Brasil

Jornal acusa políticos evangélicos de tentarem se impor sobre as leis brasileiras como acontece em países islâmicos

Comentários (22)
  1. erivaldo araujo disse:

    Eu venho alertando há muito tempo, esses crentes fundamentalistas, estão tentando fazer do Brasil uma república teocrática aos moldes do talibã. O Congresso Nacional precisa está com os olhos abertos, porque começa assim; uma concessão aqui outra alí, um favor prá DILMA,um quebra galho para um deputado aprovar um projeto, e daqui a pouco joga um projeto sorrateiro e
    sutil que é próprio dessa gente e o Brasil que começa agora a respirar um pouco de democracia e busca crédito republicano livre junto ao mundo desenvolvido e culturalmente livre, pode ser vítima dessa política restrita de setores de um segmento religioso, que pensa em fazer do Brasil um país sem liberdade de pensamento, sustentado encima de nada, ou seja da Bíblia, cujo ensinamento vem do judaísmo antigo, cujo hebraico é primitivo não usado nos tempos hodiernos e de um grego popular que nem sequer é usado no grego atual. Toma cuidado brasileiros.

  2. Gil disse:

    A verdade é que estamos caminhando para uma grande guerra santa (evangélicos x sociedade secular), e quem ganha com isso? talvez essa liderança evangélica midiática, que fomenta o ódio das pessoas não cristãs fazendo-as tornarem-se anticristãs.
    Demonstram o seu poder de barganha política quando promovem a “marcha para Jesus”, onde os tolos se deixam levar pelo discurso triunfalista de pastores vendilhões do evangelho e mercadores da palavra e consumistas da gordura (dinheiro) das ovelhas, em que o céu é o limite das suas contas bancárias.
    Me envergonho desse movimento evangélico, mas o meu consolo é que Deus está acima de toda essa sujeira. Toda ética cristã, fundamentada na palavra de Deus foi para o ralo e eles é que literalmente lucram com isso.

  3. É natural que com aumento do poder político da bancada evangélica esses fundamentalistas tentem impor seus valores religiosos e morais a toda sociedade livre e pensante.Há maníaco religioso de Goiás que tenta aprovar um projeto de lei que torna crime qualquer afirmação que contrarie uma só vírgula das santas escrituras,ou seja,este fanático deseja nos levar de volta à idade média,quando pessoas eram queimadas vivas por discordarem da bíbllia.

  4. carmo disse:

    Ao homem não foi dado o direito de tirar a vida mas sim de proteger, pois a vida pertense unicamente a Deus. Isso nos dá a certeza que estamos vivendo os ultimos dias ” Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.
    Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,
    Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,
    Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,
    Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.”
    2 Timóteo 3:1-5

  5. ANDÉA disse:

    Mas isso é uma verdade.Essa imposição da biblía no meio das leis brasileiras,vai acabar transformando o Brasil num desses paises que ate mata as pessoas que segue outra religião.

  6. ANDÉA disse:

    Parabéns por ser uma pessoa com a mente esclarecida,e encherga que isso não tera um final feliz.

  7. HOREB disse:

    OS POLÍTICOS EVANGÉLICOS TÊM CREDENCIAL PARA INTERVIREM COMO OS OUTROS QUE NÃO SÃO EVANGÉLICOS TAMBÉM TÊM.
    ESTA COLOCAÇÃO ( “ISLÂMICOS,” É JOGO DE CONVERSA CONVENIENTE PARA IMPRESSIONAR OS OUTROS >>>>> PORQUE NÃO COMO OS “CATÓLICOS” . . . . . É PORQUE “ISLÂMICOS” DENIGRE . . . . . QUEM FOI QUE DISSE QUE ELE NÃO TÊM ALGUMA COISA QUE PRESTE??? . . . ANALISE-SE DO QUE SE TRATA E SE FOR PARA O BEM, E CONDIZ COM OS CATÓLICOS, QUE SE FAÇA >>>>> RETENHA-SE O QUE É BEM E APARTE-SE DO QUE É MAL) QUE PESSOAL IMBECÍU E CEM ÇABEDORIA . . . TÔLOS E TAPADHOS DE CONVENIÊNCIA . . . . . ISTHO É SÓ PORQUE NÃO QUEREM TER QUE PAGAR SUAS DÍVIDAS COM JESUS ENTÃO, COMBATEM OS CRENTES >>>> MALDITOS QUE NÃO INGANAM A NINGUÉM . . . . . . . . . . .

  8. Fabio Costa disse:

    O Estado é laico, e ideologias político- religiosas não deveriam estar acima do coletivo e nem submeter-se à exclusão, portanto, casos como aborto, homo afetividade, eutanásia, pena de morte, constitucionalidade de algumas profissões ou atos deveriam ser resolvidos em plebiscito, em uma consulta pública. Simples e rápido assim!

  9. Andre disse:

    O Jornal Folha de São Paulo, está certíssimo.
    Impor leis que tiram a liberdade de penssamento e impõe um padarão de contato conforme uma outro religiã, Levou o mundo Ocidental a 500 anos em TREVAS ” Leis católicas”, e o hoje vejos os Islâmicos no mesmo erro, e aqui no Brasil quer se seguir esse modelo.
    O pior é a hipocresia destes políticos que dizem crêr no “LIVRE ARBITRIO”
    FARISEUS.

  10. Marianna disse:

    Raramente concordo com o Estadão, mas está certíssimo. Evangélico manda da igreja pra dentro. Da Constituição Brasileira pra fora eles que se calem… ou se mudem para outro país.

  11. Facebook Tanque de Siloé disse:

    Fábio Costa, o estado é laico mas não é ateu…

    O Estado É DEMOCRÁTICO! E na DEMOCRACIA É ´a maioria que decide.

  12. DOUGLAS SCHROKENFUCHS disse:

    graça e paz do SENHOR,fico imaginando o que realmente incomoda vocês de verdade,as nossas atitudes contra os erros descritos na BIBLIA que para vocês es um livro velho que não serve para os dias de hoje ou o proprio DEUS VIVO que vos denunciam suas concunspicencias da carne sera que para vocês tentando nos calar ou destruir a BIBLIA o pecado deixara de ser pecado,que com isto o inferno não mais existira enganam-se todos o inferno continuara a vos aguardarem eo pecado estara aos vossos lados lhes cotucando a alma e lhes incomodando a noite pois o ESPIRITO SANTO VAI CONTINUAR VIVO DENTRO DE CADA UM DE NOS,vocês podem tentar nos calar ou ate nos matar mas não UMA IDEIA PREGADA NA CRUZ,que esta acima de nos isto CRISTO DISSE QUE AS PORTAS DO INFERNO NUNCA PREVALECERIAM contra a grei amada

  13. Wesley Maurício disse:

    Fábio Costa, nem tudo deve ser resolvido em plebiscito, vou explicar o motivo. O brasileiro tem a terrível mania de deturpar o significado da palavra DEMOCRACIA. A maioria define seu significado numa única frase: “democracia é onde a maioria decide e o resto cala a boca”. Numa democracia plena é preciso a criação de dispositivos capazes de beneficiar toda a população, sem excludentes. Vamos abrir um plebiscito para decidir se o nosso país vai se tornar na “República Cristã Democrática do Brasil”? Claro que isso seria aprovado, já que os “cristãos não-sensatos” são a maioria, em torno de 80%. Isso seria justo com as outras denominações religiosas? Ou, ainda, com os ateus? Meus filhos (tenho só 20 anos, mas um dia terei filhos) seriam obrigados a aprender a ideologia cristã em escolas PÚBLICAS mesmo sendo filho de pais ateus? Religião deve ser aplicada pela instituição familiar, não pelo estado. Quero chegar na questão de que a democracia é uma forma de poder onde a população em massa pode decidir pelos rumos de um país, mas não pode, com tirania e soberania, exercer influência no estilo de vida das pessoas contrárias as suas ideologias. Logo, é função do Supremo Tribunal Federal, interpretar nossa constituição, usando como base a Ciência e a Razão. O Uruguai é o país mais laico de todo o continente americano, eu diria que um dos mais laicos do mundo. É proibido a afixação de qualquer objeto ligado a religião em repartições públicas (escolas, creches, hospitais, transporte coletivo e qualquer instituição de serviço público). Isso é legal, pois o Estado prova que o espaço público é para o uso de uma diversidade de pessoas muito grandes, já que não se pode juntar todas as ideologias nesses espaços, é melhor não colocar nada.

  14. Rosangela disse:

    Vamos estudar mais a bíblia pois tudo isso está marcado para acontecer, e pedir fortaleza ao Senhor pois tempo difícil virão.

  15. Gil disse:

    O que nos incomoda é a hipocrisia desses pastores que lavam as suas mentes com mentiras usando a Bíblia para respaldar para suas ações.
    O que nos incomoda é essa atrofia de mentes onde raciocinar contra essa liderança inescrupulosos é pecado mortal e pode levar à inquisição.
    Somos uma sociedade plural e isso incomoda muita gente, inclusive muitos que se dizem “evangélicos”. Então afirmo que a nossa luta como cristão não é contra o ser humano, e sim contra as potestades, mas o que se vê são pastores, políticos querendo impor leis, como se toda a sociedade brasileira fosse cristã, a coisa não funciona é assim. A exemplo de Jesus e Paulo, o objetivo deles era seguir sua forma de vida pregando o evangelho contra o pecado, sem interferir nas leis da sociedade, muito pelo contrário cumpriram as leis estabelecidas.

  16. Blasco disse:

    Quanta bobagem vociferada de uma só vez.Tenha calma e respeite o ponto de vista dos outros

  17. Karini disse:

    Caro Fábio, plebiscito também não se adequa a esses casos que você citou ai!! Esse tipo de votação pública só pode ser realizada quando a decisão em sí afeta TODA a sociedade, seja passivamente ou de forma objetiva. Em nenhum desses casos, a sociedade como um TODO tem direito de opinar no que diz respeito a vida particular de uma minoria. O caso das armas é um exemplo claro onde a liberação ou não traria consequencias para a vida de todos os cidadãos. aborto, só diz respeito a mães e pais nessa condição, união homoafetiva só diz respeito aos homossexuais, eutanasia idem… apenas a pena de morte que deve ser revista no código penal de acordo com a constituição!!

    Grata.

  18. V.C. disse:

    Os religiosos cristãos aplicar um golpe no Estado? E a esquerda já não faz isso desde as proximidades do término do regime militar, culminando na porca Constituição de 1988? Será que não é a esquerda que, tentando se desviar da acusação de ter aplicado um golpe que a elevou à posição de hegemônica e, agora, com muita gente acordando para isso, tenta um bode expiatório entre os seus inimigos para suas sujeiras políticas e econômicas? E aparelho para isso, já que ela domina o Estado, e nisto os Três Poderes e a economia, ela tem, e de sobra, incluindo gente no meio do povo que funciona como idiota útil. O STF, que não legisla, tem legislado nos últimos tempos, sendo o escritório de advocacia do PT. Já é senso comum entre teóricos políticos confiáveis que está no sangue da esquerda acusar outros do que ela mesma faz. Gente esperta sabe que o Brasil, de laico, tem pouca coisa atualmente, com a agenda esquerdista anticristã imperando. Laico era antes, em que havia algumas exceções à religião por ela ser parte da cultura do povo e, assim, ele ser em grande parte religioso. O Brasil, hoje, só se faz de laico quando é para falar que a religião não deve influenciar no Estado, mas omite sobre o contrário – Estado influenciar na religião. Transformando-se lentamente em Estao ateu. Vários países no mundo já têm perdido a soberania nacional diante do esquema organizado internacionalista de esquerda. E enquanto o Brasil tá sendo danado de alto a baixo pela esquerda, as pessoas do povo, mesmo os idiotas úteis, que não sabem fazer análise política, conversam em termos abstratos, como “o Estado é laico…”, “tem a pessoa ou não o direito de praticar a sodomia…”, etc., partindo, para isso, da posição de reinvindicação e amor próprio. Que vergonha!

    Só para equilibrar as coisas e trazer VERDADEIRA DEMOCRACIA, apoio, e ainda dou os parabéns, a esses evangélicos que estão se reunindo, acordados, e indo e direção ao Estado, fazendo-se mostrar. Jesus nunca mandou fundar Estado, aliás, disse para dar a Deus o que era de Deus e a césar o que era de césar, mas também não mandou que os cristãos fossem tapados o suficiente para, mediante isso, aceitar carresto sem vigilância e nem que, diante de um Estado vil, corrupto e ateu, obedecessem às leis cegamente e silenciassem a voz cristã da conversão de práticas ruins na vida para a boa conduta. O próprio Jesus lutou contra a elite religiosa corrupta de sua época, dando mais atenção aos marginalizados, e Pedro, em Atos 5, após ordem para que não mais pregassem Jesus naquelas regiões, entrou em desobediência, dizendo se cabia obedecer mais aos homens que a Deus, apesar de algumas instruções, específicas, sobre obediência civil e jurídica, em Romanos 13.

    Há confusão demais neste meio brasileiro atual e até no mundo, e ela é proposital, fruto de engenharia social, para privilégio de uns e derrocada de outros, e muita gente tá cedendo e sendo danada por isso achando que está tudo bem e que o mundo está melhorando. Não dou uns anos para tudo virar de pernas pro ar e, do nada, virar porcaria, e poucos notarem e outros continuarem na letargia. Com sorte, muitos irão acordar, mas tenho duvidado…

    Jesus is coming back!

  19. Salomão Carvalho disse:

    O jornal Estado de São Paulo está equivocado em seu pensamento, porque os nobres Ministros do STF não são votados pelo povo, portanto não são democráticos em suas teses, mas balizados em suas consciências – e foro íntimo não o Estado do Brasil.

    O que nos leva a crer que o melhor é serem monitorados pelos efetivos representantes do povo, os Deputados federais e Senadores, que são eleitos direta e democraticamente, laicos ou não, mas são legítimos, e não andam pela suas consciências (pelo menos na teoria não deveriam), mas para cumprir o mandato do povo que os elegeu, quando não pela agremiação partidária.

    Portanto, o jornal está incorrendo em erro defendendo a posição do STF como legítima, quando deveria levar em consideração que os nobres Ministros sequer passaram por pleito, ou pelo menos deveriam votar levando em consideração a cultura ou tradição do povo. Jamais querendo implantar uma outra cultura estranha aos costumes deste país, como se estivessem no monte Olimpo. Para dirimir casos assim, que mexem com a religiosidade e afins, devem dividir o ônus com o Congresso Nacional. Isto começa a ser legítimo, a meu ver.

  20. Thiago disse:

    Na minha opnião a poítica e a religião não deveriam estar DIRETAMENTE ligadas, mas seu comentário foi mais ofensivo do que outra coisa. Se não acredita na Bíblia, guarde sua descrença para você.

  21. ANDRE disse:

    O jornal está coberto de razão
    Um país regido por Religiosos, cai no mesmo erro da EUROPA em seus 500 anos de TREVAS, onde seguia as Leis de Roma (igreja Católica)
    E o que hoje vemos nos países Islâmicos, onde GAYS são inforcados., mesmo sendo crianças, se descoberto seu desejo.
    Acho que é isso que muitos crentes querem aqui pro fututo de nosso país, já vi diversos comentários relatando tal desejo.
    A guerra travada hoje por cada um ter seu direito, e a mesma que se trava na Oriente, quem morre são a minoria homossexual.
    Será que a cegueira farisaíca desde povo não percebe tal coisa.

    Alguem lembra que LUTERO, separou a Igreja do Estado, vejam bem vocês querem retroceder.
    O Poder Corrompe.
    Graça e PAz

  22. ANDRE disse:

    Tanque de Siloé,
    Que penssamento primitivo o seu, a maioria decide, por este motivo, até pouco tempo negro não era gente, a maioria decidia, teve de ter muito sangue pra MAIORIA MUDAR, antigamente deficiente era sacrificado pela MAIORIA, etc.
    E pior foi a MAIORIA condenou Cristo a Cruz.
    este penssamento teu é animal, vamos matar todos que são minoria, gays, negros, deficientes etc., macumberios, que acha.
    Vamos ficar só com maioria crente??
    Cristo um dia pedirá a você, conta de todo sangue inocente, daqueles que vc acusou acusou, afastou de Jesus.
    TOLERÂNCIA, AMOR AO PRÓXIMO, SUBMISSÃO, exemplos de Cristo que este povo fariseu não conhece, são um banda de sepulcros caiados.
    Graça e PAz

  23. Parabéns ao jornal por falar a mais absoluta verdade!
    Só não vê quem não quer que essa corja quer mandar no Brasil!
    Realmente uma vergonha que o governo anda não tenha feito nada, para acabar com este carnaval medieval que se instala no congresso!
    #MeuPaisEUmaVergonha!

  24. Não concordo. Os representantes do segmento evangélico atuam de acordo com os princípios da democracia. Qualquer proposta na Câmara deve ser levada a votação, assim como no Senado. E os demais deputados votantes NÃO são evangélicos. Agora, o Poder Judiciário, através de suas jurisprudências tem criado verdadeiras leis, atuando assim como um SEGUNDO PODER LEGISLATIVO, o que no meu entender não combina bem com a propalada separação entre os poderes legislativo, executivo e judiciário.

  25. Mas esperem, os verdadeiros fundamentalistas islâmicos já estão aí. São mais de 3.000.000 no Brasil. É pouco o número, mas fiquem atentos. Eles não estão só no Brasil. Estão na Europa, nos EUA, etc. e a influência deles é cada vez maior. Não se enganem. Porque quando você acordarem será muito tarde.

    1. Nossa… devem dizer o mesmo dos cristão na china.

    2. Hudson Worms Carvalho disse:

      A diferenca Carlos e que aqui o estado e LAICO la o estado e a religiao.

    3. Sim, por enquanto é laico. Caso haja um crescimento do Islã no Brasil, não é impossível que eles venham a lutar por um estado teocrático e nada impossível de que consigam. E como sempre os fundamentalistas estarão entre eles. Claro que, no momento, isso parece até impossível, e isso não é pra amanhã, ou depois, mas pode ser pra daqui a 30 ou 40 anos, quem sabe. Só Deus Sabe.

    4. Pode ser mesmo que eu esteja exagerando, mas podem dar dois cliques sobre o Congresso Nacional e vão ver como alguns leitores estão exagerando a respeito da atuação dos parlamentares evangélicos no Congresso.

    5. Tá brincando né? Quem tá tentando transofmar esse país em uma teocracia são seus queridos pastores deputados.

    6. Atualmente pode ser uma brincadeira. A população Islâmica,contudo, cresce aos poucos e não é impossível que no futuro (não tão distante quanto se possa pensar) eles já tenham condiçõe de impor suas regras (A Sharia) na sociedade brasileira. Falando de brincadeira a minha preocupação com os islâmicos parece um pouco com a preocupação de vocês com os parlamentares evangélicos, não acha?

    7. Acrescentando, Alexandre, tirando os graves defeitos da nossa atual democracia, dos sérios problemas de corrupção que o nosso país enfrenta, eu sou absolutamente a favor de um estado laico. Não faço questão de presidentes evangélicos (nem no contexto do estado laico e muito menos como chefes de um estado teocrático), mas acho que a presença de evangélicos no parlamento é muito importante, assim como de outros grupos religiosos minoritários, é uma forma de garantir a verdadeira democracia. Afinal, todos os eleitores têm o direito de expressar, através de seus representantes, as suas opiniões, no órgão maior de decisões nacionais.

  26. Tem gente que adora falar "abobrinhas". O número total de deputados da Frente Parlamentar Evangélica NÃO chega a 60 (SESSENTA), o número total de deputados é superior a 510 (QUINHENTOS E DEZ). Só por aí pode-se notar que a difereça A FAVOR dos deputados de OUTRAS religiões é mais do que 450 (QUATROCENTOS E CINQUENTA DEPUTADOS), ou seja NOVE VEZES MAIS. O que se está fazendo é querer colocar a culpa de uma decisão coletiva somente nas decisões da Frente Parlamentar Evangélica, e "limpar a barra" dos outros. No Senado a situação não é diferente, os evangélicos, como sempre continuam uma minoria e não se pode falar que as decisões do Senado sejam decisões de deputados evangélicos. Até os críticos estão superestimando a influência da Bancada Evangélica.

    1. Não Alexandre, são mais de 500 deputados federais no total. 60 deputados não têm poder de voto para aprovar ou desaprovar uma matéria. A não ser que os demais nunca apareçam para trabalhar. Neste caso você deve pressionar os seus representantes para que sejam mais assíduos nas reuniões da Câmara dos Deputados. O que acontece, porém, é que muitos parlamentares não dizem o que pensam sobre determinados temas, só revelando o seu pensamento na hora do voto. Na verdade existe uma maioria silenciosa que vota na mesma linha dos evangélicos. Por que? porque são CATÓLICOS CONSERVADORES e seus pontos de vista no que se refere a assuntos políticos e sociais são idênticos aos dos chamados parlamentares evangélicos.

  27. 60 deputados com Q.I. de cogumelo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

As principais notícias gospel do Brasil e do mundo no portal pioneiro; Saiba tudo aqui sobre música gospel, evangélicos na política, ações missionárias e evangelísticas, projetos sociais, programas de TV, divulgação de eventos e muito mais.

No ar desde 2006, o canal de notícias gospel do portal Gospel+ é pioneiro no Brasil, sempre prezando pela qualidade da informação, com responsabilidade e respeito pelo leitor.

ANÚNCIO
ANÚNCIO
ANÚNCIO