Pastora relata “milagres incomuns” durante reuniões com muçulmanos na Indonésia

38

Em artigo publicado no Charisma News, a escritora e teleevangelista norte americana Marilyn Hickey relatou sobre sua recente viagem à Indonésia, onde afirma ter presenciado “milagres incomuns” durante reuniões realizadas com muçulmanos.

A pastora conta que é essa é a sua décima viagem ao país, conhecido como a maior nação muçulmana do mundo, e que lá encontrou “pessoas abertas para o evangelho, especialmente para a cura e milagres”. Ela conta que ministrou em quatro igrejas diferentes em Jacarta e Solo e que, em uma delas, foi especialmente tocada pelo testemunho de cura de um jovem pastor.

– Ele foi criado como budista, mas tornou-se cristão, aos 12 anos, quando foi convidado para a igreja e ouviu a voz audível de Deus, pela primeira vez, e Deus o chamou para se tornar um pastor. Deus o chamou novamente no final da adolescência, após um breve período de rebeldia. (…) Este homem sentiu que deveria tornar-se um médico e estava frequentando a escola, mas seu plano foi frustrado por um vírus que o levou a perder a sensação nas pernas, assim como seus pés – conta a pastora, completando que os médicos afirmaram ao jovem que em poucas semanas ele estaria totalmente paralisado.

Ela afirma então que o jovem se apegou à passagem bíblica de Marcos 11:23 e afirmava que se podia falar com montanhas e elas se moverem, podia fazer o mesmo com suas pernas e pés. Então, ele e um amigo cristão começaram a falar para suas pernas se moverem, por duas semanas, até que veio o milagre.


– Havia muitos dias em que ele não tinha dinheiro para pegar o ônibus para ir à escola e tinha que andar. Mas agora, com a condição de suas pernas, ele tinha de voltar para a escola e pegar o ônibus. Quando ele se aproximou do campus, ouviu o Espírito Santo dizer: “Pule”. Era uma distância entre o ônibus e a calçada, mas ele obedeceu, e logo os seus pés ganharam força e ele foi curado – completou a pastora.

Afirmando se sentir “espantada” com a fé entre aquele povo, Marilyn Hickey contou também sobre a cura de uma mulher muçulmana que estava cega e que, após ouvir a Palavra, se levantou em fé para sua cura e começou a ver a luz e imagens.

De acordo com a escritora, as pessoas na Indonésia são muito abertas a ouvir o evangelho. Ela afirma ainda que os indonésios gostam de orar, e diz acreditar que a oração e o jejum estão trazendo um grande avanço ao país. Segundo ela, “é incrível como eles respondem ao amor e oração em nome de Jesus”.

– Estes são muçulmanos sunitas, que na Indonésia são extremamente abertos ao evangelho. Encorajo todos a orarem para a revelação de Jesus em países muçulmanos. – convida a pastora.

– Há muita oportunidade, e eu acredito que os crentes da Indonésia não irão afetar apenas seu próprio país, mas outros países muçulmanos ao redor do mundo – completa.

Por Dan Martins, para o Gospel+

38 COMENTÁRIOS

      • Pura e simples verdade Clamando os mesmos se convencerão o dia em que a casa cair em suas cabeças ai sim os mesmos se verão em aperto tal que se alenbrarão de Deus foi e sempre sera assim deixe que o tempo nada como o tempo para se encarregar de doma-los como a um cordeirinho, um conhecido abastado se dizia o tal em uma cidade do piaui andava nas melhores camionetes as mais caras cheias de mulheres nas festas de forro ele era o tal, sempre se dizia incredulo e que Deus não existe ate que a casa caiu, ficou em uma situação de mendingar mendingo mesmo de pedir esmola, ai sim se convenceu que Deus existe hoje esta de novo aprumado na vida, mas teve que pedir esmola para saber que Deus não e brincadeira, hoje e um grande homem de DEUSSSSSSSSSS

    • Aquilo que olhos nao viram e os ouvidos nao ouviram é o que Deus te preparado para aqueles que o amam (Icorintios 2:9)… Quem nao tem a Deus nao entende essas coisas Dele…

          • Presado irmão Jeann, não compesa discutir com um ateu incredulo, com este somente Deus atravez da dor pode vir a convence-los e perda de tempo estes tais não enchergão um palmo a frente de suas ventas são carnes nuas e cruas somente entendem de carne, carnabilidade e com eles mesmo

          • Jeann, agradeço por sua atenção, mas o desafio foi feito para a keke e diz respeito a Aids. Além disso, você já leu sobre remissão espontânea de câncer? Informe-se junto ao Google.

          • Sandro, já li artigos sobre a remissão do câncer.

            Esses artigos na verdade não passam de teorias tentando explicar um milagre, muitos desses artigos deixam claro que ortodoxalmente não há explicação satisfatória para esse “fenômeno” ou “mistério”.

            Se a sua dúvida é a respeito de aids, procure junto ao google, irá ter vários testemunhos de cura inclusive no youtube, com exames antes/depois.

            ——————

            studebaker,
            Eu creio que o mesmo Deus que cura câncer ou aids também pode abrir os olhos de um incrédulo.

            Pra mim não é perda de tempo, Paulo nos ensina muitas coisas, dentre elas: “Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns” I Co 9:22.

  1. Milagres incomuns, do tipo nascer uma perna ou um braço onde antes nada havia? No dia em que vocês, evangélicos, me mostrarem um único caso – SÓ UM! – em que nasceu uma nova perna onde a original havia sido amputada, então crerei em sua teses. Como sei que vocês não o farão, repito novamente: sua religião é uma farsa, e vocês mentem pra caramba!

  2. Milagres incomuns, do tipo nascer uma perna ou um braço onde antes nada havia? No dia em que vocês, evangélicos, me mostrarem um único caso – só um! – em que nasceu uma nova perna onde a original havia sido amputada, então crerei em sua teses. Como sei que vocês não o farão, repito novamente: sua religião é uma farsa, e vocês mentem pra caramba!

  3. Milagres incomuns, do tipo nascer uma perna ou um braço onde antes nada havia? No dia em que vocês, evangélicos, me mostrarem um único caso – basta um – em que nasceu uma nova perna onde a original havia sido amputada, então crerei em sua teses. Mas sei que vocês não o farão.

    • Ou será que é porque aqui não se admite o contraditório? Patético isso, a gente investe um tempo lendo seu site e ajudando no debate através de comentários para tê-los censurado? Em que momento feri a ética? Em que momento faltei com a urbanidade? Se não quer comentários de quem tem outra visão além daquela evangélica então porque não o declara? Pode ser rude negar espaço à outras visões, mas pior do que isso é insultar seus leitores negando-lhes a publicação de comentários que em nada ferem a ética e urbanidade.

      • o Senhor não disse que nunca e para i para o medico ele usa o medico e para cura certas doenças mas ele tem limites não pode cura todas. e ai onde Deus que e ilimitado cura. os médicos tem seus limites mas o Senhor não.

        • Ariana cordeiro, na teoria é tudo perfeito, lindo, maravilhoso. Mas a realidade é bem diferente, minha cara. Experimente desafiar seu pastor a ir orar pelos pacientes em fase terminal, principalmente em alas de doentes de Aids e câncer.

      • Sim Sandro “sábio” nós corremos para o médico sim porque em primeiro lugar Deus não é nosso empregado em segundo lugar se você ao menos lesse um pouco a BIblia não falaria tantas asneiras… Entenderia que milagres e poder de Deus não estão a nossa disposição como uma lâmpada magica, milagres só acontecem quando se esgotam os recursos humanos, ou quando não se tem acessos aos mesmos aí Deus entra em ação, assim foi com a mulher do fluxo de sangue, assim foi com o paralitico no tanque, com o cego de Jericó etc..Leia a Biblia meu amado e peça para o Espirito Santo iluminar teu entendimento, não seja como Tomé. Eu por exemplo fui curado de um cancer maligno, porém, Deus só me curou após realmente eu constatar que não havia jeito, pelos métodos humanos..Se o homem pode fazer Deus não precisa…

  4. Quem te disse que sou ateu, studebaker? Você não sabe nem escrever direito (“ateu incrédulo” = pleonasmo, vício de linguagem) e ainda vem dar uma de vidente? Vá achar o que fazer, apedeuta.

  5. Essas pretensas curas evangélicas, quando não passam de simulação, são manifestações de efeito placebo ou remissão espontânea de doenças psicossomáticas ou não. Mas nada disso é milagre.

    O fenômeno da remissão espontânea de doenças é conhecida há muito tempo pelos médicos e independe de crenças e orações, ocorrendo até entre criminosos ou descrentes.

    Porém, o cúmulo da canalhice são esses “operadores de curas” evangélicos apresentarem imagens de pacientes em UTI’s beneficiados com toda sorte de equipamentos e medicamentos de última geração, mas a cura ser atribuída a alguma toalhinha benta deixada em cima do doente por algum seitário.

  6. Em toda a minha vida sempre vi crentes falando maravilhas a respeito de curas evangélicas na mesma proporção em que os vi correndo para o médico ao primeiro sinal mais grave de doença.

      • Eu não nego que a existência da cura espiritual, em si, pois, se assim fosse, eu estaria negando as próprias curas realizadas por Jesus. O que eu não creio é que as curas espirituais, que são raras, sejam monopólio de igrejas e pastores insolentes que costumam dar ordens a Deus. Quando ocorrem, as curas espirituais se dão em razão de humilde pedido do fiel e em estrita conformidade com a vontade soberana de Deus. O vergonhoso comércio da fé, a venda de ilusões de cura e prosperidade é um câncer que criou metástase e esta destruindo, arrasando completamente a igreja cristã e expondo ao vitupério todo o cristianismo.

  7. Ficam, por este meio, desafiados todos os apóstolos, bispos, pastores, padres, curandeiros em geral, a comparecer nas alas de pacientes terminais dos hospitais a fim de, pelo poder da fé que alegam possuir para a cura dos doentes, levantar os enfermos que padecem no leito de dor. Deem especial atenção às criancinhas morrendo de doenças devastadoras como o câncer. Sei, entretanto, que tais curandeiros não aceitaram o desafio, pois eles mesmos sabem que a tal de cura pela fé do evangélicos não passa de um grande e lucrativo engodo. Aqueles que discordarem, que provem o contrário do que afirmo.

    • Nosso dever é orar pelas pessoas com fé, Deus é quem decide se vai curar ou não… pois as vezes mesmo tendo fé, Deus pode não curar a pessoa pois ele é soberano e faz como quer. Podemos sim orar nos Hospitais eu faço isso e nem me preocupo em voltar para saber quantas pessoas Deus curou, mas sei que ele já curou muitas. Deus já me usou até para curar animais pela sua misericórdia, pois ele disse que os sinais seguiriam os que cressem..

DEIXE UMA RESPOSTA