Destaque

Marina Silva começa a ter apoio de igrejas evangélicas, mas avisa: “Não vou usar o púlpito como palanque”

Comments (48)
  1. HELDER disse:

    QUE PESSOA SÉRIA VAI VOTAR EM UMA CANDIDATA DESSA !!!!

    SERÁ QUE PESSOA SÉRIA ELAS QUIZ DIZER EVANGÉLICOS PERMISSIVOS QUE TEM MEDO DE FALAR CONTRA O ABORTO OU HOMOSEXUALISMO ?????

    E JOGAR DINHEIRO FORA FAZER UMA CAMPANHA PARA UMA PESSOA DESSSA ….ALIÁS MUITO DINHEIRO !!!

  2. Missionária Delair disse:

    Mas deveria usar o palanque para dar testemunho de serva de Deus!

  3. Charles disse:

    1o – ELA NAO VAI GANHAR
    2O – DIFERENTE DO QUE O IGNORANTE DO HELDER DISSE AQUI, SE ELA FOSSE PRESIDENTE IRIA GOVERNAR PRÁ TODOS, INCLUSIVE PARA GAYS,ESPÍRITAS, CATÓLICOS….mesmo porque ia ser paga com o dinheiro de todos, o Brasil não é o Talibã, as regras duma religião não podem obrigar todos a seguí-la. Marina esta certa, fé e opinião pessoal são coisas diferentes, já pensou se o Lula pensasse como o fanático do Helder ???? Ia obrigar a todos seguir sua fé católica.Coisa de Talibã.

  4. Rafael correia disse:

    Sinceramente, uma pessoa cujo a índole é a favor do aborto esta longe de representar o cristianismo, 13anos de evangélica e ainda não aprendeu nada sobre os ensinamentos de Cristo.
    Igreja do senhor cuidado! Os falsos profetas estão ai e se possível enganaram até os escolhidos; só peço a Deus que não permita com que Marina Silva seja tão radical no caso do aborto como o foi o presidente dos Estados Unidos Barack Obama, isto é, se ela conseguir ganhar a presidência é claro, porque se depender de mim já perdeu.

  5. Ederson Freitas disse:

    Dessa vez a Marinha vai ganhar apenas esperiencia e nada mais.

    Quem sabe daqui a 10 anos ela consiga.

  6. Lucas disse:

    1º O Helder não é fanatico, independente pra quem se governa ela deve mostrar convicção na palavra de Deus e ser contra o aborto e ser contra o casamento gay , até mesmo porque tem ai a plc 122/2006 que é uma lei contra a população e a favor dos homossexuais,e isso nao tem nada a ver em forçar ninguem a seguir nossa fé

  7. Welligton disse:

    Quanta estupidez!!!!! Povinho burro esse!!!! Cuidado cambada de doidos, o Brasil copia td que Portugal faz. ( País irmão ).

  8. monika disse:

    já que tenho de votar….
    melhor nela do que em branco ou nulo. creio que de todos os piores, ela será a ‘menos pior’.
    mas infelizmente, ela não irá ganhar, pq nem os cristãos vão votar nela.
    de certo preferem votar nos mais podres.
    mas isso é a minha opinião, é claro!
    “cá um, cá um”.

  9. Leandro disse:

    Tenho evitado comentar à respeito desta candidata, mas estou engasgado desde que ela deu a seguinte declaração: “A senadora disse: “Minha posição pessoal não se coloca relevante para o Estado, para políticas públicas. Minha posição pessoal é a luz da minha fé, não tenho como pensar diferente. Em relação a discriminar qualquer pessoa, o Estado não vai fazer isso de forma alguma.” (copiada deste mesmo site). Então, nós que professamos a fé evangélica e que temos como manual de conduta a bília, devemos analisar. A pessoa eleita para a Presidência da República deve governar não em prol deste ou daquele segmento da sociedade e sim conduzir o país à um futuro melhor. Isto Posto, a pessoa deve ser escolhida por suas capacidades de discernimento, visão e administração, entre outras, sem citar claro honestidade que é requisito mínimo. Ora, a pessoa se declara evangélica, pressupõe-se então que é conhecedora da palavra, se não catedráticamente o que ninguém é obrigado, mas sabe ao menos os príncipios divinos. Como pode querer governar um país se sabedora da verdade já de antemão se dispõe a abrir mão dela em prol da sua candidatura, porque todos nós sabemos que a vontade de Deus é boa, perfeita e àgradavel e que ela leva qualquer nação ao sucesso, ou seja, a aplicação dela no governo de qualquer país é benéfica. Desculpe ela não me parece pronta como candidata, e talvez devesse pedir um discipulado ao seu Pastor. Deus abençoe a todos.

  10. gumetal disse:

    Todos sabemos,pra quem realmente estuda ou se informa se algo parecido,o escolhido,ou a escolhida vem através da sociedade satãnica,os illuminatis,se a marina ganhar,ela tera de lutar contra leões,demônios,e serpentes,enfiados,na atual politica diabolica mundial,e por que será que obama insiste tanto,que a dilma russef ganhe a eleição,por que assim,ele teria como mandar em mais um pais,que os estados unidos pretende dominar e apossar de suas riquezas,isso e biblico,se a marina realmente defende o aborto,ela esta negligenciando e negando a fé dela em jesus,pois sabemos também os nenes abortados vao em sacrifio a uma legião de demônios chamado Moloque,eu sempre fui contra evangélicos em politica,a grande maioria dos cristãos que se envolveram com politica,se venderam,e sujaram se,se ela vier a ganhar que obedeça a palavra do senhor jesus,de Deus e que honre o nome de jesus entre essa politica suja e diabolica que atualmente,vemos no mundo.espero se ela vier a vitoria que seja SAL E LUZ NESTA TERRA,mais sabemos qual desejo dos satânicos illuminatis que vem implantando o reino de satanas nesse mundo,oremos e continuemos firme em jesus sem nos contarminos com esse mundo.

  11. Tiago disse:

    É melhor votar num mau crente, que num bom ímpio.

  12. Welligton disse:

    QUANTA IDEOLOGIA MASCARADA!!!

  13. evankut disse:

    não voto em quem está encima do muro
    ela está
    não sabe se agrada gregos ou troianos

  14. Carlos Roberto disse:

    FALSOS APÓSTOLOS

    “Porque tais “FALSOS APÓSTOLOS” são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em “APÓSTOLOS DE CRISTO”. e não é maravilha, porque Satanás, se transfigurava em anjo de luz” – II Coríntios 11:13 e 14.

    Eu poderia encerrar qualquer comentário sobre a falsificação do Evangelho e sobre a exploração do cristianismo com o texto acima. Nele não há qualquer resquício de dúvida quanto ao que homens sem escrúpulos andam fazendo em nome de Deus, num deboche sem precedentes praticado contra a fé de nossa gente. Os “EXECUTIVOS”, empresários da fé não medem esforços para expandirem seus impérios, para isto o carro chefe destas industrias da vergonha evangélica adotou os milagres e as curas, abandonando a pregação que envolve a salvação da alma e as questões pertinentes à alma e ao coração.

    Paulo, o Apóstolo modelo, afirma: “Pois zelamos pelo que é “HONESTO”, não só diante do Senhor, mas também diante dos homens” – II Coríntios 8:21. A “HONESTIDADE” foi a marca registrada do ministério de Paulo, ele primava pela fidelidade daquilo que falava, pregava ou ensinava. É interessante que ao lermos os escritos do Apóstolo, percebemos que “JESUS CRISTO” era o “ÚNICO” assunto do ministério dele, para Paulo milagres, curas e sinais eram conseqüência de sua fidelidade a Deus e aos seus ensinamentos. Veja o que ele relata: “Antes, rejeitando as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com “ASTÚCIA”, nem “FALSIFICANDO” a Palavra de Deus, e assim recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela “MANIFESTAÇÃO DA VERDADE” – II Coríntios 4:2. As palavras em destaque provam que Paulo honrava, por principio de fé, aquilo que havia recebido na estrada de Damasco. Ele vai além: “Porque não pregamos a “NÓS MESMOS”, mas a Cristo Jesus, o Senhor. E nós mesmos somos “SERVOS” por amor de Jesus” – II Coríntios 4:5.

    Percebe-se neste capitulo a preocupação do Apóstolo com a falsificação, que já naquele tempo, tornara-se uma ameaça velada à pregação e a expansão do Evangelho. Os “FALSOS APÓSTOLOS” não são novidade, mas hoje, com o advento de tecnologias que permitem o “FALSÁRIO” entrar em qualquer lugar em tempo real, eles se espalharam transformando o Evangelho numa mercadoria de negociatas criminosas e imorais. Paulo, percebendo que isto chegaria até nós, deixou uma recomendação expressa, mas desprezada pela maioria absoluta dos que se declaram cristãos hoje: “E digo isto, para que ninguém vos “ENGANE” com palavras persuasivas” – II Coríntios 2:4.

    A persuasão acontece pela gestão da relação, ou seja, quando se fala à emoção do ouvinte. Persuadir é construir algo no terreno das emoções. A persuasão é parte da argumentação que é a arte de convencer e persuadir. Os “APÓSTOLOS MUNDERNOS”, sabendo das técnicas de convencimento constrangem por meio da lábia o povão a acreditar que o que fazem é verdadeiro, honesto e vem de Deus. Com argumentos sujos, baixos e desprovidos de sustentabilidade para quem tem os neurônios funcionando, eles arregimentam multidões que procura milagres, curas e prosperidade, mas não procuram a Cristo para tê-lo como Senhor de suas vidas.

    Eu gosto do texto de Tiago quando faço qualquer referência a esta onda de crimes que os “FALSOS APÓSTOLOS” andam cometendo contra a nossa gente, ele diz: “Mas a “SABEDORIA” que vem do alto é, primeiramente “PURA”, depois “PACÍFICA”, “MODERADA”, TRATÁVEL, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade e sem HIPOCRISIA” Tiago 3:17. O que falta aos crentes “CRENTES MUNDERNOS” hoje é “SABEDORIA”, conhecimento sobra, eles sabem falar sobre qualquer assunto, mas na hora de exercitar a coisa pega, não sabem sequer definir entre o Sagrado e o Profano. Muitos não sabem que os “DEMÔNIOS” também crêem mesmo estando registrado na Bíblia: “Tu crês que há um só Deus, fazes bem. Também os demônios crêem, e estremecem” – Tiago 2:19. E aqui entra o alerta de Paulo: “…Transfiguram-se em APÓSTOLOS DE CRISTO”. Estes estão ai, agindo livremente e fazendo vítimas, pregando um evangelho voltado para as coisas materiais e para a exaltação do eu, eles não levam em consideração a recomendação expressa da Bíblia que diz: “Humilhai-vos perante a potente mão do Senhor, e ele te EXALTARÁ” – Tiago 4:16.

    As marcas do exercício da fé na vida de Paulo eram evidentes, ele carregava no seu corpo prisões e açoites que o levaram a afirmar: “Posso todas as coisas naquele que me fortalece” – Filepenses 4:13. Deus nunca falou que o Apóstolo Paulo não passaria por situações terríveis, ele disse sim, que passaria com ele, que estaria com ele que te daria graça, força, animo, que jamais o abandonaria. Quando ele falou que “TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE”, Deus estava querendo dizer que na longa estrada da sua vida haveria muitos momentos que ele poderia se sentir só, mas que isso não era verdade, que nele tudo poderia ser recompensado. Até mesmo vencer suas emoções que a cada hora tenta dizer que o Senhor o havia abandonado.

    Concluímos que o ponto de Paulo quanto àquilo que ele pode fazer se refere à força para enfrentar situações que a vida traz a ele, especificamente no sentido de necessidades pessoais. Mas a ênfase não está nele só, e sim NAQUELE que lhe dá esta força, Cristo Jesus. O versículo pode ser dividido em duas partes “TUDO POSSO” e “NAQUELE QUE ME FORTALECE”. O mundo declara com orgulho e confiança “TUDO POSSO” e pronto. O Cristão corrige, com humildade temperada pela fé em Jesus “Sei que enfrentarei muitas dificuldades nesta vida, e que sozinho seria derrubado, mas, “com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação”.

    Hoje em dia os Cristãos ainda enfrentam as incertezas do desemprego, o medo da violência e da doença. É preciso assegurá-los de que, com Cristo, podemos lidar com qualquer situação, não importa quão adversa for. Podemos confiar em Deus de que Ele nos dará a força que precisamos. Basta caminharmos junto a Jesus.

    Voltando aos “FALSOS APÓSTOLOS”, eles sabem e se especializam e lidar com as emoções e com os sentimentos do povo, usam a psicologia e truques de ilusionismos associados á feitiçaria para enganar e atrair a confiança dos miseráveis, pessoas que olham para estes falsários como se eles fossem “SUPER DEUSES”, com capacidade de resolver qualquer problema. Eles não possuem qualquer sentimento, pelo contrário alimentam as expectativas de suas vítimas com promessas vazias, levando-as a aceitarem tudo que lhes é oferecido como se fosse coisa Divina.

    È uma temeridade chamar estes “EXECUTIVOS DA FÉ” de homens de Deus, é um despropósito que expressa a total falta de conhecimento das Escrituras. Os “CRISTÃOS” primitivos receberam este apelido em razão de anunciarem unicamente o Senhor Jesus, ele primavam pela fidelidade aos princípios de fé que declaravam e confessavam. “CRISTÃO” hoje é sinônimo de mentira, de engano, de corrupção, de comércio, de exploração, de exibicionismo, de orgulho, de vaidade, de prepotência e de autoritarismo. Este autoritarismo fica evidente com os caboclos dando ordens e determinando a Deus o que ele deve ou não fazer. O espírito de unidade e de comunidade se perdeu ao longo dos séculos, hoje é cada um para si e o Diabo para todos. É!!! Isto mesmo, o que é meu é meu, o que é seu também é meu e o que é do estado eu também quero como parte do meu patrimônio. Quer uma prova apenas? Vejam os nossos picaretas políticos que se declaram evangélicos, conheça o que eles tinham e o que possuem depois de ingressar nos porões da vida publica. Veja o que os “PASTORES POLÍTICOS” tinham e o que possuem hoje. É por ai…

    Preocupa-me sobremaneira o que Jesus disse: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos Céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade” – Mateus 7:21 e 23. Tem milhares de pessoas inclusas nesta declaração e não se dão conta disto, pensam que por freqüentarem um local onde há curas duvidosas e questionáveis, eles têm assegurado a entrada nas mansões celestiais, mas a coisa não é bem assim.

    Portanto, tome cuidado, você pode estar sendo vítima de uma religiosidade mercenária, voltada para práticas delituosas que corrompem a fé e destroem a alma, não trazendo nenhuma segurança quanto ao seu futuro. Se este for o seu caso, medite nas palavras de Jesus e criteriosamente faça uma avaliação para se certificar quanto ao que você ouvirá naquele grande dia, no juízo final.

    “As vossas luas novas e os vossos cultos solenes aborrecem a minha alma, já me são pesadas e eu estou cansado de sofrer, diz o Senhor dos Exércitos” – Isaias 1:14.

    Carlos Roberto Martins de Souza

  15. Rai disse:

    Ao amado irmão Carlos Alberto,

    Porque ao invés de você colocar textos tão imensos em todas as sua opiniões porque não cria um blog, acho que seria o lugar ideal para estes artigos.

  16. Carlos Roberto disse:

    Rai,

    Eu até tenho, mas lá só pessoas equilibradas frequentam, aqui aparecem uns meio sei lá o que, com opiniões distorcidas e infundadas que precisam ser contraditadas, para isto eu estou aqui.

    Quanto ao tamanho, meu poder de síntese é proporcional às besteiras que andam falando sem conhecimento de causa.

    Um abraço…

    Vai ai mais um, por favor, caso queira contestá-lo fique à vontade, mas use o princípio da verdade estabelecida na BÍBLIA.

    A FRONTEIRA ENTRE A RELIGIÃO E A POLÍTICA

    Um fenômeno sócio-político-religioso impressionante tem tomado vulto aqui no Brasil, e em alguns outros países nos últimos anos. É o crescente envolvimento de igrejas(?), de forma direta, no processo sucessório “Político-Administrativo”. Há um conflito generalizado entre fé e política, entre Estado e Igreja, algo que nos leva a pensarmos no que queremos como modelo de cristianismo para os nossos dias.

    A partir do envolvimento em campo aberto, na militância política – militância com o sentido de atuação, exercício, prática – de igrejas expressivas como a Igreja do Evangelho Quadrangular, Assembléia de Deus e Universal do Reino de Deus, pelo número de templos que detém – que são milhares – e pelo número de seus adeptos seguidores – que são milhões – foram estas, objeto de estudos em Sociologia, Relações Humanas e Psicologia, teses de mestrado em Ciências Sociais e fórum de debates em núcleos teológicos.

    Acho oportuno tratar deste tema, visto que aqui no Brasil estamos num ano eleitoral, quando serão renovados os quadros Executivos e Legislativos nacionais, fato que atraí a atenção de milhares de pseudo-cristãos interessados em conquistar uma vaga seja em que cargo for. Oportunistas não faltam, cada um com a cara mais lavada empunhando a bandeira da moralidade.

    As igrejas acima mencionadas, como pontas-de-lança, puxaram a fila e outras tantas, inclusive as tradicionais, estão se organizando politicamente e fincando bases e plataformas políticas em suas respectivas áreas de influência, ou seja, na sua membresia de olho no voto dos fiéis.

    Vejo como extremamente perigoso à democracia e à liberdade de credo um Partido Político ligado a uma igreja, no entanto isto não está longe de acontecer em nosso País. Da forma como as coisas caminham é questão de tempo, e pouco tempo. Veja o que diz o ex-articulador político da Igreja Universal, Bispo Carlos Alberto Rodrigues, egresso da mesma, conforme publicado no Jornal do Brasil: “A Universal é grande e precisa de um Partido próprio para apoiar sua estrutura de comunicação”. Daí a minha convicção e a minha preocupação. Por esta afirmação percebemos que os interesses do povo brasileiro como um todo não são levados em conta, mas sim os interesses midiáticos de uma igreja(?). Daí que a política para a Universal – IURD – no caso é um meio de ampliar sua influência, aumentar o seu rebanho preservando o já existente. Isto vale para muitas outras igrejas em nosso Brasil, cada uma buscando uma forma de ampliar as suas tendas religiosas. Desculpas esfarrapadas e desprovidas de crédito não faltam.

    Entendo que Ministros religiosos, seja ele de que igreja for, não tem o direito de pleitearem cargos públicos enquanto Ministros ou mesmo como cidadãos – qualquer cristão em qualquer lugar é um Ministro. Afinal, há um abismo reinante entre a fé e a política que deveria separar um e outro; trigo e joio. Infelizmente os argumentos mais baixos são usados na intenção de justificarem a presença ostensiva de lideranças evangélicas nos meios políticos, cada um defendendo com unhas e dentes interesses específicos ligados as suas comunidades, outros nem mesmo sabem o que verdadeiramente defendem como bandeira, o negócio é entrar lá, depois…

    Vejamos se sob a análise da Bíblia Sacerdotes e Ministros evangélicos têm o direito de utilizarem a máquina institucional religiosa a que pertencem para se promoverem politicamente. Muitos não o fazem como candidatos diretos, porém defendem em púlpito candidaturas escolhidas entre seus pares. Muitas vezes há até uma relação de apadrinhamento, onde a vitória garante ganhos substanciais. Tendo entre seus membros uma grande maioria de pessoas simples e incultas, apresentam-se como detentores de um mandato divino na condição que estão como Pastores, Bispos ou modernos Apóstolos e passam a imagem de que também, agora, detém um mandato adjacente para atuarem na área de legislação e administração públicas. Muitos usam o Rei Davi como justificativa para as suas façanhas e seus desejos políticos, e o gigante a ser vencido é no caso a rebeldia do eleitorado.

    Pelas palavras e instruções de Jesus Cristo, entendo que o dar a César o que é de César e a Deus o que é de Deus, equivale dizer que Igreja e política partidária não podem ser irmãs, no máximo podem ser primas, oriundas de diferentes famílias com funções diametralmente opostas, pois uma cuida da elevação moral e espiritual do povo e outra dos negócios seculares.

    Sem dúvida, todos os ramos das atividades salutares humanas que concorram para um aprimoramento de todas as instituições e produzam um cada vez mais elevado padrão de vida física, material, moral, intelectual e espiritual de um povo (ou dos povos) devem ser buscados e cultivados, inclusive a política. O código moral, espiritual Bíblico-Evangélico é universal e apartidário, daí a igreja não poder ater-se a um partido político, senão perde o seu caráter de universalidade e imparcialidade.

    Outro destaque Bíblico que cabe aqui é que ninguém pode servir a dois senhores e muitos largaram a mão do arado e voltaram-se para trás. Enveredam-se pela política e se esquecem de que as coisas relativas ao Reino precisam ocupar o primeiro lugar. Trocam a confiança em Deus pela confiança em pessoas ou siglas partidárias e nem se lembram de que um dia assumiram serem embaixadores de Cristo aqui na terra. Mateus 6 : 24 e Lucas 9 : 62.

    Vejo com muita preocupação a posição de muitos líderes evangélicos ao manipularem suas membresias com o discurso de que fazer política partidária é também uma responsabilidade da igreja. Assim estão os tais se convertendo em políticos ao invés de converterem os políticos ao Evangelho.

    No Velho Testamento está escrito que Deus fez uma nítida separação entre a condução e administração dos negócios de Estado ou Nação dos negócios da religião, sendo que religião é “religare”: o processo de religar o homem a Deus.

    Moisés foi “legislador/administrador” e Arão e os levitas os que exerciam o “poder sacerdotal”. Samuel era o oráculo (profeta) de Deus, Saul o administrador da nação enquanto Estado. Inclusive Saul foi destituído porque entendeu que sendo rei (político) poderia esquecer-se das coisas espirituais. I Samuel 13 : 8 a 14.

    Diante do exposto estamos assistindo aqui no Brasil a um desvirtuamento da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo, no que concerne a ser a detentora do poder espiritual provindo do alto: Espírito Santo; para a redenção dos povos, para a maior glória de Deus nas alturas, a partir dos seres humanos na face da terra.

    Somente posso aceitar a igreja com a posse de um partido político e detentora de um poder político, se ambos, poder político e partido político, receberem do alto o Espírito Santo, como que línguas de fogo repartidas. Caso contrário é rebeldia, e rebeldia é pior que crime de feitiçaria: Assim está escrito em I Samuel 15 : 23.

    Nem Marina Silva, Garotinho, nem Crivela ou qualquer outro oportunista que se diz evangélico. É hora de repensarmos que tipo de relação queremos: Nós e Deus; Igreja e Cristo ou uma relação promíscua entre ambos sem qualquer compromisso com os mandamentos do Mestre, Jesus?

    Fora com os pseudo-evangélicos do meio!!! Não neles…

    Carlos Roberto Martins de Souza

  17. HELENA PEREIRA disse:

    E QUAL É O CRISTÃO VERDADEIRO QUE PROCURA SEGUIR OS PRINCÍPIOS BÍBLICOS VOLTARIA NUMA MULHER PARA PRESIDENTE DESSE PAÍS SE LOGO DE CARA ELA CONTRADIZ AS ESCRITURAS NO QUAL NOSSO DEUS E TAXATIVO E DIZ NÃO MATARÁS? E ESSA MULHER SE DIZENDO CRISTA ME PARECE QUE APÓIA O ABORTO QUE MATA MILHARES DE CRIANÇAS INOCENTES E INDEFESA PARA NA MAIORIA DAS VEZES INCUBRIR, ACOBERTAR SAFADESAS E POUCA VERGONHA DE MULHERES LIBERTINAS COOPERANDO ASSIM COM UMA MAIR TAXA DE CRIMINARIDADE? TO FORA!!! VAI SE ARREPENDER E SE CONVERTER AS ESCRITURAS SAGRADAS KMINHA CARA “IRMÔ SE É ASSIM QUE PODEMOS CHAMAR NÉ?

  18. José Adilson disse:

    Carlos Roberto, o dono de toda a verdade! O Deus do juizo! É você quem determina que vai ou não vai pro inferno?? Você não é convertido. Todo mundo diz besteira? Só você tem opinião correta? Isto é coisa de religioso beato. Ah, não esquecendo. como sei que vai dar os seus chiliques e usar das suas verborréias filosófica e teológicas, a PAZ DO SENHOR!!!

  19. João Lucas disse:

    Para Tiago.

    Discordo. Prefiro votar num bom impio. Não existe mau crente.
    Ou é crente, ou não é!

  20. Katia Nonaka disse:

    Sou contra crente na politica e em certas profissoes por exemplo policia,a maioria acaba se corrompendo!!!Essa e a minha opiniao,ja fui da Igreja Assembleia e vi politico la no pulpito pedindo voto,hj me encontro em uma igreeja reformada gracas a Deus,onde estou apredendo e voltando ao genuino evangelho,simples e puro como Jesus.Graca e paz!!!

  21. petrafan disse:

    30 anos no PT e Marina sempre votou a favor das propostas pró-aborto, pró-gayzismo e pró tudo o que há de antibíbico.

  22. Carlos Roberto disse:

    TRAGÉDIA ANUNCIADA
    O CRISTÃO E A POLÍTICA

    Uma das mais graves ameaças ao cristianismo está em curso, os preparativos para as eleições de 2010. Você pode estar dizendo que a política faz parte da vida do cidadão no que concordo em grau, gênero e numero, no entanto nem por isto um cristão verdadeiro deve se deixar levar pelas ofertas de facilidades e de envolvimento com o submundo da corrupção e da imoralidade ética. A sedução das benesses de um cargo na vida publica, para a maioria dos crentes modernos é algo irresistível, não dá para recusar uma oferta tão tentadora. Ai está a senhora Marina Silva, missionária “CONSAGRADA(?)” pela Assembléia de Deus se declarando candidata a Presidência da Republica pelo Partido Verde.

    Grifei a palavra “CONSAGRADA” para mostrar as distorções e os interesses nada nobres que estão por trás desta tal consagração. Precisamos diferenciar duas coisas: “Pessoa Consagrada por uma entidade e Pessoa Consagrada por decisão voluntária”. E isto pode mostrar o perigo a que estamos expondo o Evangelho, confundindo “ALHOS” com “BUGALHOS”. Uma pessoa consagrada por um grupo, na certa vai defender e honrar as posições daquele grupo, até por questão de fidelidade comum. Ela vai pensar pelo grupo, agir pelo grupo e defender em muitos casos os interesses daquele grupo. Já uma pessoa que decide “SE CONSAGRAR” à obra de pregação do Evangelho não vai ter rabo preso com ninguém, independente da fé que ela professe. Ela vai agir conforme os ensinos Sagrados, estabelecidos sobre o alicerce da Palavra de Deus e não conforme regimentos internos de partidos ou ideologias de grupos. Uma pessoa “CONSAGRADA” por vontade própria não vai se vender ou fazer negócios com os agentes do inferno que estão infiltrados em todas as áreas de atuação do ser humano, principalmente na podridão da vida publica, no caso representada por um cargo nos escalões de Brasília.

    É, sem dúvida alguma, no período eleitoral fica que mais evidente a tragédia espiritual de parte dos cristãos. Poucas situações são mais claras para demonstrar como cresce um cristianismo sem Cristo, em que sua vida e os valores que ensinou parecem estar ausentes em um número cada vez maior de pessoas que dizem segui-lo. Neste período os crentes, se é que podemos tratá-los assim, viram as costas para a cruz e recusam a aceitar qualquer recomendação ou conselho vindo daquele madeiro.

    No mundo político evangélico podemos destacar três grupos trágicos, sem medo de errar. O primeiro são os que se envolvem de “CORPO E A ALMA” em suas posições e preferências políticas, passando a ter um comportamento idêntico ao dos homens em trevas. No ditado popular, vestem camisa, cueca e as sandálias da corrupção. A triste e lamentável situação destes é terrivelmente chocante. Eles se envolvem completamente em defesa de suas posições, passam a ter comportamentos afrontosos a Palavra de Deus e perdem completamente toda sensibilidade espiritual. Vivem no mundo da ilusão dos prazeres efêmeros desta vida e sequer se lembram do céu como recompensa para os fiéis e sinceros.

    Os meios para defender suas posições incluem toda espécie de males, tais como onde citam maldades, contendas, malignidades, invenção de males, malícias, chocarrices, mentiras, palavras torpes, gritarias, maledicências, destratações, injúrias, falta de respeito para com as autoridades, etc. Não pensam duas vezes antes de lançar mãos das paixões da carne, às quais a vontade deles está presa, passando a depreciar a quem consideram seus opositores, usando argumentações próprias dos homens perdidos. Com suas línguas ferinas atacam autoridades, proferem acusações, envolvem-se em lamentáveis contendas e gritarias. Este envolvimento tem graus diferentes, mas nenhum deles deixa de ser perverso e abominável aos olhos de Deus .

    Parte deste grupo busca algo em troca de seu envolvimento político. Não mais depende de Deus, mas de dádivas que seu candidato pode lhe oferecer se chegar ao poder. Em nome de seu próprio interesse viola os princípios básicos da fé que diz ter. Sobre estes a Bíblia diz: “Ai dos filhos rebeldes, diz o Senhor, que tomam conselho, mas não de mim; E que se cobrem, com uma cobertura, mas não do meu espírito, para acrescentarem pecado sobre pecado; Que descem ao Egito, sem pedirem o meu conselho; para se fortificarem com a força de Faraó, e para confiarem na sombra do Egito. Porque a força de Faraó se vos tornará em vergonha, e a confiança na sombra do Egito em confusão” – Isaias 30: 1 a 3.

    Mas há ainda o grupo dos que colocam suas esperanças na força do homem e não em Deus. Evidente que o primeiro grupo também está incluso nesta outra lamentável situação. Mas há também aqueles que, embora não gritem por aí, estão com suas confianças depositadas nos homens. Discretamente ou não, imaginam que um político tem o poder de acrescentar algo de valor divino para sociedade. Seus corações não estão esperançosos no Reino Eterno de Nosso Senhor Jesus Cristo, mas no reino do homem. Não vivem como súditos de um Reino que não pertence a este mundo condenado, por isso pensam que seu candidato tem o poder de melhorar o reino e o sistema que pertencem a Satanás. Perderam completamente o caráter de peregrinos e ficaram cegos.

    Por ultimo tem o grupo dos que se envolvem como candidatos e usam o nome de Deus como mercadoria para ganhar votos. E aqui a coisa fica feia, tem gente com a boca aberta a muito tempo querendo mamar num das tetas da vida política de nosso Brasil.

    Estes mentem aos cristãos tentando convencê-los de que Deus precisa de figuras no poder político do sistema mundano. Na verdade estão em busca de seus próprios interesses e usam o nome de Deus como mercadoria para ganhar votos. A maior parte está promovendo escândalos lamentáveis e blasfemam o Evangelho com suas condutas ímpias. Muitos são consagrados na calada da noite com fins espúrios e interesseiros. Ao aderir a um partido político, não se importam em dar aval à diretrizes que incluem posições de afrontam à Bíblia e de meios maquiavélicos para conquista do poder. Eles freqüentemente fazem uso distorcido da Bíblia para sugerir que Deus precisa deles no poder, como meio de “CONQUISTAR A SOCIEDADE”. São apenas mentirosos e distantes da verdade eterna. Agem como cidadãos deste mundo e não como embaixadores da Pátria Celestial. Se andassem como Jesus não suportariam o ambiente sujo da política e também não seriam suportados.

    “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite” – Salmo 1: 1 e 2.

    Mas qual deve ser a posição política de um verdadeiro Cristão? O cristão genuíno, que vive sob controle do Espírito Santo, tem em mente algumas coisas bem claras. O único poder que Deus precisa usar é o do Espírito Santo. Infelizmente, o cristianismo verdadeiro é mais comum nos países em que seus governantes perseguem os cristãos. Na relativa liberdade que temos, floresce um cristianismo vergonhoso, maculado por interesses denominacionais e não por interesses do Reino de Deus.

    O mundo e seus sistemas estão condenados. Quando Jesus estava na terra como homem, Ele observou todas as injustiças que o Império Romano lançava sobre Israel. Quando questionado sobre os injustos impostos, Ele simplesmente disse: “Daí a César o que é César e a Deus o que é de Deus” – Mateus 22:17 a 21. Isto decepcionou aqueles que esperavam um grande líder político que organizasse um levante ou que tivesse poder e influência política junto ao imperador. Jesus não cansava de dizer: “Meu reino não é deste mundo”.

    A esperança do cristão não está em nenhuma forma de poder além de Cristo. Ele não anda ansioso por coisa alguma, pois entregou o seu presente e futuro aos cuidados do Pai Eterno, que é zeloso e amoroso com os seus filhos. Além disso, esse cristão vive a lei do contentamento, estando satisfeito com o seu sustento e por não seguir os modismos e o consumismo do mundo, não está louco para ter mais e mais. Não é um político que irá abençoar ou não o seu sustento material. O verdadeiro filho de Deus sabe que todo o mundo com seus sistemas políticos já estão julgados por Jesus. Assim, ele não busca tomar qualquer parte na cena que está destinada a destruição. Ele exerce seu direito de voto, mas sua esperança está no Reino de Deus.

    O discípulo de Jesus tem o Espírito Santo que o ensina como viver e andar por este mundo. Por isso, sabe que estamos vivendo o tempo profetizado pela Palavra de Deus denominado como princípio das dores. Esse cristão sabe que nada vai melhorar daqui por diante e que toda promessa de paz e prosperidade é falsa e provém da atmosfera de engano que já envolve a terra nestes tempos de prenúncio do reino do anticristo. São tempos trabalhosos, angustiosos, de aumento do mal. Não há homem no mundo que possa alterar este curso. Deus tem operado já juízos sobre a terra, a fim de que os homens perdidos venham a se arrepender. O Senhor faz isso na esperança de que o homem entenda que não há nada de bom aqui nesta terra, nada que se compare a uma eternidade na presença de Jesus.

    Por fim, o filho de Deus intercede por suas autoridades. Agindo assim, ele demonstra a sua qualidade de cidadão de um reino superior e eterno, um reino em que o seu Rei é justo, puro, bom, verdadeiro, amoroso. Um reino que em breve será estabelecido, quando a pedra cortada sem o auxílio das mãos aniquilará os reinos do mundo, espedaçá-los-á, para que seja estabelecido o Reino do Senhor.

    Infelizmente, esta palavra é inacessível aos ouvidos de muitos dos cristãos. Amontoaram-se “DOUTORES” para lhes ensinar coisas completamente contrárias. Os ouvidos desta geração estão tapados, marcando a triste situação dos últimos dias. Mas, o Senhor está purificando alguns para o encontro com Ele.

    Há tempos atrás, por amizade, estive enlaçado neste mal, fazendo defesa de ideologias dos homens, acreditando na sua eficácia em melhorar a situação do nosso País. Um dia o Senhor abriu meus olhos e claramente demonstrou de onde procedia tudo, ”DO REINO INIMIGO”. Passei a compreender a extensão da esperança do cristão e do seu caráter de forasteiro neste mundo. Também compreendi que o mundo, com seus sistemas, está falido e condenado, sendo impossível alguém alterar seu rumo desastroso. Quando fui liberto deste cativeiro, percebi o quanto afrontei a Deus e a sua Palavra, mas alegro-me por Deus ter encontrado em mim espaço para realizar sua obra. Hoje, com os olhos espirituais abertos consigo distinguir entre as coisas do Reino e as ofertas maldosas e imorais do inimigo de nossas almas, Satanás.

    Carlos Roberto Martins de Souza

  23. Edvaldo disse:

    EU, COMO VERDADEIRO CRISTÃO NÃO VOTARIA POIS ESTARIA FUGINDO DOS PRINCÍPIOS DE DEUS.

  24. Welligton disse:

    petrafan disse:

    “30 anos no PT e Marina sempre votou a favor das propostas pró-aborto, pró-gayzismo e pró tudo o que há de antibíbico”.
    —————————————————————-
    Pois é, e por mais que ela sempre tenha apoiado as propostas do pós-aborto e do pós gayzismo, Deus sempre tem dado vitória a Marina Silva,.Hj ela é senadora e presidenciável!!! Acho que não preciso citar mais nada né?! O problema é que tds vcs são preconceituosos e não sabem separar o “meio do inteiro”! Deu pra perceber a lógica?
    Abraços…

  25. Celso disse:

    “Não vou usar o púlpito como palanque”

    Mas será que tem “irmão” que usa o púlpito como palanque ???
    Não… isso não acontece aqui…
    Isso só acontece em outro lugar, aqui não.

  26. Von Hollenberg Oliveira Lopes disse:

    1 Timóteo 2
    1 Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens,
    2 em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranqüila e mansa, com toda piedade e respeito.
    3 Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador,
    4 o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.
    5 Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem,
    6 o qual a si mesmo se deu em resgate por todos: testemunho que se deve prestar em tempos oportunos.

  27. cris disse:

    Meu voto é da Marina Silva.
    Minha candidata tem que ter ficha limpa e conduta ilibada,o que Dilma e Serra não tem.
    O fato de Marina ser evangélica não é o que pesa,porque a bancada evangélica atual é vergonhosa,e formada por mensaleiros,sanguessugas e vampiros em sua maioria.
    O que pesa para mim é o fato dela não ser hipócrita.Assume suas idéias e as defende com coerência.
    O que pesa é que ela tem preparo para exercer um mandato,e o fez muito bem como senadora e ministra.Nunca teve seu nome envolvido em escândalos,ao contrário de muitos políticos evangélicos e pastores.
    O que pesa é que ela não quis um banho de loja com roupas caras que sugeriram para o propaganda de tv dela.Ela só admitiu roupas pelas quais pudesse pagar.Isso já é um ótimo começo!
    Como não acredito em pesquisas que são manipuladas,voto nela acreditando que tem chance de ser eleita.

    Sugiro que vocês vejam no google: o díário do comércio especial maçonaria,que dá um panorama do congresso nacional brasileiro.É muito interessante.

  28. Clark disse:

    Sinceramente por mais crente que ela seja, por varias razões vejo que ela não está preparada para bater de frente com as “bestas” do congresso.

    Se eu não votar nela (o que provavelmente é o que acontecerá). Não votarei em ninguém.

    Por ultimo concordo com Rai. O Sr. Carlos Roberto poderia se limitar a escrever seus artigos no seu próprio blog. Gosto de ler comentários (não monografias) a respeito do assunto em questão. E é erro meu ou percebo um tom de desrespeito quando o Sr. diz “com opiniões distorcidas e infundadas que precisam ser contraditadas”?

    Se as pessoas concordassem com o Sr. então elas seriam inteligentes? Ou a questão aqui não é o que elas pensam mas sim como elas se expressam.?

    abraços…

  29. Carlos Roberto disse:

    PV – PARTIDO VERDE

    PROGRAMA DO PARTIDO

    CULTURA E COMUNICAÇÃO

    i – DEFENDER A LIBERDADE SEXUAL, NO DIREITO DO CIDADÃO DISPOR DO SEU PRÓPRIO CORPO E NA NOÇÃO DE QUE QUALQUER MANEIRA DE AMOR É VALIDA E RESPEITÁVEL.

    Eu poderia citar outras contradições sobre a participação de um evangélico em uma agremiação partidária, no entanto vou me ater apenas a esta do Partido Verde, o mesmo da Missionária marina Silva. Eu nem precisaria fazer qualquer comentário, o próprio item “i” do programa do partido pertinente à cultura e à comunicação encerrariam, para alguém verdadeiramente comprometido com o cristianismo, qualquer possibilidade de se alistar nas fileiras de um partido político.

    O fato de defender a LIBERDADE SEXUAL é contrária aos princípios elementares de fé estabelecidos na Bíblia. É por causa desta “LIBERDADE” pregada e defendida por partidos como o PV que a “LIBERTINAGEM” reina soberanamente causando danos irreparáveis à sociedade, à família, ao cidadão e ao Evangelho. É por causa desta “LIBERDADE” defendida também pela Missionária Marina Silva, ao assumir a defesa das ideologias partidárias do PV que as nossas adolescentes estão ai, cada vez mais cedo dando a luz à crianças que ninguém sabe definir qual será o futuro delas. É inconcebível a qualquer cristão sério admitir que o seu candidato, principalmente aquele declarado evangélico, defender a liberdade sexual sob o pretexto de estar exercitando a democracia. Para mim estes estão sim exercitando a “DEMÔNIOCRACIA”, abrindo espaços para que o sexo seja praticado de qualquer forma, contrariando o principio estabelecido nas Escrituras quando recomenda que o adultério, a fornicação, a prostituição e exploração do corpo com objetivos de satisfazer aos desejos da carne devam ser combatidos e tidos como pecado. Missionária Marina Silva, por favor, repense o titulo que lhe deram e procure honrá-lo. Abandone esta imoralidade chamada política enquanto é tempo, não manche com sua conduta o já desgastado Evangelho de Jesus Cristo.

    Mas vamos em frente. “…Qualquer forma de amor é válida e respeitável”. Ora, se o Partido Verde defende esta bandeira obviamente que ele está do lado dos que praticam o sexo fora do convencional, da maneira estabelecida na Palavra de Deus. Para o Partido Verde e para a Missionária Marina Silva, vele tudo, desde que haja amor. Assim, homem com homem, mulher com mulher, sexo grupal e qualquer outro tipo de depravação não pode, pelo que diz o estatuto do partido, ser recriminada.

    Como explicar que uma “MISSIONARIA”, pessoa que diz confessar a Jesus Cristo como Senhor, possa defender programas de partido que atentam contra aquilo que foi estabelecido por Deus como regra de conduta na estabilidade e na sustentabilidade da sociedade? Fica claro que os “CRISTÃOS MUNDERNOS” fazem política ou defendem segmentos políticos sem conhecimento de causa e sem saber exatamente o que querem. Ouvem suas lideranças, que por objetivos escusos, mentem, enganam e iludem as pessoas levando-as a pensarem que tudo que fazem tem a aprovação de Deus e está fundamentado nas Escrituras, o que é um grande engodo. Lamentavelmente a religião e as igrejas estão sendo usadas para a consecução de projetos denominacionais ou particulares, em detrimento do Reino de Deus.

    Eu, como cristão não quero nada além da verdade, portanto, aceitar que uma MISSIONÁRIA compactue com programas de partidos que incluem a destruição da família e a deturpação moral da sociedade, para mim é crime contra o sacrifício de Cristo na cruz. Eu teria vergonha se ela fosse da minha denominação e com certeza absoluta eu faria de tudo para não permitir que ela usasse o nome de nossa instituição. Vou além, pediria exclusão de minha igreja se ela fosse considera como participantes do rol de membros. Cristianismo é coisa séria, depravação moral não combina com fé ou com vida cristã, assim, penso que se você está pensando em votar nesta “MISSIONÁRIA”, procure conhecer melhor o que ela pensa e porque ele não se pronuncia abertamente sobre este artigo “i” do programa de governo de seu partido.

    Não faça do seu voto uma arma, a vítima pode ser você, seu filho, sua família, sua igreja, seus amigos…

    Carlos Roberto Martins de Souza

  30. Lady Kate disse:

    Pelos comentários, acho que não entendi bem!
    Afinal, a Marina é candidata a algum cargo eclesiástico – e para isso tem que fazer uma confissão de fé – ou é apenas pré candidata a presidência da república?
    Alguém poderia me responder?

  31. levi varela disse:

    Carlos Roberto,

    Quando o Brasil se tornar evangélico ou com considerado número, quem nós vamos escolher para ser os líderes políticos?

    Podemos fazer 04 coisas:

    1- orar para que Deus mande dos céus os nossos governantes, se bem que nunca fes isso para nenhum pais;

    2- importar políticos de outros países com vistas a gerir nossas vidas materiais;

    3- exigir das outras comunidades religiosas (não dos evangélicos) que forneçam candidatos em face da nossa santidade;

    4- evangélicos, todavia escolher candidatos com perfil moral.

    José do Egito, esse foi um lider político;
    Moisés, esse foi lider politico e religioso;
    Isaú e Davi, líderes políticos, ambos escolhidos por Deus via Samuel. O primeiro, ruim para o povo, o segundo, um bom rei.

    A nação americana somente 02 presidentes não foram evangélicos. A atual lider política da Alemanha, evangélica nascida na antiga alemanha comunista.

    Enquanto formos espírito e carne e vivermos no mundo, com todo o respeito aos que pensam diferente, afinal não procuram amadurecer o pensamento, temos que reger nossa vida.

    Deus não manda dos céus à terra reinos já prontos.

    Cristo não falou sobre política em vista de que os líderes políticos, os que ajudavam a Roma, eram da religião judaica. Antes do domínio, quem os comandava eram os da própria religião, agora se eram sacerdotes de reis ao mesmo tempo, acho que não.

    De igual modo, se pastores tiver o perfil para ser político que o seja, se não, indeque os candidatos.

    Esse país está assim não é devido a ação administrativa dos evangélicos, não. Do contrário, desde os primórdios esse país foi comandado por católicos, ruim ou mal, nunca se negaram em reger, cuidar, zelar da vida dos brasileiros.

    Supercrentes, vamos descer do patamar de glória e de santidade que vivem para aqui plantar, cultivar e ceifar, ainda somos gente.

    Há estados, cidades em que o percentual já é de 50%, mas vamos continuar a reclamar, chorar feitos bebes idiotas? Somos homens ou ratos?

    Marina, jose, alexandre, devamos começar a exercer agora o aprendizado, sabendo que não se está à busca de um líder religioso, ou seja, santo, Sim, à procura de um lider político.

  32. Carlos Roberto disse:

    Leví Varela, vê se fui mais claro nesta minha colocação.

    MISSIONÁRIA?

    Qual é mesmo a “MISSÃO” dela? Alguém pode dirimir esta dúvida? É trite vermo como o cristianismo esta se rebaixando e se transformando em produto de propaganda política. De “BOAS NOVAS” à “BOAS URNAS”, o negócio é fazer a propaganda da mais nova sócia das EMPREJAS S/A, a ASSEMBLÉIA DE DEUS. Como diria o Boris Casoi: “ISTO É UMA VERGONHA” ou melhor, uma “IMORALIDADE”.

    “Porque eu me envergonho do Evengelho, pois ele é o poder dos mercenários para a eleição tanto de oportunistas como de interesseiros” – São Carlos 1:1.

    O triste é ver que os crentinos mundernos estão rindo até os dentes com esta macabra possibilidade de uma “MISSIONÁRIA” disputar um lugarzinho nos chiqueiros da política. Me perdoem, mas nã dá para engolir, nem tomando um sonrizal… Este mundinho evangélico é mesmo ridiculo e perigoso. Ridiculo ao permitir que os seus sócios mantenedores disputem as bolotas dos porcos que vivem nas vida publica de nosso Pais, perigoso, pois espõe ainda mais as fraquezas de uma religiosidade falida e sem sustentação espiritual.

    ELEIÇÕES 2010
    SUCUPIRA VEM AÍ, E OS ODORICOS TAMBÉM…

    Em 2010 os brasileiros irão às urnas para escolherem os políticos que irão ocupar os cargos públicos escolhidos através do voto. São milhares de vagas em disputa entre Governadores, Deputados e Senadores, e a briga promete ser acirrada, afinal todo mundo está de olho na oportunidade de encanar a perna e engordar a conta bancária com um lugarzinho na vida publica. Tá todo mundo de olho na “TETA” para garantir o leite da vaca “POLÍTICA”. Poucos se preocupam com a sua linhagem e mal sabem que sua avó materna é a “PROPINA” e o avô materno o “SUBORNO”, a mãe é a “CORRUPÇÃO” e o seu pai o “NEGÓCIOS ILICITOS”, e que ambos são da linhagem genéticas da “IMORALIDADE”. Também não se preocupam com o local onde irão morar se eleitos, na ”PODRIDÃO” e na “SUJEIRA”; Que se alimentarão do “ESCÂNDALO”, do “NEPOTISMO” e da “IMPUNIDADE”. A única coisa que os atrai são os “LEILÕES DAS NEGOCIATAS”, que como todos sabem, domina o mercado além de serem lucrativos e rentáveis.

    Há alguns anos atrás a televisão mostrou um dos maiores sucessos de audiência, uma telenovela que retratava com fidelidade os acontecimentos no meio político. “O BEM AMADO” era um humorístico sustentado na história de ODORICO PARAGUAÇU, um Prefeito prá lã de corrupto, homem que fazia qualquer negócio para se sustentar e manter-se no cargo de uma cidade chamada de SUCUPIRA. O objetivo único e prioritário em sua administração era a inauguração do cemitério local. De um lado, é bajulado pelo secretário gago, Dirceu Borboleta, profundo conhecedor das mariposas; e conta com o apoio incondicional das irmãs Cajazeiras, suas correligionárias e defensoras fervorosas: Dorotéia, Dulcinéia e Judicéia. O titulo de “CORRUPTO” não lhe caia bem, ele estava mil anos á frente daquilo que se pode denominar jogo sujo, era populista e maquiavelicamente o prefeito armava tramas para que alguém morresse para inaugurar o cemitério, sendo sempre mal sucedido.

    Com a aproximação das eleições é impossível não lembrarmos desta telenovela, basta uma voltinha pelas ruas e nos deparamos com pessoas com discursos oportunistas que superam em muito aqueles feito pelo famoso ODORICO PARAGUAÇU. São caçadores de cargos públicos que não medem esforços para antecipadamente, com uma verborréia planejada, tentarem iludir a boa fé do povo tentando conquistar o voto dos menos avisados. Até ai tudo bem, afinal política tem as suas baixarias o que não é nenhuma surpresa, mas o que me chama a atenção é o numero cada vez maior de PSEUDO-EVANGÉLICOS que estão em nossas igrejas – leia-se SUCUPIRAS – todos concorrendo ao cargo de ODORICO PARAGUAÇU. A coisa fica mais suja ainda quando para piorar encontramos uma quantidade de Pastores(?) e evangélicos que advogam a causa de que receberam um CHAMADO ESPECIAL DE DEUS para a Governança, Senadança ou Deputança. É uma coisa absurda e imoral, algo que merece um estudo e uma atenção mais aprofundada de toda a sociedade evangélica espalhada por este Brasil. Alguns possuem a cara-de-pau de afirmar que o Todo-Poderoso os convocou a uma missão especial, um ministério especifico na fileiras da vida pública. Afirmam, sem medo de errar, que somente eles conseguirão viabilizar o projeto Divino a eles confiado. Ora, os discursos protagonizados por ODORICO eram caracterizados pela quantidade absurda de promessas, onde o famoso Prefeito, com intuito de impressionar os moradores de Sucupira, abusava na invenção de frases e palavras. Pois é, os nossos políticos evangélicos conseguem superar o Coronel, isto porque, seus discursos estão repletos de chavões e de frases prontas, onde o que importa afinal é a institucionalização e a consolidação do gueto, principalmente o religioso. Em nome de Deus os irmãozinhos prometem mundos e fundos, inclusive a moralização da política! Com certeza vão deixar a vida publica e se transformarão em “MÁGICOS”…

    O grande problema é que as nossas igrejas – SUCUPIRAS – estão se transformando em currais eleitorais onde o “VOTO CABRESTO” é praticado livremente, o alvo são os “IRMÃOS” de fé que são conquistados com tapinhas nas costas e apertos fervorosos de mão em todas as reuniões. O NEPOTISMO RELIGIOSO é o argumento mais empregado como poder de convencimento, as promessas de TRABALHAR PELOS EVANGÉLICOS não podem ficar de fora e servem como moeda de troca entre os postulantes dos cargos na vida publica.

    Não creio e não encontro nas Escrituras qualquer texto que possa fortalecer ou sustentar este expediente imoral adotado por oportunistas, que aproveitando a popularidade dos evangélicos, popularidade esta conseguida com uma relação promiscua com os prazeres do mundo, lançam suas candidaturas invocando o já manjado e vergonhoso ditado: “IRMÃO VOTA EM IRMÃO”. Lamentavelmente é assim que os crentes estão vivendo, com oportunistas infiltrados nas comunidades religiosas com um propósito único, arranjarem um lugar ao sol vida publica. O VANDALISMO RELIGIOSO interesseiro me impressiona e me causa um mal estar incomum! É impressionante ver eles, os candidatos a “ODORICOS”, astutos e ardilosos nos seus argumentos com uma audácia que ultrapassa a imaginação de qualquer pessoa de bem, com uma sagacidade feroz na busca da realização de seus sonhos. É impressionante e ai não pode faltar neste jogo sujo de interesses a famosa “MÁSCARA”, pois é com ela que eles conseguem se transformar diante de qualquer ameaça ou situação duvidosa. A verdade absoluta é que a religião, via igreja, transformou-se na maior porta para que pessoas sem escrúpulos, sem qualquer compromisso real com Cristo, sem qualquer sentimento de valorização da sociedade e sem uma vida espiritual convincente possam levar adiante as suas aventuras políticas, pois elas sabem que voto de irmão é voto garantido. Sabem que com uma boa conversa, e com um discurso decorado fica fácil vencer as resistências e conquistar os rebeldes. Afinal, somos todos irmãos… Grande balela! Puro engodo!

    2010 está as portas e quero que você reflita sobre a possibilidade de que se seu voto não for dado com coerência e com compromisso, ele possa estar ajudando a colocar na vida publica os “ODORICOS PARAGUAÇUS” evangélicos. Não sou PROFETA, mas acredito que Deus está dizendo para tomarmos muito cuidado com o CARROSSEL EVANGÉLICO. Ele está dizendo que as atividades não estão levando a igreja ao mundo, pelo contrário, está permitindo que ele se instale sem nenhuma oposição no interior delas. Não seja uma Cajaseira, não dê apoio incondicional a ninguém; Não se deixe seduzir pelo “Licor de Jenipapo” oferecido pelos ODORICOS, também não seja um Dirceu Borboleta, não bajule nenhum candidato, afinal seu “VOTO É UMA ARMA E SE VOCÊ NÃO SOUBER USÁ-LO A VÍTIMA SERÁ VOCÊ”! Digo isto com grande pesar, mas nós evangélicos, temos freqüentemente, nos tornado parte deste mal que assola a nação Brasileira. Infelizmente os crentes ainda não conseguiram perceber que os olhos não podem estar voltados para BAIXO e para CIMA ao mesmo tempo.

    Porque será que não encontramos nas Escrituras nenhum servo de Deus fazendo campanha política ou participando de eventos para se auto-promoverem? Teriam esquecido de registrar ou eles não se davam a estas porcarias? Ou será que o comprometimento deles era tanto que não sobrava tempo para passearem pelos chiqueiros e pelas pocilgas da política? Confesso que não me lembro de Jesus recomendando a nenhum de seus discípulos a se filiarem a qualquer segmento político de sua época… Porque será que Paulo, com toda a sua popularidade, não se tornou um exímio defensor dos direitos dos cristãos como prefeito, como governador ou como imperador? Êta Assembléia, seria de Deus, ou dos deuses deste mundo?

    Deculpe a minha ignorância religiosa, sou leigo no assunto e não sei o que é crescimento evangélico… Eu sei o que é crescimento espiritual, na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, a quem dedico a minah vida e gratidão pelo seu sacrifício na cruz.

    Carlos Roberto Marins de Souza

  33. petrafan disse:

    wellington,

    deu pra perceber a total falta de lógica. ou uma lógica distorcida.

    pela sua lógica, Hitler foi abençoadíssimo:

    – duas condecorações por bravura na Primeira Guerra, mais uma condecoração por ferimentos em campo;
    – admitido na executiva do Partido dos Trabalhadores Alemão em 1919;
    – conquistou a presidência do Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemão em 1921;
    – condenado em 1924 a uma tentativa de golpe em 1923, cumpriu apenas 1 dos 5 anos de pena;
    – publicou um livro em 1925, que gerou 240 mil cópias de sua publicação até 1934, e 10 milhões de cópias até o final da Segunda Guerra;
    – obteve vitória quando, em 1925, conseguiu que o governador da Bavária revogasse a cassação de seu partido, ocorrida após a tentativa de golpe em 1923;
    – levou seu partido de 6,5% de votos para o Parlamento alemão em 1924 para 43,9% em 1933;
    – cidadania alemã concedida em 1932;
    – candidato a presidente da Alemanha em 1932, ficou em segundo lugar com 36,8% dos votos no segundo turno – ocasião em que seu partido já era maioria no parlamento (tinha apenas 55 membros em todo o país quando Hitler se filiou, em 1919;
    – com a ajuda de empresários e banqueiros alemães, interessados em financiar seu partido – que estava falido após a campanha de 1932 (alguma semelhança com o Brasil?) – conseguiu, após intrigas e manobras de pressão efetuadas por grupos econômicos e políticos, obter vitória ao ser nomeado chanceler da Alemanha em 1933, para um governo de coalizão;
    – por ocasião de sua nomeação como chanceler, teve perdoadas as suas dívidas com o fisco alemão, na ordem de 6 milhões de dólares nos dias de hoje;
    – em 1933 ainda, obteve vitória conseguir que o presidente alemão dissolvesse o parlamento (onde o seu partido não tinha maioria), e que, com exceção de um partido apenas, todos os outros apoiassem a aprovação de uma lei que permitia ao governo se desviar da constituição alemã, o que configurou o começo de seu poder ditatorial ao conquistar uma combinação de poderes executivo e legislativo;
    – também em 1933, conquistou para seu partido a condição de único partido político legal na Alemanha;
    – em 1934, após a morte do presidente, utilizou as prerrogativas legais que havia estabelecido anteriormente para, contrariamente à constituição alemã, se nomear presidente e chanceler;
    – ainda em 1934, foi vitorioso em um plebiscito aprovou por 84,6% dos votos a fusão dos cargos de presidente e chanceler;
    – através de manobras fiscais e manipulação da moeda, promoveu um dos maiores períodos de crescimento industrial, de infraestrutura e de melhoria de vida da população jamais vistos na história da Alemanha, fomentando também a modernização da arquitetura, rodovias e indústria alemã, em geral a automobilística e bélica;

    a partir daqui, entraríamos no período pré-guerra bem como no da guerra propriamente dita, nos quais Hitler obteve várias outras vitórias e conquistas. mas não é necessário.

    como se pode ver acima, Hitler foi um vitorioso. em apenas 14 anos, saiu da condição de membro de um dos menores partidos políticos de seu país para o cargo de chanceler (ou primeiro-ministro), e um ano depois, de presidente e chanceler. quase dominou o mundo.

    essa é a sua lógica, wellington. a lógica que diz que um vitorioso está necessariamente certo, e necessariamente merece confiança, ou está acima das críticas.

    uma lógica, como se pode ver facilmente, distorcida e extremamente frágil. afinal, Marina chegou a ser o que é justamente por ter se submetido e apoiado o ideário e o programa do PT.

    veja só onde sua lógica desemboca: uma pessoa que rompe com idéias e programas que não têm apoio bíblico – e certamente, após isso, perde notoriedade e apoio político, perdendo portanto a condição de, portanto, vir a ser um senador e presidenciável – é uma pessoa derrotada, enquanto que uma pessoa que se alinha com valores e práticas antibíblicas e as subscreve e apóia, ganhando portanto notoriedade e força política para se elejer senadora e vir a ser presidenciável, é uma pessoa vitoriosa.

    veja, não estou comparando Marina a Hitler. estou apenas colocando em prática a sua lógica. mas a comparação que fiz enseja a pergunta: qual a diferença entre um ímpio que pratica a iniquidade e uma crente que apóia (inclusive oficialmente) a iniquidade?

    você diz que “todos vcs”, ou seja, todos menos você, são preconceituosos. dificilmente se poderá achar uma generalização mais preconceituosa do que essa. essa declaração mostra que o preconceituoso é você, wellington.

    agora me explique: embora Marina não seja evangélica há 30 anos, por que ela, depois de se tornar crente, continuou subscrevendo e apoiando as ideologias e programas partidários antibíblicos do PT?

    a Bíblia não apóia o que Marina sempre apoiou. a Bíblia é preconceituosa também?

  34. miguel r. caldeira disse:

    o vs.ex. carlos alberto em vez de vc ficar criticando porque ñ usa sua oratoria para ganhar almas para deus. vai procurar fazer alguma coisa para deus o desocupado, para de criticar , escolhendo quem vai ou ñ para o ceu, esta querendo tomar o lugar de deus o sem futuro, quer aprender biblia vai horar buscar intimidade com deus o desocupado, me perdoe mas ñ posso admitir isso, ESSA MULHER E UMA SERVA DO SENHOR,e ela ta pegando cada pedra que atira nela e fazendo uma escada para o CEU, evc esta cavando a tua derrota, mas eatarei horando por ti para ñ acontecer meu irmão ,JESUS TI AMA e vai te mudar eu creio nisso ,te dou um conselho como homem de deus ñ toque no ungido de deus que tu paga por isso……meu imail e meu endereço ñ preciso me esconder de ninguem, METALMIG@GMAIL.COM,SOU EVANGELICO DA IGREJA ASS.DE DEUS MADUREIRA, MUNICIPIO AGUA BOA.MT Ece quizer aprender de biblia e intimidade com deus tira mais tempo para deus, ao inves de estar criticando uma serva de deus, imagina o quanto deus ficou triste com suas criticas, vc ñ conhece o coração dela, ñ sou parente dela mas ,e minha irmã em cristo jesus, como vc sera tambem en nome de JESUS ,senhor abençoa teu filho ñ sabe o que fala perdoa esse ignoranteñ sabe o que pensa, senhor ele da lugar a astucia do diabo mas no nome de jesus eu decreto a libertação dele, e apartir de hoje ele ñ sera mas o mesmo abençoa ele e sua familia que as bençãos de abraão de isaque e jaco seja sobre ele,mas so quando ele tomar a atitude de ti servir com cinceridade eñ mas esta falando mais de teus filhos eu te agradeço e te peço no nome de JESUS AMEM, mas so quando ele tomar a atitude sr. me procure varão estou pronto a te ajudar porque sou servo do sr.e seravo e para servir……METALMIG@GMAIL.COM

  35. miguel r. caldeira disse:

    CARLOS ALBERTO MARINS DE SOUZA EU ERREI SEU NOME MAS LE O MEU COMENTARIO ATEU RESPEITO ASS. MIGUEL R. CALDEIRA . METALMIG@GMAIL.COM

  36. levi varela disse:

    Carlos Roberto,

    Na época da bíblia inexistia campanhas estimulando e pedindo votos, meu caro, em face de que prevalecia o regime monárquico.

