Alcoólatra, jogador encontra nova oportunidade no esporte após se converter ao Evangelho

0

O vício no álcool levou o jogador de beisebol Matt Bush a ferir gravemente um idoso em um acidente de trânsito e quase pôs um fim à sua carreira no esporte. Mas o Evangelho o alcançou antes.

Em 2012, Matt dirigiu embriagado e causou um acidente que deixou um senhor gravemente ferido. Preso, ele foi condenado a quatro anos de prisão, e agora que cumpriu sua sentença, busca recomeçar sua vida.

A equipe do Texas Rangers o deu uma nova oportunidade em junho e agora ele está de volta aos campos, para a disputa do World Series. Mas, também está frequentando um programa de reabilitação alcoólica e tem ido aos cultos com os colegas de equipe, segundo informações do USA Today.

“Não era divertido viver naquela tristeza, naquela queda espiral. No passado, eu queria fazer tudo sozinho, e nunca consegui. Desta vez, eu me voltei a Deus para ter ajuda e apoio, permitindo que o Rangers me ajude, me dê orientação e estrutura”, disse ele em uma entrevista recente.


Matt reconheceu que precisou lutar contra algumas fraquezas para ter a chance de retomar sua vida: “Eu sempre tive talento, sempre amei este esporte, mas eu tinha demônios que me aprisionaram. Agora, eu tenho outra chance. Eu não sou a mesma pessoa que eu era. Eu não quero ser aquela pessoa nunca mais”.

O clube designou seu assistente de desenvolvimento de atletas, Roy Silver, para ajudar Matt a atravessar essa fase de readaptação e se manter sóbrio. E uma regra foi estabelecida: em casa, ele estará sempre acompanhado por seu pai, e durante as partidas, sempre na companhia de Silver.

O próprio assistente sabe que contratar Matt foi uma jogada de alto risco para o Texas Rangers, mas aposta que a fé vai ser uma grande ajudadora nessa situação: “Não há garantias. Não somos ingênuos, algo poderia acontecer. Esta é a vida. Mas você espera e ora, ora e espera, e escolhe ter fé e acreditar”, disse o assistente à ESPN em abril, logo após o retorno do jogador.

Até agora, Matt tem sido um vencedor: “Eu estou sóbrio. Eu gosto de mim agora. Realmente, nunca estive tão feliz em minha vida. Eu sei que feri muitas pessoas ao longo dos anos. Agora, eu quero deixá-las orgulhosas, e estar em uma equipe como esta é como um sonho”, concluiu.

 


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA