Paciente em coma diz ter encontrado Jesus e médico confirma possibilidade: “É algo real”

20

O testemunho de uma mulher que foi declarada morta e alegou ter visto Jesus enquanto permaneceu inconsciente foi corroborado por um médico. De acordo com o neurocirurgião Michael Minotti, os encontros de quem passa por uma situação como essa são “reais”.

Debbie Cain, moradora do estado norte-americano da Carolina do Norte, afirmou que após seu coração ter “parado durante a cirurgia” de remoção do apêndice, teve uma visão do céu: “Eu comecei a sentir este amor de dentro, era quente e como a luz que eu vi começou a limpar tudo por completo, pude ver Jesus em pé por lá. Ele olhou para mim e sem eu dizer uma palavra, Ele me tocou e disse ‘Agora não, minha filha’. A próxima coisa que eu lembro, é que eu estava acordada em uma sala de recuperação”, testemunhou ao Christian Post.

Debbie afirmou ainda que antes da experiência sobrenatural, não era uma pessoa religiosa, mas agora, não tem mais motivos para duvidar da existência de Deus.

O médico Minotti afirmou que já viu outros pacientes passarem pela mesma circunstância, e por isso passou a pesquisar situações de quase morte em que os pacientes alegaram terem tido encontros com Deus. Sua pesquisa, afirma, o levou a concluir que “há mais evidências de que [os encontros] são reais do que o contrário”.


“Há casos de pessoas cegas que tiveram uma experiência de quase morte. Estiveram clinicamente mortos, e foram ressuscitados, deixando seus corpos e vendo a luz pela primeira vez. Todavia, eles explicam detalhes a respeito dos esforços de reanimação, que de algum modo poderia ter acontecido”, revelou o neurocirurgião, que também abandonou o ceticismo sobre a existência de Deus após sua pesquisa.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

20 COMENTÁRIOS

  1. Acredito nessas experiencia sim com certeza, pois tem algo que em Espirito Deus fala com essas pessoas e ver que ainda tem tempo a se salvar crendo em Jesus Cristo o Salvador, maravilhoso de quem realmente passa por isso sabe.

  2. Evidente que ela não viu nada, porque seus olhos estavam no corpo, e o corpo junto à equipe médica. Se ela tivesse visto, a equipe também veria. Caso contrário, é só imaginação provocada pelo desejo de ver.

    • Pitagoras,
      Essa experiência não tem nada a ver com religião. Eu sofri um grave acidente de automóvel e me senti sobrevoando sobre o carro e vi meu corpo ensanguentado. Logo em seguida, voltei ao meu corpo e desmaiei até que me socorreram.
      É uma experiência que eu não desejava passar, muito menos ver!

      • Mary, o subconsciente prega-nos muitas peças, e seu “caso” é muito diferente, vc. “viu” seu corpo, que é real, mas a paciente da notícia, “viu” um mito, que provavelmente sempre desejou ver. Mas…

        • pitágoras, avisa para os arqueólogos e historiadores a sua descoberta, q vc conseguiu provar q Jesus é um mito, poupe o trabalho deles de ficar pesquisando e recolhendo evidências do Jesus histórico.

    • “Evidente que ela não viu nada” – pita, está passando tempo mais entre nós e está ficando crente também, para afirmar isso. há inúmeros casos registrados de experiências pós morte, e em muitos eles de olhos fechados, com o coração parado e atividade cerebral não detectável (para também não cair na burrice de afirmar que não há atividade cerebreal, mas que está tão baixa que não chega a ser detectada pelos aparelhos), os pacientes contam detalhes de coisas que aconteceram enquanto estavam “apagados”, inclusive com visões. não é melhor vc deixar para a ciência resolver isso sr. pita, em vez de falar q “Evidente que ela não viu nada”?

      vc no seu ceticismo pode ser tão ignorante quanto um crente fanático, se passar a afirmar a inexistência de coisas sem embasamento científico. aconteceu um fenômeno, a paciente de olhos fechados e “aparentemente” inconsciente descreve detalhes de coisas que estavam acontecendo enquanto ela estava nesse estado, não acha melhor a ciência descobrir?

      só para terminar, imagine q vc é um primitivo ignorante, no meio da selva, e encontra um rádio transmissor. o rádio transmissor começa a falar com vc. vc pega um pedaço de pau e bate nele. ele para de falar. vc chega a conclusão q a voz vinha daquele rádio, mas sabemos q a “alma”, a “consciência” daquela voz estava em outro lugar. a ignorância pode levar você a tirar conclusões precipitadas.

      antes q pense q estamos tão avançados para saber tudo, lembre-se q vivemos uma ínfima parte da existência, nossa história é muito curta, e nosso cérebro ainda é um mistério. tirar conclusões de q a alma da mulher saiu, ou q ela “Evidente que ela não viu nada”, ambos os casos são ignorância.

    • o pita diga ai para nós pobres e credulos mortais tu é cientista em que area mesmo, e onde fica instalado teu laboratório de pesquisa, e mencione ou divulgue ai teu trabalho firmado sobre provas concretas que estas pessoas são só umas coitadinhas, por favor ilumine nossas vidas com tua sabedoria amado mestre

      • Já constatei que minha sabedoria é muito pequena em comparação à sua, e a de muitos outros aqui. O que disse sobre a notícia, é de acordo com minha lógica e conhecimento sobre o assunto. Talvez esteja errado, e então apélo para sua sabedoria ímpar para me convencer da veracidade do relato. Sds;

        • pita, em função do nosso escasso conhecimento sobre o cérebro humano, qualquer comentário sobre uma experiência pessoal como essa é “achismo”, seja para concordar ou discordar do acontecido.

          • Portanto… fico com a opção que esse relato tem todas características de imaginação, mas quem quer crer se tratar de “experiência”, mesmo sem ter maiores respaldos, tem toda a liberdade.

  3. Quanta fantasia. Quanta ilusão! Por que essa paciente não optou em ficar ‘por lá’ em vez de voltar a vida de sacrifícios aqui na terra??? Na hora da morte se vê de tudo. Histórias desse tipo já se coleciona há muito tempo. É igual ao marginal que vai parar no fundo da cadeia…logo, logo, ele se transforma em ‘santo’ dizendo ‘ter encontrado Jesus’. Acredite se quiser!!!

  4. Acreditando ou não o Céu existe e será para os escolhidos…não para os que querem mais para os que aceitaram a Cristo como unico e verdadeiro caminho..Ele é o caminho a verdade e a vida! aquele que está em Cristo nova criatura é e ainda que esteja morto viverá! Ao restante será a condenaçao eterna!
    Mais não se preocupem mesmo aqueles que nao acreditam em Cristo Jesus …terá um lugar preparado para estas pessoas…este é lugar que nao quero estar!
    Este lugar estará um ser na porta aguardando por todos estes e que dirá : bem vindos! Que fim triste um lugar de dor e ranger dos dentes..tristesa e dor!

  5. Ninguem pode ver a DEUS e continuar vivo lembre se de MOISES JOÃO DE APOCALIPISE?
    Ninguem pode ir ao ceu e voltar ir ao inferno e voltar uma vez la não volta mais, e ainda por cima nem convertida esta mulher era e entrou no ceu viu JESUS! delirio puro desta mulher . Não acredite e mentirosos que dizem ter ido ao inferno e ter ido ao ceu e o pior ter visto CRISTO face a face são todos mentirosos .

    • como voce pode afirmar isso!! voce nunca morreu né..?. nunca esteve numa uti né? ou em coma… NÃO PODEMOS TER CERTEZA DE NADA QUANDO RELACIONADO A JESUS!! ELE AGE NA FORMA QUE ELE QUISER, CADA PESSOA TEM UMA EXPERIENCIA INDIVIDUAL COM ELE… É EXATAMENTE PORQUE ELA NÃO ERA CRISTÃ QUE TEVE O PRIVILÉGIO DE VÊ-LO, SABE PORQUE? PORQUE OS QUE SE DIZEM CRISTÃOS PENSAM ASSIM EXATAMENTE COMO VOCÊ. JESUS É AMOR, JESUS É COMPAIXÃO, JESUS É MISERICORDIOSO, ELE DÁ CHANCE PARA AQUELES QUE NUNCA TEVE CHANCE.. COMO ESSA MULHER QUE PRECISOU CHEGAR A BEIRA DA MORTE. FELIZZZ DE NÓS PODESSEMOS TER UMA EXPERIENCIA DESSA COM JESUS.. QUE ALEGRIA

  6. AMIGOS, não importa se ele viu luz, Jesus, isso pra gente nao significa nada, o que significa e é importante pra ela, é que ela deixou de ser uma pessoa incredula, e passou a acredita em Deus, o que muitos aqui deveriam fazer o mesmo, independente da sua religiao, ter fé em algo que nao se ve e sabe que exista.

  7. Há muito mais em termos de realidade espiritual do que pode imaginar a nossa vã filosofia. Nas opiniões, há quem crê e quem não crê nas experiências de quase morte (EQM), hoje, com farta literatura a respeito do assunto, embasada em dados científicos, produzidos por médicos que sequer acreditavam na vida após a morte, e muito menos em Deus. No caso da senhora em apreço, ela não tinha memórias guardadas acerca de Jesus Cristo, como seguidores dele, nem como de pessoas de outras crenças. Portanto, deixemos de julgá-la, e fiquemos com nossas experiências sensoriais, nas dimensões que conhecemos. Mas, para quem tem fé em Deus, há muitas experiências completamente estranhas. Paulo, o apóstolo, disse que foi “arrebatado ao terceiro céu”, e ouviu coisas que não é lícito dizer aos homens. Na Bíblia, os casos de arrebatamento são consistentes, mas ficam no domínio da fé. São coisas subjetivas, que não devem ser negadas por quem não as aceita, nem confirmadas de forma racional, por quem as experimentou. A mulher disse que viu Jesus. Quem pode provar o contrário? É convicção dela. O médico não viu, mas disse que “é real”.

DEIXE UMA RESPOSTA