Brasil

Testemunhas de Jeová passam a arrecadar ofertas através de cartões de crédito e débito. Assista na íntegra

Comments (56)
  1. Gil disse:

    Isso a ADVEC do Malafaia já faz há muito tempo. Falar em arrecadar dinheiro o mala é mais rápido que todo mundo. Nisso ele é muito bom!

  2. Bill disse:

    Ainda bem que NENHUM lider das testemunhas recebem SALARIOS, nao recebem comissoes, nao recebem dizimos, NADA, cada anciao(pastor) tem seu proprio trabalho e fazem seu ministerio totalmente sem custo as pessoas, fazem tudo GRATUITAMENTE, NENHUMA testemunha de jeova fica rico por meio da religiao, isso eh bom ficar claro, para nos confundir os TJ com religioes evangelicas, onde a arrecadacao vai para o pastor, com os TJs eh diferente, NINGUEM ganha salario ou qualquer outra forma de remuneração.

    1. Louise Conture disse:

      Bill, discordo de sua afirmação! Os principais líderes TJ´s são bilionários. Aqui no Brasil e no exterior. Não imagine o quão lucrativa é a estratégia de emprestar dinheiro para a construção de salões, e depois receber tal soma de volta, devidamente atualizada! O detalhe mais interessane é que o dinheiro que é emprestado para a construção de salão, é exatamente o dinheiro que foi entregue como donativo!!! Traduzindo: Recebem o seu donativo, e depois lhe emprestam cobrando juros! Os anciãos, agindo de boa fé, nem desconfiam que estão dando o seu suor, para que alguns espertalhões usufruam de carros e mansões de luxo, relógios Rolex, e outras facilidades da vida moderna. Em Tatuí existem 12 homens que abocanham para si mesmos, a maior parte dos donativos recebidos no Brasil, mas agem como se fossem honestos! Meu caro, desconfie quando lhe impuserem a proibição de ler qualquer tipo de publicação, de buscar todo e qualquer tipo de informação, enfim, de tentar descobrir, por seu próprio esforço, o caminho que deves seguir.

      1. Leandro disse:

        O que essa pessoa disse é uma tolice desmedida,algo de quem desconhece
        o funcionamento da entidade tj. Apesar de sermos desviados de lá todos sabemos
        que isto é uma calúnia deslavada. Podemos falar o que quisermos da liderança
        tj mas vandalizar com mentiras e calúnias é algo que não contribuirá em nada.

        1. Sharon disse:

          Leandro, isso é cumprimento de professias. Satanás cega a mente de todas essas pessoas – 2 Corintios 4:4. Ele usa a religião falsa para impedir que as pessoas conheçam o verdadeiro Deus, usando de maquinações como essa para tentar confundir as pessoas.

      2. paulo disse:

        deves ser uma pessoa sem qualquer cultura relegiosa e uma pessoa muito tola mesmo para abrires a boca com calunias contra alguem ou algo que nem tens capacidade de saber como funciona financeiramente,,,tudo neste mumdo tem um custo e é preciso pagar e as contribuicoes voluntaria sao a forma de obter dinheiro pelas testemunhas de Jeova… nao sou testemunha mas respeito muito o seu trabalho…se conheces alguma testemunha bilionaria é porque trabalha e nao come do pao da preguiça…agora se fores ver onde vive o chefe dos catolicos isso sim nao falta luxo ou onde vive o chefe da IURDE isso sim é luxo ou o chefe dos protestantes e por ai fora tudo a custa dos dizimos e coletas e missas e atc……….
        quando falares pensa bem e nao percas oportunidades para estar calado

    2. Luis disse:

      Recebem sim, os viajantes de circuito, distrito, pioneiros especiais, recebem um valor mensla e um valor anual…

  3. JCLopes disse:

    As Testemunhas de Jeová, NÃO são um segmento cristão….eles NÃO creem que Jesus Cristo é Deus.

    1. Eduardo Pereira disse:

      É preciso estudar não apenas ficar dando ouvido a lideres ligiosos que escondem a verdade de seus fies… A Bíblia é o livro que dar as respostas e todos temos acesso a essas informações.
      Jesus nunca afirmou ser o próprio Deus todo-poderoso. Qualquer leitura imparcial da Bíblia, sem conceitos preconcebidos sobre a Trindade, confirmará isso. Por exemplo, em João 3:16 Jesus disse: “Porque Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito.” Apenas dois versículos mais adiante Jesus disse novamente que era o “Filho unigênito de Deus”. (João 3:18) Quando os judeus acusaram Jesus de blasfêmia, ele respondeu: “Dizeis a mim, a quem o Pai santificou e mandou ao mundo: ‘Blasfemas’, porque eu disse: Sou Filho de Deus?” (João 10:36) Jesus não disse que ele era ‘Deus, o Filho’ mas sim que era “Filho de Deus”.
      Quando Jesus morreu, até mesmo os soldados romanos que ali estavam sabiam que Jesus não era Deus: “O oficial do exército e os que com ele vigiavam sobre Jesus, quando viram o terremoto e as coisas que aconteciam, ficaram com muito medo, dizendo: ‘Certamente este era o Filho de Deus.’” (Mateus 27:54) Eles não disseram ‘este era Deus’ ou ‘este era o Deus Filho’, porque Jesus e seus discípulos ensinaram que Jesus era o Filho de Deus, não o Deus Todo-poderoso em forma humana.
      O próprio Deus atestou que Jesus era seu Filho amado, conforme o escritor bíblico Mateus registrou concernente à ocasião em que Jesus foi batizado. (Mateus 3:17) Outros escritores bíblicos registraram a mesma coisa. Marcos escreveu: “Uma voz saiu dos céus: ‘Tu és meu Filho, o amado; eu te tenho aprovado.’” (Marcos 1:11) Lucas disse: “Uma voz saiu do céu: ‘Tu és meu Filho, o amado; eu te tenho aprovado.’” (Lucas 3:22) E João, o Batizador, que batizou a Jesus, atestou: “Dei testemunho de que este [Jesus] é o Filho de Deus.” (João 1:34) Assim, o próprio Deus, todos os quatro escritores do Evangelho e João, o Batizador, claramente declaram que Jesus era o Filho de Deus. E algum tempo depois, na transfiguração de Jesus, algo similar aconteceu: “Uma voz [de Deus] saiu da nuvem, dizendo: ‘Este é meu Filho, aquele que foi escolhido. Escutai-o.’” — Lucas 9:35.
      Nesses relatos, estava Deus dizendo que ele próprio era seu filho, que ele enviou a si mesmo e que aprovou a si mesmo? Não, Deus, o Pai, o Criador, estava dizendo que ele enviara seu Filho Jesus, uma outra pessoa, para fazer a obra de Deus. Assim, em todas as Escrituras Gregas a frase “Filho de Deus” é usada para referir-se a Jesus. Mas, nenhuma vez sequer vemos a expressão ‘Deus Filho’, porque Jesus não era Deus todo-poderoso. Ele era o Filho de Deus. São duas pessoas diferentes, e nenhum “mistério” teológico pode mudar esta verdade.

      Entretanto é importante que mesmo para aqueles que não consegue entender essa verdade leem 2 Corintios 4:4

  4. JCLopes disse:

    As Testemunhas de Jeová, NÃO são um segmento cristão….eles NÃO creem que Jesus Cristo é Deus.
    Abraços…

  5. ESTA ESCRITO disse:

    VOCE QUIZ DIZER, ZEUS, O PAI IESUS CHRIST!!!!KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK…

  6. Pastor Medina disse:

    SALMO 91.9-16
    DEUS O NOSSO SALVADOR
    Você fez do SENHOR Deus o seu protetor e, do Altíssimo, o seu defensor; por isso, nenhum desastre lhe acontecerá, e a violência não chegará perto da sua casa. Deus mandará que os anjos dele cuidem de você para protegê-lo aonde quer que você for. Eles vão segurá-lo com as suas mãos, para que nem mesmo os seus pés sejam feridos nas pedras. Com os pés você esmagará leões e cobras, leões ferozes e serpentes venenosas. Deus diz: “Eu salvarei aqueles que me amam e protegerei os que reconhecem que eu sou Deus, o SENHOR. Quando eles me chamarem, eu responderei e estarei com eles nas horas de aflição. Eu os livrarei e farei com que sejam respeitados. Como recompensa, eu lhes darei vida longa e mostrarei que sou o seu Salvador.”

  7. Tompson Rogério Vieira disse:

    Muitas igrejas da cristandade ensinam que Deus é uma Trindade, composta de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo.

    O Evangelho de Mateus conta que, depois de Jesus ter sido batizado, “houve uma voz dos céus, que disse: ‘Este é meu Filho, o amado, a quem tenho aprovado.’ ” (Mateus 3:16, 17) Jesus Cristo é o Filho de Deus.

    As Escrituras inspiradas dizem a respeito de Jeová: “De tempo indefinido a tempo indefinido, tu és Deus.” (Salmo 90:2) Ele é o “Rei da eternidade” — sem princípio nem fim. (1 Timóteo 1:17) Jesus, por outro lado, é “o primogênito de toda a criação”, “o princípio da criação de Deus”. (Colossenses 1:13-15; Revelação 3:14) Referindo-se a Deus como seu Pai, Jesus disse: “O Pai é maior do que eu.” (João 14:28) Jesus explicou também que havia algumas coisas que nem ele, nem os anjos sabiam, e que eram conhecidas apenas por Deus. (Marcos 13:32) Além disso, Jesus orou ao Pai, dizendo: “Ocorra, não a minha vontade, mas a tua.” (Lucas 22:42) A quem orou, se não a um Ser superior a ele? E foi Deus quem ressuscitou Jesus da morte, não o próprio Jesus. Atos 2:32.

    Biblicamente, portanto, Jeová é o Deus Todo-Poderoso, e Jesus é seu Filho. Os dois não eram iguais antes de Jesus vir à Terra ou durante a vida terrestre dele, nem tornou-se Jesus igual ao Pai depois de ter sido ressuscitado para o céu. (1 Coríntios 11:3; 15:28) Conforme vimos, a chamada terceira pessoa da Trindade, o espírito santo, não é uma pessoa. Antes, é uma força que Deus usa para realizar o que deseja. Por isso, a Trindade não é um ensino bíblico.* “Jeová, nosso Deus, é um só Jeová”, diz a Bíblia. — Deuteronômio 6:4.

    Deveras, “há muitos ‘deuses’ e muitos ‘senhores’ ”, declara a Bíblia. Mas, ela acrescenta: “Para nós há realmente um só Deus, o Pai, de quem procedem todas as coisas.” (1 Coríntios 8:5, 6) Sim, há apenas um só Deus verdadeiro. Mas quem é ele? Como é ele? É importante sabermos as respostas a essas perguntas. O próprio Jesus disse em oração a Este: “Isto significa vida eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro, e daquele que enviaste, Jesus Cristo.” (João 17:3) Há motivos para crer que o nosso bem-estar eterno depende de sabermos a verdade a respeito de Deus.

    O Deus verdadeiro escolheu para si um nome — Jeová (ou Javé, como usado na tradução católica Pastoral e a forma preferida de alguns eruditos modernos). As Testemunhas de Jeová não inventaram o nome “Jeová”. Séculos atrás, o nome de Deus já era traduzido dessa maneira em muitas línguas não bíblicas, incluindo o português, o inglês e o alemão. Infelizmente, alguns tradutores modernos substituíram o nome divino por títulos como “Deus” e “Senhor”, mostrando assim grande falta de respeito pelo Autor da Bíblia. Esse nome o diferencia dos deuses falsos. (Salmo 83:18) A forma hebraica do nome divino aparece cerca de 7 mil vezes no texto original das Escrituras. Destacando a importância desse nome, Jesus disse em sua oração modelo: “Santificado seja o vosso nome.” (Mateus 6:9, Centro Bíblico Católico) Deus exige adoração exclusiva, e com toda razão. Por isso, as Testemunhas de Jeová não usam ícones ou imagens em sua adoração. 1 João 5:21.

    Será que a identidade de Deus precisa ser “um mistério muito profundo”? Para Jesus não era. Numa oração ao seu Pai, Jesus fez uma clara distinção entre ele e seu Pai, quando disse: “Isto significa vida eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro, e daquele que enviaste, Jesus Cristo.” (João 17:3) Se acreditarmos nessas palavras de Jesus e entendermos os ensinos claros da Bíblia, nós o respeitaremos pelo que ele realmente é: o Filho divino de Deus. E adoraremos a Jeová como “o único Deus verdadeiro”.

  8. joao disse:

    segmento cristão??? nossa vcs precisam pesquisar um pouco antes de postar as noticias…

  9. Moysés Magno disse:

    Os chamados “testemunhas” pertencem a uma seita cujas doutrinas,inventadas por Charles Taze Russell,são heréticas e antibíblicas! Não conhecem Bíblia mas memorizam versículos,pinçados da Palavra,para enganar os incautos!

    1. paulo disse:

      Apostasia ??????sabes o que é ???? tenho pena das tus consequencias

  10. Afrânio disse:

    A Cada dia a tal organização vem perdendo inúmeros adeptos póis os membros da organização , estão acordando do profundo sono e buscand o de forma independente a verdade, com isto a casa da organização vem se esvasiando em alta escala; milhares de adeptos já cansaram de encontrar tantas contradições que já não aguentam mais, as Assembleias de de Deus no BRASIL E OUTRAS , ESTÃO RECEBENDO MILHARES DE EX ADEPTOS EM SUAS IGREJAS.

  11. Renato Paúra disse:

    ESTÁ ESCRITO

    Há vários dias venho observando os seus deboches para nós que cremos e Deus e em Jesus Cristo. Você poderia me dar base bíblica para debochar de nossa fé?

  12. Renato Paúra disse:

    Tompson Rogério Vieira

    Vejo que você é um TJ. Respeito a sua decisão de seguir a religião que quiser. Mas, já que você entrou na questão doutrinária acerca da Trindade, negando a divindade de Jesus Cristo e a pessoa do Espírito Santo, então você nos deu margem para discordar de você e colocar as provas bíblicas dessa doutrina que desde Gênesis a Apocalipse são muito claras.

    No Antigo Testamento, a palavra “Deus”, vem da raiz hebraica ELOHIM (im está no plural), e, pelo fato de na criação e ação de Deus, dele sempre se apresentar na terceira pessoa do plural, como por exemplo Gn 1.26; Gn 3.22; Gn 11.7, isto nos leva a crer na Trindade. Outro fator interessante se encontra em Dt 6.4 que diz: “Ouve, Israel, o SENHOR nosso Deus é o único SENHOR”. No texto hebraico, Deus é a tradução de Elohim. Mas, se Elohim está no plural, como pode ser único? Trata-se de uma unidade composta. Por exemplo, quando Deus juntou o homem e a mulher, disse que serão ambos uma só carne (Gn 2.24). Outro exemplo se trata da igreja que sendo muitos membros se tornam um só corpo (1Co 12.12,13).

    Você não crêem na Trindade, porém pregam um deus limitado, um deus ladrão, um deus enganador e um deus derrotado. Vejamos:

    a) Um deus limitado
    Ao mesmo tempo em que eles falam que Deus é Todo-Poderoso, eles também ensinam que esse mesmo Deus não é Onisciente.
    No livro Raciocínio a Base das Escrituras, na página 117 tem um subtítulo que diz:

    “Quando Deus criou Adão, será que sabia que Adão ia pecar?”
    E ainda diz:

    “Incentivaria seus filhos a empreender um projeto com um futuro maravilhoso, sabendo de início que estava destinado ao fracasso? Avisaria sobre um dano, sabendo ao mesmo tempo que você havia planejado tudo de modo que certamente lhes resultaria em aflição? É, pois, razoável atribuir isso a Deus?”

    Nenhum escritor bíblico atribuiu a Deus a culpa do pecado no mundo. E, tanto é que Deus sabia, que, antes mesmo da fundação do mundo, Deus já havia providenciado o sacrifício de seus filhos (Ap 13.8). Deus, quando criou o homem, criou-o com capacidade de raciocinar, de agir voluntariamente, de satisfazer suas vontades – esses atributos chamam-se livre arbítrio. Portanto, quando o homem desobedeceu a Deus, agiu com consciência e voluntariamente. E Deus não foi pego de surpresa como vocês insinuam.

    b) Um deus ladrão
    Para negar a ressurreição corporal de Cristo, veja o que vocês dizem:
    “Então, que aconteceu com o corpo carnal de Jesus? Não encontraram os discípulos o seu túmulo vazio? Sim, porque Deus removeu o corpo de Jesus… Jeová achou bom remover o corpo de Jesus” (Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra – pág. 144).

    Se seguirmos o raciocínio de vocês, então os sacerdotes estariam certos quanto ao roubo do corpo de Jesus, mas estariam enganados quanto ao autor do roubo. Seriam os apóstolos. Não seria Deus (Mt 28. 12,13). Negar a ressurreição corporal de Cristo é pregar um outro evangelho. É anátema (Gl 1.8,9).
    c) Um deus enganador
    Ainda em relação ao corpo de Cristo, vocês alegam que Jesus usava como disfarce um outro corpo com as marcas de ferimentos. Vejamos:

    “Embora aparecesse a Tomé num corpo similar ao que fora morto, ele assumiu também corpos diferentes ao aparecer a seus seguidores. De modo que Maria Madalena de início pensou que Jesus fosse um jardineiro. Em outras ocasiões seus discípulos não o reconheceram logo” (Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra – pág. 145).

    Em nenhum momento Jesus disse que se materializava em outro corpo (Jo 20.27-29). Com relação à Maria Madalena, ela não o reconheceu porque estava escuro (Jo 20.1). Maria só reconheceu a Jesus depois que ele a chamou pelo nome (Jo 20.16).
    E o que dizer dos dois discípulos que estavam a caminho de Emaús? Aqueles discípulos de início não reconheceram a Jesus porque “os olhos deles estavam como que fechados” (Lc 24.16). Mas quando os seus olhos foram abertos, eles o reconheceram (Lc 24.31). Não era o corpo de Jesus que estava disfarçado; eram os olhos dos discípulos que estavam encobertos.
    Por isso que as Testemunhas de Jeová pregam um “deus” enganador, pois a doutrina jeovista diz que Deus enganou os discípulos com um falso corpo ressurreto de Jesus e com as mesmas marcas da crucificação.

    d) Um deus derrotado
    No capítulo 4 do livro de Daniel é relatado que o rei Nabucodonosor teve um sonho de uma grande árvore. As Testemunhas de Jeová dizem que esta árvore representava o Reino de Deus. Vejamos:

    “Assim, de um modo mais importante, esta árvore, cuja altura chega ao céu, passa representar o reinado supremo de Deus… Mas, como e quando foi ‘cortado’ o reinado de Deus? De modo que o reinado de Deus, conforme representado pela ‘árvore’, foi cortado em 607 A.E.C.” (Poderá Viver Para Sempre no Paraíso na Terra, págs. I39, 140).

    Dizer que o Reino de Deus foi cortado e caiu, é atribuir vitória de Satanás sobre Deus, que é o único que tem interesse em tomar o seu trono (Is 14.13,14). O único reino que foi derrubado foi o reino de Satanás (Lc 10.18).
    Em nenhum momento a Bíblia diz que a árvore do sonho de Nabucodonosor seja o Reino de Deus. Está bem clara que a árvore simboliza o próprio Nabucodonosor (Dn 4.20-22). E todo sonho se cumpriu literalmente na vida do rei (Dn 4.28-33).

    Quanto a divindade de Jesus Cristo, vejamos:
    Em João capítulo 5, Jesus havia curado um paralítico no sábado, e, por isso, os judeus procuravam matá-lo. Em resposta, Jesus dizia: “Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também” (Jo 5.17). E os judeus procuravam matá-lo ainda mais, pelo fato de não só quebrar o sábado, mas também de dizer que Deus era seu Pai, fazendo-se igual a Deus (v.18). Daí surge à pergunta: Jesus era igual a seu Pai? Vamos observar que na resposta de Jesus, em cinco ocasiões ele mostra igualdade com o Pai:

    Igual no trabalho – “… o Filho por si mesmo, não pode fazer coisa alguma, se o não vir fazer o Pai; porque tudo quanto ele faz, o Filho faz igualmente” (v.19).

    Igual na ressurreição – “Pois, assim como o Pai ressuscita os mortos, e os vivifica, assim também o Filho vivifica aqueles que quer” (v.21).

    Igual no juízo – “E também o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo” (v.22).

    Igual em honra – “Para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou” (v.23).

    Igual em eternidade – “Porque como o Pai tem a vida em si mesmo, assim deu também ao Filho ter vida em si mesmo” (v.26).

    Quanto a pessoa do Espírito Santo que vocês negam, vejamos que O Senhor Jesus, várias vezes se refere ao Espírito Santo com pronomes pessoais, como: aquele, ele (Jo 16.8,13,14). Uma força não tem esses pronomes.
    Outra razão que mostra a personalidade do Espírito Santo são seus atributos. Ele Consola (Jo 14.16-17); fala (At 28.25); intercede (Rm 8.26,27); tem sentimentos (Ef 4.30); inspira (2Pe 1.21); ensina (Jo 14.26); orienta (At 16.6-7), etc.
    Esses são os atributos pessoais. Porém, quanto aos atributos divinos são: Ele é Eterno (Hb 9.14); é Onipresente (Sl 139.7-10); é Onipotente (Lc 1.35); é Onisciente (1Co 2.10-11); é Criador (Jó 33.4; Sl 33.6; 104.30). Uma força não tem atributos pessoais e muitos menos divinos.

  13. Luiz Alberto Araújo Bezerra disse:

    É, todos pregam que o dinheiro é a raiz de todo mal, mas não querem ficar sem essa raiz!
    Quando passei 13 anos (1980-1993) sendo testemunha de Jeová, as coisas eram mais fácil pra Torre de Vigia, pois nós sai vendendo os livros e as revistas sem nenhum ganho. Agora enventaram de não cobrar mais pelas literaturas, a tendência é fracassar mesmo!

    1. gs silva disse:

      la nao se vende nada meu caro voce deve ta falando de outras organizacoes as obras sao mantidos por donativos voluntarios saiu de la por que queria ficar rico foi saiba que o diabo da e tira se fosse obra de homens fracaria maz nao e

  14. carlos leonidio da silva disse:

    O Senhor Jesus estando na carne e se humilhou, veja o que diz Filipenses 2::8 a 11 ; a sí mesmo se humilhou, tornando-se obediente até a morte e morte de cruz. Pelo que também DEUS o exaltou sobremaneira e lhe deu O NOME QUE ESTÁ ACIMA DE TODO O NOME, para que ao NOME DE JESUS, se dobre todo o joelho , nos ceus na terra e debaixo da terra, e toda lingua confesse que JESUS CRISTO, É O SENHOR PARA GLÓRIA DE DEUS PAI.

    1. Antonio disse:

      Filipenses 2:6 – nunca quiz ser igual a Deus, portanto, nao é o Deus Todo Poderoso Jeova. Como vc mesmo disse, tornou-se obediente até a morte – obediente a quem? A Deus seu pai, portanto não é o mesmo Deus Todo ´Poderoso Jeová. João 14: 28 Jesus disse, apos ser ressucitado: …. vou embora para o Pai, porque o `Pai é MAIOR do que eu”. Abram os olhos e enchergarão o que a Biblia diz

  15. Lucas disse:

    Eu realmente gostaria de entender como chegou na discussão se eles são seita ou não, se cristãos ou não. Não é esse o assunto da matéria. Que povo que gosta de malhar alguém. Meu Deus. Eles prestarão sua devida conta com Deus, parem de entrar em discussões que não levam a lugar algum.

  16. brb disse:

    Seria muito bom que as testemunhas de JEOVA cressem no que esta escrito nas ESCRITURAS SAGRADAS eles são incredulos

  17. brb disse:

    Em lugar nenhum na Biblia dis que o dinheiro e a rais de toda especie de males. mais sim que o amor ao dinheiro e sim a rais de toda especie de males esses TJ precisa e cre na veracidade da palavra de DEUS

  18. leaquim do prado disse:

    Não sou das TJs.porém lá no princípio,muita coisa ficou sem explicação,por exemplo: a)sendo Deus Onisciente,como pôde criar um ser angelicalque logo iria desobedecê-lo.
    b)quando amarrou parte do 1/3dos demônios,já não amarrou todos juntos com o demônio maior
    (lúcifer)?
    c)Porquê deportar o diabo,justamente pro Jardim do édem?
    d)E porquê deixar Adão e Eva, a só com o demo?
    Por analogia , eu vejo um pai colocando 1 casal de filhos numa jaula,com o leão lá dentro.
    Isso ,realmente é ininteligível.

  19. telmo flores disse:

    ahahhaha, não fala besteira, a Torre de Vigia é uma das instituições mais ricas do meio religioso, vendendo através dos otários suas revistinhas e publicações cheias de invenções de homens divorciados da verdade

  20. Ramon disse:

    HAHAHA, Muita gente aí se achando o inteligentão, ”sabe tudo de Testemunhas de Jeová”, mas nunca foi atras da versao delas sobre os fatos, se voce le livros e ouve pessoas que só falam mal das Testemunhas de Jeová, acha que vai ouvir o que a respeito delas? Se informe, veja os dois lados e depois tire suas conclusoes. O MAIS IGNORANTE É O QUE SE ACHA O MAIS ESPERTO!

  21. Alexei disse:

    Caros irmãos,

    Por favor, não entrem em atrito com esses senhores. O escravo do senhor não precisa lutar. Vamos continuar fazendo nosso trabalhao mesmo sob o desdém daqueles que nos desprezam. Calmamente, silenciosamente (com dignidade) não vamos permitir que afrontas nos façam parar.
    Não precisamos nos sujar com debates desrespeitosos, nem precisamos nos afundar na política, no comércio desmedido nem na alienação religiosa que vem assolando o meio religioso.
    Se querem nos atingir, saibam que da mesma forma tentaram fazer com nosso líder, Jesus. Lucas 6:26 nos diz que deveríamos ficar preocupados se tais pessoas estivessem nos elogiando. Ai sim, deveríamos estar de fato, profundamente amargurados.

  22. JCLopes disse:

    Alexei…eu ia lhe dar uma boa resposta, mas desisti.

    Quer dizer que Jesus Cristo é seu líder???

    Saiba que Ele (Jesus Cristo) é meu SALVADOR, SENHOR E DEUS!!!

  23. Salomão disse:

    Existe alguns TJs que descobre que existe vida fora do araial da torre de vigia, assim eles acabam se livrando “famoso corpo governante, onde eles não tem o direito de questionar nada nem ler outras literaturas com medo que eles decubram a verdade

  24. Jairo disse:

    E daí que as Testemunhas de Jeová vão pedir “contribuições” por meio de cartão de crédito ou débito? Desde a primeira igreja existente até os dias de hoje com suas centenas de igrejas criadas e a cada dia surge uma nova, é feita a cobrança de dizimos ou de contribuições.
    É revoltante assistir a programas religiosos na TV, aparecendo uma tarja dizendo:
    Seja um Parceiro, adquira seu carne;
    Envie suas doações para;
    Contribua e ajude-nos a manter esse programa… e por aí adiante.

    Agora me digam, é realmente necessário aos olhos de Deus um pastor ter uma propriedade de Milhões de reais, com milhares de cabeça de gado, enquanto o pobre frequentador da igreja trabalha por um salário mínimo e as vezes mora em um barraco de 4×4?.

    Na boa, só não sigo nenhuma religião porque nenhuma presta. E nem mesmo a sua! Me diga a religião que segues que te direi os crimes que a mesma pratica.

    Até mesmo as religiões que não cobram ajuda financeira não praticam o bem absoluto.

    Jesus pregava ao ar livre, debaixo de arvores, no meio da rua. Precisamos mesmo hoje em dia ter um templo equivalente a 3 ou 4 estádios de futebol?

    Dizia um ex-pastor conhecido:

    “…Quanto maior o templo e espaço, maiores serão as doações…”

    E os fins justificam os meios. A religião vai ganhar um CNPJ, pois não se trata mais de uma aglomeração de fiéis, mas sim de um negócio altamente lucrativo.

    Não faça faculdades de engenharia, medicina, advocacia e etc, estude para ser Pastor, Padre, Bispo, Ministro… e compre uma bela fazenda do tamanho de uma cidade. :)

  25. JOSÉ ADILSON disse:

    DURANTE DÉCADAS VI OS FOLHETOS DOS TJ TRAZENDO UM TEXTO, NO RODA PÉ DO FOLHETO: NÃO FAZEMOS ARRECADAÇÃO. AGORA ESTÃO EXPERIMENTANDO PEDIR OFERTAS PARA A MANUNTENÇÃO DOS EVENTOS. É QUE NA VERDADE, OS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ ESTÃO AOS POUCOS VIVENCIANDO A REALIDADE RELIGIOSA DOS ÚLTIMOS TEMPOS. MUITOS ESTÃO ABANDONANDO O SALÃO DO REINO PARA CONGREGAR EM VÁRIAS DENOMINAÇÕES EVANGÉLICAS, TAIS COMO ASSEMBLÉIA DE DEUS, UNIVERSAL, BATISTA, MUNDIAL, PAZ E VIDA ENTRE OUTRAS. ELES ESTÃO SE REDUZINDO CADA VAZ MAIS. DURANTE DEZENAS DE ANOS SE IMPORTAVAM TÃO SOMENTE EM INFORMAR QUE O VERDADEIRO NOME DE DEUS É JEOVÁ E NÃO JESUS. NÃO ACEITAM JESUS VINDO EM CARNE POR CAUSA DO ESPÍRITO ANTICRISTO. A BÍBLIA NOS RELATA SOBRE OS FALSOS CRENTES, QUE NEGAM JESUS VINDO EM CARNE, E AINDA NOS ADVERTE QUE NEM DEVEMOS DAR BOAS VINDAS PARA NÃO PACTUARMOS COM OS SEUS PECADOS. PORÉM, POR MOTIVOS DE CORTESIA, ACABAMOS NÃO SÓ DANDO BOAS VINDAS COMO TAMBEM DANDO OUVIDOS AS SUAS PREGAÇÕES INDAGATIVAS.ELES NÃO ANUNCIAM JESUS. QUEREM APENAS DEBATER E ENSINAR AS DOUTRINAS ANTICRISTÃS. ELES FALAM DE JESUS, MAS COMO UM PROFETA QUALQUER COMO FOI MOISÉIS.

    1. gs silva disse:

      amigo voce ta muito equivocado primeiro as testemunhass de jeova nao nega jesus porque ele ea principal pedra angular segundo quem sai da organizaçao e porque nao aceita a verdade vai pra onde e toleravel a ipocrisia terceiro a pregaçao de casa em casa foi o proprio jesus que iniciou a obra quarto se voce pesquisar vai ver que eo povo que crece mais nesses ultimos dias

  26. Ej disse:

    1º Neste mundo tecnológico em que vivemos, tudo se renova, este método usado pelas Testemunhas de Jeová foi realmente muito bom. Existem muitas pessoas que não andam com dinheiro no bolso, até mesmo por segurança, esse novo método que eles adotaram foi simplesmente para ajudar essas pessoas que não andam com dinheiro e querem fazer seus donativos, mas com um porém, de coração, ninguém as obriga ou passa “sacolinhas” para pegar dinheiro, tudo é voluntário, de coração.

    Hoje, as pessoas não tem o que fazer, apenas pensam em criar polêmicas e futricas

    1. Jorge disse:

      Porque vcs só falam mal da TJ? Eu prefiro uma testemunha de Jeová com vizinho do que um evangelico gritão!

  27. marco disse:

    40% DE TODAS AS TESTEMUNHAS DE JEOVA VIERAM DAS IGREJAS EVANGELICAS ,E SEGUNDO TODOS OS DADOS E NUMEROS CONHECIDOS TANTO DE FONTE OFICIAL OU OUTRA ELAS ESTAO CRECENDO EM TODO MUNDO SENDO QUE ALGUNS PAISES COMO MEXICO, ITALIA,ESPANHA, POLONIA,PORTUGAL E OUTROS JA SAO A SEGUNDA MAIOR RELIGIAO DEPOIS DO CATOLICISMO

  28. evang disse:

    va se corverter vc precisa de JESUS em sua vida!

  29. MALAFAIA EU TENHO7ANOS ESTOU CONTIGO, DEUS TE GUARDE

    1. Anny Rosy disse:

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk essas pessoas não tem vergonha de usar criança pra defender um salafrario!!! aqui o assunto são os tj.não tem nada aver com esse pilantra chamado $ila$$$ conta bancaria!!

    2. Layse Lopes disse:

      n estao usando criançao,elas dao os donativos por vondade propria,por amor a jeova ,eu sei disso pq eu sou estudande e meus pais sao testemunhas de jeova.e o q nos fazemos é em agrado a jeova

  30. Isabel Silva disse:

    qual o problema em da donativo com cartão de credito? ñ entendi…

    1. Marcelo Lima disse:

      A BIBLIA TBM DIZ NÃO VAI ALEM DO QUE ESTA ESCRITO…………

    2. Marcelo Lima disse:

      A SEGUNDO A PEDRO CAP 1 VERSICULOS DO 2 AO 4 NOS DA COM CLAREZA A VERDADEIRA ATITUDE QUE OS CRISTÃO DEVEM TER. ABIBLIA TBM FALA QUE NÃO DEVEMOS IR ALEM DO QUE ESTA ESCRITO, PORQ? EM 2 A PEDRO3:3 LA DIZ QUE AVERIA NOS ULTIMOS DIAS RIDICULARIZADORES COM SEUS ESCARNIOS SEGUNDO SEUS PROPRIOS DESEJOS . PORTANTO NÃO DEVEMOS TER COMPORTAMENTOS COMO TEM OS DAS NAÇÕES……..

  31. Religião falsa falando da verdadeira… Depois de tanto rico alimento espiritual (o que só as Testemunhas de Jeová proporcionam) é um dever cristão contrubuir pelas despesas de quem a usufruiu. O que me diz da pobre viúva que lançou tudo que tinha para ajudar nas despesas do templo. Jesus estava sendo um mercenário ao dar esse excelente exemplo? 2 Coríntios 9:7 diz que Deus ama o dador animado. Por isso as contribuições são voluntárias e cada um dá aquilo que pode, seja por meio de dinheiro físico, cartão, no fundo é tudo a mesma coisa. Por isso esse artigo é tão infundado, quanto quem escreveu.

  32. Muitos religiosos no passado, foram contra Jesus cristo, Baterão, cuspirão, usarão o povo para libertar um mau feitor na época da pascoa e o povo se deixou levar, por fim matarão Jesus. Se vocês observarem , não e o que fazem com as TESTEMUNHAS DE JEOVÁ? Alguns fala e outros vão atras. E Você o que acha? querem ser como os lideres religiosos que matarão Jesus ou querem pesquisar e saber a verdade? Leia a Bíblia e descubra a verdade!

  33. Você não deve julgar este povo, dizendo que fazem seu serviço pressionado e não por amor a Deus, pois este é um serviço voluntário.QUEM TE CONSTITUI JUIZ PARA VOCÊ FAZER TAL JULGAMENTO? COM O JULGAMENTO COM QUE TU JULGAS, SERÁS JULGADO? PENSA, ANTES , DE FALAR BESTEIRA, HO! INSENSATO!

  34. janderson oliveira disse:

    ridículo, nao existe outra religiao no mundo q seja totalmente financiada por donativos, apenas as testemunhas de jeová.apesar disso as nossas publicaçoes como a revesta a sentinela, é a mais distribuida no mundo, mesmo nao custando nada. nao se cobra dízimo e nenhum membro recebe qualquer salario, os q servem por tempo integral recebem uma ajuda de custo q nao passa de 300 reais.
    as outras religioes chamam de ceita as testemunhas de jeova, mas nao levam em consideracao o significado dessa palavra.

  35. janderson oliveira disse:

    noi inicio desse século eramos menos de 5 milhoes, hoje as testemunhas de jeová ja chegam a mais de 8 milhoes batizados. em vez de ficar falando mal da religiao q mais prega de casa em casa no planeta deviam esta fazendo o mesmo.

    1. Paulo Jorge disse:

      Criticar e bom, porque so ajudam a crescer muito tanto em sentido religioso como cientifico so que as criticas devem ser construtiva e deve-se falar com propriedades quando questionamos um assunto e ter a vontade de aprender sempre com os outros pois toda religiao por mais simples que seja tem sempre algo de bom para aprendermos.e assuntos religiosos sao os assuntos mais importantes que existem uma ves que a vida num paraiso vai depender do conhecimento que soubermos sobre a biblia e a aplicaçao das leis e principio da biblia por isso meus irmaos levam a serio avossa relaçao com Deus visto que o bem mais precioso de todo universo em ves de ficarem a debater assuntos sem propriedades e com mente vasia convem serem humildes e pesquisarem mais a biblia para farem com mais propriedades baseiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

  36. Addy Holder disse:

    Interessante é que todas as notícias de supostos escândalos na Organização das TJ vêem sempre de fontes evangélicas ou de ex-membros desassociados………Nunca da mídia, nunca se vê nada contra eles em telejornais, revistas e demais fontes neutras religiosamente falando.

    Por que será que os católicos e evangélicos estão todos os dias na TV, no rádio, em jornais e revistas com escândalos de todos os tipos, principalmente financeiros e sexuais enquanto que não se ouve falar nada das TJ nesses veículos de comunicação?

    são 7 milhões de membros no mundo todo…….é muita gente pra fazer escândalo dignos de manchetes e…….nada????

    estranho…e olha que temos canais televisivos evangélicos e nem mesmo eles denunciam nada…..será que é medo de eventuais processos?

    vai saber…

  37. noberto disse:

    A divindade de Cristo é algo tão evidente, que, ainda no Antigo Testamento é revelada, sobretudo, alguns grupos religiosos contrariam este princípio bíblico e até apresentam citações das Escrituras, e neste estudo, iremos analisar as passagens por eles apresentadas.

    Ainda no Antigo Testamento, encontramos a seguinte declaração:

    “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será Maravilhoso Conselheiro, Poderoso, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” Isaías 09:06.

    Após lermos este versículo, qualquer dúvida da divindade de Cristo é anulada, pois o texto diz claramente que Ele é Deus. Sobretudo, as testemunhas de Jeová, conseguiram arrumar uma colocação: Admitem que Jesus é Deus, sobretudo, o colocam como “um deus”, e quanto a passagem analisada, dizem que Jesus é Deus Poderoso, e não Todo-Poderoso.

    Este argumento é muito fraco, visto que no próximo capítulo de Isaías, Jeová também é apresentado como Deus Poderoso:

    Isaías 10:21 “Os resíduos se converterão, sim, os resíduos de Jacó, ao Deus Poderoso”

    Logo, o texto de Isaías 09:06 exalta sim Cristo como Deus.

    Com isso, já refutamos um argumento usado pelas testemunhas, após isso, é possível que elas mostrem Mateus 28:18, para indicar que só Jeová tem Todo-Poder, analise conosco:

    “E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.” Mateus 28:18.

    Com isso, as testemunhas perguntam: Quem deu todo poder a Jesus? Jeová. Então, quem tem todo poder é Jeová, dizem elas.

    Talvez, uma pessoa a qual desconheça os princípios bíblicos, acredite nisso, sobretudo, ao voltarmos para o livro de Isaías, encontramos a afirmação de Jeová:

    “Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor, às imagens de escultura.” Isaías 42:08.

    Logo, perguntamos: Jeová divide ou não a sua glória com Jesus? Se Ele divide, isso indica claramente que Jesus é Deus, e no versículo de Mateus 28:18, Jesus disse que tem todo poder, logo, Ele é Todo-Poderoso!

    Com isso, a testemunha pode perguntar: Deus deu poder a si mesmo? Quem está em contradição, são as testemunhas, pois em Isaías 42:08, diz claramente que Jeová não divide a glória Dele com outrem, mas, a Bíblia diz claramente que Jesus é glorificado pelo próprio Pai (Atos 03:13/ Hebreus 05:05/ João 08:54). Logo, se Jeová dá a glória Dele a Jesus, isso indica claramente que Jesus não é outro “deus”, mas o próprio Deus! Quanto a pergunta, de que se Deus deu glória a si mesmo: Tal pergunta é infundada por pessoas as quais não crêem na Trindade, logo, em Mateus 28:18, vemos o Pai dando Todo-Poder a seu Filho que por Ele foi glorificado. Se não crermos na Trindade, teremos que admitir a existência de dois (ou três) deuses, dois criadores, dois salvadores, dois todo-poderosos, etc. Sobretudo, Jesus disse que Ele e o Pai são um (João 10:30), e quanto ao Espírito Santo, Ele também é indicado em I João 05:06-07.

    Para provar com todas as letras que Jesus é Todo-Poderoso, leiamos ainda Apocalipse 01:08 “Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-poderoso.”.

    Sendo este texto tão claro, as testemunhas adulteraram a tradução e colocaram: “Eu sou o Alfa e o Ômega, diz Jeová Deus, aquele que é, e que era, e que vem, o Todo-poderoso.” – Só perguntamos: Quando Jeová prometeu que Ele há de vir?

    Aliás, o próprio livro de Apocalipse afirma por diversas vezes que Jesus é o Primeiro e o Último – Apocalipse 02:08 “Ao anjo da igreja em Esmirna escreve: Estas coisas diz o primeiro e o último, que esteve morto e tornou a viver” Vão dizer que este texto refere-se também a Jeová? Quantos primeiros e últimos existem? Se Jeová é o primeiro e o último (Isaías 44:06 e Jesus também é (Apocalipse 02:08) , quantos assim existem? – Logo, quando lemos em Apocalipse 01:08 e diz: “…e que há de vir, o Todo-poderoso…” refere-se a Jesus, ou há dois que estão vindo? Quem prometeu que virá é Jesus – João 14:3 “E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também.”.

    Conclusão – Em Apocalipse 01:08, diz que o primeiro e o último é Todo-poderoso. O próprio livro de Apocalipse nos informa que Jesus é o primeiro e o último (Apocalipse 02:08); Em Apocalipse 01:08 diz que o Todo-poderoso é o mesmo que era, sendo Ele o mesmo. Em Hebreus 13:09 diz que Jesus é o mesmo, e em Malaquias 03:06 diz que o Senhor não muda, logo, se Jesus é o mesmo e é Senhor, Ele é Todo-poderoso, ou há dois que são o mesmo em que não há mudança? – E por fim, Apocalipse 01:08 diz que o Todo-poderoso é aquele que há de vir, e em João 14:03 diz que Jesus é que está por vir. Logo, Jesus é sim Todo-poderoso.

    Deus pode ser tentado? – Outro ponto o qual as testemunhas usam para tentar dizer que Jesus não é Deus, é usarem Mateus 04 (ou Hebreus 04:15), onde diz que Jesus foi tentado, com Tiago 01:13 no qual diz que Deus não é tentado.

    Este argumento parece sólido, mas somente para quem não conhece as Escrituras e sabem que o próprio Jeová foi tentado, e para fundamentar isso, iremos utilizar citações dos próprios livros indicados acima, a saber, Mateus, Hebreus e Tiago:

    “Não endureçais o vosso coração, como na provocação, no dia da tentação no deserto, onde vossos pais me tentaram, me provaram e viram, por quarenta anos, as minhas obras.” Hebreus 03:08-09.

    Este texto diz claramente que Jeová foi tentado por todo o deserto pelos judeus. Leia também Êxodo 17:02, e também Jó 01, passagem tão conhecida.

    Vale também lembrar, que o Espírito de Deus também foi tentado (Atos 05:09). Será que uma “força” pode ser tentada? Lembremos também que em Atos 15:10, diz: “Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais nem nós podemos suportar?”

    Logo, a passagem de Mateus 04, em nada diz que Jesus não é Deus, mas em comparação com Atos 15:10, afirma que eles realmente tentaram a Deus.

    Sobretudo, vamos analisar ainda mais a passagem de Mateus 04, pois ali mesmo também já responde:

    “Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor, teu Deus.” Mateus 04:07.

    Ora, se o mandamento diz para não tentar a Deus, isso indica que Deus pode ser tentado! Logo, o próprio capítulo 04 de Mateus já responde a indagação feita pelas testemunhas, mostrando que a Bíblia responde a si mesma, e que nenhum versículo pode ser pegado fora do contexto.

    E quanto a passagem de Tiago? Tiago também escreveu:

    “Porque qualquer que guardar toda a lei e tropeçar em um só ponto tornou-se culpado de todos.” Tiago 02:10.

    Aquele que tropeça em um só dos mandamentos, tropeça em todos. Já vimos que “não tentar a Deus” é um dos mandamentos, logo, se a pessoa que tropeça num mandamento, tropeça também neste, e tenta ao Senhor Deus, logo, vimos pelos três livros que a Bíblia se revela a si mesma. Sobretudo, há uma pergunta: Deus pode ser tentado, mas como que Tiago disse que não?

    Já vimos que nenhuma passagem da Bíblia pode ser pegada fora do contexto, logo, quando lemos o contexto, percebemo que Tiago está dizendo para ninguém culpar a Deus pelas suas tentações, pois cada um de nós somos tentado pelas nossas próprias concupiscências (Tiago 01:14). Logo, Deus não tenta a ninguém e não é tentado a fazer isso!

    Daquele dia e hora ninguém sabe – Mateus 24:36 “Porém daquele Dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas unicamente meu Pai.” Este versículo, quando apresentado pelas TJ, é na verdade, mais “um tiro que sai pela culatra!”, vejamos: Daquele dia e hora ninguém sabe, mas as TJ já disseram que sabiam da data e ano da volta de Jesus, e dizem que Ele já teria voltado em 1914! Ora, se só o Pai sabe, como elas poderiam saber? Jesus mesmo disse: “E disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder.” Atos 01:07. Como que as TJ ficariam sabendo da volta de Jesus?

    As mesmas testemunhas dizem que Jeová tem a capacidade de predizer eventos, mas de maneira seletiva, isto é, Ele sabe o quer saber, comprovamos:

    “Da mesma forma, Jeová tem a capacidade de predizer eventos, mas a Bíblia mostra que ele faz uso seletivo e com discrição dessa capacidade” (Raciocínios à Base das Escrituras, página 116). Ora, se Jeová faz uso seletivo de predizer eventos, por que Jesus não poderia?

    Vejamos agora o ponto em que elas usam: Nem Jesus sabia do dia e hora. No livro de Apocalipse, encontramos um fato diferente: Apocalipse 19:12 “Os seus olhos são chama de fogo; na sua cabeça, há muitos diademas; tem um nome escrito que ninguém conhece, senão ele mesmo.” Pelo raciocínio das testemunhas podemos dizer que Jeová não é Todo-Poderoso por não saber este nome que só Jesus sabe? – Hoje Jesus sabe sim do dia de sua vinda (João 16:30 e 21:17).

    Por que me chamas bom? – Mateus 19:17 ” E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom, senão um só que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos.” Ora, usar este versículo para dizer que Jesus não seria Deus também não é um raciocínio coerente, pois, estariam as TJ dizendo que Jesus não é bom? Quando Jesus perguntou isso, Ele estava perguntando: “Como você me chama de bom se você não crê que eu sou Deus?” A Bíblia diz que Jesus é bom, e se só Deus é bom, logo, Jesus é Deus: “Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.” João 10:11. Esta citação prova que Jesus é Deus duas vezes: Primeiro – Jesus é bom, e só Deus tem esta bondade; Segundo – Ele é o Pastor, e fazia uma clara referência do Salmo 23:01.

    O Pai é maior do que eu – João 14:28 “Ouvistes o que eu vos disse: vou e venho para vós. Se me amásseis, certamente, exultaríeis por ter dito: vou para o Pai, porque o Pai é maior do que eu.”

    Na ocasião em que Jesus disse isso, Ele estava ainda como Homem, Ele era menor até mesmo que os anjos (Hebreus 02:09), logo, não poderia ser mesmo como o Pai, porém, hoje, Ele não é mais menor que o Pai: “Pelo que também Deus o exaltou soberanamente e lhe deu um nome que é sobre todo o nome” Filipenses 02:09.

    Usam também algumas citações as quais dizem que Jesus foi enviado pelo Pai, e usam o seguinte argumento: “Qual é maior, o enviado ou quem lhe envia?” Este raciocínio não é coerente, se fosse, Jesus seria maior que o poder ativo de Jeová, visto que este foi enviado por Jesus (João 16:07). Ora, será que Jesus (um criatura, segundo as TJ), seria maior que o Espírito Santo (a força ativa de Jeová, segundo as TJ) ? Será que uma criatura seria maior que o poder ativo de Jeová?

    O fato de Jesus ter sido enviado pelo Pai, não indica que Ele era menor que o Pai. Os discípulos, certa vez, enviaram Pedro e João para Samaria (Atos 08:14), seriam Pedro e João menores que os outros discípulos? Paulo e Silas também foram enviados (Atos 17:10). Raciocinemos novamente: Seria Jesus, uma criatura ao ver das TJ, maior que o poder ativo de Jeová? Certamente que não! Mas Jesus enviou o Espírito Santo, e nem por isso Ele é superior ao Espírito de Deus, nem tampouco, o Pai é maior que Ele pelo fato Dele ter sido enviado. Veja também João 15:26, no qual Jesus afirma que Ele realmente seria quem enviaria o Espírito Santo.

    O Unigênito e Primogênito

    Unigênito – Diferente do que pensam as TJ, unigênito não significa o primeiro a ser criado, mas a palavra unigênito, é a junção de duas palavras, a saber: Uni gênito – Único da mesma natureza. Logo, quando a Bíblia diz que Jesus é o unigênito, diz que Ele é o único que tem a mesma natureza do Pai, sendo Ele o Deus verdadeiro (I João 05:20).

    A expressão “unigênito”, analisada à luz do idioma original, monogenê, quer dizer: “da mesma espécie”; “do mesmo gene”; “da mesma natureza”; “igual”. O que significa que Jesus é singular, único com a mesma natureza de Deus. E o próprio Cristo reflete isso de forma clara ao empregar a frase “Filho de Deus”, provocando a ira de seus conterrâneos, que desejaram apedrejá-lo. Afinal, entenderam exatamente o que Jesus quis dizer. Ou seja, que era tão divino quanto o Pai (João 19:07). – Fonte – Bíblia Apologética de estudo.

    Vale ressaltar, que Jesus e o Pai são da mesma natureza, e não excluímos o Espírito Santo, que na Bíblia é tanto chamado de Espírito de Deus, como Espírito de Cristo (Romanos 08:09).

    Primogênito – Colossenses 01:15 e Apocalipse 03:14 – Nestas citações diz que Jesus é o primogênito de toda a criação. Vamos analisar isso no grego: palavra primogênito (do grego PROTOTOKOS) e não e não primeiro criado (que seria PROTOCTISIS) é a que aparece nessa passagem. Significa supremacia, primazia ou preeminência (Col.01:18), (para que em tudo tenha a preeminência). Logo, quando a Bíblia diz que Jesus é o primogênito, não está rebaixando-o, pelo contrário, o exalta, dizendo que Ele é Aquele que tem preeminência (domínio) sobre tudo. A Bíblia diz que Jesus é o primogênito dos mortos (Apocalipse 01:05), não o primeiro a ser criado. Jesus é o primogênito dos mortos, tendo Ele primazia sobre toda a criação (Efésios 01:20-23).

    Usam ainda Provérbios 08:22 “O SENHOR me possuiu no princípio de seus caminhos e antes de suas obras mais antigas.” Traduziram: “O próprio Jeová me produziu…” Querem então dizer que Jesus teria sido criado. Mas, se ler o contexto, descobrirá que fala da sabedoria, logo, se Deus criou a sabedoria, significa que em algum momento Ele não tinha sabedoria? Se Ele não tinha sabedoria, como poderia ter criado? A melhor tradução foi a que apresentei: “O Senhor me possuiu…”

    As TJ dizem que Jeová criou Jesus, e depois Jesus criou as outras coisas, mas a Bíblia diz que Deus criou tudo sozinho – Isaías 44:24 “Assim diz o SENHOR, que te redime, o mesmo que te formou desde o ventre materno: Eu sou o SENHOR, que faço todas as coisas, que sozinho estendi os céus e sozinho espraiei a terra” Se Deus criou tudo sozinho, e se a Bíblia diz que Jesus criou tais coisas (João 01:03), logo Jesus não é criatura, é Criador!

    Um Criador ou dois? – No livro de Isaías enfatiza-se que cada coisa foi criada por Jeová e por mais ninguém: “Assim disse Jeová, teu Resgatador e Aquele que te formou desde o ventre: ‘Eu, Jeová, faço tudo, estendendo os céus por mim mesmo, estirando a terra. Quem estava comigo?’” Isaías 44:24. Agora, no Novo Testamento, somo informados de que tudo foi criado por Jesus: “Todas as coisas vieram á existência por intermédio dele, e à parte dele nem mesmo uma só coisa veio a existência’ João 01:03.

    Como podem ser conciliadas tais declarações bíblicas? Pode alguma doutrina da STV dar resposta ao problema? Responder que Jeová Deus, o Pai, o único Criador, usou Jesus para criar … contradiz a declaração bíblica: “Quem estava comigo?”(Fonte: Livro Desmascarando as seitas, Paulo Romeiro e Natanael Rinaldi, pág. 274-75, CPAD).

    A Bíblia diz que Jesus é o primogênito dos mortos (Apocalipse 01:05), não o primeiro a ser criado. Jesus é o primogênito dos mortos, tendo Ele primazia sobre toda a criação (Efésios 01:20-23).

    O Pai é Deus e Criador – Gênesis 01:01

    O Filho é Deus e Criador – João 01:03/ João 20:28

    O Espírito Santo é Deus e Criador – Jó 33:04/ Salmo 104:30/ Atos 05:03-04 – E os Três são um (I João 05:07-08).

    Deus nunca foi visto – João 01:18/ I Timóteo 06:16 – Este é outro argumento das Testemunhas para tentarem dizer que Jesus não seria Deus, pois Jesus foi visto.

    Vamos analisar a Bíblia toda – “E disse mais: Não poderás ver a minha face, porquanto homem nenhum verá a minha face e viverá.” Êxodo 33:20. Deus então disse a Moisés que este não poderia ver a sua face. Só que também diz: “Falava o SENHOR a Moisés face a face, como qualquer fala a seu amigo…” Êxodo 33:11.

    Abraão: “Apareceu o SENHOR a Abraão nos carvalhais…” Gênesis 18:01.

    Jacó: “Àquele lugar chamou Jacó Peniel, pois disse: Vi a Deus face a face, e a minha vida foi salva.” Gênesis 32:30.

    Isaías 06:05: “Então, disse eu: ai de mim! Estou perdido! Porque sou homem de lábios impuros, habito no meio de um povo de impuros lábios, e os meus olhos viram o Rei, o SENHOR dos Exércitos!”

    Com isso, já respondemos as testemunhas de Jeová, que Deus pode ser visto sim, ou elas vão dizer que Isaías viu Jesus? Se assim disserem, vão ter que assumir que Jesus é o Rei, o Senhor dos exércitos!

    Agora, vamos responder também aos céticos, os quais dizem que há contradições na Bíblia, e provaremos que a Bíblia é a inerrante Palavra de Deus.

    De fato, ninguém nunca viu Deus em sua plena natureza! Mas Jesus Cristo é Deus e Ele foi visto, antes de morrer, e depois de ressuscitar. Veja o fato:

    “Ninguém jamais viu a Deus; o Deus único, que está no seio do Pai, é quem o revelou.” João 01:18.

    Esse versículo deixa claro então a resposta, Jesus é quem o revelou! Abrao viu a Jesus:

    “Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia, e viu-o, e alegrou-se.” João 08:56.

    Logo, provamos duas coisas: Deus não pode ser visto em sua plena natureza, por isso, Jesus esvaziou-se a si mesmo e fez-se homem (Filipenses 02:09), para que assim, Ele revela-se quem é o Pai. Provamos também que Jesus é Deus, pois Abraão viu a Jeová, veja como está na TNM:

    “Jeová apareceu-lhe…Abraão, vosso pai alegrou-se grandemente na perspectiva de ver o meu dia, e ele o viu e se alegrou.” Gênesis 18:01 e João 08:56 – Quem Abraão viu? O Deus Filho!

    Jacó também viu a Jesus – “Tornou Jacó: Dize, rogo-te, como te chamas? Respondeu ele: Por que perguntas pelo meu nome? E o abençoou ali.” Gênesis 32:29.

    Houve também um homem e uma mulher que também deteram o anjo e lhe perguntaram o Nome:

    “E o Anjo do SENHOR lhe disse: Por que perguntas assim pelo meu nome, visto que é maravilhoso?” Juízes 13:18.

    Provando que esse era Jesus:

    “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz” Isaías 09:06.

    Então, Jesus, o Deus Filho, revelou a quem é o Pai, pois Ele e Pai são um (João 10:30).

    Então, esta passagem, como todas as outras, apresentadas pelas testemunhas, em nada diminui a Jesus, pelo contrário, quando fazemos uma análise bíblica mais profunda, constatamos que o versículo está exaltando a Jesus, e provando que Ele é Deus.

    Agora, vamos ler passagens, as quais dizem com todas as letras que Jesus é Deus:

    “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” Isaías 09:06.

    “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” João 01:01.

    “Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu!” João 20:28.

    “E sabemos que já o Filho de Deus é vindo e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.” I João 05:20.

    Os discípulos receberam a Jesus como Deus:

    João (João 01:01/ I João 05:20) – Pedro (II Pedro 01:01) – Tomé (João 20:28) – Apóstolo Paulo (Romanos 09:05 e Tito 02:13) – Profeta Isaías (Isaías 07:14 e 09:06).

    Jesus tem atributos únicos de Deus:

    *Rei dos judeus – Isaías 33:22b (TNM): Jeová é o nosso Rei; ele mesmo nos salvará.
    Isaías 44:6a (TNM): Assim disse Jeová, o Rei de Israel e seu Resgatador, Jeová.

    Jesus Rei dos Judeus – Mateus 02:02/ João 12:13-15/ João 19:21/ Mateus 27:37.

    *Pastor – Jeová, segundo os Salmos 23:1, é o nosso pastor e Jesus se identifica como o pastor excelente em João 10:11. Afinal, quem é o nosso pastor ?

    *Prostados diante – Romanos 14:10 diz que todos nós ficaremos postados diante da cadeira de juiz de Deus, mas 2 Coríntios 5:10 afirma que teremos de ser manifestados perante a cadeira de juiz de Cristo. Afinal de contas, quem será mesmo o juiz ? Jeová ou Jesus ? (Tenha paciência, mais abaixo vamos tirar esta confusão em pratos limpos).

    *Juiz – Jeová é o nosso juiz, diz Isaías 33:22, mas Cristo é quem está destinado a julgar os vivos e os mortos (sendo assim o juiz).

    *Senhor dos senhores – A Bíblia mais uma vez aponta que Jeová é “Senhor dos Senhores” em Deuteronômio 10:17, e fala a mesma coisa a respeito de Jesus em Apocalipse (Revelação) 17:14, chamando o cordeiro de “Senhor dos Senhores”.

    *Salvação – Esta parte merece um comentário mais extenso. Note que Jeová começa dizendo em Isaías 43:11 que além dEle não há salvador! Não há outro Salvador além de Jeová, é o que o texto diz. Mas Atos 4:12 fala que “não há outro nome debaixo do céu pelo qual tenhamos de ser salvos” e está dizendo que isto é em nome de Jesus Cristo. Daí, Tito, aquele que mais usou o termo salvador para Deus, e que também sempre dizia que o salvador era Jesus, fala que Deus é o nosso salvador em Tito 1:3. Tito 3:4 e Tito 2:10 (além de outros). Entretanto, em Tito 3:6 e Tito 2:13 ele diz que o nosso salvador é Jesus. Inclusive, em Tito 2:13 ele diz da “manifestação do grande Deus e Salvador de nós, Cristo Jesus”. Neste texto ele vai mais fundo e diz que Jesus é o grande Deus e Salvador nosso. A equipe da tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas não poderia aceitar isto, afinal, “Jesus não pode ser Deus, ele é apenas um anjo exaltado” e acrescenta um [do] no texto para “completar o sentido do português”. Tem cabimento este [do] ? Nenhuma tradução respeitável verteu o texto desta maneira, pois Tito fala do Deus (Theos) e (kai) salvador (Sotéros). Não existe tal preposição “do” no meio do texto original. – Fonte: Site Vigiando a Torre – http://www.vigiatorre.cjb.net

    Com isso, perguntamos: Jesus é Deus ou Deus divide a sua glória com Jesus (Isaías 42:08)?

    Deus divide a sua glória?

    “Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor, às imagens de escultura.” Isaías 42:08.

    ” E, agora, glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse.” João 17:05.

    Da leitura de Isaías 42:08 vemos que Deus não dá a sua glória a outrem. Entretanto, Jesus orou ao Pai, em João 17:05, dizendo que Deus repartira sua glória com Ele, antes de o mundo ser criado. Como as testemunhas de Jeová respondem a isso?

    Durante este estudo, fizemos perguntas, como: Quantos criadores existem? Quantos primeiros e últimos; etc. Vamos agora ver mais sobre isso:

    Um Salvador ou dois? – Isaías 45:21 compare com Atos 04:12.
    Um eterno ou dois? – Isaías 40:28 – Apocalipse 01:18
    Um Senhor ou dois? – Isaías 41:04 – Romanos 01:07/05:01
    Um Rei dos reis ou dois? – I Timóteo 06:15-16 – Apocalipse 17:14 e 19:16
    Um criador ou dois? – Isaías 44:24 – João 01:03
    Um que perdoa pecados ou dois? – Neemias 09:17 – Lucas 07:49
    Um que há de vir ou dois – Apocalipse 01:08 – João 14:03

    Adoração a Jesus – Jesus deve ser adorado? Tendo provado que Jesus é Deus, provamos também que Jesus deve ser adorado:

    “para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho não honra o Pai, que o enviou.” João 05:23.

    Neste versículo, Jesus chama para si a mesma honra que o Pai tem. Da mesma forma que o Pai é honrado, assim Jesus deve ser, logo, se o Pai é adorado, assim Jesus deve ser honrado com adoração, pois aquele que honra o Pai e não honra ao Filho, também não tem o Pai. Se uma testemunha de Jeová que honrar a Jeová, deve também honrar a Jesus com atos de adoração:

    I João 02:23 “Qualquer que nega o Filho também não tem o Pai; e aquele que confessa o Filho tem também o Pai.”

    Já vimos que o Pai divide a glória Dele com Jesus, agora Jesus chamou para si a honra do Pai, ainda após isso as testemunhas irão dizer que Jesus é um deus?

    Isaías 45:21 “Declarai e apresentai as vossas razões. Que tomem conselho uns com os outros. Quem fez ouvir isto desde a antiguidade? Quem desde aquele tempo o anunciou? Porventura, não o fiz eu, o SENHOR? Pois não há outro Deus, senão eu, Deus justo e Salvador não há além de mim.”

    De fato, temos que concluir: Jesus deve ser honrado com adoração assim como o Pai é – João 05:23.

    Qual a consequência de não reconhecer Jesus como Deus? – Jesus disse: “Por isso, vos disse que morrereis em vossos pecados, porque, se não crerdes que eu sou, morrereis em vossos pecados.” João 08:24.

    Agora, podemos escolher: Se acreditamos nas testemunhas ou em Jesus, aliás, devemos ser testemunhas de Jeová ou de Jesus?

    *Os discípulos testificaram de Jesus – “Deus ressuscitou a este Jesus, do que todos nós somos testemunhas.” Atos 02:32. O próprio Jesus disse que eles seriam testemunhas Dele mesmo:

    “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunha tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.” Atos 01:08.

    E por fim, mais uma citação – “e vós também testemunhareis, porque estais comigo desde o princípio.” João 15:27.

    Logo, os discípulos eram Testemunhas de Jesus!

    * O Espírito Santo testemunhou e testemunha de Jesus – “Quando, porém, vier o Consolador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que dele procede, esse dará testemunho de mim e vós também testemunhareis, porque estais comigo desde o princípio.” João 15:26.

    Só nesta citação, já podemos ver que o Espírito Santo e os discípulos eram Testemunhas de Jesus!

    *O Pai testemunhou de Jesus – “O Pai, que me enviou, esse mesmo é que tem dado testemunho de mim.” João 05:37.

    Se você duvida que até o próprio Pai é testemunha de Jesus, confira em sua Bíblia a citação acima, você poderá ler: “Também o próprio Pai que me enviou tem dado testemunho de mim” João 05:37.

    Jesus confirmou isso, em João 05:31-32 – “Se eu testifico a respeito de mim mesmo, o meu testemunho não é verdadeiro. Outro é o que testifica a meu respeito, e sei que é verdadeiro o testemunho que ele dá de mim.”

    “Eu testifico de mim mesmo, e o Pai, que me enviou, também testifica de mim.” João 08:18.

    Com estas citações, ficou claro compreender que o próprio Pai é Testemunha de Jesus!

    Novamente a escolha é nossa: Acreditamos na Bíblia ou nas testemunhas?

    E o Verbo era “um deus” – Para esta tradução, encontramos a seguinte resposta na Bíblia Apologética – Para a seita testemunhas de Jeová, existem dois deuses: O Todo-poderoso, que é Jeová, e outro menor, que é Cristo. Pra que pudessem lançar a Tradução do Novo Mundo na versão apontada, valeram-se até 1983, da tradução de um teólogo espírita chamado Johanes Greber. Na verdade, o cerne da questão está em crermos que toda a Bíblia é inspirado por Deus (2Tm 3.16.17; 2Pe 1.20-21). João aponta outras referências acerca da deidade absoluta de Jesus (João 05:18, 10:30-33). Logo, o Verbo jamais poderia ser outro deus (João 20:28/ I João 05:20). Isso mostra o biteísmo das Testemunhas de Jeová, contrariando Isaías 43:10, que diz: “…Antes de mim deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá”. Além disso, devemos considerar o seguinte: se as Testemunhas de Jeová argumentam a ausência do artigo definido ho (o) significa que Jesus é um deus e não um Deus, por que não aplicam a mesma regra ao versículo 06, onde a referência clara a Deus Pai não é precedida do artigo definido?

    A prova de que a interpretação das testemunhas (ausência do artigo definido) é uma falácia, é que João também não usou o artigo antes do nome Théos nos versículos 06,12,18 deste mesmo capítulo, mas nem por isso a Tradução do Novo Mundo traz: “Houve uma homem enviado como representante de um deus”; ou “…tornaram filhos de um deus”, ou “Ninguém jamais viu a um deus”.

    Veja o que alguns estudiosos e eruditos dizem a respeito de tal tradução das testemunhas:

    Dr. J.R. Mantey – “Uma má tradução chocante. Obsoleta e incorreta. Não é nem erudito nem razoável traduzir João 1.1 ‘a palavra era um deus’”.

    Dr. Bruce M. Metzger (professor de língua e literatura do Novo Testamento) – “Uma tradução horripilante, errônea, perniciosa, repreensível. Se as Testemunhas de Jeová levam essa tradução a sério, elas são politeístas”.

    Dr. Charles L. Feinbeng – “[Os tradutores das] Testemunhas de Jeová evidenciam uma ignorância abismal dos princípios básicos da gramática do grego na sua tradução errônea de João 1.1″.

    Dr. James L. Boyer – “Nunca ouvi falar, nem li, sobre algum erudito em grego que concordasse com a interpretação desse versículo conforme insistida pelas Testemunhas de Jeová… Nunca encontrei um deles [membro da STV] que tivesse qualquer conhecimento da língua grega”.

    Dr. Walter Martin – “A tradução ‘um deus’ ao invés de ‘Deus’ é errônea e ão tem apoio em nenhuma boa erudição do grego, antiga ou contemporânea, e é uma tradução rejeitada por todos os reconhecidos eruditos da língua grega”.

    Dr. William Barclay – “Uma tradução que é gramaticalmente impossível. É abundantemente claro que uma seita que pode traduzir o Novo Testamento assim é intelectualmente desonesta.”

    Quanto a isso, leia Jeremias 23:36 e II Pedro 03:16

    Vamos agora analisar alguns outros versículos usados pelas testemunhas, e outros omitidos por elas:

    João 04:23 – As TJ citam este versículo em suas visitas de campo, quando perguntam àqueles a quem estão tentando arrebanhar: “Quem você adora como Deus?”. Se a resposta for: “O Senhor”, então declaram que Senhor é um título. Se a pessoa disser: “Jesus”, dizem que este é o nome do Filho e não deve ser adorado.

    Resposta – Concordamos que o Pai deve ser adorado. Devemos perguntar as Testemunhas de Jeová se elas obedecem à vontade do Pai em todos os sentidos. Se a resposta for “sim”, então devemos citar a referência 05:23 deste evangelho, que diz o seguinte: “para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho não honra o Pai, que o enviou.” As testemunhas de Jeová não adoram o Filho, como adoram o Pai, e ainda declaram que Jesus não deve ser adorado, então a adoração que devotam ao Pai é fútil. E a Bíblia tem algo a dizer a esse respeito: “Porém Samuel disse: Tem, porventura, o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios como em que se obedeça à palavra do SENHOR? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.” I Samuel 15:22.

    João 17:03 – Dizem que a vida eterna é reconhecer Jeová como único Deus e Deus de seu filho, Jesus Cristo. Sua intenção, com isso, é afirmar que somente Jeová é o Deus verdadeiro.

    Se perguntarmos a uma testemunha de Jeová se ela possui vida eterna, responderá, enfaticamente, que não, porque ninguém dirá, pode ter certeza de vida eterna. Os adeptos que pensam dessa forma contabilizam dez, vinte ou mais anos de estudos dos livros publicados pela Sociedade Torre de Vigia, o que demonstram que não possuem nenhum conhecimento ao único Deus verdadeiro e do seu Filho, Jesus Cristo. Se tivessem o conhecimento exato, certamente teriam a certeza de vida eterna (05:24/ Romanos 08:01).

    Se Jesus estivesse se excluindo da divindade ao afirmar que o Pai é Deus verdadeiro, poderíamos interpretar pelo mesmo princípio, em Judas 04, que Jesus é o único Senhor verdadeiro. Alias, a citação de Judas 04, é uma profecia que cumpre perfeitamente sobre a Sociedade Torre de Vigia (testemunhas de Jeová), visto que eles negam a graça de Deus (acreditam na salvação pelas obras) “e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo” – Judas 04. A passagem diz claramente (inclusive na TNM), que Jesus é o nosso único Dono e Senhor. Leia todo o versículo em sua Bíblia e compare. Pedro também falou deste, veja:

    II Pedro 02:01 “E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição.” – Estes versículos não parece falar claramente do Corpo Governante das testemunhas de Jeová? Pois que negam a Jesus (João 05:23/ I João 02:23), e já vimos que negar a divindade de Jesus, é estar ainda debaixo de pecado (João 08:24).

    Alias, há várias outras citações bíblicas as quais se encaixam perfeitamente na Sociedade das testemunhas, veja Mateus 23:13, texto o qual Jesus diz que estas são pessoas as quais não entram no Reino dos céus nem deixam entrar os que desejam.

    João 20:17 – Meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus – Por Jesus afirmar que tinha um Pai e um Deus, ensinam que Jesus não poderia ser Deus da mesma forma.

    Quanto ao fato de Cristo chamar o Pai de seu Deus, é perfeitamente inteligível, visto que era necessário que Jesus, em tudo, se assemelhasse aos seus “irmãos” na terra (Hebreus 02:17). E, neste sentido, deveria tratar Deus (o Pai) como seu Deus, não usurpando ser igual a Deus (Filipenses 02:06), mas prestando reverência a Deus, tal como os homens deveriam (e devem) fazer.

    Quanto ao fato de Cristo chamar Deus de seu Pai, devemos entender que Jesus não é o Filho de Deus por criação ou por adoção, como os demais homens, Jesus é o monogenes do Pai (03:16), o único da mesma natureza do Pai, o seu Filho amado (Mateus 03:17). O verbo que se fez carne (01:14). Jesus é o Filho de Deus pelo direito de herança (Colossenses 01:15). Os homens são filhos de Deus por adoção (Romanos 08:15). Enquanto procedemos de Deus, feitos à sua imagem (Gênesis 01:27), o Senhor Jesus possui a mesma essência do Pai (01:01 e 10:30).

    Atos 20:28 – A igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue – No texto em estudo, podemos ver claramente que Deus comprou a igreja com o seu próprio sangue. Ora, a igreja é de Cristo, pois Ele a comprou. Aqui, a referência não é ao Deus Pai, mas a Jesus, o Deus Filho, que morreu pelos pecadores: “Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios” Romanos 05:06 – “Porque isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados” Mateus 26:26 – Veja também Judas 01:04 e II Pedro 02:01.

    I Coríntios 08:06 – Para nós há um só Deus, o Pai – As testemunhas afirmam que só o Pai é Deus – Se observarmos esta linha de raciocínio, somos obrigados também a dizer que somente o Filho é Senhor. O fato é que as Escrituras usam os termos Deus e Senhor virtualmente, de modo intercambiável. O Pai é chamado de Deus e Senhor ; e Tomé chamou Jesus de “meu Senhor e meu Deus” (João 20:28). Os líderes das testemunhas ensinam seus adeptos a enxergarem nesse versículo um contraste que não existe.

    Conclusão – Usar este versículo para dizer que só o Pai é Deus, é ter que assumir que só Jesus é o Senhor, pois isso também diz no versículo; sobretudo, a Bíblia diz que Jesus é Senhor e Deus (João 20:28).

    I Coríntios 11:03 – E Deus a cabeça de Cristo – As testemunhas dizem que se Deus é a cabeça, Jesus, então ocupa uma posição interior.

    Devemos observar que o texto diz o seguinte: “E o homem a cabeça da mulher”. Entretanto, tanto o homem quanto a mulher são da mesma natureza. A Bíblia declara, ainda: “E serão ambos uma carne” Gênesis 02:24. Assim, Jesus e o possuem a mesma natureza divina (João 10:30-33).

    I Coríntios 15:28/ João 05:19 – Então também o mesmo Filho se sujeitará – As testemunhas argumentam que Jesus se sujeitará ao Pai na eternidade, logo, Jesus não pode ser Deus.

    Lemos em Lucas 02:51, que Jesus era sujeito a seus pais: “E desceu com eles, e foi para Nazaré, e era-lhes sujeito”. Então perguntamos: “Jesus era inferior a seus pais por estar sujeito a eles?”. Nem as testemunhas de Jeová concordam com isso. Se Jesus fosse uma criatura como procura ensinar essa doutrina, já estaria sujeito. Mas não é isso que o texto declara, antes que se sujeitará “para que Deus seja tudo em todos”.

    A passagem em estudo declara “para que Deus” e não “para que o Pai” seja tudo em todos. A palavra Deus é polissêmica, ou seja, emprega-se indistintamente tanto para o Pai (Efésios 01:03) quanto para o Filho (João 20:28/ Romanos 09:05) e o Espírito Santo (Atos 05:03-04). Deus (Pai, Filho e Espírito Santo) estará integrando a personalidade do Deus Trino (Gênesis 01:06; 03:22; Isaías 06:01-03-08). Será tudo em todos.

    Quanto a João 05:19, o interessante é que as testemunhas só mostram a parte inicial do versículo, já a parte b, diz: “porque tudo que ele [o Pai] faz, o Filho faz igualmente.” Nestas palavras, Jesus se revela como Deus Todo-poderoso, tal qual o Pai, pois o Filho pode fazer tudo quanto o Pai faz. Logo, este versículo, como vários outros os quais já estudamos, em nada diminui a Jesus, mas o exalta.

    Conclusão – Sujeição nunca foi nem será sinônimo de inferioridade, como vimos em Lucas 02:51.

    Colossenses 01:16 – As testemunhas, em sua versão da Bíblia, a tradução do Novo Mundo, introduziram neste texto quatro vezes a palavra “outras”

    Seu objetivo com isso, é apresentar Jesus como um ser criado.

    O problema é que as testemunhas se esqueceram de acrescentar o termo “outras” em João 01:03, que na tradução do novo mundo, diz: “Todas as coisas vieram a existência por intermédio dele…”.

    Esta ausência foi um erro dos tradutores, que se esqueceram? Ou será que acreditam que Jesus é o Criador e não criatura, em contraste com o texto? As testemunhas são peritas em colocar interpolações, comumente entre parênteses, nos textos bíblicos, sob a alegação de que são usadas para completar o sentido do texto em português. Acrescentar algo à Bíblia, como meio de justificar doutrinas, é condenável – Apocalipse 22:18.

    Tito 02:13 – Glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo – As testemunhas adulteraram a tradução, acrescentando-lhe textos inexistentes nos originais. Seu objetivo, com isso, é afirmar que o versículo em análise faz clara distinção entre o Pai e o Filho.

    Quando lemos o versículo em destaque nas páginas da TNM, encontramos a seguinte versão: “Gloriosa manifestação do grande Deus e [do] Salvador de nós, Cristo Jesus”. O acréscimo da preposição “de”, somada ao artigo “o”, é o grande vilão da inexata tradução jeovista. Neste caso de Tito, dois substantivos – Deus e Salvador – estão ligados por “e” (do grego kai), e o artigo definido vem antes so primeiro substantivo da frase (Deus), não precedendo o segundo (Salvador).

    Assim, uma tradução literal do trecho docses tou megalou Theou soteros hemon lesou Christou, seria: “glória do grande Deus e Salvador nosso Jesus Cristo”. O emprego da preposição “do”, como vemos na TNM, não procedo do original. Além disso, o que a referência em estudo nos ensina é perfeitamente compatível com o restante das Escrituras que fala a respeito da divindade de Cristo.

    Poderíamos firmar nossas convicções sobre este fato na própria TNM, onde, em Isaías 43:11, lemos “Eu é que sou Jeová, e além de mim não há salvador”. A tentativa de argumentar que para o advento da graça Deus teria constituído Cristo como Salvador não prospera, visto que em I Timóteo 01:01 [na versão TNM], a salvação é atribuída ao Pai.

    Conclusão – Mesmo que as testemunhas tenham adulterado a passagem, ainda assim não conseguiram esconder a divindade de Jesus, pois quando comparamos Tito 02:13 com Isaías 43:11, vemos que não há outro Salvador, além de Jeová é Salvador, e a passagem de Tito 02:13 diz que Jesus é o Salvador.

    I João 05:20 – Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna – As testemunhas reconhecem a divindade de Cristo, mas dizem que sua divindade é inferior à de Jeová. Todavia, esse ensinamento encontra no texto em referência um obstáculo intransponível. O apóstolo João inicia sua declaração com teor confirmativo, pois diz que “sabemos”. Mas sabemos o quê? a.) Que Jesus, o Filho de Deus já veio; b.) Que Jesus nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; c.) Que estamos naquele que é verdadeiro, ou seja, o próprio Jesus; d.) Que Jesus é o verdadeiro Deus e a vida eterna.

    Diante disso, perguntamos as testemunhas de Jeová: “Jesus é ou não o Deus verdadeiro?”. De acordo com o versículo transcrito de forma similar na TNM, é impossível negar que Jesus não seja Deus verdadeiro. Mas, neste ínterim, surge uma nova pergunta: “Como Jesus poderia ser Deus verdadeiro se a Bíblia declara que só existe um que detém tal prerrogativa?” ( João 17:03). Só existem duas alternativas para as testemunhas: a.) Ou reconhece que Jesus é um deus falso, o que contradita não só o testo em análise como também a própria literatura jeovista; b.) Ou reconhece que Jesus é Deus verdadeiro. Neste último caso, não podendo haver dois deuses verdadeiros, a solução reclama a doutrina da Santíssima Trindade.

    Conclusão final – Vimos que negar a divindade de Jesus, implica em crer em mais de um deus verdadeiro, crer em dois criadores, salvadores, etc. E negar a divindade de Jesus, é estar ainda em seus pecados (João 08:24). Terminamos então comprovando que Jesus é Deus e Senhor, tendo mostrado nas passagens apresentadas pelas testemunhas, que tais versículos em parte alguma diminui a Jesus, mas que o exalta, como aquele que tem a preeminência sobre toda a criação. Esperamos que este estudo chegue as mãos de muitas testemunhas de Jeová, para que as mesmas sejam sinceras em reconhecer que há graves erros dentro do corpo governante, e que tais erros devem ser desfeitos, pois estão incorrendo em um grande pecado: Adulterando a Bíblia, e torcendo as Palavras do Deus eterno, querendo eles adorar a Jeová, acabam não honrando-O, pois que não honram a Jesus como a mesma com a qual honram a Jeová (João 05:23). Desejamos que estas palavras tenham resultado, sabendo que Jesus disse para examinarmos as Escrituras (João 05:39). Agora a escolha é sua, escolhe pois a vida para que vivas, escolha Jesus que é a vida (Deuteronômio 30:19 e João 14:06).

  38. Adiel disse:

    Mentirosos!Bando de opositores!Precisam conhecer as Testemunhas de Jeová melhor para depois saírem espalhando mentiras e calúnias!

  39. DAVID disse:

    Já fui Testemunha de Jeová e sei que é mentira. Lá funciona com doações voluntárias dos fieis para manutenção dos Salões e para fazer publicações. Agora as outras igrejas extorquem os fieis abertamente pedindo dinheiro senão não vão ser salvas. Pedem quem tem 50 reais, quem tem 100, quem tem mil e ai vai… Abra a sua também é só comprar um som, cadeiras montar o circo e pedir dinheiro. aqui na minha rua tem três: Universal, Assembléia, Pentecostal….

    1. gs silva disse:

      por meio disso saberao todos que sois meus dicipulos se tiverdes amor entre vos joao 13 ;35

  40. JESSICA disse:

    somos mais modernos e nos Adoramos A Deus Jeová ! Se Jesus é tão poderoso imagine Jeová que foi ele que fez ! só por que usamos meios mais fáceis, e outra que nos nunca forçamos ninguém a dar nada, nossa obra é mantida por donativos voluntários! Na bíblia fala desses acontecimentos e fala que o nome de Deus seria perseguido e de fato esta acontecendo como “agora”! Só digo uma coisa Jesus pediu que glorificasse a Jeová, Ele não queria gloria, só queria pregar a mensagem e se sacrificar por nos ! ele negou a adoração que fizeram pra ele no passado!Será que ninguém ler a bíblia?Só se fala algo quando se tem certeza! Leiam mais a bíblia !

  41. Yamandú disse:

    Discussão a toa, deus nem existe e vcs ficam perdendo tempo com isso !!! Acorda

    1. agnaldo disse:

      Voce não acredita que DEUS existe, compreendo sua visão, mas ter pergunto um coisa voce estou a biblia, que leva sua vida toda ( sim ou não ) , estou a torah que leva toda sua vida, ( sim ou não ) estou alcorão que leva a vida toda, 9 ( sim ou não ) então voce continua falando que DEUS não existe não vai mudar sua vida, se falar que DEUS existe tambem não vai mudar sua vida, o importante e voce começar a praticar, todos os seus ensinamento, desta forma sua vida muda, se não for na escola, voce não aprende, não cresce e ser torna um analfabeto, porisso irmão o mais importante e voce estudar. amem

      1. agnaldo disse:

        não acredita que DEUS existe, compreendo sua visão, mas ter pergunto um coisa voce estudou a biblia, que leva sua vida toda ( sim ou não ) , estudou a torah que leva toda sua vida, ( sim ou não ) estudo alcorão que leva a vida toda, 9 ( sim ou não ) então voce continua falando que DEUS não existe não vai mudar sua vida, se falar que DEUS existe tambem não vai mudar sua vida, o importante e voce começar a praticar, todos os seus ensinamento, desta forma sua vida muda, se não for na escola, voce não aprende, não cresce e ser torna um analfabeto, porisso irmão o mais importante e voce estudar. amem

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *