Pastor evangélico afirma ter sido impedido de orar por paciente em hospital

29

O pastor evangélico Antônio Carlos Costa e Silva, de 32 anos, afirma ter sido barrado na Santa Casa de Piracicaba (SP) ao tentar fazer uma visita para orar por uma paciente a pedido da família. Pastor da Igreja Evangélica Quadrangular, Silva afirma ter sido impedido de entrar no local quando tentava visitar uma paciente na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O religioso afirma ter ido ao local a pedido da família da paciente, e afirma que por duas vezes recebeu informações vagas de que a paciente estava sendo submetida a um procedimento e que não poderia receber visitas. Segundo ele, suas tentativas de visita aconteceram às 11h15 e 16h50 da última quinta feira (14).

– Só me disseram isso, não falaram quanto tempo demoraria, nem nada do tipo – afirma o pastor, que só conseguiu visitar a paciente para fazer as orações após as 19h.

– Eu já orei por pessoas em situações muito críticas. Já presenciei médicos usando o desfibrilador em pacientes e ajudei com a minha oração. Ninguém pediu para eu me retirar, só disseram para eu fazer meu trabalho que iriam fazer o deles – completou o pastor, que afirma já ter entrado na UTI da Santa Casa várias vezes e nunca teve problemas.


O pastor ressalta ainda que conhece os procedimentos e horários do hospital, e que não teria tentado entrar no local para orar em um momento inoportuno para a paciente. Segundo informações do G1, o caso aconteceu apenas um mês depois de o prefeito da cidade, Gabriel Ferrato (PSDB), sancionar uma lei que garante “assistência religiosa” em hospitais públicos e particulares quando solicitada pelo paciente ou pela família.

– Tenho o bom senso de saber quando não é possível a pessoa receber a visita, mas nós temos a lei que garante a nossa entrada e nunca se sabe quando o paciente precisa de um pouco de Deus. Essas coisas não têm hora para acontecer – afirmou o pastor.

– Graças a Deus consegui fazer a oração para a jovem, mas isso não pode voltar a acontecer, nem comigo e nem com outros religiosos que vão ao hospital fazer seu trabalho e levar conforto aos pacientes – finalizou o religioso.

A assessoria de imprensa do hospital comentou o ocorrido afirmando que a paciente passava por um procedimento delicado durante a manhã e a tarde e não poderia receber a visita religiosa.

– A prioridade da Santa Casa é o paciente e por isso há normas para as visita – informou a nota, ressaltando que à noite a paciente estava estável, e pode receber a oração feita pelo pastor.

29 COMENTÁRIOS

  1. GEnte… kd a inteligencia do povo???

    UTI.. UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA…

    é um local que só tem acesso a equipe médica.. nada de visitas…

    visita na UTI é só para levar virus e bactérias para os pacientes já debilitados…

    o Pastor tá se fazendo de vítima e o povo não tá percebendo que está sendo manipulado ora bolas…

    • Estar totalmente equivocado seu comentário,assessoria de imprensa disse que a noite poderia fazer a oração,sinal que a jovem não estava na uti,se a jovem tivesse na uti nem a noite ele poderia entrar.
      Vossa senhoria ta cheio de espirito contrario,sai belzebú.

      • bem Luciano.. então equivocada está a reportagem meu caro…

        leia a reportagem e veja..

        ” Pastor da Igreja Evangélica Quadrangular, Silva afirma ter sido impedido de entrar no local quando tentava visitar uma paciente na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).”

        ora Luciano…

        a assessoria de imprensa deixou claro que nos horários que o cidadão foi lá fazer as orações, ela estava em tratamento..

        se disseram que ela poderia receber visita à noite, é porque a paciente estaria em melhores condições à noite..

        to achando que V. S. ª. está cheia de espíritos contrários.. sai belzebu.. espirito da preguiça de ler kkkkkk

    • ou algum médico responsável (que tanto pode ser católico como protestante) e que sabe que UTI não é local de visitas.. é local de TERAPIA INTENSIVA.. local onde os pacientes geralmente estão debilitados e necessitando de TERAPIA INTENSIVA e não de visitas para levar virus e bactérias…

  2. De que adiantam as orações desses fariseus que oram em pé, se os doentes se curam mesmo é através das intervenções, dos recursos da medicina? Se as orações desses vendilhões do Evangelho tivessem, de fato, poder, não haveria mais um doente sequer nos hospitais, e no lugar de ministros e secretários de saúde, bem como de médicos, psicólogos e psiquiatras, seriam nomeados curandeiros pentecostais. Na verdade, o que esse povo mercadejador do Evangelho faz é iludir, com vãs promessas de curas e prosperidade, pessoas enfermas e psicológicamente abaladas, e, assim, fazer proselitismo fundamentalista e aumentar o número de seus seguidores.

    • Sandro

      Orações são para pessoas que tem fé, o que pelo visto não é o seu caso. A fé não se explica, as pessoas simplesmente as tem, e se é uma fé vã, ou infrutífera, não é você quem julga.
      Então lhe aconselho a debater assuntos do qual você tenha domínio, ou pelo menos a mínima noção, pra não passar por ignorante.

      • Elder Lima, as pessoas que têm fé são aquelas que submetem suas orações, seus pedidos à vontade de Deus, inclusive no que diz respeito a pedir pela cura de enfermidades, e não aquelas que depositam sua fé na oração de homens falíveis e que arrogantemente pensam que podem manipular o ser Supremo. Quanto à cura, em si, você sabe que é muito difícil isso acontecer (quantas pessoas com câncer, por exemplo, você viu darem testemunho de remissão total da doença? Em quantos cegos você viu a visão voltar? Em quantos aleijados você viu nascer uma nova perna, um novo braço?), mesmo em relação às pessoas que tem fé e isso não é um problema delas, ou falta de misericórdia de Deus, mas da sabedoria do Ser Supremo que sabe o que é melhor para cada um de nós e em nossas vidas realiza o Seu, e não o nosso, querer. Seja honesto e admita!

    • tem pesquisas médicas que apontam a eficácia da oração juntamente com as medicações. médicos têm relatados os benefícios das visitas religiosas.
      no caso citado, se ele pode depois assistir ao paciente, não tem nada demais. acho exagero reclamar pois o procedimento médico vem em primeiro lugar. se a situação se repetir, aí toma-se as providências.

      • Walker, não seja ingênuo: os vendilhões do Evangelho, mercadejadores da Palavra de Deus não vão aos hospitais movidos por genuína compaixão e amor pelos enfermos, mas para dar vazão a seus arroubos pentecostais e fazer proselitismo religioso.

    • Sandro, com qual indício vc afirma ser esse referido pastor um “mercadejador do Evangelho”? Você sabe se ele fez alguma promessa a paciente, ou a família dela, que solicitou a visita?
      Quanto a oração diz a Bíblia: “pode muito em seus efeitos a oração do justo”.
      Quanto a afirmativa de que Deus não curaria ninguém, essa é uma afirmativa incrédula e frágil, pois a própria medicina é uma benção de Deus para nós.
      Outra coisa, muitos contemporâneos dos profetas do AT, dos apóstolos do NT e do próprio Jesus padeciam de muitas enfermidades e tb não foram curados. (ex. a passagem de Jesus pelo poco de Betesda).

      • Serafim, apresento três breves considerações em relação ao seu comentário:

        1ª) as igrejas assim denominadas “pentecostais” (o termo deriva da expressão “pentecostes” e se refere, na Bíblia Sagrada, a uma festa judaica – não acha estranho igrejas cristãs designarem a si mesmas através de uma expressão que dá nome a uma antiga festividade judaica?) estão envolvidas com o mercadejar da Palavra de Deus, com o iludir fiéis com promessas de curas, e, sendo esta a condição denominacional, é, consequentemente, a condição de seu clero (apóstolos, bispos, pastores, etc.);

        2ª) em momento algum disse que DEUS não cura, mas deixei clara a ideia de que as curas se realizam através de procedimentos da medicina (você não vai ao médico quando esta doente? Se sofre uma crise de cólica renal, um ataque cardíaco, um AVC, você procura um pastor ou um médico?), sendo as curas divinas um fenômeno que também ocorrem, mas que não são comuns e não dependem da interseção de vendilhões do Evangelho.

        3ª) leia novamente o texto e interprete-o com sabedoria!

        • Realmente o nome desse segmento cristão faz referência a festa judaica de Pentecostes (ou das colheitas), retendo-se mais diretamente ao texto bíblico de Atos Cap. 2, que relata a ‘doação do Espírito Santo’ à igreja de Cristo.
          Como um movimento religioso identificável surgiu nos EUA, no ano de 1915, onde manifestou-se o fenômeno da glossalalia (falar em línguas – costume não adotado oficialmente pelas igrejas protestantes históricas), como indício da manifestação do Espírito Santo na vida dos crentes (à semelhança da narrativa bíblica citada). Tb caracterizam-se pela enfase nos milagres e curas (os quais por sinal Deus é livre para fazer).
          Desse grupo, surgiram as igrejas neopentecostais (que são grupos bem “distintos”) liderados não por concílios representativos, mas geralmente, por autodenominados apóstolos, que seguem as interpretações livres desses homens; propagadores da chamada “teologia da prosperidade”.
          Também sou contrário a qualquer tipo de manipulação da fé, acho esse tipo de mensagem e falsa promessa um verdadeiro “retrocesso religioso”. Só não posso afirmar pela notícia veiculada – que é um desses casos (foi esse o meu questionamento).
          Quanto a medicina, já referi-me anteriormente: é uma verdadeira benção de Deus pra nós.

  3. Fico triste com algo, ta certo que a visita realmente tem uer ser adiada pois o paciente esta na UTI, e que falta conhecimento ao pastor porque não se precisa está perto da pessoa que recebe a oração para Deus Agir! E também vejo que sandro é de alguma dessas igrejas que ensinam que só o Evangelho pregado por elas é o certo

  4. A verdade é que cada uma dessas denominações tradicionais, tem uma parcela de acerto pois, dentro delas está a difundido o real evangelho, mas como tod sabem enquanto homens estiverem no poder a ml administração irá continuar até o fim de tudo

  5. 14 Está doente algum de vós? Chame os obreiros, presbíteros da igreja, e estes orem sobre ele, ungido-o com óleo em nome do Senhor; 15 e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. ( TIAGO 5: 14 e 15 )

  6. Caro amigo e desafeto do SENHOR,quantas obras sociais,hospitais,escolas,etc que foram instituidos por ateus,leis ou contrario declaro hitler,marx entre outros,quando acometeu-se a noite de sao bartolomeu que uma rainha catolica por odio contra nos protestantes iguais a vc mas SENHOR JESUS lhe ama

  7. Antes da medicina moderna, antes dos antibióticos e vacinas, antes do conhecimento sobre bactérias, vírus, etc, só existia oração. Enfim, naqueles tempos as pessoas morriam como moscas.

DEIXE UMA RESPOSTA