Homem sobrevive a descarga elétrica de raio após orações da esposa: “Isso foi um milagre”

7

Um homem que sofreu uma descarga elétrica de um raio caiu sem pulso e sem sinais vitais, mas sobreviveu milagrosamente depois que sua esposa clamou a Deus ajoelhada em oração.

Eric McKechnie, 57 anos, estava fotografando a paisagem de uma estrada na África do Sul, quando sua esposa foi surpreendida por um estrondoso barulho: “Eu ouvi um som ensurdecedor. Quando olhei para onde ele Eric estava, no outro lado do carro, ele tinha desaparecido”, afirmou Gwen.

Segundo informações do site Netwerk24, ela o encontrou morto: “Fui ver Eric, e eu o vi deitado ao lado do carro depois ser atingido por um raio. Notei que ele estava sem respirar e não tinha nenhum pulso. Ele estava sem vida”, disse sua esposa.

Ainda em choque, ela ligou para os familiares e tentou iniciar os primeiros socorros, mas sem sucesso, pois Eric não reagia. Motoristas que passavam pelo local e viram seu desespero pararam para ajudar. Uma dessas pessoas era uma enfermeira, que tentou reanimá-lo, mas com aparente insucesso.


Os demais motoristas que pararam para ver do que se tratava foram se juntando a Gwen em oração, e seu marido voltou a respirar. Pouco depois, os paramédicos chegaram e o levaram para um hospital na cidade de Ladysmith, localizada no distrito de uThukela, a 230 KM de Durban.

Eric sofreu queimaduras que cobrem o braço esquerdo e pescoço, além de náuseas e dificuldade auditiva, por danos causados ao tímpano. “Foi apenas pela graça de Deus que ele sobreviveu. Isso foi um milagre”, disse Gwen. Agora, recuperado, Eric considera sua experiência chocante e considera que sua sobrevivência se deu por uma intervenção divina, resultado das orações de sua esposa e dos motoristas que pararam para ajudá-lo.


7 COMENTÁRIOS

  1. Pastor protestante é condenado a 40 anos de prisão por estuprar menina na Índia
    02/03/2016
    Um tribunal da Índia condenou um pastor protestante a 40 anos de prisão por ter estuprado em várias ocasiões uma menina de 12 anos, indicou o procurador nesta quarta-feira.
    Sanil K. James, de 37 anos, foi declarado culpado de agredir sexualmente a menina em um complexo pertencente ao Exército de Salvação no estado de Kerala (sul) em 2014.
    O pastor também está sendo investigado pelo suposto estupro de outra menina na mesma época.
    “O tribunal afirmou que o sacerdote merecia a punição máxima por este ato cruel”, declarou o procurador-especial Pious Mathew à AFP.
    A procuradoria afirmou que James estuprou a menina, que agora tem 13 anos, várias vezes dentro do complexo durante dois meses.
    O juiz ordenou que não seja concedida nenhuma diminuição de pena.
    Fonte: istoedinheiro

    • zezé,faz favor de não se meter no meu lançe com a eminha,respeite nosso espaço!
      *
      O besta fera do inferno WIADO HOT NÂO É MEU AMIGO…NUNCA!
      Notei que ela ta sumida…se não virou galeto assado…ai alguém da viadagem me ameaça de assassinato de wiado…ou galinha d’angola sei lá…e quer que eu vá preso…só que esses malditos ativistas pensam que todo crente é besta…nesse assunto eu processaria todos que me acusassem ao não mostrar ou inventarem provas contra minha pessoa!
      O tiro ia sair pela culatra porque Deus ainda tem gente honesta nesse país!
      …agora se os jurados forem todos bichas lascou…a solução era comer tudinho…kkkkkkkkkkkkkkk!

  2. Notícia boas e lindas! Isso é o que deveria existir em maior quantidade no mundo.
    Acontece tantos milagres de Deus, coisas maravilhosas que valem a pena serem divulgadas.

DEIXE UMA RESPOSTA