Prefeitura acusa cantor gospel Davi Sacer de aplicar golpe de R$ 30 mil por não cumprir contrato para show

16

Na última quarta feira (23), a Prefeitura da cidade de Matriz de Camaragibe (AL) registrou um boletim de ocorrência contra o cantor evangélico Davi Sacer, acusando-o de não comparecer para realizar um show pelo qual teria recebido R$ 25 mil antecipadamente.

O prefeito da cidade, Marcos Paulo (Marquinhos), afirma que o “calote” aplicado pelo cantor chega ao valor de 30 mil reais, se somadas as três passagens aéreas que também foram pagas antecipadamente para a ida do cantor a Matriz de Camaragibe.

– Tivemos que correr as pressas, a fim de manter o evento; sobretudo contratando uma banda gospel regional para suprir a lacuna deixada por um irresponsável – afirmou o prefeito, ressaltando que um esforço já está sendo feito por sua equipe jurídica, a fim de recuperar o mais rápido possível, o valor investido na contratação de Davi Sacer.

De acordo com o site Tribuna Hoje, o show gospel era tido como o grande evento da cidade e aconteceria em comemoração ao “Dia do Evangélico”, data aprovada em projeto de lei pela Câmara de Vereadores da cidade no ano passado, de forma a ser comemorado à véspera da emancipação política do município.


Em seu perfil na rede social Instagram, o cantor Davi Sacer publicou uma nota sobre as acusações, afirmando que nem ele nem sua equipe tinham conhecimento prévio de um evento na cidade alagoana.

– Não tínhamos conhecimento prévio do evento, uma vez que não há qualquer contrato com a Prefeitura da referida cidade, ou mesmo com a empresa G S COSTA ME, tanto que este show sequer constava na agenda divulgada em nosso site – afirmou o cantor.

– Nosso contato com a empresa G S COSTA ME resume-se a uma Carta de Exclusividade referente a evento que seria realizado na cidade de MACEIÓ, no dia 23/04/2014, ou seja, mesma data do evento em Camaragibe – completou.

A nota afirmou ainda que “ninguém além da empresa está autorizado a receber qualquer valor ou firmar qualquer tipo de contrato em nome do cantor, salvo procuração outorgada através de seus representantes legais, o que não é o caso”.

– Apesar de tudo, lamentamos profundamente o ocorrido, e nos desculpamos com aqueles que ansiosamente aguardaram pela presença do cantor Davi Sacer. Esperamos, em breve, poder estar com nossos amigos e irmãos da cidade de Matriz de Camaragibe/AL, o que será uma honra para nós – finalizou a nota.

Por Dan Martins, para o Gospel+


16 COMENTÁRIOS

    • pura verdade a saúde uma droga falta médicos remedios e equipamentos…na segurança falta policia bem treinada e carros com policia na rua…escolas com professores mal formados que passam até quem não sabe escrever, sem falar em escolas em pessimo estado

      • Não tenham esperança de que um dia o governo vai mudar. Duvido que os filhos de prefeitos/governadores vão para escola pública, ou frequentam hospital público.

  1. não sei que esta dizendo a verdade , talvez o prefeito embolsou ,e jogou a culpa em alguém , mostre o contrato senhor prefeito ou o deposito para que cremos em ti , senão é desvio mesmo

    • Quando há controvérsias a justiça responde. Agora eu mesmo liguei para a produtora do cantor e seus acessores implorando para ele vir dar seu testemunho e louvar a deus para a multidão que estava em matriz. E escutei que ele não queria vir e pronto. Por pura vaidade e não ter respeito pela causa. E o dinheiro está na conta dele sim. Amém.

  2. MEU ,MINHA MAE OUVE PENDRAVE DESSE HOMEM 24 H ,OLHA ESSA NOTICIA,MAS AS MUSUCA QUE OUÇO E POUCA VERGONHA ,QUANDO RU CHEGAR VOU MOSTRAR ESSA NOTICIA PRA ELA,PRA ELA VER O QUE E POUCA VERGONHA

  3. TEM QUE HAVER UMA INVESTIGAÇÃO SÉRIA E IMPARCIAL ACERCA DISSO. JÁ BASTA DE TANTOS ESCÂNDALOS ENVOLVENDO, PRINCIPALMENTE, ESTAS “ESTRELINHAS GOSPELIZADAS” HODIERNAS ! VOLTEMOS AS BOAS E VELHAS CANÇÕES CRISTÃS, AUTÊNTICAS E QUE CANTAVAM A BÍBLIA SAGRADA, PREGAVAM O EVANGELHO GENUINAMENTE BÍBLICO. ABAIXO A MÚSICA GOSPEL, VOLTEMOS AOS BONS E VELHOS HINOS SACROS E CRISTÃOS.

  4. Alguma produtora “fantasma” deve ter feito o contrato! Deve-se ter muito cuidado na hora de contratar serviço de qualquer banda ou cantor, sejam religiosos ou seculares. O melhor a fazer é o contato direto através dos sites oficiais e se possível, estar com o cantor ou seu produtor em algum evento antes.

  5. Gente que absurdo acusar o ministério e Davi Sacer de Caloteiro.
    Conheço o trabalho deles e posso afirmar com certeza que o que ocorreu foi
    um equivoco da parte do prefeito que achou que tinha contratado e não contratou, ou que caiu em algum golpe em nome de Davi Sacer.
    Já contratamos seu show e é tudo regulamentado.
    Davi é um homem de Deus, humilde e que cumpre com seus compromissos e jamais daria um calote.
    Fica aqui minha indignação sobre o caso.

  6. História estranha, ou o prefeito foi enganado por quem se passou por agência ou empresário do cantor ou o próprio prefeito é que está dando o golpe.

    Tenho minha criticas ao movimento Gospel mas neste caso não me pareceu dolo do cantor e seus envolvidos.

  7. Tem gente que vou falar é muito cabeça dura. pençam que anjo desce trazendo equipamentos de som, passagem aerea, hospedagem, pagamento dos musicos afinal é o trabalho deles e a biblia ensina que o trabalhador é digno de se salário.etc. Eiii o mundo é capitalista. Muitos diabolizam o dinheiro sabe. Mas o dinheiro pode se tornar benção na vida de quem teme a Deus. Jeus ensinou dá a cesar oque é de cesar e dá a Deus o que é de Deus. Sei o historico de vida de Daví Sacer, ele é um cara de Deus, honesto. Aii vem e querem detonar com o cara. Afinal é tradição né. Crente fala em dinheiro é ladrão, bandido, safado. Certo é que pilantra tem em todo lugar é verdade, mas temos que ser honestos consigo mesmo e parar de ser hipocrita.

  8. bom, se ele foi ou não se foi um erro ou não esquece, mas cobrar 20 mil 30mil para ministrar, aff que ministros da palavra o Brasil tem, temos que ir por amor não pela fama ou dinheiro ou foi assim que Cristo nos ensinou e falou pra fazer?
    conheço Pastores que ganham ate 10 salarios para tomar conta da igreja. virou foi negocio.
    Eu quero e a comunhão com Cristo e a participação nos seus sofrimentos. Senhor venha sobre o Brasil, levante ministros verdadeiros que não se dobram a microfones a a grandes plataformas.

  9. Com esse já é o segundo caso de calote no meio gospel na região norte, esse gospel mercantilista está fora de controle! a lembrar que o primeiro caso foi o grande e renomado (eca) Thallles Roberto, que cobrou na época se eu não me engano R$50.000,00, recebeu e não foi ao show! Chega de gospel mercantilista

DEIXE UMA RESPOSTA