Papa Francisco propõe união entre diferentes tradições cristãs e pede ajuda a Deus para superar “nossas divisões”

33

O papa Francisco externou o desejo de ver os cristãos unidos novamente, superando diferenças históricas e debates teológicos, durante um sermão na basílica de São Paulo, em Roma.

A celebração contava com a presença de líderes ortodoxos, anglicanos e outras tradições cristãs, segundo informações da agência Associated Press.

A proposta de trilhar o caminho da reconciliação, segundo Francisco, surgiu da esperança de curar as divisões existentes há séculos no meio cristão.

O evento era o encerramento de uma semana de reuniões realizadas em Roma durante toda a última semana, e em outras cidades mundo afora, com o objetivo de promover a unidade cristã.


Em seu sermão, Francisco afirmou que as divisões entre os cristãos prejudicam o trabalho de difusão do Evangelho no mundo, e exortou as lideranças presentes a continuarem com humildade “no caminho para a restauração da plena unidade visível”.

No encerramento de sua mensagem, Francisco clamou a Deus por ajuda para superar “os nossos conflitos, nossas divisões e nosso egoísmo”, descritos pelo papa como obstáculos para a unidade.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


33 COMENTÁRIOS

    • Mauro, também esse é o meu desejo, que possamos nos unir novamente aos nosso irmãos cristãos ortodoxos. E que as duas igrejas possam voltar a ser uma novamente.
      Que Deus possa através do seu Santo Espírito restaurar o que foi rompido no Grande Cisma.
      A Paz de Cristo.

      • Vocês, devem tirar o seu “cavalinho da chuva” pois tal fato jamais irá acontecer. Certamente, jamais iremos comungar a nossa fé com a idolatria de Roma. Isso, é abominavel para um Cristâo de fato.

        • Jó gomes

          E a teologia da prosperidade com seu lema: ” seguidor de Cristo tem de ser cabeça e não cauda” não é tão abominável quanto a idolatria a idolos?

          Essa idolatria evangélica ao dinheiro e bens materiais também não seria condenável?

          • STARDUST, nós não amamos o dinheiro, simplesmente, cremos com toda nossa força No SENHOR JESUS, quando disse que veio para que tenhamos vida e vida com abundância.
            Viva com isso ou morra, tu,nâo poderás mudar a certeza e a fé de milhões.

          • Nada ha melhor para o homem do que comer , beber, e fazer que sua alma goze do bem do seu trabalho, pois isso vem DAS MÃOS DE DEUS,
            Pois separado dele, quem pode comer ou alegrar-se.

            MAS PORQUE VEMOS PESSOAS QUE SE diz acreditar em DEUS, e ir a igrejas pedir cesta básica.???

            é simples dizer que crê em DEUS, até os papagaios ja aprenderam falar.

        • Jó Gomes, eu estava me referindo ao nossos irmãos católicos ortodoxos, que desde a época de Jesus Cristo era apenas uma única Igreja Católica Apostólica, una e santa.
          E não com vocês protestantes e suas milhares e milhares de denominações cada uma pregando a sua própria verdade, cada qual com a sua própria interpretação da Bíblia.
          Vocês são Torre de Babel, casa dividida.

  1. A unidade da qual Jesus falou não é institucionaL, mas sim, de espírito, de propósito! O que o catolicismo romano quer é que todos estejam debaixo do cetro papal! Unir-se ao catolicismo cheio de idolatria e doutrinas pagãs? Impossível!!!

  2. Infelismente tenho que reconhecer, por mais que nao gostasse de falar, mas alguns evangelicos( nem todos, tem gente muito boa por aí ), é um bando de fariseu, só pensam neles, nos seus bolsos e vivem para atacar a Igreja do Cristo! chegará o dia em que teus olhos virao aquilo que hoje ainda nao conseguem ver, seja por interesse ou por ignorancia, e sentirao o amor de Deus em suas vidas.

  3. Qual é a diferença entre a religião católica e a evangélica?

    A religião católica venera ídolos mortos, tais quais maria, pedro, etc… A religião evangélica venera ídolos vivos tais quais lideres evangélicos, cantores gospel…

    Não são tão diferentes assim…

      • Jeann

        Cristão não venera valdemiro, nem caio fábio nem qualquer outro, pois somente Cristo é o digno de adoração no cristianismo… se vc está vendo alguém se dizendo cristão, mas adorando esses dois ou outros, pode ter certeza que se trata de um evangélico, e não um cristão.

        • stardust,

          Infelizmente tem muita gente que se auto-denomina cristão hoje em dia por simplesmente lerem a bíblia, mas de que adianta ler a bíblia se não ouvem a Deus ou ao Espírito Santo ou não seguem os ensinamentos dela.

          Os primeiros cristãos FORAM CHAMADOS assim por se assemelharem a Cristo, e pregarem o evangelho DE CRISTO. Dessa forma se reconhece um verdadeiro cristão, se viver segundo o Espírito (ouvindo a Ele e seguindo-o) e não sob as obras da carne (entre elas: ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja Gl 5:20-21).

          O que eu vejo muito é gente que se diz cristão e vivendo sob as obras da carne e não pregando o evangelho semelhantemente aos verdadeiros cristãos.

          • Jeann

            O verdadeiro cristão prega o evangelho do reino… DO REINO, e não da prosperidade, do ser cabeça e não cauda. de ser dizimista fiel e outras invencionices…

            O objetivo do evangelho ( o real, não esse da religião evangélica) é salvação…

            ” Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego” (Romanos 1:16)

            Evangelho Jeann, visa a salvação… nada a ver com a prosperidade tão prometida na religião evangélica.

          • stardust,

            O verdadeiro cristão prega o evangelho de Cristo, o do reino de Deus e é guiado pelo Espírito.

            A árvore se reconhece pelos seus frutos, dessa forma o cristão é reconhecido pelos frutos do Espírito: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança (Gl 5:22).

            E não se deixa levar pelas obras da carne… ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções, inveja, etc… (Gl 5:20-21).

            Deus conhece o coração de cada um e sabe com que intuito expressamos as coisas (inclusive em nossos comentários aqui), se pela carne ou pelo espírito.

            Sobre prosperidade e dízimo obrigatório acho que preciso lembrá-lo novamente que nada disso tem a ver com ser evangélico, mas com doutrina denominacional, as quais não sou a favor também.

            Evangélicos na verdade são os que creêm e seguem os ensinamentos do movimento denominado “Evangelicalismo”, onde não se dá ênfase a ritualidade mas sim coisas como necessidade de conversão pessoal, respeito pela autoridade bíblica, ênfase em Jesus e em ensinamentos da redenção e ressurreição de Jesus e a necessidade de expressar e compartilhar ativamente o evangelho, apenas isso.

          • jeann, todos somos pecadores em algum nível, não existe pecadinho e pecadão, todos carecemos da misericórdia de Deus, e deveríamos ser misericordiosos no nosso julgamento, perdoar para sermos perdoados. mas a jussara pensa que é Jesus e quer separar o joio do trigo. jussara mesmo, venera Valdemiro (o inferno vai pirar com a volta de Valdemiro à TV) e Caio Fábio. ou seja, ela aponta com o dedo sujo para os outros, só vê o cisco nos olhos dos outros.

          • Edy Mancebo,

            Concordo plenamente, todos somos pecadores, independente de ser taxados como cristão ou evangélico por exemplo. Fico triste com calúnias do tipo “se é idólatra não é cristão é evangélico”, acaso cristão não peca ?

            Me faz lembrar a parábola do fariseu e publicado (Lucas 18:9-14), o fariseu gostava de vangloriar-se por não ser como os outros, roubadores, adúlteros, etc. Mas quem saiu justificado, o fariseu soberbo ou o pecador que humilhou-se ?

            “E disse também esta parábola a uns que confiavam em si mesmos, crendo que eram justos, e desprezavam os outros: Dois homens subiram ao templo, para orar; um, fariseu, e o outro, publicano. O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo. O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado.” Lucas 18:9-14

            Sempre oro pelos nossos amigos aqui, inclusive vc e o stardust, pois é o Espírito Santo que convence do pecado.

  4. TEMPLO É DINHEIRO !!! – A DIZIMOLATRIA PROTESTANTE TRANSFORMOU A IGREJA NUMA CASA DE COMÉRCIO.

    Não se engane: A maioria dos Pastores protestantes só está interessada em uma coisa: “Tirar o Pé da lama!!!”
    Lucas 19,45-48: Jesus entrou no Templo e disse:
    “Está escrito: ‘Minha casa será casa de oração’. No entanto, vós fizestes dela um antro de ladrões”.
    Sem querer ofender aos protestantes, mas é exatamente isto o que o protestantismo fez da Igreja de Cristo: Uma casa de Comércio. É explicito que no protestantismo existe muita hipocrisia e apenas ADORADORES DE MAMON, a começar pelos seus humildes e pobrezinhos pastores com seus carros e luxuosas mansões, enquanto os otários… ops…fiéis, ficam na miséria a sustentá-los.
    • O C

    • Jorge Vinicius,

      Concordo que há pastores interessados apenas em dinheiro, mas tente ser imparcial, isto não é caso exclusivo de protestantes. Acredito que vc não saiba, mas há taxas obrigatórias (impostos) que devem ser pagos que são em sua maioria destinados a Igreja Católica. Tais taxas são pagos anualmente (não apenas por católicos) sob cerca de 540 mil imóveis (isso só no Brasil) pertencentes ainda a Igreja Católica.

      Não seria hipocrisia dizer que são apenas protestantes que “adoram mamon” ? Quem vc acha que sustenta a Igreja Católica, apenas os fiéis ou os “otários” (como vc diz) não ajudam ?

      “Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho?” Mateus 7:3

        • Jorge Vinicius,

          Se vc se considera protestante, então acredito que vc tenha percebido que vc se inclui na sua crítica em “apenas adoradores de mamom” ou “fiéis otários”.

          Desculpe, mas se na sua denominação há pastores com mansões luxuosas, pq vc simplesmente não vai pra outra que vc considera honesta ?

          Deus te abençoe também.

  5. Acho que o papa até tem boas intenções, mas existem diferenças abissais entre os cristãos que foram construidas por séculos, então não vejo possibilidade de se derrubar essas diferenças por meio de diálogos ou reuniões amistosas em busca de paz, se não for pela verdadeira conversão ao Senhor Jesus Cristo retornando à prática do evangelho puro e simples.

  6. A doutrina de balaão ensino pseudobiblico que torcendo as Sgradas Escrituras atraves de artificios teologicos e hermeneuticos, corronpem Graça de Deus, apresentando aos santos uma teologia permissiva e eticamente tolerante JUDAS 4, O objetivo desta doutrina e levar o povo A IDOLATRIA, a fim de enfraquecendo-os moral e espiritualmente extorquir-lhes os bens materiais e a teologia dos ladrões, o patrono desta teologia era balaão filho de beor, que enbora sendo um profeta e teologo, ultilizou-se da profecia e da teologia para levar a maldição ao arraial hebreu, subornado por balaque, rei de moabe ensinou-lhe como levar a maldição as tendas hebreias, por isso o Apostolo Pedro taxa-o de louco 2 Pe 2.15,16 e Judas o irmão de Jesus na carne acusa-o de venalidade Jd 11, balaão tinha os seus discipulos em pergamo asim como os tem hoje em varias igrejas esparramadas no mundo, oa nicolaitas não sabemos muita coisa acerca dos nicolaitaso que sabemos e que a sua doutrina não destoa em quase nada do ensino de balaão filho de beor pelo menos quanto ao conteudo, se balaão era dissimulado, sutil e teologico, os nicolaitas fazendo abertamente comercio dos santos, publicamente apregoavam a repaganização da igreja, afirmando SERVIR A DEUS E AOS IDOLOS, asim como uma certa igreja que quer o ecumenismo, ultilizando-se de um linguajar bem elaborado, levaram muitos fieis a se desviarem pelois caminhos da fornicação, do aduterio e da idolatria, O Ecumenismo e isso ai, Mas Mas eu disse Mas nos os crentes temos a Espada do Espirito e hora de Brandi-la contra os adversarios portemo-nos como vencedores pois do Senhor Jesus temos a promessa, Ao que vencer darei de comer do mana escondido e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguem conhece senão aquele que o recebe Ap 2.17, e assim vamos nos firmes caminhando sem nos deixar levar por propostas as quais estejão fora da biblia E VAMO QUI VAMO QUE O TEMPO URGE

DEIXE UMA RESPOSTA