    Eleições, votos, democracia, são coisas recentes.

    A democracia teve curta passagem com a Grécia antiga.

    Cristo falar de eleições, escolha de candidatos? Jamais, afinal subsistia o regime dominado pelos reis.

    Outra coisa, Cristo não poderia sugerir mudanças de governo ou dizer o qual ele achava o melhor para o povo, pois sequer teria iniciado o seu trabalho evangelístico.

    “A césar o que é de César”, com essa mensagem Cristo adentrou ao plano político, admistrativo, de governo secular. Se fosse diferente, aconselharia “a Deus o que é de Deus”, ou seja, não instigou a rebelião de ninguém, sim o contentamento, o seguir as regras acatadas pela maioria quanto á forma de governo.

    Governos há que são escolhidos pela força bruta, armas; outros, pelo parentesco com os do passado.

    Cada nação escolhe o regime de governo que interessa, no caso do Brasil, eis que optou pela democracia, que compreende a exposição das idéias dos candidatos, passo seguinte a escolha soberana pelo povo dos seus governantes.

    Você fala das maracutaias, roubalheiras e desgovernos dos políticos do sistema democrático, com o que não me insurjo, do contrário, concordo plenamente.

    Porém, o Rei Isaú, escolhido por Deus via o profeta Samuel, fez coisas bem mais piores. O próprio Davi, tomou a mulher de um soldado do exército do Senhor usando meios ardilosos, olha que esse era segundo o coração de Deus.

    O filho, Salomão, tinha 800 melheres, de onde vinha tanto dinheiro para manter a tantas? Pior disso tudo, é que foi esse Rei quem construiu o templo.

    Meu caro, se Deus fosse receber as coisas ofertadas para ele ou para os deles(os pobres) vindas realmente de pessoas carimbadas com o selo de corretas, dignas, imaculadas, nada nesse mundo teria sido feito.

    Se queres ajudar a este país se livrar dos bandidos que se passam por políticos só para assaltar os cofres públicos, que se engaje em lutas populares para mudar os dispositivos legais que ainda faltam ou os que deixam brechas para esses aproveitadores.

    Agora mesmo, chegou ao Congresso, de iniciativa da Igreja Católica, um abaixo assinado contendo número suficiente de assinaturas para um projeto que tentará mudar a norma que permite candidatos com fichas sujas na justiça se tornarem elegíveis, aliás sequer candidatos.

    Se queres ajudar, que tal um novo abaixo assinado para um projeto de lei exigindo que os governos enviem antecipadamente ao Ministério Público, por meio eletrônico, cópia de todos os processos de compra e venda dos bens e serviços públicos?

    Países do norte da Europa, bem assim os Estados Unidos da América, coincidentemente governados por evangélicos, são os de melhor qualidade de vida em nível de mundo.

    Se o ambiente é sujo, devemos como cristãos dar o exemplo, daí propor as politicas boas para que os recursos pouco a pouco sejam destinados em bem da nação, ou melhor, dos pobres, dos enfermos, de quem realmente precisa.

    Santo não é o que não mete a mão na massa suja, santo é o que mete a mão no erro, todavia as mãos voltam limpas, caso da Senadora que deu prova até agora da sua honradez, pois como Senadora e como Ministra nunca se ouviu falar nada dela, até os ímpios a elogiam, todavia muitos insistem em colocá-la no lugar comum aos desonestos.

    Da forma bela como você escreve, com todo respeito, era para usar em prol da conscientização do povo brasileiro, que não tem uma religião que destape os olhos, muito menos políticos que se lhes amenize o sofrimento.

    Meu caro, basta de cegueira espiritual e material conta o povo brasileiro, noss povo é de boa índole, todavia dirigidos e guiados por líderes políticos e religiosos que é de dar pena, o que recai sobre os evangélicos os resquícios dessas administrações, deixando a todos em estado de miséria quando somos uma nação rica.

    Seja um Moisés e que ajude o pais a ter outros mais, pois não foi um guia espiritual apenas, mas sim político.

    Observando os ensinamentos de Cristo vemos que muitos dizem respeito a relações de convivência aqui na terra, onde precisa ser ajeitada. Os Ceus, meu caro, o governante dos governantes é que governa, não carecendo de administradores lá, sim aqui, é aqui que devemos mostrar o bem, que devemos demonstrar que amamos o próximo. Nos céus será mamada, ou seja, todos se amam, todos vivem bem.

  37. Lady Kate disse:

    LEVI VARELA !!!
    VOCÊ É O CARA!!!
    E olha, eu não sou de paparicar ninguém. Falo isso depois de uma boa análise, em todos os seus comentários!
    Avante, rapaz!

  38. JuniorRKR7750 disse:

    Marina Silva = Igreja Ecologicamente Correta, noutras palavras, pura perca de tempo.

  39. Georges disse:

    Se depender do meu voto, vai voltar a catar castanha no mato.

  40. petrafan disse:

    o velho e bom Georges, em plena forma.

  41. petrafan disse:

    tem alguma coisa errada. veja:

    Lady Kate disse:
    Levi Varela!
    Me poupe, que comparação mais idiota! Torceu e retorceu… Só para justificar os líderes de hoje! E, para fazer isso, precisava desmerecer Jesus, sua obra e seus discípulos? Faça-me o favor, cada um que aparece por aqui! Vai se olhar no espelho, vai!

    – 20 março 2010 às 19:04

    Lady Kate disse:
    LEVI VARELA !!!
    VOCÊ É O CARA!!!
    E olha, eu não sou de paparicar ninguém. Falo isso depois de uma boa análise, em todos os seus comentários!
    Avante, rapaz!

    – 8 abril 2010 às 16:09

    o que será que mudou entre 20/03 e 08/04?

  42. levi varela disse:

    Petrefan,

    A Lady Katy é humana na essência. Elogia e critica, questão de formação.

    Se hoje já não critica o que antes criticava, das duas uma: mudança de opinião em face de novos subsídios, por revisão daquilo que antes pensava, postura também humana.

    Agradeço a ambos pelas críticas e pelos elogios, que sigam em Cristo.

  43. Lady Kate disse:

    LEVI VARELA,
    Grata pela sua compreensão. É claro que com o passar do tempo, observei os seus outros comentários e vi, que sua postura é comedida, mas franca e aberta, diante dos variados temas que tens comentado. Neste último, então, vc foi na “mosca”, e disse tudo que eu gostaria de falar! Sou humilde para concordar com quem já discordei antes. Nós vivemos em constante aprendizado nesta vida, e podemos, sim, mudar de opinião, na medida em que formos aprendendo mais e mais!
    Agora, meu amigo, quem se esconde num caramujo, não muda, mas também não aprende nada!!!
    Abraço.

  44. petrafan disse:

    você foi generoso demais, levi varela, e excluiu algumas outras possibilidades.
    quem freqüenta fóruns de discussão na internet há quase 10 anos sabe reconhecer o comportamento oportunista, muito mais comum do que se pensa.

  45. levi varela disse:

    Petrafan,

    Do contrário, apesar de estar nesse site ha 06 meses, bem assim já me pronunciado em outros a algum tempo, com ou sem tempo de vivência, reconheço de longe, indo e vindo, de có e salteado, os que são soldados de uma idéia, os que carregam o molde de algo quando são coisa outra, em síntese, os que tentam se passar por cristãos/evangélicos quando não o são.

    Por boa política procuro manter uma linha de conduta urbana, ao depois vendo que permanece como se fôssemos bobos, aí o verbo é descarregado, mas sempre com delicadadeza, ok, meu caro?

  46. petrafan disse:

    levi varela,
    parabéns.
    mas não deixe de perceber os oportunistas.
    e nem de ponderar bastante o que percebe, para não cair em engano.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *