Pastor Silas Malafaia diz que poligamia é contra o “padrão estabelecido por Deus”. Leia na íntegra

21

O pastor Silas Malafaia publicou um texto em seu site falando sobre a proibição bíblica para a poligamia, e os motivos de esse modelo familiar ser reprovado no meio cristão.

Segundo o pastor, “além de as leis brasileiras não permitirem o casamento com mais de um cônjuge simultaneamente, Deus também condena a poligamia”.

Malafaia diz que no Velho Testamento, a poligamia era adotada por uma questão cultural: “Na civilização antiga, as famílias eram organizadas em tribos e viviam sob o regime do patriarcado, que dava ao homem poderes sobre a família e domínio sobre a mulher. A poligamia era livremente praticada naquela época porque ainda não haviam sido reveladas as leis divinas que regem os relacionamentos e outros aspectos da vida. O padrão de comportamento ético e moral da população era baseado em questões culturais, no senso comum”, contextualiza o pastor.

Comentando os argumentos que citam o Velho Testamento como referência de permissão para que um homem tenha mais do que uma mulher, Malafaia afirmou que no próprio texto bíblico, há vários casos de problemas recorrentes da poligamia.


“A lição bíblica é clara: a poligamia causou graves problemas ao relacionamento familiar. Vemos isso no Antigo Testamento, na história dos patriarcas e dos reis de Israel. Por exemplo, o nascimento de Ismael, o filho que Abraão teve com Agar, uma escrava egípcia, provocou tanto ciúme e tanta rivalidade entre ela e Sara, a esposa legítima do patriarca, que Agar foi expulsa de casa com o filho, e Abraão teve de separar-se de Ismael de vez (Gênesis 16.1-9; 21.8-14)”.

Em sua defesa da monogamia, Silas Malafaia afirma que o Novo Testamento estabelece esse conceito: “Esse foi o padrão estabelecido por Deus para o relacionamento entre o homem e a mulher; padrão reafirmado por Jesus em Marcos 10.7,8 […] Vários textos sagrados condenam as relações extraconjugais (adultério), a poligamia, o incesto e demais práticas sexuais contrárias aos princípios estabelecidos por Deus”.

Confira abaixo, a íntegra do artigo “Por que a poligamia é pecado e crime se na civilização antiga era permitido?”, do pastor Silas Malafaia:

Entenda uma coisa: além de as leis brasileiras não permitirem o casamento com mais de um cônjuge simultaneamente, Deus também condena a poligamia.

Na civilização antiga, as famílias eram organizadas em tribos e viviam sob o regime do patriarcado, que dava ao homem poderes sobre a família e domínio sobre a mulher. A poligamia era livremente praticada naquela época porque ainda não haviam sido reveladas as leis divinas que regem os relacionamentos e outros aspectos da vida. O padrão de comportamento ético e moral da população era baseado em questões culturais, no senso comum.

Ainda assim, a lição bíblica é clara: a poligamia causou graves problemas ao relacionamento familiar. Vemos isso no Antigo Testamento, na história dos patriarcas e dos reis de Israel.

Por exemplo, o nascimento de Ismael, o filho que Abraão teve com Agar, uma escrava egípcia, provocou tanto ciúme e tanta rivalidade entre ela e Sara, a esposa legítima do patriarca, que Agar foi expulsa de casa com o filho, e Abraão teve de separar-se de Ismael de vez (Gênesis 16.1-9; 21.8-14).

O ciúme que as irmãs Raquel e Leia tinham do marido, Jacó, causou inúmeros problemas familiares a elas, aos filhos e ao patriarca (Gênesis 30.1-24; 37.1-4,17-36).

O menosprezo que Ana sofreu por parte de Penina, a outra esposa de Elcana, causou-lhe muito sofrimento (1 Samuel 1).

Salomão, por motivos políticos, casou-se com 700 princesas e teve 300 concubinas. Por fim, acabou adorando outros deuses, desobedecendo ao Senhor, e sofrendo funestas consequências (1 Reis 11.1-11).

Os países muçulmanos ainda hoje adotam a poligamia, por uma questão cultural. Porém, só a família monogâmica tem a chance de manter um relacionamento estável, tanto na área espiritual como na emocional, porque esse foi o padrão estabelecido por Deus para o relacionamento entre o homem e a mulher; padrão reafirmado por Jesus em Marcos 10.7,8.

Nesse texto bíblico não é dito que o homem se unirá a suas mulheres. Está no singular: um homem se unirá a uma mulher, especificamente à sua mulher, e não à de outrem. Jesus enfatizou o casamento de um homem com uma só mulher, e não o de um homem com várias mulheres, ou vice-versa. Ele condenou o adultério.

Em suma, vários textos sagrados condenam as relações extraconjugais (adultério), a poligamia, o incesto e demais práticas sexuais contrárias aos princípios estabelecidos por Deus. Leia

Êxodo 20.14,17; Levítico 18; Deuteronômio 22.2; 1 Timóteo 3.2,12; Tito 1.6.

Sugestões de leitura: Mateus 5.27,28,32; 19.18; João 8.11; 1 Coríntios 6.15,16,18

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

21 COMENTÁRIOS

  1. Como a Bíblia é clara e não deixa margem para dúvida alguma? Esse é o mesmo pastorzinho que se baseia em Levíticos pra condenar homossexuais, mas que deve gostar de uma carninha de porco e frutos do mar, condenados pelo mesmo livrinho!!!!! Dá pra montar qualquer igreja pegando partes da Biblinha!

    • O homossexulismo não é condenado somente em Levítico, mas também em Romanos, Coríntios e Judas . Levítico 18 condenda as uniões abomináveis, entre eles a união entre pessoas do emsmo sexo e entre o homem e o animal. Assim, quem é a favor do homossexalismo também deve ser a favor da violência sexual praticada contra os animais que não possuem coniçoes de se defender de pessoas imundas.

      • Luiz Alberto, você considera bíblico tudo o que o auto declarado e pseudo décimo terceiro apóstolo Paulo escreveu! Coitadinho de você!!! Nem Jesus condenou o homossexualismo. Mas este idiota do Paulo (que nunca andou nem conheceu Jesus pessoalmente, nem viu sua ascenção, apenas dizia ouvir o mestre) que nem pode ser reconhecido como cidadão romano, judeu ou grego com suas viagens insólitas e escritos estranhos, este sim tem mais valor que Jesus??????????????

        • Bíblia, Deus, Jesus e Paulo, lógico que são lendas. Mas o que acho incrível é que os evanjegues valorizam mais os escritos de Paulo que do próprio “Filhão de Deuse!” kkkk (Obs.:erros ortográficos são propositais)

    • Meu irmao, o q em levitico fala dos gay, e confirmado no novo t. E o q fala do porco com vc disse e purificado por jesus em atos, vamos ler a biblia. Mais um pouco

  2. REVERENDO…..KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK,,,,,,,,,,,,,,,,,,, E EU SOU O QUE MESMO EM..?………

  3. Caro irmão Elias a palavra de Deus nos ensina que nos cristãos somos o sal da terra e a luz do mundo , estamos no mundo mas não somos do mundo , também ensina a andar em espirito
    Más será que toda gente vive isso.?os não cristãos não enxergam igual a você ,por é pastor Malafaia procura sempre ensinar aos não sabem , porque esta escrito : conhecereis a verdade e a verdade vos libertara .Amem..
    Irmão nunca devemos nos referir a qualquer um dos livros bíblicos como”livrinho” ou bibliazinha isso é desdém .
    Shalom

  4. Na região ou país onde o número de mulheres é superior a de homens, o que será delas? vão morrer “titia”, vão virar lésbica? vão entrar num convento? vão ser “eunucas”? vão virar monjas? vão fazer meditação transcendental pra aguentar? Do jeito que o negócio tá ficando brabo e Homem Macho tá ficando cada vez um produto escarço por conta da homossexualização da sociedade. Com relação a essa multidão de mulher sobrando, será que esta profecia não irá se cumprir? “E sete mulheres naquele dia lançarão mão de um homem, dizendo: Nós comeremos do nosso pão, e nos vestiremos do que é nosso; tão-somente queremos ser chamadas pelo teu nome; tira o nosso opróbrio”. Isaías 4:1

  5. Yeshua o cristo foi um rabino chassídico da galileia, como mestre da Lei disse que não veio destruir a Torah, mas plenifica-la. Disse também que nenhuma lei por mais pequena ou simples que fosse cairia ou seria eliminada. Ordenou a prática tanto dos pequenos como dos grandes mandamentos, isto é, 613 mandamentos, e nesta lita está a sodomia, o homossexualismo, e o travestis como abominação. Alguns cultos pagãos cananeus envolviam imoralidade homossexual, e a torah (lei) deixa clara ao povo de Israel que eles não deveriam praticar esses cultos idólatras, considerar tais práticas e costumes abomináveis e exorta que se destrua tais cultos com seus sistemas, práticas e costumes. São José e Maria santíssima eram um casal de judeus ortodoxos e criaram Yeshua dentro da fé do judaísmo de sua época e que depois se tornou um grande Rabino e cristo. Portanto Ele não veio destruir a lei para permitir tais anomias/iniquidades.

    • ADEPTOS DO NOME ” YEHOSHUA ” E SUAS VARIANTES

      Os adeptos do nome ” Yehoshua ” e suas variantes ( ASNYV ) surgiram no Brasil por volta de 1987, aproximadamente. Esse movimento não é propriamente considerado uma heresia ou seita de origem brasileira, pois já existem grupos similares nos EUA e em outros países. No Brasil, o movimento se dividiu em inúmeras facções.
      Seus seguidores ensinam que o nome ” Yehoshua ” é de origem divina e significa ” Deus Salvador ” ( Yeho= ” Senhor ” + Shuah = ” Salvação ” ). Não aceitam, de forma alguma, qualquer outro nome. Falam que o nome Jesus é de origem pagã e significa ” Deus-cavalo ” ( Ye= ” Deus ” + Sus = ” Cavalo ” ). E vão mais além em sua obstinação contra o nome de Jesus, comparando-o com Esus- deus mitológico dos celtas, que aparece segurando serpentes e tem cabeça de carneiro.
      Embora não haja um credo uniforme nessa corrente, entre os diversos grupos, porém, encontramos doutrinas exóticas, tais como:
      Negam a inspiração do evangelho de Mateus, sob alegação de que se trata de um livro apócrifo; Ensinam que Jesus significa ” Deus-cavalo “; Fazem ligação entre Jesus ( no grego Iesous )com Esus, um deus celta, pretendendo, com isso, afirmar que os cristãos são pagãos; Que o número 666 ( número da Besta de AP. 13:6,18 ) se enquadra no nome de Jesus; Negam o nascimento virginal de Jesus, que ele é filho de José e Maria; Professam um credo unicista, que nega a doutrina da Trindade e afirma que o Pai é o Filho e o Filho é o Pai; Creem que há duas classes de pessoas: Os cristãos, que vão para o céu; e os judeus, os assírios e os egípcios, que irão herdar a terra; A guarda do sábado é necessária à salvação; Negam a salvação de quem invoca o nome de Jesus. Só há salvação para quem invoca o nome Yehoshua, ou seja, somente para os que comungam com suas crenças; Seu proselitismo os leva a buscar adeptos entre os cristãos evangélicos.

      ( Extraído da Bíblia Apologética de Estudo – ICP )

      Obs. O nome próprio de Deus: ” YHWH ” é impronunciável. Nem mesmo os judeus conhecem a proúncia correta. Os judeus preferem usar o termo: ” Adonai ” que significa ” Senhor. ”

      Paulo nos ensina a sermos seus imitadores ( I Cor. 11:1 ). Paulo defendia o evangelho ( Fp. 1:7 – e não placa de igreja ) de Cristo e assim devemos também defendê-lo. Os covardes terão sua parte no lago de fogo . . . ( Ap. 21:8 ) e os que agradam a homens, não são servos de Cristo ( Gl 1:10 ).

      Bacharel em Teologia e Licenciado em Letras.

      • Que santa ignorância. Meu comentário foi que Yeshua jamais aboliu a Torah pra permitir a prática do homossexualismo vc entrou com outro assunto. Se queres contestar meu post, conteste encima das minhas idéias. E quanto ao nome correto de “Jesus” é I’HOSHUA ou IESHUA porque era Judeu e não um português ou italiano mama mia!!! seu nome quer dizer: YHWH SALVA. Há uma tradução ecumênica chamada “BÍBLIA DE JERUSALÉM” realizada por tradutores católicos, protestantes e judeus. Nessa tradução, abrindo o capitulo 1 de Mateus versículo 21, vá para o rodapé e veja o que o tradutor, comentarista teólogo de vergonha escreve. Rodapé letra F página 1704: “JESUS (HEBRAICO YEHOSHUA) SIGNIFICA “YAHWEH SALVA”. Quer dizer que o nome ORIGINAL é o hebraico. YEHO-SHUA tem significado, é um nome composto e teofórico, tem as inicias do poderoso YHWH e seu atributo SHUA “salvador” YAHU-SHUA = YAH SALVA exatamente o que o anjo explica o significado de seu nome que YHWH é o único que pode salvar e perdoar os pecadores. Infelizmente o nome real do messias e Elohim de Israel caiu em desuso pela maioria da cristandade. Hoje as pessoas chamam mais pelo declinado nome Latino “JESUS” que pelo Judaico “YEHOSHUA” “ler-se IARRUCHÚA”. Porque o mestre nazareno da galileia era JUDEU de nascimento e seus pais Judeus justos e praticantes do Judaísmo e sua linguá de berço o hebraico, Ele certamente não era e jamais foi da tribo etrusco, latino, lusitano, macedônio ou troiano, mas das tribos de Israel.

        • É porque muitos consideram bíblico tudo o que o auto declarado e pseudo décimo terceiro apóstolo Paulo escreveu! Paulo usurpou a vida e obra de Jesus para inventar o Cristianismo!. Mas este Paulo idiota (que nunca andou nem conheceu Jesus pessoalmente, nem viu sua ascenção, apenas dizia ouvir o mestre) que nem pode ser reconhecido como cidadão romano, judeu ou grego com suas viagens insólitas e escritos estranhos, este sim tem mais valor que Jesus para os evanjegues!

  6. A bíblia é uma obra de “deus” para os indoutos (analfabetos),na verdade a bíblia é uma juntada de atos e crenças tribais da idade antiga onde os generais ditadores do império romano divinizados utilizava de todos os meios para tentar manter a ordem atualmente a bíblia é uma obra morta e criminosa,pois tudo que se Le na bíblia entra em choque com o código penal e civil,na bíblia é licito o roubo,saque,prostituição,assassinato,estupro,pratica de sexo com pai e filhas,prisão de inocentes… Tudo isto é crime nos códigos civil e penal,no final a bíblia é um manual de criminoso legalizado pela constituição de 1988 lei pétrea,na verdade tudo é obra da mão e imaginação humana e tudo que o homem faz o próprio homem desfaz .
    Na verdade a bíblia é uma obra escravocrata idealizada pelos europeus para escravizar os africanos, não é preciso ser sábio para perceber que os europeus fazendo uso das legiões (exércitos) invadiram mataram e saquearam o Egito,tomou posse da terra e escravizaram os negros assim surge as duas tribos hebreus (africanos) e gentios (europeus),no final não há verdade absoluta na bíblia,pois quem juntou os livros era primitivo,incoerente a ponto de dizer que deus era único e ao mesmo tempo fazer referencia á vários deuses só para confundir os indoutos atualmente Jesus é deus ou o filho de deus,mais na bíblia ele é referenciado como o filho do homem,mais a filosofia muda tudo com discursos sofismaticos,epicuristas,estoicistas,enfim a biblia é um paradoxo etc.

  7. Falou ..falou e não disse nada que tenha coerÊncia. Não existe mandamento contra a monogamia. O que existe é uma dedução de que poligamia era cultural, mas a monogamia não é.. Sem comentários. Abrão tinha várias mulheres e era abençoado e foi patriarca bíblico. Davi, Salomão entre outros….que até escrava sexual tinham…mas tudo isso é cultura …Para você é perfume…para os outros é fedor. Hipocrisia!

  8. As pessoas tem todo direito de discordar ou de não acreditar na Bíblia,pois penso que para quem quer crer qualquer palavra basta e para quem não quer,nenhuma é suficiente. Então,não vejo sentido em declarar opiniões contrárias para pessoas que seguem, acreditam e tem estilo de vida vinculado à Bíblia…

  9. Sinto muito malafaia temos q estudar a poligamia a luz da biblia, o inicio por quem começou e onde é q Deus deu um basta nisso, Deus odeia o pecado e chegou a punir saul por causa da desobediência nunca porque tinha varias mulheres, davi a mesma coisa tinha muitas mulheres e a biblia afirma q foi o próprio Deus quem as deu e ai? Davi so é ti DF o por adultero quando toma uma mulher casada para si, ver se Deus aceitou agora o dizimo q não existe tu não tem coragem de falar a verdade, isso é pura religião Deus ensina o correto e tu deturpa ele ta vendo tudo teu dinheiro e tua fama não vai comprar Deus.arrependa-se q ele é misericordioso graça e paz medite

  10. SEGUNDO A BÍBLIA, DEUS, NÃO ESTAR PRESO AO TEMPO, NEM PASSADO,PRESENTE OU FUTURO, ELE É O MESMO EM TODOS OS TEMPO. ELE COM ESSES ATRIBUTOS, FALHOU SEGUNDO SILAS MALAFAIA E PECOU,PORQUE ELE SELECIONOU,ESCOLHEU,SEPAROU E FORMOU A NAÇÃO DO SEU CORAÇÃO E A CIDADE DO GRANDE REI COM FAMILIA POLIGAMICA. ISRAEL FOI GERADO ATRAVES DE UM HOMEM CHAMADO JACÓ QUE DEUS TROCOU SEU NOME PARA ISRAEL E TINHA QUATRO ESPOSAS E GEROU 13 FILHOS SENDO 12 HOMENS E 1 MULHER AI NASCEU A NAÇÃO DE ISRAEL DE UMA FAMILIA POLIGAMICA,SENDO ELE DEUS NÃO PODERIA ESCOLHER UMA FAMILIA MONOGANICA PARA SERVI DE MODELO PARA SEUS DESCENDENTE? SE ESSA TAL POLIGAMIA É PECADO ENTÃO ISRAEL NASCEU COMO NAÇÃO EM PECADO PROVOVADO PELO PROPRIO DEUS QUE A CRIOU? DEUS ESTAVA EQUIVOCADO POIS PATRIARCAS,REIS,JUIZES E ETC… ERAM POLIGAMICOS.

  11. Pastores hipócritas são contra a poligamia, mas andam pulando de cama em cama das irmãs que não tem vergonha na cara, poligamia não é prostituição ou adultério, é união séria com duas ou mais mulheres, o que uma recebe as outras tem que receber o mesmo, mas os homens nos dias de hoje não quer cuidar nem de uma quanto mais duas em casamento efetivo, mas traição para eles tem justificativa, culpam a parceira, homens vão aprender a ser homens de verdade!

  12. Malafaia nesse caso falou pela sua doutrina
    E mentiu ao afirmar q Deus proibe de um homem a ter mais de uma mulher.
    Ele nao deve omitir a verdade
    Nao mesmo.
    E a verdade è:
    Jesus Cristo não desistituiu as leis do Antigo testamento
    E ainda afirmou q fisessemos as obras dos nossos antepassados
    Vou iniciar algumas obras na questao casamento
    Uniao
    Ao qual Jesus falou q deveria ser como no principio e nisso nao falou apenas de Adao e Eva. Pous se Ele manda q pratiquemos as obras dos antepassados è pq falou em geral
    Entao vamos là:
    Abraão
    Teve 3 mulheres Deus o amou e Jesus tambèm
    Jacò: aparentemente amou uma menor de 18 anos pode-se dizer uns 15 ou 16 ou 17 como pode ter sido maior de idade. Ainda nao obtive a idade exata. Casou com duas Lia a mais velha e Raquel a mais nova. Lia sentiu-se dezprezada Deus ao inves de fazer a separação pq como disse Jesus oq Deus Juntou ou seja o homem e a mumher apenas Ele separa Entrou em açao e fez Jacò amar e desejar as duas nao separou…
    Isaac: isaac pediu-se para visualizar e escolher uma mulher das mais belas e gostosas uma novinha e trazer a isaac a mulher aceitou atè sem ver isaac e ao ver amou sem terem namorado.
    Davi: Dito pelo profeta Natã Deus deu a casa do senhor de Davi e mulheres a Davi.
    Davi foi autorizado a ter as mulheres q queria com isso pois sao criaçoes de Deus para o homem e Davi era o homem especial para Deus logo Davi escolhia a mulher q quizesse e tinha ora sendo essas de inimigos obtidas em guerra ou as somteiras Ex: Deus matou Nabal e Davi ficou com a Mulher dele abigail.
    Em todos os casos as mulheres q firmavam compromisso nao poderiam ser de outro homem tinham q ser fiel a quem firmou o compromisso.
    Deus em todos os casos sempre agiu para q todos ficassem satisfeitos.
    Acha q to brincando?
    Q ti misturando como Paulo fez?
    Kkkkkkkkkkkkl
    Falso moralismo comigo nao
    Em carta aos anjos das sete igrejas o Espìrito Santo diz:
    Pratique as primeiras obras.
    E tome cuidado com a vergonha da sua nudez
    Isso ele fala se referindo de levitivo 18
    Sexo nao permitido.
    E dentro do nao permitido hà duas permissoes
    Uma è a mesma permissao de Jacò ou seja mais de uma mulher a objeçao è apenas para nao afligir uma das espesposas e olha q eram irmãs ou seja se eu me casar com duas irmas e ambas aceitarem eu nao afligi ninguèm logo posdo e a outra aceitação è
    Eu tendo uma mulher q nao seja esposa e ela tendo uma filha eu posso ter relaçao sexual com as duas.
    Onde a filha e a mae terao seus direitos financeiros por serem digamos uma concubina
    Pois existem concubinas q sao como esposas e outras nao.
    Davi teve sete esposas e concubinas…
    Esposa è esposa qualquer filiaçao seja se a mulher jà tiver ou o homem passa a ser parente de carne. Pq em uniao o homem e a mulher passa a ser uma sò carne. Concubina nao è uniao matrimonial
    Sorry
    Pra vcs seus mentirosos.
    Burramente Sàbio88

  13. Pastor Silas Malafaia diz que poligamia é contra o “padrão estabelecido por Deus”. Então o Pastor Silas Malafaia, pela sua lógica religiosa, deve exercer, além da monogamia, também a vegetariania; uma vez que está expressado em Gêneses, além de que “Por esse motivo é que o homem deixa a guarda de seu pai e sua mãe, para se unir à sua mulher, e eles se tornam uma só carne (Gêneses 2:24), também que “E acrescentou Deus: Eis que vos dou todas as plantas que nascem por toda a terra e produzem sementes, e todas as árvores que dão frutos com sementes: esse será o vosso alimento!” (Gênese 1:29). Pergunto, então: “Pastor Silas Malafaia. o senhor é, além de monogâmico, também vegetariano? Eu, por exemplo, só me alimento de sementes (arroz, feijão, lentilha, ervilha, milho… Enfim, de todas as sementes produzidas pelas plantas que nascem por toda a terra e que produzem sementes) e de frutas (uva, bergamota, manga, tomate, pimenta… Enfim, de todas as frutas dadas por todas as árvores que dão frutos) porque assim interpreto esse versículo… Mas isso é um outro caso. Aguardo a sua resposta pastor sobre o seu regime alimentar… Estou muito curioso!

  14. Pastor Silas Malafaia diz que poligamia é contra o “padrão estabelecido por Deus”. Então o Pastor Silas Malafaia, pela sua lógica religiosa, deve exercer, além da monogamia, também a vegetariania; uma vez que está expressado em Gêneses, além de que “Por esse motivo é que o homem deixa a guarda de seu pai e sua mãe, para se unir à sua mulher, e eles se tornam uma só carne (Gêneses 2:24), também que “E acrescentou Deus: Eis que vos dou todas as plantas que nascem por toda a terra e produzem sementes, e todas as árvores que dão frutos com sementes: esse será o vosso alimento!” (Gênese 1:29). Pergunto, então: “Pastor Silas Malafaia. o senhor é, além de monogâmico, também vegetariano? Eu, por exemplo, só me alimento de sementes (arroz, feijão, lentilha, ervilha, milho… Enfim, de todas as sementes produzidas pelas plantas que nascem por toda a terra e que produzem sementes) e de frutas (uva, bergamota, manga, tomate, pimenta… Enfim, de todas as frutas dadas por todas as árvores que dão frutos), porque assim interpreto esse versículo… Mas isso é um outro caso. Aguardo a sua resposta, pastor, verdadeira, sobre o seu regime alimentar… “O senhor deve ser no máximo vegetariano (dito como ‘vegano’: que se alimenta ‘somente’ de alimentos de origem vegetal)!? Estou muito curioso! Pois penso que, nesses moldes, tem uma lógica a ser seguida: Se alimentar de alimentos de origem animal e contra o “padrão estabelecido por Deus”.

  15. Pastor Silas Malafaia diz que poligamia é contra o “padrão estabelecido por Deus”. Então o Pastor Silas Malafaia, pela sua lógica religiosa, deve exercer, além da monogamia, também a vegetariania; uma vez que está expressado em Gêneses, além de que “Por esse motivo é que o homem deixa a guarda de seu pai e sua mãe, para se unir à sua mulher, e eles se tornam uma só carne (Gêneses 2:24), também que “E acrescentou Deus: Eis que vos dou todas as plantas que nascem por toda a terra e produzem sementes, e todas as árvores que dão frutos com sementes: esse será o vosso alimento!” (Gênese 1:29). Pergunto, então: “Pastor Silas Malafaia. o senhor é, além de monogâmico, também vegetariano? Eu, por exemplo, só me alimento de sementes (arroz, feijão, lentilha, ervilha, milho… Enfim, de todas as sementes produzidas pelas plantas que nascem por toda a terra e que produzem sementes) e de frutas (uva, bergamota, manga, tomate, pimenta… Enfim, de todas as frutas dadas por todas as árvores que dão frutos), ou seja, não chego a me alimentar de folhas (alface, agrião, brócolis, repolho, espinafre…) e raízes (batata, mandioca, cenoura, beterraba, cebola…), porque assim interpreto esse versículo… Mas isso é um outro caso. Aguardo a sua resposta, pastor, verdadeira, sobre o seu regime alimentar… “O senhor deve ser no máximo vegetariano (dito como ‘vegano’: que se alimenta ‘somente’ de alimentos de origem vegetal)!? Estou muito curioso! Pois penso que, nesses moldes, tem uma lógica a ser seguida: Se alimentar de alimentos de origem animal é contra o “padrão estabelecido por Deus”.

  16. Pastor Silas Malafaia diz que poligamia é contra o “padrão estabelecido por Deus”. Então o Pastor Silas Malafaia, pela sua lógica religiosa, deve exercer, além da monogamia, também a vegetariania; uma vez que está expressado em Gêneses, além de que “Por esse motivo é que o homem deixa a guarda de seu pai e sua mãe, para se unir à sua mulher, e eles se tornam uma só carne (Gêneses 2:24), também que “E acrescentou Deus: Eis que vos dou todas as plantas que nascem por toda a terra e produzem sementes, e todas as árvores que dão frutos com sementes: esse será o vosso alimento!” (Gênese 1:29). Pergunto, então: “Pastor Silas Malafaia. o senhor é, além de monogâmico, também vegetariano? Eu, por exemplo, só me alimento de sementes (arroz, feijão, lentilha, ervilha, milho… Enfim, de todas as sementes produzidas pelas plantas que nascem por toda a terra e que produzem sementes) e de frutas (uva, bergamota, manga, tomate, pimenta… Enfim, de todas as frutas dadas por todas as árvores que dão frutos), ou seja, não chego a me alimentar de folhas (alface, agrião, brócolis, repolho, espinafre…) e raízes (batata, mandioca, cenoura, beterraba, cebola…), porque assim interpreto esse versículo… Mas isso é um outro caso. Aguardo a sua resposta, pastor, verdadeira, sobre o seu regime alimentar… “O senhor deve ser no máximo vegetariano (dito como ‘vegano’: que se alimenta ‘somente’ de alimentos de origem vegetal)!? Estou muito curioso! Pois penso que, nesses moldes, tem uma lógica a ser seguida: Se alimentar de alimentos de origem animal é contra o “padrão estabelecido por Deus”. Até logo!

