Muçulmano estupra cristã na frente dos filhos dela após recusa em dar informações a ele

3

O extremismo muçulmano levou um homem a espancar e estuprar uma mulher cristã na frente de seus filhos porque ela se recusou a dar a informação que ele queria a respeito de seu irmão.

O irmão do agressor se apaixonou pela irmã da mulher cristã, e os dois fugiram, para conseguir viver sua união longe das tradições familiares e religiosas que impediam sua aproximação. O caso foi registrado no Paquistão.

Quando soube da fuga, o muçulmano estuprador foi à casa da cristã acompanhado de outros homens e exigiu informações a respeito do paradeiro do casal. Diante da insistente negativa, ele a agrediu, arrastou para a rua e a despiu e estuprou na frente dos seus cinco filhos, segundo informações do Christian Post.

A família do homem que fugiu é muito influente na região de Lahore, e seu irmão foi à casa da cristã para pôr fim à “desonra” de sua família. Como não conseguiu o que queria, resolveu que ia “vingar a honra” de seus ancestrais e familiares dessa forma.


O caso foi revelado pelo advogado cristão Aneeqa M. Anthony, que coordena uma organização não-governamental dedicada à denúncia de injustiças, em uma entrevista à agência Fides.

Pedindo aos políticos locais que tomem providências para conter a violência contra os cristãos, Anthony disse que temia que o estuprador saísse impune, pois é comum a Polícia local ignorar casos envolvendo muçulmanos.

O pastor Franklin Graham comentou o caso em sua página no Facebook e lamentou o ataque contra a mulher cristã. Em um tom de indignação, questionou onde estão as feministas para protestar contra a violência contra as mulheres em países dominados, de alguma forma, pelo islamismo.

“Onde estão as ‘Glorias Steinems’, ‘Bellas Abzugs’ ou até mesmo as ‘Hillarys Clintons’, que se dizem defensoras dos direitos das mulheres quando se trata dos ensinamentos do islamismo? Por que elas não estão gritando e protestando contra a maneira como o islamismo trata as mulheres?”, confrontou Graham.

Ore pelos irmãos da Igreja Perseguida no Paquistão, um dos países que integram a lista de piores locais do mundo para ser um seguidor de Jesus Cristo, segundo a organização Missão Portas Abertas.

3 COMENTÁRIOS

  1. MADRUGADA passada, sonhei com Jesus. Acho que era Jesus, como nós conhecemos no mundo, como Jesus, porque tinha um coração imprimido no peito. Triste, escrevia algo no chão. Homem bonito, pele branca, clarinha e sem manchas. Cabelo curto preto e barba longa preta. Nariz longo, perfeito. Triste, escrevia algo no chão. Deus deixou GOVERNOS . . o governo de MOISÉS para os JUDEUS. O governo de MAOMÉ para os MUÇULMANOS. O governo dos HOMENS, onde Jesus seria apenas um DOUTRINADOR. Talvez seria um REI para a SALVAÇÃO dos OPRIMIDOS se não tivesse sido ASSASSINADO na Palestina. A pregação atual sobre o CRISTIANISMO é ESTÚPIDA e até OFENSIVA. Ninguém soube conduzir a Igreja de Cristo. AGORA o ISLÃ quer TERRITÓRIO e GOVERNOS . . mas não cuida nem de coisa e nem de outra. COMO A PREGAÇÃO é de JUDEUS . . nem dou BOLA para o que ACONTECE com os tais JUDEUS-CRISTÃOS. Então ISRAEL tem que protegê-los! São JUDEUS que adotam pra si os ensinamentos de Cristo. Não são Cristãos! Porque o momento que atacarem a CRISTO . . o BICHO VAI PEGAR!

  2. Para um judeu, esse Jesus de pele clar é diferente! Jesus Cristo mesmo disse que Seu reino não era desse mundo. João 18:36
    36 – Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui. Ele veio para salvar o mundo, não para ser levantado como governante ou guerrilheiro, como queriam os judeus! A salvação foi declarada para toda a humanidade que se render a Cristo: João 3:16
    16 – Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
    A diferença é se cremos na Sagrada Escritura, ou não!

DEIXE UMA RESPOSTA