Pesquisadores fazem descoberta no estudo dos idiomas que pode confirmar narrativa bíblica da Torre de Babel

3

A tentativa de construir um edifício que chegasse ao céu levou Deus a promover a confusão de língua, e assim, evitar que os homens prosseguissem em sua empreitada, segundo a narrativa de Gênesis.

De acordo com a Bíblia, até então todos os seres humanos falavam a mesma língua, e a partir do episódio chamado Torre de Babel, houve o surgimento de novos idiomas.

Um estudo de linguistas britânicos, coordenado pelo professor Mark Pagel, da Universidade de Reading, no Reino Unido, estaria no rumo de comprovar que um dia, a humanidade falou apenas um idioma. Pagel leciona Biologia Evolutiva, e apesar de não ser cristão, sua teoria de desenvolvimento da linguagem é baseada no conceito bíblico apresentado na história da Torre de Babel.

Segundo informações do site Patheos, o professor e sua equipe usaram um software especializado para determinar as mudanças em algumas palavras ao longo do tempo. A partir do resultado, chegaram a conclusão de que existe uma grande família de línguas que unificaria os sete grupos da Eurásia, identificado como o mais antigo.


Embora o estudo ainda esteja em andamento, se comprovado que havia uma linguagem que deu origem a todas as outras, a narrativa bíblica da Torre de Babel seria confirmada.

A pesquisa feita pelo professor Pagel estuda apenas os sons semelhantes entre as palavras, e tenta chegar a uma origem em comum. Num estudo anterior, o mesmo professor conseguiu traçar uma linha de comparação para a evolução dos 7 mil idiomas falados atualmente no mundo, através da análise do uso da linguagem e palavras que deixaram de ser usadas.

“A forma como usamos determinadas palavras na linguagem cotidiana é algo comum a todas as línguas humanas. Verificou-se que os substantivos, pronomes e advérbios são substituídos com menos frequência, ou uma vez a cada 10 mil anos ou mais”, afirmou o professor, que citou as palavras “eu”, “nós”, “você” e “mãe” como exemplos de uma lista de 150 palavras que foram preservadas ao longo dos séculos e estão presentes em diferentes famílias de línguas, e aparentemente não possuíam relação entre si.

De acordo com Pagel, atualmente existem 700 linguagens –  que são usadas por mais de 50% da população mundial – que compartilham a mesma origem: “Elas são descendentes de uma linguagem comum, usada por seres humanos por cerca de 15 mil anos”, disse Pagel, que publicou o seu estudo científico e teve seu trabalho reconhecido pela Academia Britânica de Ciências. “É a primeira vez que os lingüistas podem encontrar, em meio a tantas línguas, uma origem comum, o chamado ‘protoeuroasiático’”, resumiu.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

3 COMENTÁRIOS

  1. POIS ENTÃO O PROF. AI É ATEU E ESTA USANDO TEXTO DA BÍBLIA PARA CONFIRMAR SEUS ESTUDOS, LOGO OS ATEUS QUE TEM ALGUM GRAU DE INSTRUÇÃO E NÃO FALO DESTES CÉTICOS AQUI DE PLANTÃO …QUE SÃO MARIAS VÃO COM AS OUTRAS PAPAGAIOS DE REPETIÇÃO DOS TOLOS…ESTES CIENTISTAS E PROFESSORES ACABAM ALGUMA HORA OU DE UMA FORMA OU DE OUTRA CORROBORANDO PARA DIZER DEUS EXISTE

  2. Em nenhum momento diz que o pesquisador é ateu, só não é cristão. A bíblia como um conjunto de livros históricos, possui uma narrativa em alguns pontos que vão ao encontro de outros documentos históricos.

  3. se os homes nunca irria chegar ao ceú construindo uma torre, porque deus interferiu?
    antes da construção da torre já existiam outras linguas, tribos e póvos, ver as sete tribos dos jigantes na ocupação da terra prometida.

  4. Como podem ser teimoso deste jeito, cada um quer saber mais, e de dar vontade de rir vou ter que rir não aguento kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk cada uma

  5. A intenção da torre de Babel está em Gn 11:4 "…para que não sejamos espalhados sobre a face de toda a terra" o que vai de confronto do que Deus ordenou que fosse feito (Gn 1:28 "Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra").
    A ocupação da terra prometida pelos israelitas se deu depois desse evento da torre de Babel.

  6. TIAGO CHAGAS MAIS UMA VEZ, DISTORCENDO E MENTINDO AOS SEUS LEITORES NO GOSPEL MAIS.

    Como sempre, fiz uma minuciosa pesquisa a respeito do assunto e fui buscar O TEXTO ORIGINAL da pesquisa, assim como sobre o professor MARK PAGEL.
    Encontramos SUA página pessoal, o que inclui sua biografia. Tudo em inglês, claro. (Traduzível pelo google chome)
    http://www.evolution.reading.ac.uk/

    Sua apresentação pessoa no site diz o SEGUINTE:
    "Mark Pagel constrói modelos estatísticos para examinar os processos evolutivos impressas no comportamento humano, a partir de GENÔMICA para o surgimento de sistemas complexos – a cultura. Seu mais recente trabalho examina os paralelos entre a evolução linguística e BIOLÓGICA através da aplicação de métodos de filogenia, ou o estudo de PARENTESCO EVOLUTIVO entre os grupos, essencialmente, vendo a língua como um replicador culturalmente transmitidos com muitas das mesmas propriedades que encontramos nos GENES. Ele está à procura de padrões nas taxas de evolução de elementos de linguagem, e com a esperança de encontrar os fatores sociais que influenciam as tendências de evolução da linguagem.

    Na Universidade de Reading, Pagel dirige o Laboratório de Evolução do departamento de biologia, onde seu trabalho levanta questões da filosofia da biologia, da mente e da linguagem e explora questões como: "Por que os seres humanos desenvolver um sistema de comunicação que os impede de se comunicar com outros membros da mesma espécie? " Ele usou métodos estatísticos para reconstruir as características de genomas de dinossauros, e inferir as características ancestrais de genes e proteínas."

    LOGO, é FACILMENTE PERCEPTÍVEL que EM NADA ele cita que usa conceitos BÍBLICOS ou HISTÓRICOS em sua pesquisa.

    EM SEGUIDA, é possível surpreendentemente ver OS LINKS DE SEUS MAIS RECENTES ESTUDOS. Dei uma lida nos dois mais recentes. Em NENHUM DELES há menção das palavras deus, bíblia ou babel.

    ENTÃO, fui atrás DESTA pesquisa que o gospel mais está DISTORCENDO. E BINGO. Mais uma vez o gospel mais ENGANA SEUS LEITORES.
    http://www.livescience.com/29342-ancient-mother-tongue-reconstructed.html

    O estudo em questão cita palavras padrões e como elas foram tendo seus sons alterados pela EVOLUÇÃO, GENÉTICA E CULTURA.
    A BÍBLIA é citada apenas como ENREDO e REFERÊNCIA de época. Mas EM NADA COMO CERTEZA DE ALGUMA COISA.

    O TEXTO SUGERE ter havido uma língua mais comum entre as pessoas. Mas NÃO que houve algum tipo de "RACHA" ou "MILAGRE da multiplicação de línguas". (Algo que os evangélicos estão dando pulinhos e espalhando em todos os BLOGS cristãos como se fosse verdade).

    Porém, o MAIS INTERESSANTE estaria POR VIR. Encontrei NO MEIO do texto, um LINK sobre o nome "torre de babel".
    http://www.livescience.com/17522-ancient-texts-tales-war-bar-tabs.html

    A matéria conta sobre uma tábua com o desenho do Rei Nabucodonosor, CITADO PELA BÍBLIA, e uma de suas várias construções piramidais.

    "construiu um grande zigurate – torres piramidal maciços construídos na antiga Mesopotâmia – dedicado ao deus Marduk"

    "Alguns estudiosos têm argumentado que a estrutura inspirou a história bíblica da Torre de Babel."

    OU SEJA, já não basta esta afirmação da matéria ser mentirosa, até mesmo a história da TORRE DE BABEL EM SI é um plágio, como CENTENAS De outras da bíblia. (TUdo facilmente comprovável pelo próprio google)

    ESTUDEM, pessoal. E descobrirão que a bíblia é UMA FARSA.

  7. O estudo, longe do que pretendem esses intérpretes, está provando que a Torre de Babel é uma lenda, uma tentativa primitiva de explicar um fenômeno social hoje fácil de entender.
    Como o homem surgiu na África, não é novidade quando um estudo indica que todas as línguas atuais derivam de uma antiga vinda de lá. Agora, dizer que isso ratifica a lenda da Torre de Babel é forçar demais. Segundo o relato bíblico, cerca de quatro mil e quinhentos anos atrás a humanidade está confinada na Mesopotâmia, falando uma única língua. Um estudo que aponta substituição de palavra a cada “dez mil anos” está simplesmente desmentido que há quatro mil e quinhentos anos havia uma única língua. É uma estupidez tentar usar tal estudo para confirmar a estória da Torre de Babel.

  8. Sério que voces levaram ao pé da letra essa parada de Torre de Babel? É lógico que os pesquisadores usaram o termo "Torre de Babel" (se é que eles usaram mesmo) para fazer uma analogia com o processo de evolução das línguas ao longo dos séculos. O mesmo processo de analogia aconteceu com o Bósom de Higgs, que foi chamado de "partícula de deus" pelos físicos. Quem estuda ou já estudou linguística nessa vida sabe do que estou falando. Nenhum linguista sério iria afirmar que as pessoas começaram a falar línguas diferentes do dia pra noite, como num passe de mágica, do jeito que é afirmado na Biblia.

  9. Alvaro Santos Cordeiro , ah bíblia atual, mostre onde bíblia é atual. Todo idiota sabe que no início da evolução os humanos falavam apenas uma língua isso é questão de lógica. A partir do momento em que a população humana foi aumentando os idiomas foram mudando. O português é uma língua latina, mas não é o latim. Basta vermos que no Brasil há regiões que existem dialetos (sotaques, interjeições, etc) cujas palavras uma pessoa de região diferente não entende. Se hoje é impossível controlar os idiomas, imagine há dez mil anos. Raciocinar meus caros Watsons, raciocinar. A ciência está comprovando a bíblia, conversa fiada.

  10. Confirmar que um dia existiu apenas uma língua não confirma que de um dia para o outro surgiram as outras, a mando de Deus. Quando os portugueses chegaram no Brasil a nossa língua era bem diferente, e pelo Brasil percebemos vários novos portuguêses. Todas as línguas vivem em evolução natural. Aprendam lógica.

  11. Se pegarmos a maioria das línguas da Europa e algumas da Ásia e Oriente Médio é mais que óbvio que chegarão a conclusão que tais línguas vieram do grego, latim ou de ambas. Uma questão intrigante é: por que deus implicou com um grupo de homens, que, falando a mesma língua, tentaram chegar até aos céus, mas deixou o homem ir ao espaço?! É muito estranho isso e vou além: a linguagem jamais foi empecilho para a cooperação humana.

  12. O dia que provarem que é possível um pinguim ficar em uma arca por quase um ano, vagando por climas hostis à sua sobrevivência, descer de uma montanha no Oriente Médio e ir nadando até o polo sul, aí eu acredito no que você diz, Raphael, porque até então, a ciência tem provado o contrário. O dia que provarem que é possível que um homem e uma mulher gerem grupos de seres humanos com a variedade genética que temos atualmente e sem que nasçam aberrações (estima-se que por causa da consanguinidade é necessário uma quantidade mínima de pessoas para dar continuidade a nossa espécie), eu acreditarei. Se lembrarmos, pela Bíblia, isso ocorreu duas vezes: com Adão e Eva e com Noé e sua esposa. Há muitas outras coisas que não fazem o menor sentido, que são coisas de contos de fadas, apesar de achar o cristo bíblico um excelente exemplo para ser seguido por toda a humanidade.

  13. Por isso 'studos exigem lingüistas renomados. É logico qu'alguém especializado para tal seria imensuravelmente mais capaz de desenvolver uma conclusão cientificamente substancial a respeito, do qu'alguém com apenas noções de lógicas desconhecidas..

DEIXE UMA RESPOSTA