Réplica da Arca de Noé construída na Holanda virá ao Brasil para as Olímpiadas do Rio de Janeiro

0

Um carpinteiro holandês construiu uma réplica da Arca de Noé e revelou que pretende trazê-la ao Brasil durante os jogos olímpicos do Rio de Janeiro.

Johan Huibers decidiu construir a arca após sonhar com a inundação de seu país natal – a Holanda tem parte de seu território abaixo do nível do mar e é protegida por imensos diques. A obra, concluída em 2012, segue as medidas originais informadas no Velho Testamento.

De acordo com informações do Uol, a arca holandesa tem capacidade para transportar cinco mil pessoas, mas não transportará passageiros ou animais. Desde que foi inaugurada, tem recebido palestras, filmes e fóruns de discussão sobre temas bíblicos.

Ancorada na Holanda, a arca é maior que um campo de futebol, e cruzará o Oceano Atlântico em uma “jornada da esperança”, como define seu construtor, em direção às Américas.


A proposta de Huibers é que sua réplica chegue ao Brasil em breve, ancorando no Rio de Janeiro, onde deverá permanecer por dois anos (prazo que pode ser duplicado). Estão incluídas no roteiro as cidades de Fortaleza (CE), Manaus (AM), Belém (PA), Recife (PE), Salvador (BA), Vitória (ES), Santos (SP), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS).

Posteriormente, o idealizador do projeto planeja que a arca passe pelas cidades de Montevidéu, no Uruguai; Buenos Aires, na Argentina, San Francisco e Seattle, nos Estados Unidos, contornando o continente sul-americano e se dirigindo à América do Norte pelo Oceano Pacífico.

Sala de eventos da Arca de Noé holandesa
Sala de eventos da Arca de Noé holandesa

Parque de Noé

A iniciativa de Huibers não é a única arca contemporânea inspirada em Noé. Um líder de um ministério norte-americano decidiu construir um parque de diversões temático tendo a embarcação como principal atração e pretende inaugurá-lo ainda este ano.

O projeto, anunciado em 2010, está custando US$ 29,5 milhões e a réplica será, de acordo com Ken Ham, seu idealizador, “o maior edifício de madeira do mundo”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA