Deputado é punido por fazer propaganda eleitoral antecipada em eventos da Igreja Assembleia de Deus

23

O deputado estadual, José Cavalcante dos Santos, o Jota Cavalcante (PDT), foi condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a pagar multa de R$ 5 mil por realizar propaganda eleitoral antecipada em eventos promovidos pela igreja Assembleia de Deus. Evangélico, o deputado recorreu da decisão e afirma estar sendo punido por professar sua fé.

A punição do deputado foi motivada por representação feita pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), segundo o qual as aparições de Jota Cavalcante em eventos religiosos teriam pretensões eleitoreiras, ampliando a divulgação da sua pré-candidatura à reeleição.

A ação foi julgada pelo desembargador eleitoral auxiliar Otávio Leão Praxedes, que determinou a condenação do parlamentar.

– Entendo que são bastante razoáveis os argumentos do MPE, principalmente o de que até a chamada promoção pessoal, levada a efeito por indivíduo regularmente filiado a um partido político, deve ser presumida como autêntica antecipação da campanha eleitoral, especialmente quando o representado utiliza-se de meio de propaganda [aparição em concentrações públicas] de largo alcance, onde ventila, de forma límpida e sem disfarces, a sua pretensão para o pleito de outubro próximo – relatou o desembargador.


De acordo com o site Tribuna Hoje, Cavalcante recorreu à decisão afirmando que sua conduta é completamente regular, por ser apenas uma modalidade de professar a sua fé. O parlamentar ressaltou que frequenta a igreja desde que nasceu, e que está sendo condenado por professar sua fé. Ele destacou também que tal condenação é contrária ao seu direito constitucional de ir e vir.

– Fui punido por professar a minha fé. Sou crente há 50 anos e estou exercendo o meu direito de ir e vir, que é garantido pela Constituição Federal – se defendeu o parlamentar.


23 COMENTÁRIOS

  1. Esta certo a justiça deveria ter cobrado um milhão de multa, o tal pastor deveria dar exemplo e não prejudicar ainda mais o nome dos verdadeiros e honestos tantos crentes como não crentes que estão em uma disputa eleitoral, isso somente denigre a ja tão prejudicada irmandade Evangelica Verdadeira que por causa destes insubordinados os verdadeiros sofrem com nomes chingamentos ou xingamentos achircalhados somos denegridos somos, por jente sem o verdadeiro e honesto compromisso com o verdadeiro e Santo Evangelho do Senhor da Gloria a saber Jesus Cristo o REI dos reis e SENHOR ABSOLUTO dos senhores, e tenho dito

      • Evangélicos são “perseguidos” pelas tramóias que fazem, como essa de propaganda eleitoral antecipada contrariando a lei.

        nós cristãos somos perseguidos por causa da Verdade.

        • STARDUST
          VC. cristão? vc nunca provou e nunca viu só ouviu falar, para ser Cristão deves primeiro receber o evangelho das boas novas e este vc nunca viu, quer dizer ser religioso menos ainda, pois religioso é aquele que se religa a deus através de Jesus. este também vc. nunca viu, teu mestre e senhor é outro.

          • clamando

            Vc mesmo não cumpre o que alega:

            “Se alguém supõe ser religioso, deixando de refrear a língua, antes, enganando o próprio coração, a sua religião é vã.” (Tiago 1:26)

            Portanto se a sua religião é util, vigia a sua lingua maligna.

          • Portanto, assim diz o Senhor a respei­to de Jeoaquim, filho de Josias, rei de Judá:
            “Não se lamentarão por ele, clamando:
            ‘Ah, meu irmão!’ ou
            ‘Ah, minha irmã!’
            Nem se lamentarão, clamando:
            ‘Ah, meu senhor!’ ou
            ‘Ah, sua majestade!’
            1. Julgar as pessoas, seu coração, intenções etc. (o que cabe a Deus)
            2. Julgar as ações e práticas, pecados, erros etc.

            Para o primeiro caso temos passagens como Mt 7:1 “Não julgueis, para que não sejais julgados”.

            Para o segundo caso temos “JULGUEIS” em várias situações que envolvem ações:

            Jo 7:24 “Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça”.

            1 Co 6:2-5 “Não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois, porventura, indignos de julgar as coisas mínimas? Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida? Para vos envergonhar o digo: Não há, pois, entre vós sábios, nem mesmo um, que possa julgar entre seus irmãos?”

            1 Co 5:12-13 “Porque que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro? Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai, pois, dentre vós a esse iníquo”.

            1 Co 14:29 “E falem dois ou três profetas, e os outros julguem” (o que foi falado).

  2. Começou a temporada de caça de votos dentro do arraial evangélico, e quando denunciados, vão falar que é o diabo…

    ora, se o próprio diabo que os estão levando pra politica, vai entender esses “pastores” evangélicos politicos…

  3. As assembleias de DEUS já foram igrejas de DEUS,hoje está dividida em milhares e milhares de facções – seitas – que brigarame brigam entre si por fama,dinheiro e poder.Já perderam a
    identidade cristã,estão mais para pequenos partidos políticos de aluguel.Quando se mistura o
    ,evangelho de JESUS com ideologias e corrupções políticas,o resultado é de falsos ensinos,falsas doutrinas,falsos mestres,falsos pastores….As heresias abomináveis mesmo.-E que
    eles estão cegos espiritualmente e ficarão mais cegos ainda.Em breve serão destruídos pela
    mão de DEUS assim como a bandida e falsa irmandade mulçumana que se passava poir
    santa,mas era um lobo em pele de cordeiro.

  4. SENDO ESTE ANO DE ELEIÇÃO, OS PREGADORES COMERCIANTES SE UTILIZARÃO DESSES POLÍTICOS CORRUPTOS, QUE SÃO INSTRUMENTOS DE SATANÁS, POIS NÃO PERMITEM QUE CRIANÇAS TENHAM ATENDIMENTO MÉDICO-HOSPITALAR, EM SUAS IGREJAS PARA ENGRANDECEREM A PLACA DAS MESMAS E ENGORADAREM SUAS CONTAS BANCÁRIAS. PREGADORES CUIDAM DE QUESTÃO ESPIRITUAL/RELIGIOSA; POLÍTICOS CUIDAM DE QUESTÃO SOCIAL. ESPIRITUALMENTE, A VITÓRIA DO CRISTÃO JÁ ESTÁ GARANTIDA ( MT. 16:18 ) E ” MALDITO É O HOMEM QUE CONFIA NO HOMEM ” ( JR. 17:5 ).

  5. PÚLPITOS DE IGREJA NÃO DEVEM JAMAIS SER USADOS COMO PALANQUE DE POLÍTICO, MESMO QUE HONESTO. IGREJAS QUE USAM POLITICOS SÃO IGREJAS MUNDANAS. É DEUS QUEM PROTEGE SUA IGREJA, QUE SÃO OS FIEIS E NÃO 4 PAREDES, E NINGUÉM SEPARA O CRISTÃO DELE ( RM. 8: 35, 38-39 ).

DEIXE UMA RESPOSTA