Imprensa internacional destaca a força dos evangélicos como o maior desafio do papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude

37

A imprensa internacional tem destacado a visita do papa Francisco ao Brasil durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) sob dois aspectos. A primeira viagem internacional do pontífice será ao país com maior número de católicos no mundo, e que também é palco da maior taxa de crescimento dos evangélicos, superando 60% na primeira década do novo século.

A revista norte-americana Newsweek destaca que “a primeira grande viagem internacional de Francisco é carregada de significado para uma igreja em tumulto”, fazendo referência aos escândalos de pedofilia e má gestão financeira, que conturbam a já tumultuada Igreja Católica, que tem perdido fiéis devido à sua “liturgia desatualizada”.

Segundo a Newsweek, o crescimento dos evangélicos enfraqueceu ainda mais a Igreja Católica no país: “No Brasil, nominalmente, o maior país católico do mundo, as lutas da Igreja têm proporcionado uma abertura para igrejas evangélicas protestantes, cujos televangelistas cortejam os pobres e esquecidos em templos que se espalharam como franquias de fast-food”.

Citado pela publicação como uma das cartas na manga do Vaticano para estancar a perda de fiéis, padre Marcelo Rossi afirma que a Igreja Católica precisa se mexer: “Nós não podemos sentar e esperar que as pessoas venham à igreja”, diz ele. “A igreja tem que chegar e trazer as pessoas de volta”.


Entretanto, a ideia de que a visita do papa ao Brasil possa reverter a perda de fiéis é questionada por outros veículos de imprensa. Na França, o jornal Le Monde publicou uma matéria especial sobre a viagem de Francisco para a JMJ e sua missão de reconquistar o público.

“De um lado, ela [a Igreja Católica] não conseguiu evitar sua erosão numérica diante das igrejas evangélicas, cuja inventividade, proximidade e dinâmica de crescimento não cessam de preocupar os bispos. De outro lado, ela teve sua imagem prejudicada pelos escândalos de pedofilia e corrupção em série”, constata o jornal francês.

As estatísticas são apontadas como evidência do crescimento e da força das igrejas evangélicas: “Enquanto eram apenas 6,6% da população em 1980, os evangélicos, em seu conjunto, passaram para quase 25% da população, ou seja mais de 16 milhões de novos fieis”.

O jornal destaca ainda que, apesar da estratégia do papa em visitar lugares onde a Igreja Católica é ausente, como Guaratiba e Varginha, comunidades carentes do Rio de Janeiro, o desafio se faz maior pela falta de padres na denominação. Segundo o Le Monde, o déficit de sacerdotes chega a 20 mil só no Brasil.

“Em termos de estratégia, o papa Francisco escolheu visitar duas localidades do Rio de Janeiro – Guaratiba no Oeste e a favela de Varginha na zona Norte – onde os evangélicos proliferam. Dois lugares onde, como em tantos outros, a Igreja Romana parece distante, quando não ausente. Lugares que permitirão medir o tamanho da tarefa a ser executada pelo novo papa nesse que ainda é, apesar de tudo, o maior país católico do planeta”, conclui o jornal.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

37 COMENTÁRIOS

  1. “…Igreja Católica, que tem perdido fiéis devido à sua “liturgia desatualizada”. – Não digo desatualizada, digo herege! – Mesmo sendo a igreja de portas largas, onde tudo pode, está perdendo adeptos devido o conhecimento da verdade que está se alastrando por todo mundo cristão! – A ‘festa’ oferecida ao Papa será maravilhosa, ‘só alegria’, mas fica uma pergunta: -Como Jesus será glorificado neste cortejo, pois até agora, o assunto ‘papa’ é falado e visto na proporção de um milhão para um ‘Jesus’!

    • Mas os objetivos dos católicos não é só adorar a Cristo. Por isso o abismo com os evangélicos. Por isso devemos amar muito os católicos mas continuar “protestantes” em relação as suas doutrinas.

    • tai é verdade, e sabe wagner, que tem varios aqui no site e são gente boa de montão , é que receberam dos pais e vivem nela e foram criados nela, então ainda não tiveram um encontro com JESUS somente com a religião…como dizem por ai…mas aos poucos e isto ja acontece muitos vão se entregar….lembre-se todo católico ou frequenta a macumba ou joga cartas ou le horospoco…enfim é só dar tempo

    • Jesus Cristo será devidamente adorado nas celebrações e nas canções que os jovens entoarem, não se preocupem. A recepção dos fiéis é apenas um gesto de carinho ao líder máximo dos cristãos católicos na terra.

