Com câncer, ator Val Kilmer teria recusado tratamento por acreditar na cura pela oração

13

O ator Val Kilmer foi internado às pressas por sua família no último domingo, 01 de fevereiro, para cuidar de um câncer na garganta que ele se recusava a tratar por causa de seus princípios religiosos.

Kilmer é seguidor da Christian Science Church, que prega enfaticamente que a oração pode curar doenças. A devoção do ator o estaria mantendo firme no propósito de não consultar um médico para tratar sua doença, e o levando a se afastar de qualquer pessoa que insistisse com ele para que procurasse tratamento médico.

Conhecido por seus papéis em filmes como Top Gun – Ases Indomáveis (1986), Coração de Trovão (1992), Batman Forever (1995), A Sombra da Escuridão (1996) e Alexandre (2004), entre outros, Val Kilmer soube do tumor no meio de 2014, mas se manteve firme na ideia de não se tratar.

Parentes do ator disseram ao site TMZ que houve uma hemorragia e por isso, eles decidiram interná-lo. Os médicos fizeram uma delicada cirurgia de emergência para que Val Kilmer pudesse respirar.


Val Kilmer em uma de suas mais recentes aparições
Val Kilmer em uma de suas mais recentes aparições

De acordo com os familiares, o ator nunca assumiu estar sentindo dor para não dar o braço a torcer e ser obrigado a se tratar através da medicina. Agora, diante da gravidade da situação, Kilmer estaria mais propenso a ouvir o diagnóstico médico e tomar uma decisão a respeito do tratamento.

O TMZ publicou ainda que o tumor estaria com um tamanho considerável, o que estaria levando o ator a ter dificuldades para falar e causando um grande inchaço no pescoço, o que teria levado Kilmer a usar lenços para esconder seu estado.


13 COMENTÁRIOS

  1. O Estado Islâmico ganha destaque novamente por sua truculência. Um homem teria sido vendado e atirado do alto de um prédio de sete andares, na Síria, por “ser gay”. Ele teria sobrevivido à queda, mas foi apedrejado até a morte por pessoas que assistiam à barbárie.

    Militantes do EI, com os rostos cobertos, aparecem levando a vítima até a beira da torre para jogá-lo. Outro filma a ação com o celular. As imagens teriam sido feitas em Tal Abyad, na cidade de Raqqa.

    O homem foi punido por supostamente ter um “caso homossexual”. De acordo com o Observatório Sírio para Direitos Humanos, com sede em Londres, a vítima foi jogada do prédio antes de ser espancada até a morte.

    Vão para la gays.

  2. Eduardo, seu cinismo é de fazer inveja ao mais torpe fariseu. O desafio que você faz, cara pálida, vale também para cristãos que ousem falar de Jesus àqueles fanáticos enfurecidos.

  3. O PASTOR DA IGREJA DELE DEVE TER LIDO II CRONICAS 16:12. ESSA PASSAGEM É ESPECIFICA ÀQUELA SITUAÇÃO E NÃO É PARA SER UNIVERSALIZADA COMO FAZEM MUITOS (O QUE RESULTA EM UM ASSASSINATO). CRISTO DISSE QUE QUEM PRECISA DE MÉDICO SÃO OS DOENTE (MT.9:12).

  4. Oh gente burra, a doença é natural do corpo físico mas quando o Senhor fala da cura precisamos ler o texto todo para não virar pretexto para estas situações. Jesus realizou muitos milagres de curas físicas como a lepra, paralíticos e fluxo de sangue, Jesus ressuscitou Lázaro com 4 dias de morto, mas o maior milagre de Jesus foi os realizados de cura da alma. Quando Ele disse que veio para os doentes Ele falava dos doentes da alma, esta doença causa muito mais estragos.

DEIXE UMA RESPOSTA