Pastor confessa que abusou sexualmente de uma criança de 10 anos dentro de seu gabinete pastoral

23

O pastor evangélico Cláudio Malafaia, de Lucas do Rio Verde (MT), está sendo procurado pela polícia por ser acusado de abusar sexualmente de uma criança de 10 anos de idade. De acordo com a polícia, após ser acusado, o religioso compareceu à delegacia e confessou o crime. Porém, não foi preso na ocasião e, desde então, está foragido.

As informações da polícia são de que na última quarta-feira, Malafaia compareceu à Delegacia acompanhado de seu advogado e prestou depoimento. Porém, a polícia ainda não havia pedido à Justiça sua prisão, o que só aconteceu na sexta-feira. Por ainda não ter sido localizado pelas autoridades, o pastor é considerado foragido pela Justiça.

A denúncia contra Claudio Malafaia partiu da mãe da vítima, segundo a qual o pastor se aproveitou da confiança que exercia e cometeu os abusos no escritório pastoral. De acordo com o ExpressoMT, o pastor chegou a ficar nu em algumas situações, simulando o ato sexual, e a conjunção carnal só não teria ocorrido em razão de problemas de saúde do acusado.

O caso está sendo acompanhado de perto pelo Conselho Tutelar da cidade. O conselheiro Marco Aurélio afirma esperar que, por ser réu confesso, o pastor se apresente à justiça. Ele diz também que é provável que apareçam outras vítimas do religioso.


– Obviamente com essa situação chegando à tona, provavelmente é possível que outras crianças venham denunciar. Essas pessoas devem vir ao Conselho Tutelar ou ir já diretamente à Delegacia de Polícia Civil pra que isso arrolado e ele venha a ser devidamente punido pelo que cometeu – afirma Aurélio.

Por Dan Martins, para o Gospel+


23 COMENTÁRIOS

    • Com esse sobrenome (mesmo contrariando lei) já é culpado, até provem o contrário, rsrrs… Malafaia não é um nome que inspira confiança, assim como; Macedo, Soares, Santiago, Hernandes, Terra Nova… Nomes tão limpos quanto pau de galinheiro. rsrs…
      Duvido que não apareçam alguns semelhantes, para defender os que citei. kkkkkkk….

  1. Que as autoridades constituídas (PCMT,TJMT e MPMT) consigam cumprir este mandado de prisão o mais rápido possível. Como cristão não quero vingança, quero JUSTIÇA ! DEUS é Amor mas também é Justiça. E a dEle funciona perfeitamente. E quanto a esta criança que supostamente foi abusada, a Igreja deve prestar todo apoio necessário (espiritual, social e psicológico). Cristão de verdade NÃO COADUNA com pilantragem. Seja de quem quer que seja.

  2. aposto que o mesmo pastor vivia condenando gays ao inferno
    quando na verdade, ele é o próprio chifrudo

    isso só serve pra ilustrar mais uma vez, a HIPOCRISIA EVANGÉLICA

    • Vamos fazer comentários responsáveis,quem errou foi o dito “pastor” não as igrejas evangélicas,pregamos o que está escrito na bíblia,até contra a hipocrisia,mas não nos esqueçamos que Jesus falou orai e vigiai para que não entreis em tentação.A vida do verdadeiro cristão deve ser de vigilância contra o mal 24 horas por dia.Se fosse uma pessoa qualquer que tivesse cometido tal delito não causaria tanta polêmica pois o mundo jaz no maligno mas como temos o compromisso com Cristo temos que brilhar na escuridão,é obrigação nossa não opção.Não é uma ovelha ruim que se revelou na sua fraqueza que irá prejudicar a marcha do povo de Deus para a eternidade.Os pecadores serão punidos mas os justos receberão sua recompensa por sua fidelidade.O tal pastor tem que ser encontrado e punido pelos seus atos.No seu intento, para Deus ele já não estava na posição de um verdadeiro de cidadão do céu.

      • eu não comentei nada sobre igreja ou deus

        só falei que os pastores são hipócritas
        querem jogar a culpa de seus próprios pecados nos outros
        eles espalham o ódio contra os gays, mas depois vão abusar de crianças inocentes
        e não é um caso isolado não
        vá se informar, pesquise no google e vai ver a quantidade de casos de pastores estupradores

        depois procure casos com os gays, vai se surpreender com o resultado

        mais uma vez, essa é a hipocrisia evangélica

        • quando você diz os pastores, você quer dizer todo mundo. não generalize pois nem todos estão no mesmo saco. em todos os meios sociais temos pessoas várias tendências, portanto não acuse de forma geral, pois algum dia, pode cair na mesma armadilha.

  3. generalizar é incorreto, nd a ver julgar todos os evangélicos por erros de um pastor. Tem pessoas que cometem erros desse tipo ou outros em qq religião ou grupo. E tem pessoas corretas tb em qq religião.

DEIXE UMA RESPOSTA