      Boa parte da celeuma parece estar em cima de sentimentos pequenos e desprezíveis em face da grande exposição da mídia.

      • Mauro2011 diz: Agora, os católicos minimizam a Bíblia e a colocam abaixo da Tradição ou Magistério? De forma alguma. Antes que qualquer denominação protestante surgisse na face da Terra a Igreja era a que mais publicava e distribuía a Bíblia. Tanto é que a primeira Bíblia impressa foi a de Gutemberg, que era católico e a Bíblia era a Vulgata.

        Resposta: E quando a palavra contradiz a tradição? Qual tem mais validade? A Bíblia de Gutemberg que foi impressa já vinha com livros que foram introduzidos por judeus e não católicos não me venha agir com má-fé dando a entender que foi a igreja católica que organizou todos.
        O que a Igreja Católica fez foi somente reuni-los, eles já existiam e mesmo assim os judeus quando rejeitaram os apócrifos,no concílio os (católicos) os colocaram como canônicos o que na época não era aceito.

  2. O plano original de Deus foi influenciar cada um de nós com a cultura do Seu Reino. A Bíblia não trata de religião, ela trata isto sim, de uma política de governo! “Por onde forem, preguem esta mensagem: É chegado O Reino dos céus. Curem os enfermos, ressuscitem os mortos, purifiquem os leprosos, expulsem os demônios”. Jesus não veio falar de religião Ele veio implantar o Seu Reino !!!

  3. A IGREJA CATÓLICA FALA EM “EVANGELIZAR”. MAS ELES NÃO SÃO EVANGÉLICOS. E A BÍBLIA, LIVRO EXCELÊNCIA, E REGRA ÚNICA DE FÉ DOS EVANGÉLICOS, PARA O COLEGIADO DE BISPO CATÓLICO, É APENAS UM LIVRO IGUAL: OU MENOS VALOR TEOLÓGICO E DOUTRINÁRIO, QUE A TRADIÇÃO DA IGREJA, E AS BULAS PAPAIS.. QUE LIVRO DE FÉ A IGREJA VAI FUNDAMENTAR SUA EVANGELIZAÇÃO. E OS CULTOS E INVOCAÇÃO A SANTOS MORTOS IRÃO CONTINUAR?

    • A Igreja católica tem a Bíblia em mais alta estima que o meio evangélico. A verdade está muito além da visão nublada de um articulador e crítico de plantão.

      Para começar, vamos com o Catecismo:

      “É tão grande o poder e a eficácia encerrados na Palavra de Deus, que ela constitui sustentáculo e vigor para a Igreja, e, para seus filhos, firmeza da fé, alimento da alma, pura e perene fonte da vida espiritual”. “É preciso que o acesso à Sagrada Escritura seja amplamente aberto aos fiéis. Que o estudo das Sagradas Páginas seja, portanto, como que a alma da Sagrada Teologia. Da mesma palavra da Sagrada Escritura também se nutre salutarmente e santamente floresce o ministério da palavra, a saber, a pregação pastoral, a catequese e toda a instrução cristã, na qual deve ocupar lugar de destaque a homilia litúrgica”.

      A Igreja “exorta com veemência e de modo peculiar todos os fiéis cristãos… a que, pela freqüente leitura das divinas Escrituras, aprendam “a eminente ciência de Jesus Cristo”(Fl 3,8). “Com efeito, ignorar as Escrituras é ignorar Cristo”.(CIC 131-133)

      Eu não acho que algo possa ser mais claro que isto. A Igreja está pedindo que os católicos “leiam suas Bíblias”. Você pode ter ouvido que os católicos não puderam ler a Bíblia nos séculos mais antigos. Isso é um assunto muito complicado que muitos pastores evangélicos transformaram em um slogan simplista contra os católicos. Na época em que os camponeses eram analfabetos, os católicos camponeses dependiam do clero para ler, nas histórias das Escrituras, como descritas visualmente nos vitrais e estátuas.

      Agora, os católicos minimizam a Bíblia e a colocam abaixo da Tradição ou Magistério? De forma alguma. Antes que qualquer denominação protestante surgisse na face da Terra a Igreja era a que mais publicava e distribuía a Bíblia. Tanto é que a primeira Bíblia impressa foi a de Gutemberg, que era católico e a Bíblia era a Vulgata.

      Não é questão de que a Bíblia é insuficiente. Leiamos IITm.3,17: “a fim de que o homem de Deus seja perfeito e ‘perfeitamente habilitado para toda boa obra’”. Como vimos, este versículo só significa que o homem do Deus é provido completamente com a Escritura; não é uma garantia que ele automaticamente sabe como interpretá-la corretamente . Este versículo no máximo só menciona a suficiência material da Escritura, uma posição que é defendida por alguns pensadores católicos atualmente.

      “Suficiência material” significar que a Bíblia de algum modo contém todas as verdades que são necessárias para o fiel saber; em outras palavras, os “materiais” estariam todos presente ou pelo menos implícitos. A “suficiência formal”, por outro lado, significa que a Bíblia não só conteria todas as verdades que são necessárias, mas que também apresentaria essas verdades de um modo perfeitamente claro e compreensível. Em outras palavras, estas verdades estariam em uma forma do utilizável, e por conseguinte, não haveria nenhuma necessidade da Sagrada Tradição para clarificá-las, completá-las ou que houvesse uma autoridade pedagógica infalível para interpretá-las corretamente.

      Devido a Igreja Católica afirmar que a Bíblia não é suficiente por si mesma, naturalmente ensina que esta necessita de um intérprete. São duas as razões pelas quais a Igreja ensina tal coisa: primeiro, porque Cristo estabeleceu uma Igreja viva para ensinar com Sua autoridade. Ele simplesmente não deu uma Bíblia aos seus discípulos, completa e encadernada, e lhes disse para ir e fazer cópias para a multidão, para distribuir, e deixar que cada um interprete-a do seu jeito. Segundo, a própria Bíblia afirma que precisa de um intérprete.

      • Mauro2011 diz: Devido a Igreja Católica afirmar que a Bíblia não é suficiente por si mesma, naturalmente ensina que esta necessita de um intérprete. São duas as razões pelas quais a Igreja ensina tal coisa: primeiro, porque Cristo estabeleceu uma Igreja viva para ensinar com Sua autoridade. Ele simplesmente não deu uma Bíblia aos seus discípulos, completa e encadernada, e lhes disse para ir e fazer cópias para a multidão, para distribuir, e deixar que cada um interprete-a do seu jeito. Segundo, a própria Bíblia afirma que precisa de um intérprete

        Resposta: Poderia me mostrar algum versículo que apoia este argumento? Todos nós sabemos que nos tempos dos discípulos o velho testamento já lhes era dado. Não existia Igreja Católica nesta época então quem organizou estes livros? Resposta simples: Os judeus.
        Fica uma pergunta: Onde na bíblia existe algum versículo, como quero que me mostre nos primeiros séculos onde Jesus dita que somente cabe a uma pessoa (Para a Icar o Papa) a interpretação? Quem me diz que a interpretação do papa é válida?
        Você vai me responder: Deus o deu este poder. Ai te pergunto: Quando?

        Sobre o resto dos seus argumentos considero batido, existem várias refutações a estes argumentos que aqui não me cabe faze-las.Te recomendo estudar pelo site “O Tempora” do pastor Augusto Nicodemos que refuta todos seus argumentos com tranquilidade e soberania.

        • Exatamente, Cristo simplesmente não deu uma Bíblia aos seus discípulos, completa e encadernada, e lhes disse para ir e fazer cópias para a multidão, para distribuir, e deixar que cada um interprete-a do seu jeito. Segundo, a própria Bíblia afirma que precisa de um intérprete.

          Sobre a assertiva, lemos em 2 Pd 3,16 que São Paulo escreveu passagens difíceis, cujo sentido pessoas ignorantes e sem formação deturpam, como também fazem para as demais Escrituras, para a própria condenação.

          Neste único versículo podemos ver três pontos muito importantes sobre a Bíblia e sua interpretação: a) A Bíblia contém passagens que não são facilmente compreendidas ou suficientemente claras, um fato que demonstra a necessidade de um orientador infalível e com autoridade suficiente para tornar as passagens claras e compreensíveis , b) não é somente possível que algumas pessoas deturpem o significado da Escritura, mas isto, de fato, já estava sendo feito desde o começo da era da Igreja, c) distorcer o significado da Escritura pode resultar na condenação de um indivíduo, realmente um destino desastroso. É óbvio destas considerações que Pedro não acredita que a Bíblia deva ser a única regra de fé. Mas há mais.

          Em At 8,26-40 lemos o encontro do diácono Felipe com o eunuco etíope. Neste cenário, o Espírito Santo leva Felipe a se aproximar do etíope. Quando Felipe percebe que o etíope está lendo o profeta Isaías, faz uma importante pergunta: será que compreendes verdadeiramente o que está lendo? Mais importante é a resposta dada pelo eunuco: e como poderia eu compreender, respondeu ele, se não tenho guia?

          Mesmo que este Felipe (conhecido como o Evangelista) não seja um dos apóstolos, ele fora comissionado pelos apóstolos (cf. At 6,6) e pregou o Evangelho com autoridade (cf. At 8,4-8). Conseqüentemente, sua pregação refletiria o legítimo ensino dos apóstolos. A questão aqui é que as declarações do etíope verificam o fato de que a Bíblia não é suficiente por si mesma como orientadora de doutrina cristã, e as pessoas que ouvem a Palavra precisam de uma autoridade que as oriente corretamente para que possam entender o que a Bíblia quer dizer. Se a Bíblia fosse de fato suficiente por si mesma, então o eunuco compreenderia claramente a passagem de Isaías.

          • Exatamente, Cristo simplesmente não deu uma Bíblia aos seus discípulos, completa e encadernada, e lhes disse para ir e fazer cópias para a multidão, para distribuir, e deixar que cada um interprete-a do seu jeito. Segundo, a própria Bíblia afirma que precisa de um intérprete.
            Resposta: Pelo contrário a bíblia nunca afirmou que deva existir um interprete para ela vale somente destacar os bereanos que para ver se o que Paulo falava estava de acordo analisavam pelas escrituras.Se observar não existia um único interprete nesse caso.
            Te pedi um argumento que daria validade onde mostra ou prova que Jesus deu alguma autoridade a uma única pessoa como interprete e estou aguardando.
            Sobre a assertiva, lemos em 2 Pd 3,16 que São Paulo escreveu passagens difíceis, cujo sentido pessoas ignorantes e sem formação deturpam, como também fazem para as demais Escrituras, para a própria condenação.
            Resposta: Mesmo aqui nesse caso não dá validade para que um único interprete possa e caiba exclusivamente o poder de interpreta-la. Passagens difíceis não significa que sejam impossíveis de se entender. É dever de todo o homem ler a bíblia. E somos orientados a agir dessa forma pela própria palavra (Dt 6.6-7;31.11-12;Js 1.8;Is 34.16;At 17.11; 2 Tm 3.15-17).
            Neste único versículo podemos ver três pontos muito importantes sobre a Bíblia e sua interpretação: a) A Bíblia contém passagens que não são facilmente compreendidas ou suficientemente claras, um fato que demonstra a necessidade de um orientador infalível e com autoridade suficiente para tornar as passagens claras e compreensíveis , b) não é somente possível que algumas pessoas deturpem o significado da Escritura, mas isto, de fato, já estava sendo feito desde o começo da era da Igreja, c) distorcer o significado da Escritura pode resultar na condenação de um indivíduo, realmente um destino desastroso. É óbvio destas considerações que Pedro não acredita que a Bíblia deva ser a única regra de fé. Mas há mais.
            Resposta: Me mostre na bíblia onde exista algum relato que dê validade a uma possível infalibilidade de alguém para poder interpretar a bíblia? Na verdade ainda hoje é feito com inúmeras doutrinas estranhas da Icar que não se encontra respaldo nenhum nas escrituras (Vide Imaculada Conceição; Purgatório etc).
            Distorcer o significado das escrituras sim é um sinal terrível como vemos em 2 Pedro agora do texto que expos onde este afirma que devido a isso ela não pode ser a única regra de fé?
            Agora vejamos na bíblia se existe alguém que possui alguma infalibilidade:
            1-“Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus.” Romanos 3:23
            2-“Como está escrito, não há justo, nem sequer um.” Romanos 3:10
            3-“Aquele que não conheceu pecado (Jesus), ele (Deus) o fez pecado por nós…” 2 Coríntios 5:21
            Em At 8,26-40 lemos o encontro do diácono Felipe com o eunuco etíope. Neste cenário, o Espírito Santo leva Felipe a se aproximar do etíope. Quando Felipe percebe que o etíope está lendo o profeta Isaías, faz uma importante pergunta: será que compreendes verdadeiramente o que está lendo? Mais importante é a resposta dada pelo eunuco: e como poderia eu compreender, respondeu ele, se não tenho guia?
            Mesmo que este Felipe (conhecido como o Evangelista) não seja um dos apóstolos, ele fora comissionado pelos apóstolos (cf. At 6,6) e pregou o Evangelho com autoridade (cf. At 8,4-8). Conseqüentemente, sua pregação refletiria o legítimo ensino dos apóstolos. A questão aqui é que as declarações do etíope verificam o fato de que a Bíblia não é suficiente por si mesma como orientadora de doutrina cristã, e as pessoas que ouvem a Palavra precisam de uma autoridade que as oriente corretamente para que possam entender o que a Bíblia quer dizer. Se a Bíblia fosse de fato suficiente por si mesma, então o eunuco compreenderia claramente a passagem de Isaías.

            Resposta: O engraçado que você me mostrou que eles possuíram autoridade de acordo com a autoridade que a própria bíblia deu.O próprio Jesus quando foi tentado se utilizou desta para debater o diabo. Os argumentos dos apóstolos teriam que vir de acordo com o que a escritura dizia não o contrário.Se for assim quero que me prove de acordo com o credo apostólico onde houve alguma introdução por meio da tradição dos apóstolos que acrescentou algo na bíblia?

            Vamos ver então segundo a bíblia qual a única regra de fé:
            1-“As tuas palavras são em tudo verdade desde o princípio, e cada um dos teus justos juízos dura para sempre.” Salmo 119:160
            2- “As palavras do Senhor são palavras puras, prata refinada em cadinho de barro, depurada sete vezes. Sim, Senhor, tu nos guardarás; desta geração nos livrarás para sempre.” Salmo 12:6-7.
            3-“Santifica os na verdade; a tua palavra é a verdade.” João 17:17.
            4-“Eu, a todo aquele que ouve as palavras da profecia deste livro, testifico: se alguém lhes fizer qualquer acréscimo, Deus lhes acrescentará os flagelos escritos neste livro; e, se alguém tirar qualquer cousa das palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte da árvore da vida, da cidade santa, e das cousas que se acham escritas neste livro.” Apocalipse 22:18-19.
            5-O Apóstolo Paulo avisa aos leitores da Bíblia como deveriam reagir contra os que ensinam doutrinas contrárias à Palavra de Deus escrita:

            “Rogo-vos, irmãos, que noteis bem aqueles que provocam divisões e
            escândalos, em desacordo com a doutrina que aprendestes, afastai-vos
            deles, porque esses tais não servem a Cristo, nosso Senhor, e sim, ao seu
            próprio ventre, e, com suaves palavras e lisonjas enganam o coração dos
            incautos.” Romanos 16:17-18

            Paulo adverte os crentes verdadeiros a evitar qualquer pessoa que ensine doutrinas contrárias às escritas nas Escrituras. Ele também revela as consequências de crer em tais ensinos falsos:

            “Mas ainda que nós, ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue (outro) evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema.” Gálatas1: 8.

            Em seguida Paulo repete imediatamente:

            “Assim como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega (outro) evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema.” Gálatas 1:9.

        • Esqueci de outro detalhe…

          também há 2 Pd 1,20, que afirma: nenhuma profecia da Escritura é objeto de interpretação pessoal. Aqui vemos a própria Bíblia afirmar de forma inequívoca que suas profecias não são objeto pelos quais o indivíduo deva compreender pelos seus próprios meios. Também é de grande importância que este verso seja precedido por uma seção sobre o testemunho apostólico (vv.12-18) e seguido por uma seção sobre falsos mestres (2,1-10). Pedro está contrastando o ensino apostólico genuíno com os falsos profetas e falsos mestres, e faz a referência à interpretação pessoal como o pivô entre os dois. A implicação imediata e clara é que a interpretação pessoal é um caminho por onde o indivíduo perde-se do autêntico ensino dos apóstolos e passa a seguir falsos mestres.

          • Esqueci de outro detalhe…
            também há 2 Pd 1,20, que afirma: nenhuma profecia da Escritura é objeto de interpretação pessoal. Aqui vemos a própria Bíblia afirmar de forma inequívoca que suas profecias não são objeto pelos quais o indivíduo deva compreender pelos seus próprios meios. Também é de grande importância que este verso seja precedido por uma seção sobre o testemunho apostólico (vv.12-18) e seguido por uma seção sobre falsos mestres (2,1-10). Pedro está contrastando o ensino apostólico genuíno com os falsos profetas e falsos mestres, e faz a referência à interpretação pessoal como o pivô entre os dois. A implicação imediata e clara é que a interpretação pessoal é um caminho por onde o indivíduo perde-se do autêntico ensino dos apóstolos e passa a seguir falsos mestres.

            Resposta: Vale salientar que em 2 Timóteo 3.16-17 a Bíblia fala:” Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça, para que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente instruído para toda boa obra”.

            Dito isso vou abordar o que quis dizer Pedro nesse contexto: Embora alguns interpretam isso como se referindo à interpretação da profecia do Antigo Testamento por aqueles que leem a Escritura, tanto o grego como contexto imediato indicam que Pedro estava falando aqui da origem divina e da confiabilidade da Escritura. Apesar de Pedro ter confrontado as interpretações incorretas de seus oponentes (3.16), seu interesse nesse contexto era enfatizar a confiabilidade do caráter dado por Deus do testemunho apostólico e profético (VS 16-19,21). A profecia do Antigo Testamento muitas vezes envolvia o sonho ou a visão, bem como a interpretação dada por Deus dessa revelação ( p. ex., Dn 8.1-12,15-26;Zc 1.7-21). Nas zombarias que faziam a respeito da segunda vinda (3.3-4), os adversários de Pedro podem ter argumentado que as interpretações proféticas do Antigo Testamento não eram inspiradas.

            Ele não Crítica a interpretação particular mais sim o que foi explicitado a cima, se fosse segundo o seu raciocínio tais versículos que bíblicos perderiam o sentido veja:

            1- “…receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos
            os dias para ver se as cousas eram de fato assim.” Atos 17:11.

            2- “Respondeu-lhes Jesus: não provém o vosso erro de não conhecerdes as
            Escrituras, nem o poder de Deus?” Marcos 12:24.
            Por que Jesus censurou os saduceus por não conhecerem as Escrituras se
            fosse impossível para eles interpretá-las?

            3- “Procura apresentar-te a Deus, aprovado, como obreiro que não tem de que
            se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.” 2 Timóteo 2:15.

            4- Quem faz a interpretação?

            A Bíblia revela que o Espírito Santo, não um grupo de homens, interpretará a Escritura para os filhos de Deus, bem como os ajudará a compreender todas as coisas:

            “Mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome,esse vos ensinará todas as cousas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito.” João 14:26-91
            “Quando vier, porém, o Espírito da Verdade, ele vos guiará a toda a verdade…” João 16:13

            O apóstolo Paulo reconhecia ser o Espírito Santo aquele que lhe ensinava:

            “Disto também falamos, não em palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas ensinadas pelo Espírito, conferindo cousas espirituais com espirituais.” 1 Coríntios 2:13.

            “Ora, nós não temos recebido o espirito do mundo, e, sim, o Espírito que vem de Deus, para que conheçamos o que por Deus nos foi dado gratuitamente.” 1 Coríntios 2:12
            Porque os Cristãos são aconselhados a memorizar as Escrituras, se eles
            não podem entendê-las?

            “Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti.” Salmo
            119:11
            “Guarda os meus mandamentos e vive”“… escreve-os na tábua do teu coração.” Provérbios 7:23.

          • Se são batidos, fique a vontade. Estudo pelas minhas fontes e elas tem somente dois mil anos.
            In Cordi Jesu

            Resposta: Percebe-se que suas fontes carecem de autenticidade, pois todas foram contestadas e vai por mim caro amigo nem precisei ir muito fundo. Espero de todo coração que me venha com argumentos mais complexos na próxima, pois já disse e volto a repetir: Estes estão enrugados e velhos.

            Deus te abençoe,

            Rafael.

    • Muitas palavras sem fundamento, tentou passar a imagem de que o protestantismo é a verdade porém não citou que ele está enfraquecendo o cristianismo através das divisões e diferentes doutrinas, esqueceu de citar que não é a igreja quem deve se adaptar e sim as pessoas.
      Falou de imagens mas nem sequer citou Ex.20 e Ex 25. Falou de Maria mas nem sequer citou ap. 12.
      Sei que tens muitas dúvidas quanto ao catolicismo e por isso gostaria de te mostrar um site com as respostas católicas, isso talvez lhe faça refletir e entender o Cristianismo Católico. Sem te obrigar a nada, nem asos que estão aqui lendo esse site mas gostaria que pelo menos visitasse e lê-se as respostas confrontando com teus ensinamentos.

      Esses são alguns.

      PAZ DE CRISTO!

      • 1-Esse argumento de que o Protestantismo está enfraquecendo o Cristianismo é de uma má-fé absurda.As divergências entre as Igrejas evangélicas se encontram em termos secundários não primários.Você nunca irá encontrar divergências entre evangélicos por exemplo no sentido de que a Bíblia é a única regra de fé, como na Trindade,como no fato de só Jesus salvar.Aqui não existem divisões entre os evangélicos.
        2-Êxodo 20.4 condena a adoração a imagens e esculturas. Êxodo 25 não aborda nada referente a adoração de imagens.Imagens não são proibidas mais sim a adoração.
        3-O que tem a ver Apoc.12?

  4. Eles continuarão a Adorar a Maria, continuarão, a reza de sempre ave Maria e Santa Maria, continuarão a fazer santos, continuarão a ter o papa como representante de Pedro, continuarão a sair da igreja e ir para as festas, pecaminosas, continuarão a adorar o padre cicero, a adorar a aparecida e todos os santos que os mesmos criou, continuarão a pedir intercessão a tudo que e santo, representados por imagem, de ferro de barro de madeira de gesso de bronze de alumínio de liga de antimônio com alumínio, e vai por ai afora, continuarão a ir em centro espiritas, continuarão a subir escadas de joelhos, e a fazer todo tipo de simpatias, a ler horóscopos, continuarão a batizar crianças, continuarão a ir em suas igrejas e não levar a bíblia, ao invés da bíblia continuarão a ler aquele papel já escrito para que os mesmos leiam o que nele esta de acordo com a vontade de outrem, continuarão a beijar imagem e lhes dirigir suas preces, e assim vai por ai afora, fui católico por anos e anos sei muito bem o que estou escrevendo, agora mesmo serão milhares que estarão la no rio de janeiro com suas imagens para serem como diz um bom católico serem benzidas, veremos se o papa ira dizer para os mesmo que aquilo e apenas um pedaço de ferro ou de madeira e que não vale nada, e que e de nenhum préstimo, que não esta nelas fazer o mal nem tampouco fazer o bem, veremos se o papa Francisco ira pegar a bíblia e fazer uma bela de uma pregação de Isaias 44, mostrando e ensinando sobre a loucura da idolatria precisamente dos versículos 9 a 20, ou veremos se o papa Francisco ira fazer uma bela de uma pregação de Jeremias capitulo 10 versos 1 a 15 mostrando o contraste entre O SENHOR e os ídolos ou mostrando o Profeta combatendo o culto a Rainha dos Ceus os povos queimando incenso a ela oferecendo-lhe libações, veremos se o papa Francisco ira falar para os jovens não adorar o padre cicero a aparecida, as Marias em todas suas formas e nomes, vaomos ver se o Papa Francisco vai dizer aos jovens para ADORAR SOMENTE A JESUS CRISTO ENSINANDO-LHES QUE SOMENTE ELE JESUS CRISTO E DIGNO DE TODA HONRA E GLORIAS E LOUVOR, veremos

    • Considerando a hipótese de que a oração da Ave-Maria não estivesse não Bíblia, isto a princípio não a tornaria proibida.

      Normalmente os cristãos protestantes, evangélicos e católicos quando oram inventam suas orações na hora, orações que não estão expessas na Bíblia.

      Este não é o caso da Ave-Maria. Esta belíssima oração é plenamente bíblica porque:

      A primeira parte dela está expressa na Bíblia: “Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo.” (Lc 1,28) “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre.” (Lc 1,42)
      A segunda parte está implícita na Bíblia: “Santa Maria Mãe de Deus”. Ora Maria é Santa e é mãe de Jesus que é Deus, portanto Mãe de Deus. Santa Izabel a saudou como “Mãe do Meu Senhor” (cf. Lc 1,43), isto é Mãe do Meu Deus. “Rogai por nós Pecadores, agora e na ora de nossa morte”. Maria está na presença de Deus, e por Graça de Seu filho ora por nós que ainda estamos a caminho da Salvação.

      • Olá Mauro, percebi que vc usa uma parte da biblia para basear suas idéias e opiniões . Será que vc já leu atos 4.12 onde diz: “em nenhum outro há salvação , porque abaixo do céu nao existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos”. Se vc nao sabe Pedro estava falando de Jesus, e só Jesus tem poder e autoridade de rogar por nos pecadores. João 1.29 João Batista quando viu Jesus disse: ” Eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!” Só Jesus tira nosso pecado e nos purifica. João 2.5 Jesus participava de uma festa de casamento e quando acabou o vinho, Maria nada pode fazer, então ela disse aos serventes: ” fazei tudo o que Ele vos disser” ? Favor pesquise um pouco mais, e se voce encontrar escrito na Biblia que alem de Jesus e do Espirito Santo Deus mandou alguém interceder por nos , por favor me avise que quero saber. Mas leia a biblia, talvez assim voce encontre a verdade e nao mais ande levado por todo vento de doutrina. Fique com Deus

      • Olá Mauro, percebi que vc usa uma parte da biblia para basear suas idéias e opiniões . Será que vc já leu atos 4.12 onde diz: “em nenhum outro há salvação , porque abaixo do céu nao existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos”. Se vc nao sabe Pedro estava falando de Jesus, e só Jesus tem poder e autoridade de rogar por nos pecadores. João 1.29 João Batista quando viu Jesus disse: ” Eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!” Só Jesus tira nosso pecado e nos purifica. João 2.5 Jesus participava de uma festa de casamento e quando acabou o vinho, Maria nada pode fazer, então ela disse aos serventes: ” fazei tudo o que Ele vos disser” ? Favor pesquise um pouco mais, e se voce encontrar escrito na Biblia que alem de Jesus e do Espirito Santo Deus mandou alguém interceder por nos , por favor me avise que quero saber. Mas leia a biblia, talvez assim voce encontre a verdade e nao mais ande levado por todo vento de doutrina. Fique com Deus

  5. Nao è a religiao, a igreja que salva, e sim JESUS CRISTO. NESSE NOME HA PODER!!!! SOMENTE UM INTERMEDIADOR ENTRE OS HOMENS E DEUS è ELE JESUS CRISTO, NADA DE PAPA.!!! O papà nada mais è que um homem pecador como todos nòs, JESUS CRISTO foi e sempre serà perfeito, um exemplo que devemos seguir. eu sou de CRISTO!!!!!

  6. Se Deus estiver errado, se o que Jesus disse não se deve levar em consideração, então esta lei não se aplica. Fique tranquilo. Do contrário, tema e trema:

    Não se enganem: Ninguém zomba de Deus. O que uma pessoa plantar, é isso mesmo que colherá. Gálatas 6.7

    Essa lei universal de colher tudo o que se planta é constantemente ignorada pelas pessoas. Elas querem plantar preguiça e colher sucesso. Plantam timidez e querem colher frutos da coragem. Plantam infidelidade e querem colher justiça. Fazem errado e querem colher o certo.

    Mas os principais infratores dessa lei são exatamente os que supostamente creem em Deus. Acham que porque são cristãos, estão isentos das consequências de seus erros. “Deus perdoa”, “Deus entende”, “Deus é misericordioso”, “Deus faz o impossível” – no sentido de “Ainda que eu faça as minhas sujeiras, Deus virá atrás para limpar.” Burros. Deveriam ler melhor suas Bíblias.

    Deus não nos isenta das consequências dos nossos atos, principalmente quando é zombado por nós. E não há pior zombador de Deus do que aquele que diz crer nEle, mas não faz caso de Suas leis.

    Cuidado com o que você planta!

  7. Contra-contra-reforma-protestante??? A bíblia diz que o povo sofre por falta de conhecimento! Será que as pessoas ainda são tão ignorantes a ponto de não saberem que a religião é o CRISTIANISMO? E que EVANGÉLICA e CATÓLICA são apenas as denominações das igrejas? É hora de unir forças (não rituais) e fortalecer o nome de JESUS, mostrar ao mundo que Cristo é o salvador e não ficar nessa guerra religiosa. Outras religiões estão crescendo e mais ainda o Ateísmo…

    Desejo profunda e inocentemente que vossa (e somente vossa) santidade não tenha vindo para “ganhar” os fiéis perdidos para igreja evangélica…Oxalá tenha vindo ao Brasil pelo nome de Jesus, para os doentes, para os ateus, para os que ainda não conhecem a Jesus!

    Espero ainda que o governo brasileiro seja realmente laico (muito inocente de minha parte) e que os mesmos R$118 Milhões pagos à vinda do papa pelo cofre público sejam também disponibilizados a todas as religiões e igrejas. Caso contrário isso mostraria que o Clero ainda ocupa o mesmo 1º Estado…Aquele, o mesmo dos tempos muito antigos que oferecia regalias e poder somente a uma igreja!

    Esses R$118 Milhões estão mais caros que as indulgências e que o tão criticado dízimo das igrejas evangélicas.

    Luiz Felipe

  8. Olá Mauro, percebi que vc usa uma parte da biblia para basear suas idéias e opiniões . Será que vc já leu atos 4.12 onde diz: “em nenhum outro há salvação , porque abaixo do céu nao existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos”. Se vc nao sabe Pedro estava falando de Jesus, e só Jesus tem poder e autoridade de rogar por nos pecadores. João 1.29 João Batista quando viu Jesus disse: ” Eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!” Só Jesus tira nosso pecado e nos purifica. João 2.5 Jesus participava de uma festa de casamento e quando acabou o vinho, Maria nada pode fazer, então ela disse aos serventes: ” fazei tudo o que Ele vos disser” ? Favor pesquise um pouco mais, e se voce encontrar escrito na Biblia que alem de Jesus e do Espirito Santo Deus mandou alguém interceder por nos , por favor me avise que quero saber. Mas leia a biblia, talvez assim voce encontre a verdade e nao mais ande levado por todo vento de doutrina. Fique com Deus

DEIXE UMA RESPOSTA