Na Irlanda do Norte, Barack Obama discursa sobre o conflito entre católicos e protestantes, e diz que escolas religiosas podem causar divisão social

4

O presidente Barack Obama causou incômodo ao discursar em Belfast, capital da Irlanda do Norte, sobre o histórico conflito religioso existente no país entre católicos e protestantes.

O uso do termo “divisão” numa analogia feita a partir das escolas religiosas no país foi o que causou polêmica. O presidente norte-americano afirmou que as escolas católicas e protestantes não deveriam estimular a divisão social. Na Irlanda do Norte, existem muitas instituições exclusivas para fiéis católicos ou protestantes, devido ao conflito religioso.

“Por questões como escolas e habitações separadas, a falta de empregos e oportunidades – símbolos da história, que são uma fonte de orgulho para alguns e dor para os outros – não são superficiais para a paz, eles são essenciais para isso”, disse Obama . “Se as cidades permanecem divididas – se os católicos têm as suas escolas e prédios, e protestantes têm os deles – se não podemos nos ver no outro, se o medo ou ressentimento podem endurecer isso incentiva a divisão. Desencoraja a cooperação”, afirmou, segundo o site CNS News.

Segundo Obama, “em última análise, a paz não é apenas uma questão política”, e sim, um quadro muito mais amplo, e que necessita de empenho de ambos os lados: “[A paz] Trata-se de atitudes, uma sensação de empatia, quebrando as divisões que criamos para nós mesmos, em nossas próprias mentes e nossos corações, que não existem em qualquer realidade objetiva, mas que carregamos conosco geração após geração”, disse ele, em tom conciliador.


O presidente norte-americano afirmou que fala sobre o tema com propriedade, devido a história dos Estados Unidos: “E eu sei, porque a América, nós também tivemos que trabalhar duro ao longo das décadas, lentamente, gradualmente, às vezes dolorosamente, aos trancos e barrancos, para manter e aperfeiçoar nossa união. Cento e cinquenta anos atrás, estávamos rasgados por um terrível conflito. Nossa Guerra Civil era muito menor do que os problemas, mas matou centenas de milhares de nosso povo. E, claro, o legado da escravidão perdurou por gerações”, afirmou.

Esse legado mencionado por Obama resultou na existência de segregação racial mesmo após o fim da guerra civil dos Estados Unidos: “Mesmo um século depois de conseguirmos nossa própria paz, não fomos totalmente unidos. Quando eu era menino, muitas cidades ainda tinham bebedouros separados e lanchonetes e banheiros para brancos e negros”.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

4 COMENTÁRIOS

  1. A finalidade das igrejas é:
    I Corintios 7:23 façais escravos de homens.
    Gênesis 15:13 disse o Senhor a Abrão: Sabe com certeza tua descendência será reduzida à escravidão,
    Gálatas 3 : 29 E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa .
    I Samuel 8:17 Tomará o dízimo servireis de escravos.
    Amós 4:4 e de três em três dias os vossos dízimos.
    II Pedro 2 :19 prometendo-lhes liberdade, quando eles mesmos são escravos da corrupção;
    I Corintios 15:18 Logo, também os que dormiram em Cristo estão perdidos.
    Os pastores e padres pegam os fieis em três fatores: medo, ganância e culpa.
    Os três P (políticos,padres e pastores) resume em maçonaria.
    Deuteronômio 28:29 serás oprimido e roubado todos os dias, e não haverá quem te salve.
    NAUM 2:9 Saqueai a prata, saqueai o ouro;( saqueai,roubai).

  2. Catolicismo e protestantismo são duas quadrilha que tem de ser combatida, mais como combater o catolicismo se os bispos são generais de exércitos.
    Malaquias 2:7 o sacerdote é o mensageiro do Senhor dos exércitos.
    II Crônicas 32:6 Então pôs oficiais de guerra sobre o povo .
    I Samuel 8:15 Tomará e dízimo para dar aos seus oficiais.
    Hebreus 2:15 e livrasse todos aqueles que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à escravidão.
    I Samuel 8:17 Tomará o dízimo e vós lhe servireis de escravos.

DEIXE UMA RESPOSTA