Preso no Irã, pastor Saeed Abedini envia carta aberta à comunidade cristã: “Precisamos morrer para o egoísmo”

2

O pastor Saeed Abedini, preso no Irã, enviou uma carta aberta aos cristãos de todo o mundo com um alerta sobre o esfriamento da fé e uma mensagem de alento aos seguidores de Cristo: “Vamos ressuscitar nossas crenças mortas”.

A carta foi escrita e divulgada por Abedini aproveitando a ocasião da páscoa, de acordo com informações do The Blaze. O pastor, detido desde 2012, tem sofrido tortura e espancamento nas prisões de sua terra natal, o que tem agravado seu estado de saúde.

Abedini foi acusado de espionagem internacional para os Estados Unidos, mas entre as pessoas que prestam assistência a ele, o senso comum é que o motivo real da prisão foi a atividade evangelística que ele desenvolvia no Irã.

“Na véspera da sexta-feira santa e páscoa eu estava orando do meu quarto de hospital pelos meus irmãos de todo o mundo. O que o Espírito Santo revelou a mim em oração foi que há muitos cristãos com a fé morta nos dias de hoje”, escreveu o pastor. “Algumas vezes queremos experimentar a glória e ressurreição com Jesus sem experimentar a morte com ele. Não percebemos que, se não passarmos pelo caminho da morte com Cristo, não somos capazes de experimentar a ressurreição com Cristo”, acrescentou.


No texto, Abedini ressalta a necessidade de abandonar as prioridades pessoais para viver um Evangelho pleno: “Se alguém quiser seguir-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me”, disse o pastor, parafraseando Mateus 16:24. “Vamos ressuscitar nossas crenças mortas, tendo fé que precisamos primeiro morrer para o nosso egoísmo, assim experimentaremos a cruz de Jesus. Somente então seremos capazes de experimentar a ressurreição gloriosa do Cristo”, aconselhou o pastor.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


2 COMENTÁRIOS

  1. Que grande homem de fé! Suportando tantas lutas e ainda sim buscando ao Senhor, muita gente sofreu bem menos que ele e já desistiu. Devemos largar nossos pecados (egoísmo) e viver com Cristo!

  2. Vamos pregar mais a vida eterna e menos a prosperidade, a prosperidade pregada nos dias de hoje não passa de uma ilusão e os seus introdutores trazem a existência a “”Síndrome de Lúcifer”” amados fujam desses!!!

    Pergunto a esses dominadores e se achando um deus: Se Jesus voltar agora o que eles pensariam nas suas contas estribadas, empresas constituídas com dinheiros dos fieis, mansões, casas imensas de praia, jatinhos, iates e etc… Eles vão tentar barganhar como fazem sempre usando o nome de Jesus. Será tarde demais. Basta!!!

  3. Temos de nos unir, temos de lutar pelos nossos, temos de acordar!!!
    O pastor Saeed Abedini está preso apenas por ser Cristão desde 2012 e está a ser torturado. Temos de assinar as petições existentes a exigir a sua libertação, temos de manter a memória desperta para ninguém se esqueça pois ele está a ser espancado sem direito a apoio médico.
    Como podemos nos considerar bons se podendo fazer o bem não o fazemos?
    Temos de voltar a voltar as mãos e recomeçar a orar, voltar a lutar pelos nossos irmãos que estão presos. “Assim diz o Senhor: Guardai o juízo, e fazei justiça, porque a minha salvação está prestes a vir, e a minha justiça, para se manifestar. Bem-aventurado o homem que fizer isto, e o filho do homem que lançar mão disto…”

  4. Graça e Paz!!!!

    Amado com o clamor que temos levantado a respeito de sua vida,eu creio que o Senhor está agindo a seu favor.
    Não desista ,não pare de crê os sonhos de Deus pra sua vida jamais vão morrer.

    Se fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida.

    Paz do Senhor Jesus!

DEIXE UMA RESPOSTA