Internacional

Pastor John Piper diz que assistir a Game of Thrones é como crucificar a Cristo novamente

Comments (7)
  1. josecarvalho disse:

    Pois é verdd.

  2. Rodrigo disse:

    Nunca assisti a isso, mas não dá liberdade para seus fiéis escolherem o que querem ver?! Depois dizem que os pastores não querem controlar os membros!

    1. Hebert disse:

      “Todas as coisas me são permitidas, mas nem todas são saudáveis.” 1 Coríntios 6:12

      Você obedece a seu Pastor se você quiser, você vai na igreja se você quiser, o próprio Jesus disse para ir a ele quem quiser, ou seja ninguém está te forçando a nada. E quem vai na igreja de Piper, é porque concorda com a maioria ou todas as coisas que ele prega, e se ele está dizendo que este seriado “pornográfico” não te aproxima de Deus, se você insistir em ver é porque você não quer obedecer a Deus.

      O homem é inclinado para o Mal, sua natureza é má. E se Cristo não está em mim, logo não poderei fazer boas escolhas.

  3. Dado disse:

    A televisão dos santos do Senhor não deveria ser santa também? Deixar entrar em sua casa programas que fazem apologia, mostrando de forma normal coisas como sexo ilícito, mentira, chantagem, dissimulação, etc, seria inaceitável para pessoas que querem crescer em sua vida espiritual.

  4. JP Silviera disse:

    Valar Morghulis!

  5. Leonardo K disse:

    E a ignorância evangélica escravizante impera, como sempre…

    O cara me tira uma fala de hebreus que significa “abdicar da graça” pra voltar aos rudimentos legalistas e cerimonialistas e me bota como interpretação exegética uma asneira dessas…

    Explicando->

    Os judeus convertidos que queriam preservar a Lei eram vistos como pessoas que “crucificavam a Cristo novamente”, porque ao querer voltar aos costumes da Lei mosaica, estavam ignorando o fato de que Jesus havia vindo para substituir todo aquele legalismo pela salvação pela GRAÇA (favor imerecido) de Deus, e não pelos méritos de se cumprir todas as ordenanças.

    Portanto, a fala apenas adverte quanto ao fato de que após saber que Moisés, Josué, os sacerdotes, os levitas, o templo, a arca, e tudo o mais… já haviam passado… e que eram apenas “sombra das coisas que haveriam de vir em Cristo”… os que estavam agora deixando a Graça e voltando à Lei, estavam pisando na oferta da salvação gratuita em Cristo, e voltando ao que Nele já estava extinto.

    Ora, esses que um dia creram na Cruz, que foram iluminados e que se alegraram no amor de Deus, mas que deixaram a alegria da fé e voltaram para os jugos da Lei, colocando a sua fé num sistema caduco e que teve sua utilidade apenas enquanto não havia chegado Aquele acerca de quem todas aquelas coisas eram apenas uma miragem profética ou simbólica… é impossível renovar a estes para arrependimento, visto que estão crucificando a Cristo outra vez e abdicando daquilo que um dia tiveram.

    Isto sim é que é verdadeiramente “cair” da Graça… e nesse sentido a “igreja”, sempre que se entrega aos legalismos, aos moralismos, aos cerimonialismos vazios, e às mecânicas de barganha sacrificial com Deus está também caindo da Graça constantemente!

    Então é justamente o contrário: quem acha que deve cumprir certos rituais ascéticos para consigo mesmo (não coma, não beba, não assista, blablabla), ESSES SIM, são os que estão constantemente crucificando a cristo pela segunda, terceira, milésima-quinta vez e parece que não se dão conta disso…

    Game of Thrones é o de menos, o difícil é deixar a segurança psicológica das “barganhas” e dos “rituais” e se jogar de cabeça na fé plena da salvação pelo favor imerecido. Mas enfim, é o que as grandes lideranças das “igrejas” querem, afinal toda aquela gente livre de espírito é difícil de ser “controlada” por eles.

    Ai, ai….

    1. Wagner disse:

      Meu caro Leonardo K ….
      Entenda bem, o que o Pastor quer dizer é o perigo que isto nos traz.
      Todas as coisas me são lícitas, mas nem tudo me convém e não podemos deixarmos sermos levados e enganados por este mundo que jaz no maligno.
      Crucificar a Cristo novamente é não discernir este mundo em que estamos vivendo. Paulo nos diz que não devemos nos conformar com este mundo, e quem é espiritual discerne bem todas as coisas. Deixar as coisas da lei não é só as cerimônias em si, mas pelo o fato de Cristo está no seu devido lugar, nada pode substituir a Cristo, e somente Ele é a razão de tudo pra nossas vidas, portanto Ele tem que está no nosso íntimo e na prioridade máxima de nossas vidas. Porque nada pode tomar e substituir o lugar que é Dele em nossas vidas.
      A verdadeira fé implica a renúncia de tudo o que quer ferir e destruir a nossa alma, pois Jesus nos chamou para a santificação e não para as imundices deste mundo.
      Chega de violência e de imoralidades, vamos pensarmos nas coisas de cima, das coisas santas e puras que o nosso Deus reservou para os que crêem na obediência. (Fl.4.8).

  6. ANIBAL disse:

    AMEM !! COL. 3. SE O GRAO DE TRIGO CAINDO NA TERRA NÃO MORRER FICA ELE SÓ, SE MORRER DAR MUITO FRUTO, DISSE JESUS. MAT 7. O CAMINHA QUE LEVA A VIDA ETERNA É APERTADO, E A PORTA ESTREITA, E SÃO POUCOS QUE A ENCONTREM. MAS… NÃO VALEM A PENA PERDER TEMPO COM QUEM NAO QUER ENTENDER. NÃO PODEMOS JOGAR AS PEROLAS AOS PORCOS, DISSE JESUS.

  7. Sat An disse:

    Quando nao houver mais dinheiro envolvido nas questoes das igrejas nos poderemos discutir tudo…mas enquanto voces forem motivados por 1 centavo que seja… Para mim voces sao todos uns porcos e canalhas

    1. Chosen disse:

      Fácil julgar quando você está de fora, seu porco.

  8. PAULO disse:

    Po, tipo, na verdade, entretanto deixa pra lá

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *