Vereadores evangélicos são presos em operação que investiga corrupção e suborno em Caruaru

8

Na última semana a dez vereadores da cidade de Caruaru, no interior de Pernambuco, foram presos em durante a Operação Ponto Final, que investiga denúncias de corrupção e suborno da Câmara de Vereadores da cidade. Entre os parlamentares presos estão três evangélicos: Jadiel Nascimento (PROS), Sivaldo Oliveira (PP) e Neto (PMN).

Além dos vereadores ligados a igrejas evangélicas, foram detidos também: Val das Rendeiras (PROS), Cecílio Pedro (PTB), Val (DEM), Louro do Juá (DEM), Eduardo Cantarelli (PS), Evandro Silva (PMDB) e Jajá (PPS).

A operação da Polícia Civil que culminou na prisão dos vereadores faz parte do Pacto pela Vida, e teve por objetivo cumprir 10 mandados de prisão preventiva, quatro mandados de condução coercitiva e 13 de busca e apreensão domiciliar. De acordo com o Presentia Online, a ação policial envolveu 120 policiais civis, incluindo delegados, agentes e escrivães, e está em investigações há seis meses pela Gerência de Controle Operacional do Interior. Todos os mandados da operação foram expedidos pelo Juiz de Direito da 4ª Vara Criminal de Caruaru.

Segundo informações da polícia, os vereadores são suspeitos de exigir vantagens indevidas da prefeitura para votar projetos. Escutas telefônicas e gravações de vídeos autorizadas pela Justiça flagraram a suposta negociação, que envolve a aprovação do projeto de mobilidade urbana da cidade.


Com a prisão dos vereadores, seus respectivos cargos foram assumidos por suplentes na Câmara Municipal de Caruaru. Entre os suplentes que substituíram os vereadores presos estão também três representantes do movimento evangélico local: Pastor Carlos Santos (PRB), Manoel Alecrim (PSD) e Jaelcio Tenório (PRB), conhecido por promover o ‘Chama Viva’, evento gospel durante o São João de Caruaru.

Os suplentes evangélicos assumiram, respectivamente, as vagas de Sivaldo Oliveira (PP), Cecílio Pedro (PTB) e Val das Rendeiras (PROS).

Todos os vereadores presos foram encaminhados para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza.

Por Dan Martins, para o Gospel+

8 COMENTÁRIOS

  1. Bancada Evangélica: a mais ausente, inexpressiva e corrupta de todas
    deldebbio | 25 de março de 2013

    @MDD – Muitos de vocês, jovens leitores, têm pais e parentes evangélicos. Pessoas boas, que não concordam com a corrupção e com o roubo e desvio do dinheiro dos fiéis para enriquecimento ilícito de pastores mal intencionados. Você, leitor, tem uma missão: Enviar este post para a maior quantidade de evangélicos que você conhecer. Se estes amigos e parentes forem pessoas honestas, eles ajudarão a limpar esse lixo infectado da política que se alojou no seio das Igrejas de dentro para fora! Começamos a campanha “Evangélico não vota em pastor corrupto”.

    Dados do Transparência Brasil indicam que:

    1) Da bancada evangélica, todos os deputados que a compõe respondem processos judiciais;
    2) 95% da referida bancada estão entre os mais faltosos;
    3) 87% da referida bancada estão entre os mais inexpressivos do DIAP;
    4) Na última década não houve um só projeto de expressão, ou capaz de mudar a realidade do país, encabeçado por um parlamentar evangélico.

    Assembleia de Deus

    1 Hidekazu Takayama – PSC/PR
    TRF-1 (Seção Judiciária do Distrito Federal) – Processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – de Ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. STF – Inquérito nº 2652/ 2007 – Inquérito apura crimes contra a ordem tributária, estelionato e peculato.

    2 – Sabino Castelo Branco – PTB/AM
    STF – Processo nº 538 – Réu em ação penal movida pelo Ministério Público Federal por peculato.
    STF – Inquérito nº 2940 – É alvo de inquérito que apura crimes contra a ordem tributária. TSE –
    Processo nº 504786.2010.604.0000 – É alvo de recurso contra expedição de diploma apresentado pelo Ministério Público Eleitoral por abuso de poder econômico e uso indevido de meio de comunicação social.
    TSE – Processo nº 874.2011.604.0000 – É alvo de representação movida pelo MPE por captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral.
    TRE-AM – Processo nº 90095.2002.604.0000 – Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2002.
    TRE-AM – Processo nº 424843.2010.604.0000 – Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2010.
    TRE-AM – Processo nº 485034.2010.604.0000 – É alvo de representação movida pelo MPE.TRF-1 Seção Judiciária da Amazônia – Processo nº 0001172-68.2007.4.01.3200 – É alvo de ação de execução fiscal movida pela Fazenda Nacional.
    TJ-AM Comarca de Manaus – Processo nº 0039972-21.2002.8.04.0001 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual.

    3 – Ronaldo Nogueira – PTB/RS
    TCE-RS (processo 008255-02.00/ 08-2) – Irregularidades na gestão da Câmara de Carazinho.
    TCE-RS (processo 001084-02.00/ 01-0) – Idem. TCE-RS (processo 010264-02.00/ 00-4) – Idem.

    4 – João Campos de Araújo – PSDB/GO
    TRF-1 (Seção Judiciária do Distrito Federal – processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.

    5 – Costa da Conceição Costa Ferreira – PSC/MA
    TRF-1 (Seção Judiciária do Distrito Federal) – processo 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.
    É alvo de ações de execução fiscal movidas pelo município de São Luís:
    TJ-MA Comarca de São Luís – Processo nº 7092-32.2007.8.10.0001.
    TJ-MA Comarca de São Luís – Processo nº 1793-35.2011.8.10.0001

    6 – Antônia Luciléia Cruz Ramos Câmara – PSC/AC
    TRE-AC – processo 497/ 2002 – Teve reprovada a prestação de contas referente às eleições de 2002. É alvo de ações penais movidas pelo Ministério Público por crimes eleitorais (peculato/captação ilícita de votos ou corrupção eleitoral).
    STF – processo 585. STF – Processo nº 587. TRE-AC – processo 177708/ 2010
    – É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais e contra a administração em geral:
    STF – inquérito 3083, TRE-AC – Inquérito 245, STF – Inquérito nº 3133.
    É alvo de ações de investigação judicial eleitoral por abuso de poder econômico:
    TRE-AC – processo 142143/ 2010, TRE-AC – processo 178782/ 2010, TRE-AC – processo 142835/2010 . É alvo de representações movidas pelo MPE por captação ilícita de sufrágio e/ ou captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral: TRE-AC – processo 180081/ 2010, TRE-AC – processo 194625/ 2010 e TRE-AC – processo 142058/ 2010

    7 – Cleber Verde Cordeiro Mendes – PRB/MA
    STF – processo 497/2008 – É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por crimes praticados contra a administração em geral (inserção de dados falsos em sistema de informações).
    TRE-MA – processo 603979.2010.610.0000 – É alvo de ação de investigação judicial movida pelo Ministério Público Eleitoral por uso de poder político e conduta vedada a agentes públicos.

    8 – Nilton Baldino (Capixaba) – PTB/RO
    STF – Processo nº 644 – Acusado de envolvimento com a máfia das ambulâncias, é réu em ação penal movida pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.
    TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – Processo nº 0031294-51.2004.4.01.3400 – É alvo de ação civil pública movida pelo MPF.
    TRF-1 Subseção Judiciária de Ji-Paraná – Processo nº 0000432-26.2007.4.01.4101 – É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo MPF por envolvimento com a máfia das ambulâncias.

    9 – Silas Câmara – PSC/AM
    STF – inquérito 2005/2003 – É alvo de inquérito que apura peculato e improbidade administrativa.
    STF – inquérito 3269 e STF – inquérito 3092 – É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais.
    TRF-1 Seção Judiciária da Amazônia – processo 0004121-02.2006.4.01.3200 – É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal.
    É alvo de representação e ações de investigação judicial movidas pelo Ministério Público Eleitoral por captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico:
    TRE-AC – processo 180081.2010.601.0000,
    TRE-AC – processo 142835.2010.601.0000,
    TRE-AC – processo 178782.2010.601.0000,
    TRE-AM – processo 73203919.2005.604.0000
    – O PTB teve reprovada a prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2004, quando o parlamentar era ordenador de despesas do partido em nível estadual.

    10 – José Vieira Lins (Zé Vieira) – PR/MA
    É alvo de inquéritos que apuram crimes de responsabilidade, peculato e sonegação de contribuição previdenciária:
    STF – inquérito 3051, STF – inquérito 3078, STF – inquérito 2945, STF – inquérito 2943, STF – Inquérito 3047.
    É alvo de ações civis públicas, inclusive de improbidade administrativa, movidas pelo Ministério Público e pelo município de Bacabal:
    TRF-1 Seção Judiciária do Maranhão – processo 0005980-37.2008.4.01.3700, TJ-MA Comarca de Bacabal – processo 378-16.2009.8.10.0024, TJ-MA Comarca de Bacabal – processo 1771-15.2005.8.10.0024, TJ-MA Comarca de Bacabal – processo 279-56.2003.8.10.0024.
    É alvo de ações de execução movidas pela Fazenda Nacional — por exemplo: TRF-1 Subseção Judiciária de Bacabal – processo 0000629-69.2011.4.01.3703, TRF-1 Subseção Judiciária de Bacabal – processo 693-79.2011.4.01.3703, TRF-1 Subseção Judiciária de Bacabal – processo 0000908-55.2011.4.01.3703, TJ-MA Comarca de São Luís – Processo 6007-40.2009.8.10.0001.
    Foi responsabilizado por irregularidades em convênios e aplicação de recursos e teve contas reprovadas: TCU – Acórdão 5659/ 2010, TCU – Acórdão 3577/2009, TCU – Acórdão 3282/2010, TCU – Acórdão 2679/2010, TCU – Acórdão 749/2010, TCU – Acórdão 1918/ 2008 (teve o nome incluído no TCU – Cadastro de responsáveis com contas julgadas irregulares). TCU – Acórdão 801/ 2008 (teve o nome incluído no TCU – Cadastro de responsáveis com contas julgadas irregulares). TCE-MA – processo 2600/1999 e TCE-MA – processo 3276/2005.

    11 – Marcelo Theodoro de Aguiar – PSC/SP
    TRE-SP – Processo 1077244.2010.626.0000 – Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2010.

    • Ou seja se gritar pega ladrão não fica um e são crentes imagine se não fosse e por isto que DEUS não opera hoje em dia ou ele não opera porque não existe? e apenas uma pergunta não e uma afirmação ein gente.

    • Você tem razão Diogo, evangélico ou não tem que ir é pra cadeia para ser exemplo para todos, e que a lei funcione, vocês tem que parar com essa mania de separar quem se diz evangélico ou não quando se trata de escândalos, todos cometem erro infelizmente, recentemente um casal gay abusou de uma criança e somente uma emissora mostrou.

        • É isso aí,como comentaram,a lista ta aumentando…agora fica uma pergunta no ar,foram dez vereadores,tres evagelicos,e a religião dos sete,que é a maioria,niguém divulga não ?? Ou eram ETs ??,é engraçado,nunca ouvi dizer que três é maior que sete,pois só se fala dos três…

  2. cambada de velhacos, usam do semblante dos Cristãos, para se escudarem de boas pessoas, mas tai, mais uma prova de que DEUS existe e é correto, não coabitou com o erro, assim como fez com judas, nada fica em oculto, AGORA SÓ QUERO SABER DE QUAL PARTIDO É O PREFEITO QUE CORROMPEU, NÃO SÓ OS EVANG. OU PSEUDO EVANG. BEM, COMO MAIS UNS QUE NÃO SÃO

DEIXE UMA RESPOSTA