Bispo diz que Igreja Universal não reprova a homossexualidade: “A Bíblia não ensina a discriminar”

131

O programa Fala Que Eu Te Escuto, produzido pela Igreja Universal do Reino de Deus e veiculado pela TV Record, tratou de questões ligadas à homossexualidade na edição da última sexta-feira, dia 05 de agosto.

O apresentador, bispo Márcio Carotti, entrevistou o jornalista Felipeh Campos, homossexual, e discutiu o assunto com diversos telespectadores que ligaram para o canal comentando o tema do programa, que era “Se seu filho assumisse que era gay, o que você faria?”.

Dentre as diversas opiniões sobre o tema, Carotti expressou sua opinião após um dos telespectadores dizer que não aceitaria que seu filho fosse gay e o ensinaria a “ser homem debaixo da porrada”

“Eu não tenho filho nem filha. Se descobrisse que meu filho era homossexual, a minha fé ensina a respeitar. A Bíblia não ensina a discriminar ninguém”, disse Carotti, falando sobre a postura da Igreja Universal a respeito do assunto.


Na sequência, alfinetou lideranças evangélicas que pregam de forma enfática contra a militância homossexual e suas bandeiras: “Uns pastores bobões. Bobões, que fazem barulho igual siri na lata. Vocês sabem de quem eu estou falando. Esses pastores que gostam de aparecer e levantam um monte de bandeira, disso e daquilo”, disse, deixando a associação por conta dos telespectadores.

Carotti afirmou que não há base bíblica para a reprovação da prática homossexual: “Jesus ajudava todo mundo. Você que discrimina, acho que você deveria abrir a sua mente, abrir a sua visão”, afirmou, relativizando os pontos do Novo Testamento que falam sobre a questão.

“Mas, você agredir, você brigar, colocar seu filho para fora de casa, ou sua filha, muda o quê? Honestamente? Especialmente você que conhece o Evangelho, você que tem a sua religião, a sua crença… A nossa fé nos ensina a respeitar as pessoas, e isso é o principal”, ponderou.

Assista:

Assine o Canal

131 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA