Senador Marcelo Crivella, da Igreja Universal, é escolhido para ser novo ministro do governo Dilma

158

O Palácio do Planalto divulgou nesta quarta-feira, 29/02, que o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) é o novo ministro da Pesca. Ele assume no lugar de Luiz Sérgio (PT-RJ).

A mudança se deve a uma reorganização política do governo, que com a nomeação, incorpora o PRB, “um importante partido aliado da base do governo”, à lista de ministérios da presidente Dilma. O PRB possui diversos parlamentares que fazem parte da bancada evangélica, onde Crivella possui grande influência. O suplente que assumirá a vaga de senador é Eduardo Lopes, do mesmo partido.

O Partido Republicano Brasileiro tem estado em aliança com o PT desde o primeiro mandato do ex-presidente Lula. A figura mais importante do partido era o ex-vice presidente José Alencar, que faleceu em Março de 2011.

Marcelo Crivella é formado em engenharia civul e é bispo da Igreja Universal, mas está afastado das atividades na igreja. Ele chegou a gravar CD’s de música gospel e publicou dez livros. Como político, decidiu em 2002 abandonar o antigo PL devido ao escândalo do mensalão e propôs formar um novo partido, o PRB, ao lado da ala evangélica do partido. Em 2004 foi candidato a prefeito do Rio de Janeiro, porém foi derrotado por Cesar Maia, ainda no primeiro turno, segundo informações do G1. Em 2010, foi reeleito como senador. Em seus dois mandatos no Senado fez parte como membro titular das comissões de Assuntos Sociais, Relações Exteriores e Defesa Nacional, Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática, e suplente nas comissões de Assuntos Econômicos, de Educação, de Constituição, Justiça e Cidadania, e de Direitos Humanos e Legislação Participativa.


Confira abaixo a nota divulgada pelo Palácio do Planalto, informando a troca dos ministros:

O ministro da Pesca e Aquicultura, deputado Luiz Sérgio de Oliveira, está deixando o cargo depois de prestar inestimável contribuição ao governo. À frente da Secretaria de Relações Institucionais e, depois, como responsável pela pasta da Pesca e Aquicultura, Luiz Sérgio desempenhou com dedicação e compromisso com o país todas as tarefas que lhe foram atribuídas pela presidenta Dilma Rousseff.

Em seu lugar, assume o senador Marcelo Crivella, representando o PRB, partido do inesquecível ex-vice presidente José Alencar. A mudança permite a incorporação ao Ministério de um importante partido aliado da base do governo. A presidenta está segura de que, à frente do Ministério da Pesca e Aquicultura, o senador Marcelo Crivella prestará relevantes serviços ao Brasil.

O ministro Luiz Sérgio retorna à Câmara dos Deputados, onde continuará a merecer o apoio e a confiança da presidenta Dilma Rousseff e a prestar excepcional contribuição ao país.”

Fonte: Gospel+

158 COMENTÁRIOS

  1. Com certeza, fará um ótimo trabalho o hodierno ministro. Nosso país precisa de um homem com visão para explorar vosso pescado, imagino que a Amazônia Azul consiste de elementos endógenos que vai mais além de minério e fontes para combustão, a biodiversidade; ao qual contribuirá para o sustento pleno de vosso governo. Que o Senhor Deus lhe conduza excelentíssimo ministro Crivella. :-)

  2. Paciencia né gente, o Bispo Crivella está em um Ministério pouco notavel, não é uma pasta lá importante, o povo brasileiro cora demais também!o que o Ministério da Pesca e Aquicultura interfere nas decisões importantes do país,é apenas mais um Ministério sem notoriedade, as pessoas só estao incoformadas porque é o Bispo Marcelo Crivella, que por sinal é um do únicos bispos que tenho consideração na igreja Universal do Reino de Deus, o Bispo Crivella não esse Ogro Institucionalizado, quem já acompanhou seu ministério na igreja universal sabe, pior seria colocar um Clodomir ou Sergio Correia em algum ministério, seria muito pior.se o Bispo Romualdo fosse para politica seria um otimo governador, porque se a IURD nao é uma zona é graças a intervenção do Bispo Romualdo que nao permite que achincalhem a obra, a IURD ainda está de portas abertas porque tem o Bispo Macedo e Bispo Romualdo, sem o Bispo Romualdo na linha de frente, a IURD vira baderna.

  3. Mais uma vitória Senador, nos alegramos porque temos confiado em seu trabalho .Agora ministro Marcelo Crivela , que Deus seja prioridade em seus passos dando a visão de homem de Deus nas suas decisões pois é isso que esperamos do nosso EXCELENTÍSSIMO MINISTRO MARCELO CRIVELA. Deus é contigo

  4. O custo da mistura da religião com política começa a ganhar força no ano eleitoral. De novo. O grande especialista em pesca, o bispo Crivella é indicado para o Ministério da Pesca para atrair os evangélicos para o partido do governo. Voto no bispo até para o cargo Sindico do condomínio em que moro, mais não dar para ser hipócrita, o apoio do bispo Macedo (Igreja Universal) e outros Ministérios a Presidente Dilma Rousseff não foi em vão, o bispo Eduardo Benedito Lopes assume o lugar do bispo Crivella no Senado. Na redação acima o articulista descreve a grande e eficiente atuação do deputado Luiz Sérgio de Oliveira como Ministro da Pesca, se ele era tão eficiente porque foi dispensado, será que o ex-Senador Crivella entende do assunto e não era de nosso conhecimento.

  5. Com certeza Deus o usará para multiplicar os peixes no Ministerio da pesca.Ministro Crivella homem probo de carater ilibado e irrepreensível.O RJ está honrado de te-lo como nosso representante no Ministerio .Parabéns que Deus o abençoe cada dia mais e mais!!

  6. Respeito a opinião dos demais, mas penso que a bancada evangélica não deve se dobrar ao governo em troca de desculpas pelo dito ou de sua força para apoiar o governo, senão serão taxados corruptos como a grande maioria, famosa troca de favores.

DEIXE UMA RESPOSTA