  17. Lá mentável, esse pastor Silas é um cara totalmente sem noção, das duas uma, ou ele não conhece a bíblia ou está agindo de ma-fé em relação a essa questão?
    Uma vez que Deus é imutável, ou seja, suas leis não mudam!
    Eu não vou me estender muito nas minhas explanações, até porque algumas pessoas sabiamente já manifestaram seus conhecimentos acima do conhecimento do Malafaia.
    É importante ressaltar que Deus não está submetido a sociedade e nem aos homens, mas sim eles a sua lei.
    O homem foi projetado para ser poligâmico.
    Monogamia vem no paganismo da grande Babilônia.
    Se eu fosse o pastor voltaria para a faculdade de teologia e cursar novamente o que ele não aprendeu, certamente deve ter comprado o diploma? Demonstra total desconhecimento da bíblia.
    Segue informações com vários capítulos e versículos sobre o assunto da veracidade da poligamia.
    Só o Silas que não sabia.
    Bíblico Registro
    A Bíblia registra pelo menos quarenta homens por nome com várias mulheres, incluindo quatro reis gentios: Abimeleque (Gn 20, 17-18), Ben-Hadade (1 Rs 20: 3-4), Assuero (Ester 1, 9), e Belshazzar ( Dan 5, 2). Pelo menos metade dos homens tinha mais de duas esposas. O primeiro casamento plural registrada foi Lameque (duas mulheres, Gen 4:19), seis gerações depois de Adão. Apesar de Lameque é o único polígamo identificado antes do dilúvio global, não há razão para acreditar que ele estava sozinho naquele estado. Os patriarcas pós-inundação continuou a tradição plural Casamento: Tera (Gen 11:26, 20:12), Nahor (Gen 22: 20-24) e Abraão (Gn 16: 1-3, 25: 1-6). Enquanto Isaac era monogâmico seus dois filhos famosos eram polígamos. Esaú teve cinco esposas (Gn 26:34; 28: 9; 36: 2-3) e Jacó teve quatro (Gen 29: 23-28; 30: 4, 9). Elifaz, filho de Esaú, tinha duas mulheres (Gn 36, 11-12).

    Os doze filhos de Jacó e seus descendentes, sem dúvida, continuou a ser polígamo, considerando o número de homens em idade de combate eo número de primogênito contado após o Êxodo (Nm 1: 2; 03:40). Outros homens notáveis ​​durante a confederação israelita identificados com os companheiros plurais incluído Simeão, (Gn 46:10; Ex 6:15), Manassés (1 Cr 7:14), Moisés (Ex 02:21, 18: 1-6; Nm 12 : 1), Caleb (1 Cr 2: 18-19, 46, 48), Gideon (Jz 8:30), Gileade (Jz 11: 1-2), Elcana (1 Sm 1: 2), Jerameel (1 Cr 2:26), Asur (1 Cr 4: 5), Esdras (1 Cr 4: 17f), Mered (1 Cr 4: 17-19), Maquir (1 Cr 7: 15f) e Saaraim (1 Cr 8: 8 ). A tribo de Issacar foi particularmente conhecido pela sua prática da poligamia (1 Cr 7, 4). Outros homens durante este tempo pode ser considerado polígamo em virtude do número de filhos listados: Jair (Jz 10: 4), Abdon (Jz 12:14), Ibzã (Jz 12, 9), e Simei (1 Cr 04:27 ).

    Durante a monarquia israelita, os reis, os seus filhos e outros homens proeminentes levou várias mulheres. Indivíduos nomeados incluem Rei Saul (1 Samuel 14:50, 2 Sam 3: 7), o rei Davi (1 Sm 25: 42-44; 2 Sam 3: 13-14; 5:13, 6: 20-23, 12: 8), o rei Salomão (1 Rs 11: 3), o rei Roboão (2 Cr 11: 18-21), os filhos de Roboão (2 Cr 11:23), o rei Acabe (1 Rs 20: 3), o rei Joaquim ( 2 Kin 24:15), o rei Abias (2 Crônicas 13:21), o rei Jorão (2 Crônicas 21:14), o rei Joás (2 Crônicas 24: 2-3), e rei Zedequias (Jr 38:23). Outros homens durante este tempo pode ser considerado polígamo em virtude do número de filhos listados: Heman (1 Crônicas 25: 4) e Ziba (2 Sam 9:10).

DEIXE UMA RESPOSTA