Ex-terrorista convertido ao Evangelho diz que o islamismo é falso: “O deus deles é mentiroso”

20

O escritor Mosab Hassan Yousef é um ex-muçulmano convertido ao Evangelho literalmente pelo poder da Palavra, e hoje, dedica sua vida a divulgar a Salvação em Jesus Cristo, e denunciar a sede de sangue dos extremistas islâmicos.

Yousef nasceu em uma família influente da Palestina, uma das fundadoras do grupo terrorista Hamas. Como todos os ligados a essa tradição, via Israel como um inimigo mortal. No entanto, ao ter contato com a Bíblia Sagrada, decidiu estudá-la, e seis anos mais tarde, depois de tê-la comparado exaustivamente com o alcorão, decidiu entregar sua vida a Jesus.

Em uma entrevista ao God Reports, Yousef disse que hoje é um pregador do Evangelho e um intercessor pela paz em Israel, mas que no começo, sua decisão por seguir a Cristo era secreta. “Foi uma coisa muito difícil de fazer”, disse. “Eu assumi os riscos da jornada. No início, eu via Jesus Cristo como um grande professor. Porém, mais tarde, eu passei a adotá-lo como meu Senhor, Deus e Salvador. Foi um processo”, acrescentou.

Em sua opinião, formada pelo grande conhecimento dos bastidores, a guerra no Oriente Médio vai além de questões religiosas, políticas e militares: é espiritual. Yousef aponta essa questão por ter presenciado reuniões ultrassecretas do Hamas, e também por ter sido um espião do Shin Bet, a agência de inteligência de Israel.


“Os muçulmanos têm um grande zelo por seu deus. Eles pensam que têm o Deus Todo Poderoso. Eles acreditam que, se eles explodirem e matarem milhares de judeus — ou qualquer infiel, que é qualquer pessoa fora do corpo do Islã — eles irão para céu e terão as 72 virgens, para desfrutarem de todo o tipo de diversão e fantasias loucas”, afirmou.

Para ele, a constatação de que o islamismo é uma “religião falsa” veio quando se entregou à fé em Jesus: “O deus do islã é mentiroso. Espero que eu não esteja ofendendo ninguém. É meio perigoso dizer isso, mas eu tenho estudado o islã. Minha família começou uma Revolução Islâmica no Oriente Médio. Esse era o nosso negócio. Isso ainda é um negócio da minha família. Depois de quase 20 anos no islã, eu digo que o islã não está indo a lugar nenhum. Minha família e meu povo estão sofrendo por causa deste falso ensino”, lamentou.

Mosab Hassan Yousef alertou ainda que travar uma guerra contra os extremistas muçulmanos é o mesmo que “lutar contra um fantasma”, e que a única forma de derrotar o terrorismo promovido por essa visão religiosa deturpada e desmascarar a religião:

“Temos de lutar contra a sua ideologia. Precisamos lutar contra seu falso deus, seu falso profeta. Nenhum governo no mundo pode lutar contra sua ideologia. Você só pode lutar contra uma ideologia com outra ideologia. Hoje, eu luto contra o deus do Islã, que representa o ódio e a vingança, com um Deus que representa o amor puro e incondicional”, afirmou.

Desde 2007 Yousef vive em San Diego, na Califórnia (EUA), onde é membro da Barabbas Road Church. Desde 2008 sua decisão de seguir a Cristo se tornou conhecida entre amigos e parentes, e em 2010 ele lançou uma autobiografia, contando sua trajetória: “Filho do Hamas: Um relato Impressionante Sobre Terrorismo, Traição, Intrigas Políticas e Escolhas Impensáveis”.

20 COMENTÁRIOS

  1. Li e recomendo o livro"O filho do Hamas…". Extraordinária viagem por dentro do significado da vida Islã, bem como os dramas vividos por quem, decepcionado com o Islamismo, teve dificuldades para abraçar o Cristianismo que aprendera a ver como inimigo de seu povo. Vale muitíssimo, a leitura! Um dia ainda abraçarei meu irmão árabe Yousef – por quem já orei muito, qdo assisti alguns dos seus fortes depoimentos de vida!

    • Isso mesmo, todos “evanjegues” são ex. Eu sou um desses ex. Todos “evanjegues” são ex. E os que se dizem “evanjegues” e permanecem fazendo aquilo que não mandou Cristo e a sua Palavra, não são ex, mas sim mentirosos.
      “eis que faço novas todas as coisas”
      “eis que o vosso velho homem já morreu, e agora sois vós novas criaturas (ex-alguma coisa)”
      Ainda bem que reconheces Apolo, que nós somos ex alguma coisa, e fico alegre com isso!
      Um abraço!

      • No seu caso Felipe., suas pregas não se regeneram né travesti de bolsa .,.
        Vc pode ser ex tbm mais seu brioku já está dilacerado., kkk só um milagres da restauração de pregas ., tu é muito coiteiro de mercenarios ., que vc quer enganar herege do Brás .
        Vai pagar diZimos pro Macedao e não enche ., otario

  2. “Boca fechada não entra mosquito” Falar do que não entendemos é melhor ficar calado. Se alguém quer contestar os evangélicos, estude primeiro a Bíblia Sagrada, para ter pelo menos uma noção. Deus não quer que nenhum pequenino se perca, mas que todos se arrependam. Jesus te ama.

  3. Fernando J. S. Larini, qual é o nome do anjo que se manifestou a Maomé? Não é o mesmo que se manifestou a Maria, anunciando concepção do salvador dos cristãos por obra do Espírito Santo?
    João Rodrigues, lógico que a Bíblia não vai dizer que o deus é o mesmo. Cada religião tem seu livro sagrado e cada um puxa a brasa para si.
    As três religiões de tronco abraâmico (Abraão é patriarca dos cristãos, dos judeus e dos muçulmanos) adoram o mesmo deus. E esse deus só muda de nome.
    Veja só que mingau: os judeus aguardam o seu próprio messias, mas os muçulmanos e os cristãos já tem os seus respectivos profetas, sendo que o messias dos cristãos é judeu. Côdelôco"
    Engraçado como alguns de vocês estudam teologia e não se deram conta disso.

  4. Walker Robson Nascimento Moura, Maomé é descendente de Ismael, o filho da escrava Agar que Abrão expulsou para o deserto. Portanto, o deus é o mesmo. Aceita que doi menos e pare de procurar chifres na cabeça de cavalo, quando todos sabemos que cavalos não tem chifres.

  5. Isto e fake..falso …os Judeus nao acreditam em Jesus ,a pessoa que escreveu isto e um ignorante , so tenta tapar com um dedo a luz do Islã , vou te ensinar linguagems..Dios en español ,Deus em português, God in english , Allah Deus unico em Árabe..muitos profetas un so Deus creador.

  6. Santos Odete, não mata ninguém? Quem, segundo a lenda bíblica, destruiu as cidades fictícias de Sodoma e Gomorra? Será que naquelas cidades todos eram adultos, ou será que também viviam crianças inocentes que foram igualmente consumidas pelo enxofre e fogo, segundo a lenda? Além disso, tranformou a mulher de Lot em uma estátua de sal. Será que virando sal ela sobreviveu à primeira chuva, sabendo que sal derrete na água? A mulher foi condenada só pelo fato de ser curiosa. Quem disse que esse deus não mata? Você já leu a bíblia toda? Conta outra, vai.

DEIXE UMA RESPOSTA