Homem mata ex-mulher a tiros durante culto evangélico em Minas Gerais

6

Na última semana um homem identificado como Evaldo da Silva Márcio, de 29 anos, assassinou sua ex-mulher durante um culto evangélico que acontecia na casa da mãe da vítima. O crime aconteceu na cidade de Caeté, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG).

Segundo informações da Polícia Militar, Evaldo, também conhecido como “Lico”, entrou no apartamento da ex-sogra já atirando contra a ex, Zidea Evangelista Dias, de 22 anos. O assassinato foi presenciado por cerca de 10 pessoas que estavam presentes no local, incluindo o filho do casal.

Atingida na nuca, Zidea morreu na hora. Após atirar contra a ex-mulher, Evaldo ainda tentou levar o filho, mas foi impedido pelas pessoas presentes no local. Após o crime, ele fugiu em uma motocicleta. De acordo com o R7, as paredes do apartamento da mãe de Zidea ficaram com várias marcas de tiros, porem nenhuma outra pessoa foi atingida pelos disparos.

Segundo a mãe da vítima, o casal estava separado há algum tempo, mas Evaldo não aceitava o fim do relacionamento.


Militares da 15ª Companhia Independente foram acionados por um dos participantes do culto. O delegado titular de Caeté, Bruno Gonçalves Affonso, ainda não se tem pistas de onde o suspeito possa estar.

Por Dan Martins, para o Gospel+


6 COMENTÁRIOS

  1. Que deus a tenha na sua luz.deixo o meu pesar a familia dela e todos seus amigos. Somos peregrinos nesta terra e qualquer hora deus pode nos chamar, espero que esse assassino pague pelo que fez.

  2. As escolas e igrejas devem trabalhar no sentido dos homens e das mulheres saberem aceitar o fim das coisas, em especial casamento.

    Falo isso em vistas de que cada vez é mais comum o número de agressões mútuas em vista de não se aceitar o fim dos relacionamentos.

    Precisa-se iniciar imediatamente o convencimento visando fazer com que os casais respeitem a decisão um do outro, porquanto abandonar o ciúme exagerado, aceitar ser abandonado, aceitar o fim da relação, aceitar a opinião do outro.

    Urgente, pois o ser humano de hoje não está mais sabendo aceitar um não, com isso denegando a nossa condição de sociais, de tolerantes.

  3. melhor ficar sozinho, mas se casar não separe, quer dizer este pequeno mandamento deixa claro, para pastores e mulheres , que na hora do oba oba se refestelam, mas passado a safedeza do coro resolvem sair fora, tai o resultado, para o mundo não tem mandamento, mas para crentes é este…e não me venham com aqueles balidos de cabritas e cabritos que se não ama mais deve separar, que o cara maltratava e conversas fiadas

    • Clamando,

      Concordo com você, tem que ficar mesmo mesmo sendo espancada, Num dia,quando a mulher menos esperar, o marido espancador deixa de espancar, pois ela virou defunto.

      Tem que ficar até morrer como a da reportagem, deixando um filho órfão e com problemas os resta da vida, ou seja, sem mãe e sem pai.

      Eu pensei que o ser humano deveria escolher pra si o que menos lhe trouxesse consequências danosas, mas você prefere uma cláusula de um contrato, o do casamento, então eu vou seguir você. Nada de descumprir os contratos.

      • CASAMENTO HOJE NÃO É MAIS COMO ANTES, ANTES OS PAIS ESCOLHIAM, HOJE OS NOIVOS ESCOLHEM, E SE ESCOLHEM MAL, DEVEM SE ABANDONAR E ENTRAR EM ADULTÉRIO? AI NÃO FALA QUE O MARIDO ERA ESPANCADOR, MAS QUE A MULHER DECIDIU LARGAR O MARIDO, NINGUÉM SABE O QUE ACONTECEU, MAS A DESCULPA DO MUNDO É ESTA , NÃO DAVA MAIS….

        • Clamando,

          O divórcio nasceu com Moisés, pelo menos para os judeus.

          Ou seja, se foi a tanto tempo, então era o casamento em que os pais escolhiam, não os envolvidos.

          Deus, meu caro, não quer que o ser humano se fixe em coisas.

          Até um casamento, embora com fim altaneiro, se não tivermos cuidado termina ficando coisificado, é meu marido, é minha mulher, não largo o osso. É meu terreno, é meu dinheiro, daí matar e morrer pelo pecado da posse.

          Cristo, infelizmente a gente não entendeu a sua mensagem quando fez referência ao divórcio de Moisés.

          Por não ter entendido, aí ficamos buscando no fundo do baú o cônjuge que somente trouxe entreveros.

          Mas sigo você, o que vale é o papel, a letra da lei, mesmo que isto traga um dos envolvidos em alto jugo. Belo contrato, contrato de fio de bigode.

    • Parabéns,

      Você demonstra que e um legalista religioso. O amor e o cumprimento de toda Lei. Aquele que cumpre esse mandamento cumpre os demais. Mas, pelo que vejo, você abre mão do maior dos mandamentos por um mero sacrifício humano. Lembrei-me do que esta escrito: “Misericórdia quero e não sacrifício”…

      Daniel Campos.

  4. Sou evangélica e acho sim que se não dá certo tem mesmo é que se separar, o mundo é grande e há oportunidades para todos. Muitos vivem mais felizes no segundo casamento. Quem comete um crime desses é fraco, não consegue viver sem muleta. Que Deus a tenha, chegou a hora dela.

DEIXE UMA RESPOSTA