Um terço dos deputados federais eleitos no Rio de Janeiro é ligado a igrejas evangélicas

9

No Rio de Janeiro, um terço dos deputados federais eleitos no último domingo (05) são evangélicos, aponta levantamento feito a partir dos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Entre os campeões de voto no estado, dois são evangélicos e um é aliado da bancada evangélica. Clarissa Garotinho (PR), filha do ex-governador Anthony Garotinho, recebeu mais de 333 mil votos e foi a segunda colocada. Eduardo Cunha (PMDB) teve 232 mil votos e foi o terceiro mais votado.

Ambos ficaram atrás de Jair Bolsonaro (PP), que amealhou 461 mil e foi o mais votado no Rio, ficando em terceiro lugar em todo o Brasil, e continuará na Câmara dos Deputados como um dos mais importantes aliados da bancada evangélica.

O jornal Extra divulgou que dos 46 deputados federais do Rio de Janeiro, 15 são evangélicos, e boa parte destes com influência significativa junto aos fiéis, como por exemplo, o apóstolo Ezequiel Teixeira (SD), que chega pela primeira vez ao mandato parlamentar.


A eleição no Rio ficou marcada também pela eleição do primeiro evangélico integrante do PSOL. Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos, popularmente conhecido como Cabo Daciolo, recebeu das urnas mais de 49 mil votos e foi eleito graças ao quociente eleitoral.

“Eu digo que nossa vitória é um milagre. Foi uma campanha sobrenatural. Eles sabem bem como é a minha postura. Não consigo começar um discurso sem falar de Jesus. Eu molho meus lábios e falo de Jesus Cristo”, diz o novo deputado, que é membro do mesmo partido de Jean Wyllys e Chico Alencar, que tiveram votações mais expressivas e acabaram contribuindo com sua eleição.

9 COMENTÁRIOS

  1. Bem, um terço é de origem cristã evangélica e os dois terços de onde são? Por que este foco de só mostrar os de origem cristã evangélica? E os de outras origens? Não se diz nada? Isso comprova de que os seguimentos da sociedade estão lá. Isso não é normal???

  2. Pedir a Deus que estes ajudem a controlar e acabar com os 8 bilhões gastos por ano por aquela casa, uma vergonha, cada deputado custa 7 milhões e meio e cada senador custa mais de 70 milhões por mes, é uma vergonha, pedir a Deus que moralizem a coisa, o monstro.

  3. torno a perguntar ao responsável deste site, porque sempre que posto quanto custa por mes um deputado e um senador, entra em moderação meu comentário, pior mesmo só quando detono o stardust

  4. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Jean Willys colocou um deputado evangélico na camara é ilário. Vamos agora falar que Jean só teve 13.000 votos e entrou pelo quaciente kkkkkkkkkk o mundo gira.

  5. Em evangelismo.blog.br, você poderá conferir um estudo esclarecedor, mostrando pelas Escrituras Sagradas que não é possível que um homem seja pastor e político ao mesmo tempo. Acesse o estudo “Pastor ou Político?”

DEIXE UMA RESPOSTA