Internacional

Papa Francisco prega valorização do casamento e acolhimento aos divorciados para que “não se sintam excluídos da graça de Deus”

Comments (4)
  1. Tour Natrak disse:

    Nunca ve um catulico preocupado com isso, ate porque 80 por cento deles se dizem catulico somente da boca pra fora, e quando vão a igreja ficam do lado de fora e pouco ligam pelas falas do padreco, e de la vão direto pru forro pras baladas pra o quebra ou ate para um centro espirita, NÃO VEJO NUNCA VI UM CATULICO PREOCUPADO POR SER DIVORCIADO em relação a igreja deles o qui tem de catulico amigado emancebado e que se dizem catulico não esta escrito, e muitos e muitos deles vão em suas igrejas naturalmente ate porque nunca vi um padreco pedir certidão de casamento para ninguem para saber se são ou não catulico, muito mas muito distantes da verdadeira doutrina do verdadeiro Evangelho do Senhor Jesus,

    1. clamando disse:

      O PADRE BARBUDO JA CASOU A SIMONY TRES VEZES QUER DIZER NÃO PODE CASAR DIVORCIADO POBRE, MAS SE TIVER GRANA

      1. leandro disse:

        Se algum padre casar uma pessoa três vezes, e estou falando de uma cerimônia válida, então tal casório é nulo e este padre cometeu pecado.

        1. clamando disse:

          tai com uma santinha a tiracolo em varios programas de tv. é verdade ou não é?

    2. ANDRÉ disse:

      Isso é o que vc diz meu amigo,eu sou casado há quatro anos na Igreja Católica e nela existem milhares e milhares de casamentos comunitários todos os anos e na maioria das nossas igrejas,quando nós vamos para missa,no final a maioria vai para suas casas ou vão passear com a sua familia,infelizmente existem aqueles que vão por caminhos mais tortuosos,mas quem sou eu para julgar?O católico que não é preocupado com o divorcio infelizmente nunca soube o real sentido da sagrada comunhão,pois não pode mais se casar e tão pouco se aproximar da eucaristia.

  2. Robson disse:

    “A pompa e o cerimonial do culto católico têm um poder sedutor e fascinante, pelo qual muitos são enganados. Tais pessoas chegam a considerar a Igreja Católica Romana como a porta do céu. Ninguém, a não ser os que têm os pés firmados nos fundamentos da verdade(A Bíblia), e cujo coração é renovado pelo Espírito de Deus, se acham ao abrigo de sua influência. As formas de piedade, sem a sua eficácia, são precisamente o que as multidões desejam.”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *