Pastor Silas Malafaia critica preconceito da imprensa contra evangélicos e reafirma plano de abrir mil novas filiais da ADVEC

10

Na última sexta-feira, 15 de fevereiro, o pastor Silas Malafaia voltou a falar sobre temas polêmicos em que esteve envolvido recentemente, numa entrevista à Rádio Melodia FM 97,5, do Rio de Janero.

O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) afirmou que mesmo com as críticas que sofre da mídia, é importante que exista liberdade no setor: “Eu desejo uma imprensa sempre livre, mesmo que ela fale mal de mim, isso é fundamental para o Estado Democrático de Direito”.

Porém, o pastor ressaltou, segundo informações do Christian Post, que boa parte da mídia tem preconceito contra evangélicos, e que só passou a dar maior destaque aos assuntos que envolvem esse setor da sociedade devido ao crescimento registrado nos últimos anos.

Sobre a polêmica matéria da revista Forbes, em que foi apontado como um dos cinco líderes religiosos mais ricos do Brasil e que teria um patrimônio de aproximadamente US$ 150 milhões, Malafaia afirmou que sua maior frustração se deu pela repercussão no meio evangélico.


“O que machuca é […], eu não tô nem aí para o ímpio, mas gente do nosso meio vir a notícia e ir falar mal sem analisar se é certo ou se errado?”, questionou.

A respeito das polêmicas protagonizadas por outros líderes evangélicos, o pastor afirmou que está atento ao que os seus pares tem feito: “Eu não vou me calar se um pastor usar a imprensa para trazer heresia à igreja! Se algum pastor pega o microfone para falar que 99% dos cantores gospel são endemoniados… ‘vai tomar pau!’”, disse, fazendo referência ao episódio em que o bispo Edir Macedo criticou artistas cristãos.

Silas Malafaia reafirmou o propósito de abrir mil novas filiais da ADVEC no Brasil, mas enfatizou que não se trata de competição: “Nós temos que ganhar almas para Jesus!”.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


10 COMENTÁRIOS

  1. Filiais ou novos templos? Ao empregar o termo “filiais” (não sei se isto partiu do Gnotícias ou do proóprio Malafaia) dá-se a impressão de ser uma empresa e não uma igreja. Que é o que a ADVEC é, uma igreja.

    Sobre as críticas, isto é o que mais tem no meio cristão: católico que critica protestantes, que critica membros da ADVEC, que critica da IURD que critica a ADVEC de volta, que critica a batista, que critica a assembleia, que critica os adventistas, que critica, critica e critica…

    E muito disso é estimulado pelas lideranças das igrejas. E com tantas versões do evangelho fica difícil saber para onde ir.

    O que acontece com um reino divido contra si mesmo?

    • Sds

      Não vamos criticar o Pr. Silas, cada vez que criticamos o Silas,mas ele ganha notoriedade e, perdemos nossa benção.

      Repito! Não iremos perder tempo criticando o Pr. Silas, e sim, a seita da prosperidade.
      Esta seita todos os dias seja na televisão ou não, o deus mamon tem se apoderado do “culto” ecumenico que estes pastores empresários promovem.
      Geralmente criticamos o Silas, Macedo, RR “chaves” soares, Waldemiro, etc…
      Colocando a culpa neles por muitos estarem se desviando do caminho da verdade, mas, a culpa é “nós” também por não examinar-mos as escrituras e não pedir revelação do espírito a cerca, destes propagadores do reino do deus mamom.

      Fica a dica.

  2. Affs ladrão tem em td lugar,padre pedófilo,pastor ladrão ,macumbeiro assassino mais e dai? Posso eu culpar todos os padres pq um estuprou?ou falar de tds pastores se algum roubo?e qt ao macumbeiro um mata e tds sao assassinos?Nao sou evangélica mais conheço a palavra de Deus tudo que este Ps Silas fala esta baseado na bíblia ,vão conhecer para depois criticar nao envergonhem seu Deus affs qt gente ignorante discutindo o indiscutível …Respeitar nao é aceitar por tanto aprendam pelo menos um terço da bíblia e mudaram de opinião …

  3. ESTE PA$TOR ARROGANTE DE CABELOS IMPLANTADOS E TINGIDOS,BOTOX NO FOCINHO, DEZENAS DE PLÁSTICAS,NÃO TEM MAIS CREDIBILIDADE NENHUMA. ALÉM DO QUE:
    TANTAS CRIANÇAS PASSANDO FOME NO MUNDO, TANTOS MENDIGOS PELAS RUAS DA CIDADE,TANTOS DOENTES CARENTES, E OS EVANJEGUES ENFIANDO DINHEIRO NESTE PA$TOR BILIONÁRIO.

  4. AFINAL,O QUE ESTÃO DISCUTINDO??ESTÃO JULGANDO A QUEM??O PASTOR OU O PSICÓLOGO?SE ESTAMOS EM UM PAÍS LIVRE,PORQUE O TAL SILAS MALAFAIA,NÃO PODE SE EXPRESSAR??QUEM VIU A TAL ENTREVISTA, VIU E OUVIU, O CARA DIZER QUE NÃO CONCORDA COM O ATO PRATICADO,PELA CLASSE EM DEBATE…COMO TAMBÉM NÃO CONCORDO COM UM ASSASSINO…ESTUPRADOR….PEDÓFILO…..EM MOMENTO NENHUM ESTE SENHOR MALAFAIA, DISSE ODIAR OS HOMOSEXUAIS…..AGORA NÃO SABIA QUE DEUS DEU AOS AMIGOS O PODER DE JULGAR E CONDENAR……EU NÃO SOU DIZIMISTA…MAS TAMBÉM NÃO SOU CONTRA….CADA UM É DONO DE SEUS ATOS ATITUDES..E O SENHOR JULGARÁ A TODOS….ATÉ O PAPA PELA RENÚNCIA…….MALAFAIA…SANTIAGO….ISTO ESTA PARECENDO INVEJA……EU SOU CARISMÁTICO E PRONTO,EU POSSO AMAR UMA PESSOA E NÃO CONCORDAR COM O QUE ESTA PESSOA PRATÍCA…..

    //

  5. Importante ressaltar que liberdade de expressão não deve ser confundida com libertinagem de expressão. Em um Estado Democrático de Direito, ninguém está autorizado a falar o que bem entende ou o que vier na telha. A Doutrina do Direito ensina que a liberdade de expressão não deve ser confundida com exteriorização de pensamentos, idéias, crenças ou conceitos que firam a paz social, a individualidade de alguém, a personalidade de uma empresa, que incitem ódios, fomentem preconceitos… Ou seja: a liberdade de expressão, assim como outras garantias constitucionais, pressupõe limites. O problema é que algumas pessoas acreditam estar acima do bem e do mal, falam o que querem e, quando questionadas ou repreendidas por um pensamento antagônico ao seu, já antecipam-se esperneando falando em censura. Um exemplo desse tipo de equívoco e contradição é esse senhor, o “pastor” Silas Malafaia. Sua língua é uma metralhadora. Diante das pessoas, comporta-se como um rolo compressor. É colérico e não sabe dialogar. Tirano e ameaçador com quem ousar cruzar o seu caminho. Quer sempre ganhar no grito. Podem perceber: não tem um ser com o qual ele não brigue. Não tem ninguém com quem esse homem não crie uma questão. Entre uma querela aqui e uma rusga acolá – sim, porque o mundo está contra ele -, seu patrimônio só aumenta. Não importando se a fortuna dele é de um milhão, cinco milhões ou cento e cinquenta milhões, a pergunta é: por que esse homem é tão rico? Ser pastor ou dono de igreja hoje no Brasil deve ser um negócio muito rentável. Como se a Terra fosse uma grande empresa, chefiada por um gestor chamado Deus, o qual lidera uma equipe de líderes chamados pastores, incumbidos de ofertar um produto chamado salvação, auferindo como lucros a fé dos clientes (as ovelhas incautas e sofredoras) materializada em espécie. E ai de quem não consumir nesse mercado: vai para o inferno! Se for gay então, nossa… aí a coisa “pega geral”. Por trás de todo esse bate-boca, por trás de tanta confusão de conceitos, por trás da supremacia econômica angariada, por trás de tanta perseguição à grupos minoritários, por trás de tanto “temor à Satanás”, um projeto de poder: a implantação do Estado Teocrático Totalitário Brasileiro. Exagero? Não, absolutamente. Vide o crescimento da bancada evangélica mais “enraivecida” no Congresso Nacional. O problema não é ser evangélico – lembremos que o Estado é Laico: a problemática é misturar religião e política, prática advinda de épocas imemoriais, esquecida graças ao bom Deus de misericórdia. A mídia contra o Silas Malafaia? Qual nada! Se o homem aparece em tudo quanto é programa! É que dá Ibope, né? Mas um dia a casa vai cair.

  6. E tem mais: por alguns comentários, percebe-se a cegueira das pessoas quanto à doutrinas, crenças e teorias. Quem detém a verdade sobre a Bíblia? Na minha opinião, prezados, ninguém. Porque eu li a Bíblia estou autorizado a criticar, julgar, afirmar isso ou aquilo? Não! Hoje, tudo o que me dizem, pregam, asseguram ou interpretam eu acolho criticamente. Afinal, preceitos bíblicos já foram usados para subjugar as mulheres, escravizar os negros, perseguir os judeus, não é mesmo? Não esqueçamos que a Bíblia é um livro histórico, cujos textos foram em muitas passagens escritos em sentido figurado, metafórico, de acordo com as épocas e com as populações ali contempladas, consubstanciando, em muitos momentos, códigos de conduta para sociedades daquelas eras, que não representam mais as nossas. Isso é desautorizar seus ensinamentos? Não. Erro é interpretá-la ao pé da letra e ficar atemorizado com qualquer opinião diferente. Por isso é que eu digo: eu me curvo àquilo que não conheço e me reduzo à minha insignificância perante Deus, infinitamente mais preocupado em não ser injusto com ninguém do que tomar como verdades conceitos que eu não sei se são verdadeiros, ensinados por pessoas tão ou mais falíveis do que eu. Acredito em Deus, procuro não fazer aos outros o que eu não gostaria que fizessem comigo, permaneço alerta a isso, crente de que tudo o mais acontece a partir desse pressuposto (perdão, indulgência, caridade, compaixão etc.) e só. O resto é conversa para boi dormir.

  7. Sem comentários… Pastor Silas Malafaia é um homem de Deus, e está em defesa da fé. Fé em Cristo Jesus, o Único Caminho, a Única Verdade e a Vida Eterna.

  8. Qualquer homossexual que se sentir ofendido já tem seus direitos garantidos por lei, e os ofensores devem ser e com certeza serão punidos, direitos iguais para todos ,nada mais justo!
    O que não pode é esses gays ficarem querendo leis e proteção especial para eles, o plano deles é calar os cristãos e conspiram para que todos os obedeçam, mas isso não vai acontecer.
    Estamos com você Silas Malafaia e sua equipe, a família, a moral e os bons costumes prevalecerão com certeza!!

DEIXE UMA RESPOSTA