Israel

Israel proíbe batismos no rio Jordão devido aos altos índices de poluição e riscos à saúde

Comentários (7)
  1. levi varela disse:

    Simples,

    Igual os rios daqui, que se faça o levantamento das casas que jogam esgotos.

    Depois de detectadas as residências e empresas que lança seus esgotos nos rios, o Estado determine a quem tem condições solucionar em 60 dias, e quanto aos de pouco ou sem recursos, que seja feito por ele próprio, mandando em seguida a conta, a ser paga em prestações a ser negociada caso a caso.

    Mas ficam os fiscais sem fiscalizar, então que os demita, pois imprestáveis.

  2. CLARA disse:

    não é esta a agua que a iurd vai dar banho, nos fiéis de descarrego

    1. J.Neto disse:

      E essa mesmo cara Clara, não sei porque esses trambiqueiros foram tão longe, poderia usar a água do rio tietê, o resultado seria o mesmo., corja de safados.

  3. josué disse:

    batizados em água suja não da

  4. Na verdade o general Sírio chamado Naamã, quando foi até Israel para ser curado da lepra, o profeta Eliseu mandou ele mergulhar nas águas do rio jordão. A princípio ele recusou dizendo que as águas do rio eram sujas. 2ºRs.5:12-14

  5. Edgar Hermes Teixeira disse:

    O Rio Jordão é um braço do Mar da Galiléia.e na estenção dele, 70%esta sob dominio Mulçumano.
    E no local em que Jesus Cristo foi Batizado, os Cristões nem perto pode chegar,pois é proibido pelos Mulçumanos.eles tomaram conta de quase todos os lugares Sagrados do Cristianismo,em Israel.Jericó(Muçulmano) Belem (Muçulmano) Canaã(Muçulmano)Jerusalém Oriental(Muçulmanos). e tem muito mais ainda.O QUE EU POSSO DIZ É QUE ESSA SUJEIRA TODA NÃO É DA NAÇÃO ISRAELENSE.

  6. levi varela disse:

    Foram proibir justo agora que a IURD trouxe a água para batizar o povo?

    Renato Cavallery, tire uma cópia do decreto e envie a essa igreja, pois se algo acontecer o site vai estar mais que autorizado a criticar e a denunciar os que desreipeitaram um alerta sanitário.

    Falar em alerta sanitário, é mais que difícil se chegar e se sair com determinados produtos na maioria dos países: feijão, milho, cozidos ou não, então como foi que a vigilância sanitária de lá e daqui do Brasil não viram os da Universal conduzindo centenas de litros de água?

    É se for verdade, a Iurd feriu normas sanitárias de ambos os países, daí, em especial por dever aos irmãos brasileiros, que este site faça enviar um alerta não apenas à igreja, mas também à Vigilância Sanitária, aliás esta já deve um esclarecimento por deixar entrar água de outro pais, pode vir com sangue de mortos por terroristas fundamentalistas, água com agrotóxico das lavouras judias e árabes, com alto teor de contaminação radiológica derivado das usinas nucleares de Israel e do Irã, isso sem falar no sangue dos sírios, pois muitos mortos na guerra e que se encontram de onde o rio nasce.

    Viu Cavalleri, como não é fácil sua vida, tem que alertar a todo mundo, exceto se o que foi escrito aqui é tão apenas um blefe, se bem que é de se estranhar que depois de tantos batismos no Rio Jordão, agora que o governo levante esse estudo, parece governo brasileiro, onde nada funciona, onde esgotos são lançados nos rios, embora se pague e se tenha servidores públicos para fiscalizar, em especial a nossa vigilância sanitária.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

As principais notícias gospel do Brasil e do mundo no portal pioneiro; Saiba tudo aqui sobre música gospel, evangélicos na política, ações missionárias e evangelísticas, projetos sociais, programas de TV, divulgação de eventos e muito mais.

No ar desde 2006, o canal de notícias gospel do portal Gospel+ é pioneiro no Brasil, sempre prezando pela qualidade da informação, com responsabilidade e respeito pelo leitor.

ANÚNCIO
ANÚNCIO
ANÚNCIO