Pastor testemunha cura para a asma após 40 anos de sofrimento: “Acredito em um Deus que é capaz”

0

Ao longo de 40 anos o pastor Mark Batterson manteve uma relação de proximidade com o inalador, devido aos problemas respiratórios que tinha. Mas recentemente, testemunhou que recebeu de Deus a cura para a asma.

Batterson é líder da National Community Church (NCC), em Washington, DC (EUA) e também escritor best-seller. Ele narrou o milagre de seu testemunho durante um culto, no sermão “Enough is Enough”, algo como “já é suficiente”, numa tradução livre para o português. O texto base para a reflexão foi Deuteronômio 1:6.

De acordo com informações do portal Gospel Herald, o pastor revelou que era asmático desde os três anos de idade: “Meu inalador se tornaria meu melhor amigo durante os próximos 40 anos”, resumiu.

O pastor contou que quase dois meses antes daquele sermão, ele havia instigado os fiéis da NCC a orarem a Deus de forma mais intensa, pondo sua fé em perspectiva: “Deus pode mover aquela montanha”, disse na ocasião.


No desafio, ele contou que sua oração era um pedido por sua cura da asma: “Eu estive hospitalizado por mais semanas do que você pode imaginar. Eu tenho usado o inalador mais do que qualquer um pode contar, e é frustrante. Eu tenho orado desde sempre e já tentei de tudo. Mas eu quero que você saiba, que eu vou continuar falando com aquela montanha, porque acredito em um Deus que é capaz de curar”, pontuou o pastor.

Batterson pediu aos fiéis mais próximos, amigos e familiares que orassem para que Deus tocasse em seus pulmões. E a resposta foi um milagre: “Nas últimas semanas eu não tive que tomar meu inalador. No começo eu fiquei quatro dias sem tomar meu inalador. São anos e anos e anos precisando dele para tudo, mas eu passei quatro dias sem um único sopro”.

Ao longo dos dias seguintes, mais progressos foram acontecendo, o que para o pastor já é um milagre: “Eu não vou esperar por uma cura 100%, eu vou celebrar minha melhora. Deus está se movendo e eu vou crer n’Ele sobre minha cura completa, porque eu sei que Ele é capaz”.

Para os que o consideram “louco”, ele diz que a realidade está a seu lado: “Quando preguei naquele fim de semana, eu realmente acreditava no que eu pregava. Eu quero que você saiba que eu não tenho precisado do meu inalador desde então. Já são 50 dias sem ele”, comemorou.

“Só Deus pode te libertar de certas coisas, mas a libertação tem que ser acompanhada de uma devida diligência. Eu acredito que Deus pode mover qualquer montanha”, concluiu.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA