cameron, acusando-o de ser um “escravo da Casa Branca”.

“Como é estranho que o líder de uma pequena ilha nos ameace com um punhado de aviões. Alguns teriam pensado que você aprendeu as lições de seu mestre patético em Washington e sua campanha fracassada contra Estado Islâmico”, afirmou o extremista no vídeo. “Você vai perder esta guerra, como você perdeu no Iraque e no Afeganistão. Mas desta vez, quando você perder, seus filhos vão pagar por seus atos. Lembre-se disso: você e os tolos que pensaram que poderiam lutar contra o Estado islâmico”, finaliza.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA